22 abril 2016

RuPaul's Drag Race: S08 E07 - Por Rômulo Cordeiro

Oi pessoal, tudo bem? O recap dessa semana está chegando com um pouco de atraso porque avida glamorosa ficou pra RuPual, nós temos que estudar e trabalhar pra poder pagar a fatura do cartão. (kkkkkkkkkkk). Enfim, vamos ao resumo do episódio passado.

No episódio anterior as queens foram desafiadas a montar o casting do programa Little Woman do canal pago Lifetime, com o tema O Magico de Oz. Algumas queens levaram a sério os comentários de alguns jurados e se sobressaíram na passarela. Temos que dar uma ênfase em Naomi Smalls e Kim Chi que despertaram pra competição e decidiram ir pra passarela com toda garra que elas tem. O prêmio da semana foi para Naomi Smalls e o seu belíssimo espantalho. Por outro lado, Chi Chi Devayne e Derrick Barry não souberam absorver as críticas e erraram novamente em seus looks, porém, o Lipsync for your life foi disputado por Derrick e Robbie Turner, deixando essa última pra trás na competição, e isso é tudo o que você precisa saber sobre esse episódio.


Logo após a eliminação de Robbie Turner as queens remanescentes discutiam o quanto Derrick foi dramática após vencer o Lipsync, obvio que o monologo de aceitação e tristeza foi editado pela Logo TV, ainda bem, porque com certeza eu não teria tido forças pra acompanhar todo o drama de Derrick, mas, isso serviu pra pôr a Queen no chão e perceber que existem competidoras que querem ver sua queda.

Naomi Smalls questionou Chi Chi do por que ela ter ficado bastante emocionada na passarela, Chi Chi por sua vez alegou que é chato quando não reconhecem seu esforço e empenho em alguma coisa, e querendo ou não eu tenho que concordar com isso, mas não houve esforço da Chi Chi, pelo contrário, ainda acredito que ela se apoia na justificativa: “Sou uma queen pobre, não tenho looks glamorosos com as outras e vocês tem que engolir meus looks feios e mal feitos”, pra isso é isso que Chi Chi vem representando a cada passarela.

Essa temporada ta começando a me deixar cansado. Não temos mais looks maravilhosos, nem maquiagens extravagantes. As queens dessa temporada estão numa zona de conforto tão extensa que elas ousam em dizer que as críticas são perseguição de alguns jurados. Um exemplo disso é a própria Chi Chi, apesar de estarmos na oitava temporada ainda não tomou pra si que a justificava da falta de dinheiro não é desculpa pra atender os desafios, Michelle Visage já cansou de dizê-la isso, mas ela não ouve. Tô sentindo muita falta das temporadas passadas onde apareciam asas, bolsas, acessórios e coisas inimagináveis como acessórios. Usar uma jóia qualquer com algum brilho já é o bastante pra essas participantes. Sinceramente, por mim, já podem dar o prêmio pra Kim Chi só pela sua dedicação nas maquiagens, que é algo que eu acho maravilhoso.


O desafio dessa semana foi “Shady Politics” onde as queens teriam que criar uma campanha eleitoral para presidente dos Estados Unidos, só que jogando muito veneno em cima da sua oponente, algo que eu achei super oportuno depois do fim de semana do impeachment de nossa Presidente Dilma Rousseff. Eduardo Cunha iria sobressair nesse desafio.

RuPaul mais uma vez fez um twist maravilhoso na tentativa de apimentar a competição. Dividiu as duplas, acho que de acordo com afinidades ou desavenças, porque foi divertidíssimo ver a cara da Derrick ao ver sua dupla.

As duplas foram: Derrick Barry e Bob The Drag Queen, Kim Chi e Naomi Smalls e por último Thorgy Thor e Chi Chi Devayne. Derrick se questionou se aquilo aconteceu pelas suas desavenças com Bob a respeito de suas atitudes nas últimas semanas, bem capaz que tenha sido mesmo, todos nós sabemos que Ru não perde oportunidade de colocar lenha na fogueira quando o assunto é shade!


Mas o diferencial de Derrick nesse episódio foi deixar de ver essas birras como algo que a atrapalharia elas e começasse a transformar isso em algo positivo. Tenho que reconhecer essa percepção de Miss Barry, afinal, todo aquele monologo de aceitação teve que servir pra alguma coisa.


Se Derrick via a desavença como uma arma, Kim Chi já via sua amizade com Naomi como uma ameaça. Kim disse que não conseguiria gongar Naomi, primeiro por não ser uma queen de shade, segundo por ser muito próxima a ela. Kim se preocupou, e muito, com essa situação. Nada mais certo.


Já Thorgy e Chi Chi tiveram como dificuldade a “criatividade” excessiva de Thorgy Thor que escreveu nada menos do que 30 páginas de piadas contra Chi Chi Devayne. Se eu estivesse no lugar de Chi Chi eu me preocuparia com o meu estilo pra ter gerado tanto veneno.


Durante as gravações Michele e Carson deram suporte a algumas queens em especial a Thorgy Thor e Kim Chi. Thorgy, tentou editar suas 30 páginas de campanha porem não soube como organizar o vídeo. Kim Chi estava com um probleminha na dicção e não convencia Carson de que tudo o que ela falava era um shade. Triste para Kim.

Aparentemente as outras queens estavam se dando bem nas suas atuações, em especial Bob e Derrick. A visão de Derrick de que os problemas com Bob seria uma arma foi uma decisão crucial para as duas. O Shade foi bem aplicado e as coisas fluíram normalmente.

Na Passarela o tema foi “Black and White Movie Realness” o que eu não sabia o que esperar dela, mas não criei muitas expectativas já que não viria muita coisa.


Kim Chi, Bob The Drag Queen e Thorgy Thor incorporaram palhaços meio alegres e meio triste. Tive a sensação de ver o desafio da Madonna mais uma vez. Foram looks chatos e sem criatividade, mais uma vez, salvo por Kim Chi que inovou ao interpretar um mimico na sua entrada.


Chi Chi Devayne mostrou o seu melhor look, já que não foi ela quem fez né? (kkkkkkk). Segundo Kim foi um vestido dado pela sua Mãe Drag o que deixou todos de boca aberta ao ver tanto luxo em Chi Chi. Gostei da sua escolha pra passarela.


Naomi Smalls se inspirou em Detox no reunited da quarta temporada, não ficou tão maravilhoso quanto Detox, mas deu um up em Naomi. Ela inovou seu look e seu corpo ao usar enchimento no quadril, atitude reconhecida por Michele e RuPaul. Sem falar que Naomi parou de usar suas calcinhas e seus sutiãs na passarela. Até que fim podemos ver outro lado de Naomi.


Derrick Barry não foi de Britney, mas ainda ta mais do mesmo. Nessa passarela ela chegou com a cara da moça virgem deixada na janela, uma boa proposta para o tema já que era filmes preto e branco, mas ficou tão normalzinha que no Untucked Bob confessou que não entraria na competição usando um vestido onde os telespectadores apontariam e diriam: “Eu tenho um vestido desses em casa”, o que foi bem verdade, o vestido era tão simplista, tão sem sal, que imaginei Chi Chi Devayne dentro dele. Mas dos males o menor, ela não tava de Britney. Amem.

Nas campanhas, Bob e Derrick levaram a melhor ganhando o desafio da semana. A Campanha delas era bem venenosa alegando o melhor lado delas e exaltando o pior da outra, como por exemplo Bob sendo uma ótima mãe e Derrick comendo criancinhas no café da manhã. Derrick se esforçou bastante nesse desafio e sabia o que era preciso para ganha-lo.

Já Kim Chi e Naomi foram medianas, não houve muito shade, mas Ru reconheceu que suas plataformas políticas eram muito boas. Kim enalteceu a questão do preconceito contra asiáticos, gordinhos e gays. Já Naomi defendia a beleza e o quanto o pais precisava de um governante glamoroso. Foi uma sacada boa pras duas. Mas o veneno ficou um pouco esquecido.

Chi Chi e Thorgy foi uma verdadeira bagunça. Primeiro por que Thorgy não soube organizar suas ideias, acredito eu que ela estava tão focada em derrotar Bob que não soube como organizar tudo. Foi ruim de se ver. Chi Chi foi criticada pela atuação um pouco forçada, mas na opinião de Vivica teve bastante difamação. Chi Chi se dedicou na sua plataforma dos fracos e oprimidos, mas eu considerei a piada de todo americano ter um pinico para mijar e uma janela pra jogar o mijo fora, foi ruim.

Como foi citado mais acima, Derrick e Bob levaram o desafio da semana, salvando Kim e Naomi e colocando Chi Chi e Thorgy no Lipsync for your life.


Chi Chi compensa sua falta de esforço na passarela e nos looks no Lipsync for your life. É o segundo Lipsync que consigo ver o esforço estampado na cara de Chi Chi. É tanto esforço e dedicação que em um dado momento Thorgy Thor visivelmente desiste de dublar e diminui seu ritmo.

Derrubar Chi Chi num Lipsync vai ser difícil, manas.


Resultado, Sashay Away pra Thorgy Thor que no Untucked se mostra mais revoltada e amargurada com a derrota do que triste por deixar a competição.

Enfim chegamos ao Top 5 dessa temporada e eis o meu top 03 semanal:

3 – Bob The Drag Queen:

Desceu essa semana porque me decepcionou na passarela entrando de palhaça, eu esperava algo mais chocante e icônico de miss Bob.

2 – Naomi Smalls:

Entrpu no top 3 essa semana merecidamente, desde a semana passada Naomi vem tomando alguns conselhos pra si e ascendendo na competição. Usa enchimento foi uma delas. Já tava cansado daquela Naomi magra e com pernas a mostra.

1 – Derrick Berry:

Miss Berry usou uma de suas fraquezas como arma e se sobressaiu nessa competição. Derryck está se descobrindo na competição e isso é notável. Continue assim e além o titulo de centésima queen, você terá quem sabe o título de America Drag Super Star!

Até a próxima semana!

Rômulo Cordeiro
Twitter: @Raiolaser_
Instagram/snapchat: raiolaser



Um comentário:

  1. Como sempre, excelente texto.
    Não gostei muito deste episódio.
    Não gosto do Derrick. Parece sempre uma mulher masculinizada quando montada. De menino, é um gatinho.
    Meus Top 3 são:

    3. Naomi Smalls
    2. Bob The Drag Queen
    1. Chi Chi

    Beijos

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html