09 setembro 2015

"Narcos" | Resumo do 7º episódio

No final do episódio anterior vimos que o atentado a César Gaviria não deu certo. Pablo provocou a morte de 107 inocentes ao tentar matar o então candidato a presidente. O agente Murphy, por sorte, conseguiu convencer o político a não embarcar. A explosão do avião gerou onda de apoio a Gaviria e o elegeu 28º presidente da Colômbia. A vitória foi esmagadora. Após eleito, César segue o conselho do ex-presidente e afasta os americanos. A ideia é capturar Pablo Escobar com seus próprios recursos. Além de evitar a presença de soldados americanos pelas ruas, a quem o povo rejeita. O grupo de busca de Carrilo recebeu permissão então para usar força bruta. Eles fizeram dezenas de buscas policiais, mas Pablo, com seu exército de informantes, sempre escapava.

A equipe da DEA fica de mãos atadas com a burocracia e sem recursos. Pablo levou seu narcoterrorismo a outro nível. Diversos atentados com bomba que abalaram os alicerces do país. Enquanto Pablo travou uma guerra contra os políticos do país, tentou se aliar ao Cartel de Cali. É isso mesmo, Escobar e o cartel de Medellin tinham concorrência. Após algumas desavenças entre eles, era a hora de apaziguar e se unir contra a extradição. Enquanto o cartel de Medellin resolvia tudo com sangue, em Cali a guerra era travada com advogados e muitos processos na justiça. Pablo entrou em acordo com um dos líderes do cartel concorrente para dividir o mercado. Cali ficaria com o monopólio de NY e Medellin com Miami. Pablo se irrita com um dos líderes do cartel ao saber que eles estão interessados em tomar o mercado em Los Angeles. Ele então afirma querer matá-lo.


Fernando convence o presidente a iniciar diálogo com Pablo a fim de parar com os atentados com bombas. Gaviria não quer que os ‘gringos’ saibam que está negociando com Escobar. E exige ainda que ele confesse seu envolvimento na explosão do avião. Pablo se recusa, obviamente, e cria outra maneira de convencer o governo. Ele, juntamente com Gustavo, escolhe filhos das pessoas mais influentes do país e os sequestra. Gaviria recebe a lista de condições para soltar os reféns, mas se mantém firme. Pablo então manda matar um dos reféns para persuadi-lo. A amante de Pablo, Valéria Velez, morre de inveja da repórter Diana Turbay, filha do ex-presidente. Muito sutilmente, ela sugere que Escobar a sequestre para chamar ainda mais a atenção de todos. O traficante cede, e negocia com a Srta. Dubay para que ela preste um depoimento a seu favor. A moça negocia e consegue a liberação de um dos reféns. Sem saída, ela clama ao presidente que atenda aos pedidos do bandido. O ex-presidente e sua esposa vão até Gaviria pressioná-lo para que ele salve a filha.

O presidente, depois de muito pensar, resolve fazer uma contraoferta à exigências de Escobar. Mas seu plano é negociar com o bandido enquanto tenta capturá-lo. Para isso, ele autoriza o uso de aviões por parte dos americanos. Murphy e seu parceiro estão empenhados em chegar ao líder do cartel através dos capangas. Eles acham três deles logo após atirarem em Natalie, esposa de Jaime (usado para ativar a bomba no avião). Após perseguição pelos telhados da comunidade, dois dos bandidos conseguem fugir. A última cena do episódio mostra Escobar e Gustavo, em cima de um monte, planejando construir um castelo para ele. Um lugar seguro em que ele conheça a área.


0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html