25 março 2019

PESQUISA (20:30) Quem você quer eliminar? Carolina X Elana X Paula









TODAS AS PESQUISAS

 

 

 

 

 

 


O Votalhada faz um resumo de várias enquetes divulgadas em sites e blogs que comentam Realities. Apresenta o resultado em tabelas claras e faz as médias aritmética (simples) e ponderada (proporcional) dos resultados. Durante as votações, geralmente as pesquisas são publicadas a cada 3 horas.

Enquete | Paredão BBB19: Quem você quer eliminar? Carolina X Elana X Paula


Carolina, Elana e Paula formam o décimo Paredão do BBB19. A dinâmica deste domingo, 24/3, começou com a imunidade da Anjo Gabriela. Ela entregou o colar de proteção para Rodrigo. O Líder Alan mandou Elana para o Paredão. Na sequência, Rodrigo, que recebeu uma das consequências da Prova do Líder e pode indicar alguém para a berlinda, escolheu Paula. Por fim, a casa votou e mandou Carolina, com quatro votos. 

Enquete encerrada. Foi hackeada.
Dados da última apuração, 17:30hs. 

Carolina: 28,70% 
Elane: 51,73% 
Paula: 10,20% 

Total de votos: 10.707


24 março 2019

Bruna Jones: Reality Shows que fracassaram

Texto recebido em 24/03/2019

"Olá minha gente, tudo bom? Meu nome é Bettina e eu... Não, mentira! Essa semana eu estive pensando no fracasso que está sendo essa décima nona temporada do "Big Brother Brasil" e me recordei do texto que fiz aqui para o Votalhada sobre algumas coisas que a produção poderia ter pensado para resgatar ou dar uma movimentada no jogo e principalmente, inovar na próxima temporada. Pois bem... Meu pensamento foi mais além ainda e recordei outras temporadas de realitys aqui do Brasil que também não fizeram tanto sucesso, seja por conta da proposta usada ou pelo elenco que não atendeu as nossas expectativas.

E eu sou o tipo de pessoa que acompanha esses programas desdes os primórdios, lá na época dos dinossauros quando... Não... Mas falando sério, eu acompanhei o primeiro "No Limite" lá em 2000 e não parei mais, ou seja, ano que vem estou completando 20 anos neste universo e olha? Eu acompanhei cada coisa que até Deus dúvida, vocês acreditam que existiu um reality show chamado "Apartamento das Modelos" na Rede TV!? Pois é, não só existiu, como eu assisti. Mas... Por motivos óbvios, essa preciosidade não estará na minha pequena lista de cinco programas que não funcionaram, pelo menos no meu ponto de vista.

Lembrando que essa lista não está em ordem de "do pior para o menos pior" e que obviamente existem outras temporadas e programas que não deram muito certo, então, vou usar a clássica frase dos YouTubers: "Se vocês gostarem dessa matéria, deixa um comentário maroto que eu prometo (se o Votalhada me der o espaço) retornar com uma segunda parte dessa matéria", principalmente para você leitor que já cansou até de mesmo de odiar o "BBB19", vem conferir outras opções para odiar comigo!


1) Casa dos Artistas 3 (SBT)

Todo mudo sabe que o primeiro grande confinamento de sucesso no Brasil foi a "Casa dos Artistas", porém, Silvio Santos ficou ambicioso e resolveu socar na programação a segunda e a terceira temporada uma atrás da outra em 2002, porém, para não ficar na mesma coisa de sempre, eles resolveram inovar e confinar seis famosos com seis fãs. Na estréia do programa, cada artista contou com três fãs no palco, rolava uma dinâmica e um era classificado para o reality. O problema já começou por aqui, no elenco, apesar de ter Carola Oliveira e Luiza Ambiel na temporada, ninguém além do Silvio Santos queria acompanhar o Agnaldo Timóteo e o fato de terem usado o Flávio Mendonça, sendo que o irmão dele tinha acabado de participar na temporada passada, também foi um desgaste.

Para ajudar a enterrar de vez, o favoritismo do Silvio Santos pelo cantor Agnaldo Timóteo e pela personal Solange Frazão, fez com que ele inventasse uma regra depois de um mês de confinamento que se houvesse empate nas votações, ninguém seria eliminado, com isso, ninguém nunca mais foi eliminado do jogo e tivemos uma temporada arrastada e uma final catastrófica com oito pessoas na casa. Vale lembra também que essa edição tinha uma vaca e galinhas para os participantes cuidarem, olha que coisa absurda? Digo, absurdo pelo fato daquilo não fazer parte da proposta do programa. Não preciso dizer que essa temporada foi a última pá no caixão da atração, né? Até existiu uma temporada seguinte e melhorzinha com atores querendo um papel na novela, mas... Saudades das duas primeiras temporadas reina.

2) O Jogo (Globo)

No ano seguinte, em 2003, a Globo resolveu inovar e lançar um misto de reality show com série, uma coisa meio RPG, no qual, doze participantes precisavam solucionar o assassinato de um grande empresário fictício. A proposta da atração foi interessante, em cada episódio os participantes encontravam pistas para inocentar um dos doze suspeitos e no final de cada um deles, dois competidores eram indicados para uma espécia de "pista final" no qual, um conseguia uma pista real e o outro se encontrava com o assassino e "morria" também.

Eu lembro que eu era louca por esse reality show que teve o Zeca Camargo como apresentador, sempre gostei de séries criminais e acreditem ou não, a bonita aqui acertou quem era o assassino. Porém, aparentemente eu fui a única que se animou com essa história, o programa não caiu nas graças do público, as pessoas (se é que existem) fingem que nunca nem viram, os participantes não conseguiram fama e sucesso, e nem adianta você procurar por informações sobre eles na internet, pois não existem. Esse foi um floop que me dói até hoje e com o avanço de nossas tecnologias, a Globo poderia muito bem dar uma segunda chance, né?

3) Busão do Brasil (Band)

Sabe Deus por qual motivo, a Band achou interessante confinar doze pessoas em um ônibus e rodar o Brasil com elas. No meio das paradas que eles faziam, os participantes precisavam realizar algumas tarefas, provas e também tinham a oportunidade de passear ao ar livre e conhecer os costumes locais, pensando agora, até que poderia ser um grande programa turístico, não é mesmo? Mas... Não foi bem assim. O público não caiu nas graças da proposta e a produção teve que lidar com vários problemas, principalmente entre o principal patrocinador do reality que não estava gostando do excesso de sexo e nudez que acontecia dentro daquele busão. Resultado, todo mundo está traumatizado com aquilo até hoje e aposto que o apresentador Edgard Piccoli gostaria de retirar a atração do seu currículo.

4) Amazônia (Record TV)

Outro reality show que a proposta era bacana, porém, mal utilizada. A ideia aqui foi parecida com "Survivor", a Record selecionou doze famosos, separou eles em duas equipes e jogou no meio da Amazônia, mandando eles passarem por diversas situações que enalteciam as terras por onde eles passavam e também que não possuíam nexo algum. Talvez o fato do programa não contar com eliminações foi a principal chave para a derrota aqui e embora seja muito legal conhecer mais sobre a Amazônia e a importância dela para o Brasil, a gente assistia para ver o elenco brigar, não é mesmo? Para ver a miss tendo que cagar no mato e se limpar com folha de bananeira, a gente sempre vai olhar o reality pelo aspecto de entretenimento e não pelo lado cultural da coisa.

Até hoje eu brinco que só eu assisti (e vocês podem conferir as provas disso, quero dizer, as matérias sobre cada episódio em meu blog) e a família dos participantes, para vocês terem uma noção do floop, eu DETONAVA ele toda semana e metade do elenco me apoiava no twitter. E como se não bastasse tudo isso, a emissora ainda fez o favor de premiar a pessoa errada, durante a última tarefa no palco ao vivo com o apresentador Victor Fasano, a produção não fez a contabilidade certa dos pontos e premiou o piloto Tarso Marques ao invés do escritor Alexey Magnavita, o escritor por sua vez processou a emissora e depois de alguns anos na justiça, recebeu o valor que ele deveria ter ganho e com isso, o reality show descansa em paz até hoje.

5) A Fazenda 9 - Nova Chance (Record TV)

Depois de um ano sem confinar sub-celebridades em Itu, a emissora resolveu dar uma nova chance para atração e aproveitando o clima, deu também esse subtitulo para a temporada. Nós ficamos empolgados com as INFINITAS possibilidades sobre o elenco, era tudo o que nós queríamos, trazer os participantes mais fantásticos de cada temporada para jogar novamente. Pode entrar Núbia Oliiver, Janaína Jacobina, Denise Rocha, Ana Paula Renault, Cristiane Maravilha, Rafael Ilha, Lorena Bueri, Andréa de Nóbrega, etc... Mas, não... A Record montou um elenco de dar dó. A maioria daquelas pessoas já não tinham funcionado em suas temporadas originais e sabe Deus o motivo, eles acharam que juntar eles daria em algo.

A temporada basicamente girou em torno dos mais famosinhos ficarem rejeitando o pessoal do "Big Brother Brasil", o Marcos Harter foi o Marcos Harter e gerou algum conteúdo ao longo do confinamento, o embate entre ele e a Flávia Viana foi o ponto alto da atração e fez uma final que deixou a gente ansioso para conferir o resultado, mas como um todo, os demais nomes decepcionaram, mas decepcionaram num nível que olha? Eu acho que não tem como eles produzirem uma temporada pior do que essa. Ao meu ver, por se tratar de uma nova chance com ex-participantes, eles poderiam ter feito algo no clima de "Heróis contra Vilões", poderiam também ter selecionado 50 pessoas para o confinamento e ter feito o público votar e decidir sobre quais eram os 16 que eles gostariam de ver confinados, até pelo fato de que alista nunca é uma surpresa, ela sempre vaza dias antes da estréia, então poderiam usar isso em favor deles, não usaram e nós dançamos.


E é isso, minha gente. Das cinco temporadas, qual vocês acharam pior? Acham alguma outra que não foi citada a pior? Comentem e não vale dizer que é o "BBB19" que, né? Como eu disse, se gostarem, a gente volta com mais. Já deixo o meu muito obrigada para aqueles que pararem por aqui por cinco minutinhos para ler. Até a próxima!"

Bruna Jones - @odiariodebrunaj

As opiniões emitidas nesta coluna são de responsabilidade exclusiva
do autor das mesmas e não expressam necessariamente
as da administração e colaboradores do Votalhada.



22 março 2019

Anjos & Monstros: Gabriela vence a Prova do Anjo | Monstro: Carolina


Antes de iniciar a Prova do Anjo Tacada Drive, Carolina foi vetada por Rízia. É que a alagoana foi a terceira eliminada da Prova do Líder Lançamento Preciso, de quinta-feira, e ganhou como consequência tirar alguém da Prova do Anjo. A sua escolha foi: Carolina. Que não ficou nadinha contente.

Na Prova do Anjo Tacada Big Drive, cada brother pôde tirar duas fichas e essas fichas determinavam a quantidade de arremessos de cada um. Gabriela começou jogando e, depois de dois arremessos, acertou a bola em 21 pontos. A paulista foi a melhor durante toda a disputa e se tornou o novo Anjo do BBB19. Gabriela ainda ganhou um carro.

Após comemorar muito, a sister precisou escolher um confinado para o Castigo do Monstro Cobra. Gabriela escolheu Carolina, que fez cara de poucos amigos. Além de vestir a fantasia de cobra e precisar se rastejar, a baiana perdeu 1.500 estalecas.






21 março 2019

Alan vence a Prova do Líder


Alan é o novo Líder do BBB19. Ele acumulou o maior número de pontos no lançamento de bolas aos alvos no centro do jardim.

A Prova do Líder Lançamento Preciso era de pontaria e sorte. Os participantes tinham que lançar bolas com uma catapulta e atirar no campo florido. Cada flor possuía uma pontuação diferente, e cada brother tinha o direito a dois lançamentos. Se houvesse empate, seriam feitos novos lançamentos em mata-mata. Vencia o participante que fizesse mais pontos.

20 março 2019

O que faltou dizer de Danrley, por Luis Lima


Texto recebido de Luís Lima em 20/03/2019

Um jovem agora de 20 anos, estudante de Biologia, vendedor de picolé, da comunidade da Rocinha. Foi assim que se apresentou Danrley. Duas vezes líder e uma vez monstro. Por que Danrley foi tão atacado e estigmatizado se o comportamento dele não teve um ruído de ofensa aos outros? Foi tímido no começo, pois se sentia, a meu ver, intimidado de ver tanta gente “bonita”, loira, de olhos claros, tudo aquilo que o brasileiro enxerga como belo.

Fazendo uma digressão. O brasileiro é assim: vê alguém de olhos claros e diz: que olhos lindos! Na verdade, são olhos verdes ou azuis (jamais elogiam olhos pretos ou castanhos). A mesma coisa com os cabelos lisos naturais. Que cabelos lindos, macios etc.! Ou seja, o conceito de belo está associado ao branco, sobretudo, loiro e de olhos claros. É cultural. Basta contar quantos negros, mulatos, índios, mamelucos, caboclos etc. estão nas propagandas, nas novelas de tevê, nos desfiles de moda, nas capas de revistas ou eleitos em concursos de beleza, apesar de serem mais de 50% da população. Esta é a realidade da falsa democracia racial brasileira. O racismo velado hoje, a meu ver, está escancarado no Brasil. Que o digam a polícia, os delegados que associam pessoas de cor escura à bandidagem, melhor, que o digam as redes sociais, os estádios de futebol, com suas fúrias racistas. Basta também ver a população carcerária. O importante é saber entender por que essa realidade é assim.

Fiz este preâmbulo, para poder entender o porquê de certas pessoas e torcidas tratarem de forma tão agressiva essa classe social, de forma tão odiosa, raivosa, desrespeitosa, a ponto de a gente desconfiar de um certo racismo “inconsciente”, velado de discursos amenizados, relativizados. A meu ver, isso se traduz na ausência de um conhecimento histórico profundo sobre a realidade da escravidão no Brasil e no mundo e suas consequências na atualidade. Os negros no mundo são a etnia mais humilhada, vilipendiada, da história da humanidade. Foram os grupos de extermínio, como a Ku Klux Klan nos Estados Unidos e o regime do Apartheid na África do Sul sob dominação branca inglesa, que expressaram de forma violenta, essa realidade histórica de opressão e repressão dos negros no mundo. Ainda hoje há movimentos de supremacia racial branca na Europa e Estados Unidos, cujo lema é recuperar sua identidade étnica branca, valores tradicionais da família ariana e “cristã”; enfim, são contra imigrantes, direitos iguais para negros, globalização total; são também nacionalistas, armamentistas, resvalando para xenofobia, homofobia e até misoginia.

Mas voltando ao Danrley e o grupo gaiola. O que percebi nesta turma foi uma certa identificação de suas histórias de vidas tristes, a saber, a opressão social sobre suas cabeças de pobre, negro e homossexual. Essas são as três principais características da turma da gaiola. Estes são também seus pontos de aproximação, união e identificação de classe e gênero. Criou uma autodefesa de sua identidade étnica, na desconstrução de falas racistas e preconceituosas. Danrley, Elana, Gabi e Rodrigo construíram esses laços de união para se defenderem no jogo. Rízia, muito menos. Acolheram o Alan loiro branco, mas de alma negra, no sentido positivo deste termo.

O grupo foi acusado de frear o desenvolvimento de um enredo BBB mais animador para o público, quando criaram um ambiente de “paz e amor” na casa, evitando barracos, brigas, controlando suas emoções para não magoar o outro, justamente porque o grupo gaiola deve ter sofrido todos os tipos de humilhação social aqui fora. Danrley tentou se desvencilhar um pouco deste jogo “paz e amor” para tentar se inserir no jogo como jogador, embora Rodrigo o aconselhava a não entrar nessa lógica da treta que o programa estimula. Acho que Danrley estava certo quando se colocou de vilão naquele jogo, para mostrar que ele não era um amigão para sempre, mas uma pessoa que lutava para ter seu milhão e meio. E é compreensível isso, porque a vida de pobreza e miséria no Brasil é agressiva ao SER humano, vivendo num ambiente em que a hostilidade e a violência policial e bandida o rodeiam; tentar sair deste locus bélico, talvez, seja hoje o desejo imediato dos favelados.

E Danrley não foge à regra. Não que ele queira dar às costas a seu passado, a sua comunidade, mas porque queira dar uma vida melhor aos seus familiares. Viver numa zona de perigo constante é suscitar constantemente o medo de ser morto.

O Danrley é aquele garoto ainda adolescente que brinca, zoa, dança, ri, faz reflexão da vida e crítica social. Nunca magoou ninguém na casa com palavras preconceituosas, racistas e classistas, porque sofreu na pele isso. Duvido que alguém do gaiola debochou da voz de Paula. Acho que o Maycon sim. Seu forte era curtir as festas, os shows e ter se relacionado com todos no maior respeito, sem falar mal de ninguém pelas costas, a não ser do jogo dos adversários, natural. Chorou com Rodrigo ao falar da família, do pai, da vida pós BBB, se abraçaram e foi adotado como filho pelo professor de sociologia. Uma relação verdadeira, porque o que os unia era a suas condições de vida. Danrley, Elana e Rodrigo abraçaram Tereza nos momentos de sua solidão no jogo. Danrley tem estes sentimentos de solidariedade, de acolhimento e de fraternidade. Coisa já quase inexistente nas redes sociais onde imperam a agressividade, a Fake News e o ódio de classe e político.

Os quase 62% de votos em Danrley têm um significado muito negativo, a meu ver, ou seja, a sociedade não tem solidariedade com os militantes, os negros, os pobres deste país. E sabe por que? Porque grande parte da sociedade não se indigna com a nossa pobreza e miséria social (de outros países sim). Não se indigna por existir favelas, esgotos a céu aberto, gente morando nas ruas, crianças fumando craque ou se drogando. Porque tornou-se fria, indiferente, com exceção, ao beijo e abraço gay e lésbico nas ruas. Isso causa mais indignação na população hétero-machista do que ver a miséria nas ruas das grandes cidades.

Mas Danrley tem uma riqueza que o milhão e meio não compra, a sua consciência política, de classe, seu saber que o libertou da ignorância humana, ao estudar num dos melhores colégios do Brasil, Pedro II, federal, onde só entra através de testes, concurso. E de lá seguiu para Universidade para ser um grande biólogo, quem sabe, um professor universitário, hoje tão perseguido e humilhado por personas do Governo Federal. Que este garoto-adulto tenha um futuro promissor, não de riqueza material, mas de riqueza intelectual, porque a miséria intelectual no Brasil está crescente, sobretudo, em redes sociais em que todo mundo se acha um sabichão. Viva Danrley! Viva os militantes da luta contra a opressão!




Preferências do público até o 9º Paredão | BBB19



As três enquetes de Preferência realizadas pelo Votalhada nesta semana foram zeradas após o resultado deste 9º Paredão. Veja logo mais abaixo os prints dos resultados antes de excluir a participante que saiu do programa, Danrley.















19 março 2019

Danrley eliminado do BBB19 com 61,21% dos votos







O Votalhada faz um resumo de várias enquetes divulgadas em sites e blogs que comentam Realities. Apresenta o resultado em tabelas claras e faz as médias aritmética (simples) e ponderada (proporcional) dos resultados. Durante as votações, geralmente as pesquisas são publicadas a cada 3 horas.

Pesquisa FINAL (21:00) Quem você quer eliminar? Carolina X Danrley X Paula








RESULTADO DAS ENQUETES
PRÓPRIAS DO VOTALHADA

SITE


TWITTER






PESQUISAS ANTERIORES


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


O Votalhada faz um resumo de várias enquetes divulgadas em sites e blogs que comentam Realities. Apresenta o resultado em tabelas claras e faz as médias aritmética (simples) e ponderada (proporcional) dos resultados. Durante as votações, geralmente as pesquisas são publicadas a cada 3 horas.