19 abril 2017

Frank Killer: Atributos II


Atributos II


Para avaliar atributos, a primeira coisa que alguém tem que fazer é não se precipitar, porque não é possível avaliar atributos com apenas olhadas superficiais e durante pouco tempo. Uma atitude ou um ato apenas ou dois não são suficientes para detectar um atributo. Para isso é preciso estar qualificado para julgar, avaliar e emitir juízos.

É claro que o vulgo não tem essas qualificações no geral e nem sequer segue métodos de bem avaliar atributos pessoais no caso de um RS com vistas a fazer um bom e preciso julgamento, eficaz e justo, mas deveria ter. Imagine um país de juristas e com vasto saber jurídico! Seria legal, né? Só que não! Um país não poderia ser integrado somente por juízes, por uma série de razões, as quais não cabe aqui discorrermos.


No entanto, nada impede que apliquemos métodos e práticas jurídicas no julgamento de atributos de pessoas. Afinal é o que todos fazemos cotidianamente com as pessoas que nos cercam ou com as que temos a oportunidade de apreciar em um RS, embora, ainda, sem aplicar regras pré estabelecidas de avaliação.

Para analisar pessoas em Realities, emprego um método que aprimorei ao longo do tempo e que leva também em consideração a reação do público, procurando interpretar o que os telespectadores sentem ou poderiam sentir diante dos fatos e atitudes que apresentam os concursantes.

É claro, abstraio atitudes grosseiras, de descontrole emocional, jogo de torcidas e torcedores e as manifestações de fanatismo. Grosseiros, "haters", jogadores e fanáticos não falam verdades ou não falam que sentem coisas razoáveis. Só falam o que lhes vem dos baixo instintos, sem freios ou sem serem censurados pela razão.

Quando postam comentários em minhas postagens nem destaco, na maioria dos casos, e alguns deles só querem mesmo aparecer de alguma forma e, os mais inteligentes e desembaraçados até tentam suscitar polêmicas para angariar atenção.

Não sou contra querer aparecer, pois afinal todos querem arranjar um lugarzinho ao sol, mas não concordo com a utilização de outros, especialmente a minha pessoa, como escada. Se alguém quer brilhar, que brilhe por seus próprios meios ou recursos, sem escorar-se e sem utilizar ninguém como trampolim ou catapulta. Que abram, por exemplo, um blog e falem o que quiserem lá, ou comentem o que quiserem onde quiserem.

Pessoas que precisam de polêmicas com um interlocutor para expressarem seus pensamentos estão ainda no bê-á-bá de um real escritor e expositor de opiniões ou comentarista sério e confiável.

Os atributos pessoais agrupam-se em duas categorias principais: positivos e negativos e, ambas aglutinam certas características que podem ser ou não apreciadas em conjunto ou separadamente, dependendo de certas condições e circunstâncias.

Tentarei explicar isso em detalhes e de forma a melhor possível didática nos próximos posts dessa série e o leitor poderá dar sua opinião em comentários, se quiser. Não significa necessariamente que irei concordar com seus pontos de vista, mas é possível e bem provável que aponte um ponto que passou-me despercebido e, nesse caso, irei mudar meu pensar.

Como alguns devem saber, cheguei a esse método após anos dedicando-me com seriedade nas análises de concursantes, desde os primeiros RSs do início deste século e, não foi por acaso que o desenvolvi e aprimorei. Alguns pontos podem parecer estranhos à primeira vista, mas se fundamenta em "rankeamento" de atributos em sua linha principal.

Não é de hoje que venho colocando sob suspeição no Brasil os atos de realizadores de RSs com julgamentos de concursantes pelo público. Sempre achei que deveria existir um auditoria independente
 não contratada pelos realizadores dos procedimentos e das regras e contratos que regem esses tipos de programas. Pelo menos para resguardar os direitos dos telespectadores, consumidores que realmente são de entretenimento.

Nesta série sobre análises de atributos pessoais, procuro orientar os leitores no sentido de formarem juízos de valores e opiniões, não de terem opiniões específicas. Opiniões cada um forma as suas de acordo com suas visões. Estaria eu dando os óculos, não dizendo que devem ver o que vejo, ou tirando as mesmas conclusões que eu.

Posso discordar das opiniões de qualquer um, assim como qualquer um pode discordar das minhas. Não entro em polêmicas sobre divergências de opiniões, razão pela qual não destaco opiniões divergentes das minhas. Na maioria dos casos essas opiniões divergentes denunciam o desejo de dar ibope para quem não merece em minha opinião.

Tenho suficiente autocrítica para saber quando estou errado e não preciso de "lembretes" de ninguém. Essa é a mesma técnica utilizada pelos competidores da Emilly e ela falou muito bem quando declarou que, se querem lhe ensinar alguma coisa ou dar aulas, que façam isso aqui fora, não lá dentro. Em meu caso, escrevam emails e terei prazer em dar explicações sobre meu pensar e, se não se importarem que eu publique, autorizem no próprio email.

Da mesma forma que a Emilly tinha no confinamento o direito de ter opiniões próprias e de se resguardar das críticas e desconstruções de sua reputação e personalidade, também tenho os mesmos direitos de resguardar minha honra, personalidade e direito de ter opiniões e com o estilo que eu quiser.

No RS que terminou, a maioria dos ataques à ganhadora originaram-se de pretensos sabichões com o propósito de "ensiná-la", e sob o pretexto de ser mais nova e inexperiente e com as agravantes de tentarem cassar-lhe o direito de defesa e calarem sua voz, mas quem sabe olhar um RS, sabe que isso não passou de jogo com o objetivo de queimar o filme dela, inclusive com o conluio da Produção, única maneira que encontraram para competir contra ela.

A mesma coisa sucede aqui fora, com pretensos sabichões querendo ensinar-me como devo conduzir e redigir minhas opiniões. Ignoro tais pessoas solenemente. Se querem divergir de minhas opiniões são livres pra isso, mas querer que lhes diga amém e dar destaques, é o fim da picada. De mim, não esperem isso. Não faço comentários em posts de outrem, principalmente para discordar.

Além do mais, não sou obrigado a destacar ninguém em meus postos. Destaco quem eu quero, o que eu quero, quando quero e se achar que merecem ou que estão tendo opiniões equilibradas e corretas em meu modo de ver. Respeito as opiniões de todos mas não sou obrigado a concordar se não concordo e, não me meto nos escritos de ninguém e não sou e nem pretendo ser crítico literário.

Cada um emite as opiniões que queiram, do modo como querem e na forma que quiserem. Meu estilo é meu e não admito o bedelho e nem o patrulhamento de ninguém. Acho que cada um tem o direito a suas opiniões, mas não sou obrigado também a dar curso a essas opiniões quando não concordo com elas e, como já falei, não gosto de polêmicas. Deixo isso à discrição e critérios de quem gosta e nada objeto contra isso!

No próximo post falarei sobre classes de atributos e critérios de seleção de atributos para análise. Não é necessário avaliar todos os atributos possíveis e imagináveis, mas também não é o caso de escalar somente meia dúzia de atributos. O número ótimo não é uma quantidade que seja injusta por falta e nem por excesso de atributos examinados.




"Bel Rodrigues 14 de abril de 2017 19:41
O segundo lugar era do Marcos. Vivian só abocanhou isso pq ele não teve cabeça p suportar a pressão. Não gostei. Pelo menos Emilly campeã!"


Emilly ou Mayla, qualquer uma das gêmeas que ficasse no Reality, teria acontecido a mesma coisa. Eventualmente o RS transcorreria de modo diferente, com alteração da ordem das eliminações, mas culminaria com uma delas na Final, em minha humilde opinião.

Mayla teria até mais facilidade, por ser mais coração que a irmã, que entre outras qualidades, possivelmente iguais à da irmã gêmea, foi afinal o que deu a vitória à Emilly, reconhecido até pelo Tiago, que afinal disse uma verdade insofismável. "Um elefante incomoda muita gente; dois elefantes..." LOL!

"Luna 14 de abril de 2017 21:11
Parabéns Frank Killer sua explanação fui muito boa, Vivian não merecia o primeiro lugar ,o segundo por falta de opção ainda vai, com Ie4da o terceiro por falta de opção. agora o primeiro com certeza é da Emilly por tudo que ela fez para levar esse BBB nas costas. Parabéns Frank !!!!!

sara 17 de abril de 2017 00:25
Esse bbb foi um conto de fadas? Foi o que li, contos da um menina malvada.
Respeito todos,mas, eu gostei mas do Frank, você como sempre brilhante. Bjuss"


Obrigado Luna e Sara. Fico lisonjeado por ver pessoas que apenas conhecem meus textos gostaram deles apenas pelo conteúdo, desinteressadamente. Beijos, Sara.

"Alessandro 17 de abril de 2017 03:26
Essa moça tem sol e ascendente em Leão, e suponho, lua ou fortes combinações planetárias em Escorpião. Ela pode ser muito sedutora, poderosa, misteriosa, enigmática, magnética. É muito poder em uma única pessoa, que se canalizado para algo algo mais espiritual pode ser muito vantajoso, mas se for para coisas sempre muito objetivas, pode destruir pessoas pelo caminho. Ela é fascinante, esquisita, uma aura obscura, invasiva. As pessoas perdem força diante do poder dela, que pode até fazer os outros se sentirem tolos diante dela. Marcos é ariano agressivo e impetuoso, vaidoso também. Poderia ter tirado o prêmio dela ou não. Ele é bastante inteligente, mas ela é mais, talvez por ser mulher, não sei. Concordo, também, que Rômulo admirou-a, pois pode ter visto nela algo maior do que nele mesmo. Contudo, todos estavam jogando, mas a maioria sem tanta resistência e repuxo persuasivo. Ela não se deixou levar por ninguém, destruiu os argumentos floridos de Rômulo com meia dúzia de palavras básicas. Ouviu muitas piadas sarcásticas de Marcos e Ilmar: os dois tentavam humilhá-la pela falta de cultura dela. Mas, ela devolvia de maneira ferina: disse ao Ilmar que tinha um amigo fora da casa que era zé mané, porco e fedorento. Percebi um certo sarcasmo no tom dela, como quem atribuindo as características citadas ao próprio Ilmar. Mas, também, vi os olhos dela marejarem diante das agressividades de Marinalva. Acho que pessoas mais frágeis seriam engulidas por ela, mas acho ela carente, apaixonada e com atitudes e pensamentos próprio da idade também. Ela parece ter noção de muita coisa, mas falta de percepção de muita coisa também. Às vezes criamos verdadeiras "chimeras" dem relação a pessoas, que depois podem se mostrar bastante exageradas. As pessoas da casa deveriam ter feito seu próprio jogo mostrando a si mesmos também ao invés de só viver a vida de Emilly."


Palavras muito bonitas e verdadeiras, Alessandro. Não entendo nada de Astrologia e não acredito também piamente nisso mas, em sendo verdades, acho assombroso que significam o que falou e interpretou.

"Alessandro 17 de abril de 2017 04:22
Acrescentado: Emilly por ter Leão duplo é regida por um Sol forte, brilhante, capaz de ofuscar a luz alheia, e com Lua ou planetas em Escorpião ou na Oitava Casa (Casa de Escorpião), pode manifestar muita obstinação, foco, resistência, perseverança, esperteza, astúcia, malícia, paixão, sedução. Marte, regente de Escorpião e da Quinta Casa é agressivo, cheio de bravura e coragem. Marte e o Sol juntos podem causar um poder fascinante, autônomo, autoritário, arrogante, vaidoso, competitivo, egoísta. O Sol é auto suficiente, mas o Marte escorpiano ou da oitava casa é mais carente e sensível; porém, possessivo, egoísta e melindroso. Personalidade marcante dessa moça. E, pode ser uma sorte ela seduzir e depois repelir, talvez por ser menina. Mais tarde, se ela aprender a seduzir e manipular vai ser pior. É tudo o que Rômulo queria."


Não sei se o que fala corresponde à opinião dos "experts" nesse assunto, mas deve ser muito doloroso os "haters" terem que assistir a Emilly viralizando nas redes sociais. As gêmeas estão com mais de 3 milhões de seguidores no Instagram e isso é mais do que muitos artistas famosos.

"Joice Helena Pereira de Sousa 17 de abril de 2017 08:22
Frank que bom que pensas como eu."


Eu que digo, Joyce: "que bom que pensas como eu"!

    "Alessandro 18 de abril de 2017 11:56
    É bem plausível mesmo. Vivemos de superficialidades, rótulos, ideologias caducas, hipocrisias, individualismo exacerbados; cultuamos a superfície, a capa que mostra uma face e esconde outra. A maneira como expressamos muitos segmentos na comunidade demonstra isso: hipocrisia e pasteurização. Fingimos criticar as regras, mas no fundo acatamo-las. Somo desonestos com a nossa suposta honestidade e vice versa. Por isso, nosso sistema de julgamento é injusto, hipócrita, coercitivo, retaliador. Você adere à meias "verdades" e mantém sua "liberdade" ou intui ou reage ou age com impulso de verdade e vai parar no cárcere, muitas vezes sem muros, mas objetivamente bastante limitante de liberdade. Vide Marcos ousar afrontar a produção do programa, e ainda sofrer sanções dos seus concorrentes de confinamento, bem como dos supostos julgadores da "telespectação". Na maioria das vezes o vencedor é quem melhor consegue se adaptar às regras, lembrando que regras não são ordem. A ordem é da natureza do mundo e regras são criadas pelo homem a seu bel prazer, podendo até querer dominar, inutilmente, a ordem primeira natural das coisas. Enfim, vigiar e punir é o nosso eixo, a nossa bússola na contemporaneidade, na pretensa intenção de desenvolver um agrupamento humano civilizado e saudável. Mas, cultura e civilização não são sinônimos. Talvez, a primeira possa até ser um passo para a segunda. Na cultura assistimos a nós mesmos diante das câmeras que nos flagram no nosso escape das regras comuns, e também na nossa espetacularização no exercício das atividades mais acolhidas por essas regras. Estamos a todo momento espiando e julgando em público, sendo espiados e julgados em público. É interessante observar que o julgamento dentro de cada um, muitas vezes diverge do julgamento moral público. Suponho que o julgamento cível e mais ainda criminal de um tribunal deva fazer essa ressalva da diferença entre o público e o privado nem sempre segundo a mesma regra. Sem querer fazer trocadilho,mas será que Boninho faz seus julgamentos, também, à partir do que vê no privado da privada dos concursantes? Seria de arrepiar os pelos de Michel Foucault e George Orwell."


Cultura e civilização (na conotação corrente) não são sinônimos e também não são, ambas, sinônimos de razão e nunca serão. Vide as civilizações antigas (Romana, Grega, Fenícia, Egípcia, Persa, Mesopotâmica, etc) e algumas "modernas".

O "Homo Transcendentales" será a nova espécie que sucederá o "Homo Sapiens" no futuro, mas isso só ocorrerá quando aprendermos a viver irmanados, quando nos livrarmos dos instintos animalescos, quando extirparmos o ódio aos nossos semelhantes, seja por que motivo for.

Enquanto perdurarmos nos digladiando, matando e perseguindo nossos iguais, tendo interesses mesquinhos e não vivermos cooperativos não atingiremos essa evolução. Isso não é utopia e só o que atrapalha é a existência ainda de "haters" com baixos instintos e interesses inconfessáveis ou estupidez (no sentido lato). Enquanto "dar a outra face" for motivo de zombaria nada mudará.

"Dan Dan 18 de abril de 2017 13:57
Considerações Finais - Micro contos
Gabi Flor - Tudo o que uma BBB poderia ter sido
Mayara - Como foi ótima sua participação
Luis F. - Mais cautela e observação
Manoel - Não acordou nem antes e depois do jogo
Elis- Agente do caos e da diversão
Pedro - de tanto ganhar no virtual perdeu no real
Robertha - Mimimi aqui mimimi ali mimimi lá mimimi em todo lugar
Rômulo - BBB não é jogo de 7 erros
Daniel - Esse esqueceu de viver na casa
Ilmar - Quase foi tua campeão
Marinalva - Caiu do seu próprio muro
Marcos- Saiu pela porta dos fundos
Ieda- Linda e jogadora, aprendam com a sabedoria
Vivian - Ela gosta de dançar, perdeu os aliados, dançou
Emily - Protagonista,perseguida,protegida? que nada, Seu brilho é maior do que qualquer estrela"
Se não a maioria, grande parte dos Sistemas Estelares são binários em todas as galáxias. Emilly e Mayla formam um Sistema Estelar binário com brilho de primeira grandeza. Antonio é apenas um Planemo, errante e sem luz própria.



"Entrevista com Marcos, por Laís Gomes

 Marcos diz que quer conversar com Emilly
Big Brother Brasil 3 hours ago
Em entrevista para a jornalista Lais Gomes, divulgada nesta segunda pela assessoria do ex-brother, ele fala sobre relação com Emilly e reação do público fora da casa. Veja:"

"Desde que você saiu do BBB as pessoas estão esperando você falar alguma coisa. porque você decidiu se reservar tanto?

Vivo um momento intenso no qual vários sentimentos oscilam entre minha razão e o meu coração. É hora de reflexão e entendimento. tenho ciência de que qualquer atitude deva ser tomada com muita parcimônia. ao voltar ao 'mundo real'. Entendi que o melhor, primeiramente, é preservar não só a mim, mas minha família, meus amigos, meus fãs e, inclusive, os participantes. A vida dentro da casa reforçou o que sempre soube: as palavras têm muito poder e inclusive podem mudar drasticamente o rumo de qualquer história. a palavra é prata, o silêncio é ouro.

Muito se falou desde que você saindo programa, inclusive que você estava proibido de ver as pessoas. De lá para cá conseguiu absorver tudo o que aconteceu nos últimos dias, ficar com a sua família, conversar, descansar?

Realmente eu não fazia ideia do que acontecia aqui fora. Não estive confinado e não fui proibido de falar e/ou ver qualquer pessoa. Creio que o período decorrido até então seja escasso para a absorção de todas as informações, mas acredito que o principal já trouxe lá de dentro. Tive tempo sim com minha família, a qual me recebeu com o carinho que eu já esperava e precisava. Minha equipe se encarregou de dar foco nas questões relacionadas a minha eliminação com o intuito de que a verdade sempre prevaleça, buscando consequentemente o bem de todos.

As pessoas não esperavam que você fosse a final do programa... Foi uma decisão sua?

Porque não iria? Minha entrada no programa iniciou um ciclo e minha presença na final o encerrou. Entendo que cumpri minha missão.

No você ficou no seu lugar e houve a impressão de que você não quis cumprimentar a emilly. Isso aconteceu?

Não, jamais. Esperei o abraço dela que infelizmente não veio. Esperei a reação que ela tanto verbalizava la dentro, especialmente após minha saída. Concluí, então, que era melhor respeitar seu espaço junto aos familiares.

Cartas, áudios várias coisas nas redes sociais foram atribuídas a você. O que ali foi verdade?

Óbvio que não. Vale ressaltar que infelizmente o acesso a internet e a divulgação de informações pode ser feito por qualquer pessoa. Deem credibilidade somente às minha redes sociais oficiais. Não tenho o controle sobre a opinião de outras pessoas, inclusive sobre a de minha própria família.

Como está o Marcos depois do confinamento?

focado naquilo que sempre defendi lá dentro, viver a vida com retidão de caráter.

Como foi a recepção do público? Tinha muitas pessoas contra você e a seu favor...

Até então, felizmente, o público que entrou em contato comigo somente me transmitiu carinho.

Você e a Emilly já conversaram? Existe alguma chance de relacionamento para vocês aqui fora?

Infelizmente ainda não conversamos, mas espero que isto aconteça em breve. Quanto ao relacionamento, este depende justamente desta conversa.

Você já voltou para a sua cidade. já está pensando em trabalhar ou vai dar um tempo para você aqui fora?

Estou em casa. não vejo a hora de voltar a fazer o que mais gosto nessa vida, exercer minha profissão, cuidando das pessoas.

Acha que tudo o que te aconteceu, a exposição do programa, pode te prejudicar como cirurgião, de alguma?

Creio que qualquer prejuízo profissional seria injusto. Tudo que ocorreu dentro do confinamento, não tem relação com minha profissão, pois quem entrou na casa foi o marcos e não o dr. marcos. tenho uma carreira sólida, construída com muito estudo, trabalho e dedicação. Meu trabalho apenas pode ser avaliado pelas minhas condutas profissionais.

Como você avalia a sua passagem pelo bbb, sua eliminação. Achou justo? Se arrepende de alguma coisa que fez ou faria algo diferente?

O tempo é o senhor da razão. somente ele me fará alcançar estas respostas.

Você foi convidado a depor por uma suposta agressão, ficou tudo esclarecido ou você Ainda precisa cumprir alguma coisa relacionada a isso?

Realmente prestei esclarecimentos conforme solicitado, ficando minha parte esclarecida. sigo a disposição para o que for necessário.

Você arrastou uma legião de fãs que são 'devotas' a você, votaram bastante criaram fã-clube, sobem tag nas redes sociais, te defendem dos haters. já conseguiu conversar com elas/eles?

Infelizmente ainda não consegui agradecer à altura o carinho e dedicação que recebi durante o programa e que ainda venho recebendo. aproveito o espaço para agradecer cada voto, cada mensagem e cada minuto de dedicação. Tenho ciência de que esta legião de fãs a qual você se refere, conseguiu perceber minha real essência. O sentimento que tenho para todos que torcem por mim é gratidão!"

Se, porventura, fui duro com o Marcos ou me enganei em sua avaliação, estas palavras dele na entrevista servem como direitos de defesa. Não costumo fazer isso, mas tinha imensa curiosidade em saber se ele pediria mesmo para sair do programa, caso estivesse frente a frente com a Emilly disputando a permanência no programa ou a primeira colocação na Final.
Como é sabido, os concursantes são tacitamente sabedores e concordam em serem julgados pelo público, não cabendo qualquer ação sobre as opiniões sobre eles dos telespectadores. Agora que o confronto Emilly x Marcos não existiu em Paredões ou na Final, não teria mais valor a declaração de que ele tomaria essa atitude, mesmo acreditando que ele não precisa do dinheiro do programa.
Aguardei o quanto me foi possível que ele renunciasse ao programa como uma atitude que provaria que ele realmente gostava da Emilly ou que achava que ela era a maior merecedora de ganhar na Final.

Teria sido um gesto nobre, tão nobre que o redimiria de todos os seus erros, em minha opinião. Ao contrário, as atitudes mostravam ou pareciam mostrar que estava competindo contra ela e não a favor, em minha avaliação.
Quando estava claro que ela seria uma das finalistas (quando Marcos eliminou a Marinalva), surpreendi-me com o que ele fez e entendi que a possibilidade de vitória e de abocanhar o prêmio subiu-lhe à cabeça ou sempre esteve nela desde o princípio.
Responda-me, Marcos: o preço do seu amor por uma mulher e de seus princípios é R$ 1.500.000,00? Se for, talvez você perdeu um anjo em sua vida, talvez não o primeiro ou único. 


4 comentários:

  1. Oi Frank, gostei e gosto dos seus textos, leio quando posso, e gosto de comentar quando acho que devo.Porque sei que você respeita a minha visão.
    Os outros textos de outras pessoas do blog eu leio sim, mas não dou minha opinião, porque cada um pensa de uma maneira e eu não gosto de divergências. Que venha mas textos. Paz e Luz! bjuss

    ResponderExcluir
  2. Nossa Frank falou e escreveu bonito parabéns,já te disse uma vez que não comentaria muito nos seus post porque você usava palavras difíceis e eu teria que recorrer ao dicionário,mais aí você me mostra que também escreve com palavras mais populares,aí passei a te entender melhor,e você nos seus comentários sempre escrevia e pensava o mesmo que eu,só que não sei escrever bonito e correto como você, e não saberia botar no papel como fez tão bem e bonito de se lê,esse post de hoje você mais uma vez arrasou falou e escreveu bonito parabéns parabéns 👏👏 fique tranquilo eu nunca te dei os parabéns querendo aparecer, você arrasou nesse bbb o do ano passado eu não lembro muito porque tenho esse defeito seis meses depois esqueço do bbb esses ano ainda estou porque participo dos grupos dá Emily por isso ainda comento mais pretendo sair e continuar com a minha vida, parabéns mais uma vez é de coração parabéns e abs.

    ResponderExcluir
  3. Frank, gosto muito dos seus comentários, mas eu posso estar enganada. O Marcos não disse que sairia do jogo para a Emilly ganhar, ele disse que sairia da última prova, se ficassem os dois e aí ela seria a lider e finalista. Teria mais um paredão, provavelmente entre Marcos e uma das outras duas e com certeza (agora é a minha opinião) ele ficaria. A final seria entre Emilly lider, Marcos e talvez Viviam (ou Ieda). O que eu acho é que a globo quria ter certeza que viviam ficaria na final então arrumou um motivo para sacar o Marcos, garantindo assim o 2º lugar da viviam. Penso até, que haveria uma dr para que eles escolhecem quem iria ao último paredão. A Emilly iria querer a Viviam e o Marcos a Ieda. Eu preferiaiviam, mas a globo não quis. Adoro seus comentários e me identifico muito com suas idéias. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Franker Killer mesmo discordando de seu gosto pela torcida da menina,jamais direi que não o lerei, és um mestre e tem o meu respeito, gosto de pessoas inteligentes , curto muito o que escreves, espero que no proximo nossos gostos batam,não digo que nao o lerei por pensar diferente, adoro tudo que falas,aprendo demais com voce,cada cabeça uma sentença,imagine se a gente nao concorda então não vai ler¹¹ deixar de aprender com esse grande mestre!!, Jamé....Ai do Azul se todos gostassem do amarelo,Beijos no coração divergemos sim,mas a nossa alegria a gente tem...

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html