01 março 2015

Frank Killer: Empanado de Frango II


Empanado de Frango II

Como você pode garantir que o Luan não estaria se rebelando contra uma regra arbitrária e injusta em seu entendimento? De que modo você estaria sendo imparcial e justo no julgamento (dele)? Observe os desdobramentos e verá a verdade. Não seja idiota a ponto de considerar que quem comanda sempre tem razão. As pessoas, os influentes e os poderosos usam a credibilidade e o poder para influenciar e induzir. Não seja imbecil a ponto de ignorar isso! Sua decisão é a que vale, mas não se deixe influenciar ou ser induzido. É tudo o que posso lhe aconselhar.

A produção percebeu definitivamente que a audiência embarca em engôdos desse tipo e passou a explorar as transgressões de regras e as atitudes geradas com as interferência aos relacionamentos para direcionar a formação de paredões e os rumos do programa.

O mérito do jogo passaria então a ser o seguinte:

Quem obedece as regrinhas idiotas da produção, aos artificialismos, suas manobras e mecanismos desonestos, criados para gerar discórdias, está correto. Seria como se gerar discórdias fosse algo aceitável ou ético. Quem não obedece estaria errado? As coisas não são bem assim! Depende muito das circunstâncias e, muito mais do que você imagina ou é capaz de perceber!

Ninguém se dá conta de que tudo isso é secundário e, o torna motivo principal, quando o certo é julgar caráter, ao invés de valorizar a obediência a situações artificialmente criadas com propósitos desonestos ou jogo. Gerar ou incitar discórdias é delito, permitam-me lembrar. No caso de um RS, os concursantes assinam contratos submetendo-se a isso, mas continuam sendo delitos. Cláusulas contratuais não se sobrepõem às leis e à Constituição e são nulas de direito aquelas quando colidem com estas.

A noção do ato de "apropriar-se" depende de circunstâncias e no caso em tela a "propriedade" é relativa, porque quem determina isso em um RS é uma regra idiota e desonesta. Ninguém pode ser criminalizado diante de regras ou leis e regulamentos inválidos e os delitos nestas circunstâncias deixam de ser delitos para serem considerados apenas atitudes desabonadoras circunstanciais ou de jogo ou, no máximo, traquinadas!

O título deste post é para lembrar que o errado não é comer um insignificante e mísero pedaço de frango empanado quando se tem vontade ou fome só porque é proibido por uma regra idiota, desonesta, maldosa e delituosa. Erro é a proibição delituosa e maquiavélica! Errada é a incitação à discórdia! Errado é levar os concursantes e a audiência a criminalizarem as atitudes, às quais são levados pela produção com artificialismos! Erro é aplicar regime de fome e de privação de alimentos! Errado é submeter os concursantes a maus tratos, dores, desconfortos e suplícios descabidos, a maquiavelismos. É inconstitucional até, se buscados os fundamentos das intenções e a avaliação das gravidades das privações infligidas!

Incitar discórdias para faturar e auferir vantagens torna esse delito maior, mais grave, e é inconstitucional. É equiparável a fabricar notícias falsas, inverídicas ou, veicular propagandas enganosas.

Estou sinceramente preocupado com a perda de credibilidade do Gugu, se sua produtora enveredar por esses caminhos, mais do que já ocorreu, no caso das edições anteriores da Fazenda. Seria aconselhável então uma certa ou total desvinculação de sua imagem do que vier a ser feito, se for feito, pela produção. Se a Globo e seus parceiros não estão preocupados com isso, dá licença, mas eu estou, em nome do RS, que não é meu mas é de todos nós! Este é o verdadeiro conceito do que é posse, pois em caso contrário não deveriam concedê-la. Que façam então um RS sem as decisões, juízos e a participação do público, como em grande parte era a Fazenda!

Estão vindo aí mais torpezas para desconstruir com a realização externa da Prova da Comida. Como foram divididos em duplas, estava na cara que sairia outro carro (Radael é o novo proprietário de um) e, Mariza e Fernando já possuem um cada. A mudança de orientação em relação à rigidez do isolamento foi quebrada com a apresentação de um show musical na última festa e, agora, com essa saída para fora do confinamento, está consolidada.

A manipulação dos concursantes agora passa ser às escondidas e não é segredo para ninguém que eles são apenas joguetes nas mãos deles. A razão principal para essa mudança de orientação é a agressividade na competição por audiência por parte da Record, cuja estratégia é forçar a produção do BBB a adotar táticas de curto prazo, como era antes, já que o objetivo deles é matar esse tipo de RS de confinamento, ou da forma como ele é feito pela Globo.

A produção do BBB e a Globo precisam abrir o olho e serem mais competentes, caso queitam retornar à linha de direção iniciada nesta edição! E a começar pela extinção da tal bola de cristal. Já deu!

Moleskine

Adrilles: (Cézar), (*Luan), Rafael.
Amanda: (Cézar), (*Mariza).
Cézar: (Amanda), Mariza, (*Rafael).
Fernando: (Amanda), (*Cézar).
Luan: (Adrilles), (*Cézar), Fernando.
Mariza: (Amanda), Cézar, (*Talita).
Rafael: (Adrilles), (*Cézar).
Talita: (Cézar), (*Mariza).
Tamires: (Cézar), (*Mariza).

Tamires poderá imunizar Talita ou Rafael ou Amanda, se não estiver imune. Esses prognósticos abstraem o terceiro emparedado, que poderá acarretar uma mudança radical para os 3 emparedados da vez, dependendo da forma em que for feito. A produção tem à disposição vários instrumentos para montar o paredão que preferirem.




"nunu 28 de fevereiro de 2015 23:17
Pergunta tecnica: Ali nas tabelas de Amo & Odeio, a soma total de cada uma nao deveria dar 100% ? Saudacoes Patrias !"

Saudações, Nunu. Existe um imprecisão que pode ultrapassar as casas dos centésimos e décimos percentuais no caso do último, ou pior colocado, no algoritmo usado pela Polldaddy. Mas podemos considerar desprezível o erro, por se tratar do menor percentual. Além do mais o algoritmo precisa ser rápido, para diminuir o "delay" entre cada votação e, esta é a razão técnica.

"Lukaas Ferreira 1 de março de 2015 10:09
Está dificil torcer prá alguem nesta edição. A MENOS PIOR dessa edição é a Mariza, talvez por ela falar oque pensa, e não "ter o filtro entre o cerebro e a boca..."

O errado não é falar o que pensa, mas pensar incorretamente, né?


"Site Oficial 28/2 01h30
Mariza conta que fez 'uma safadeza' e Adrilles fica curioso para saber o que é (Link)"

Se você quer saber, isso é uma questão relacionada com índole, muito mais grave do que comer um empanado de frango proibido pela produção! Apropriar-se de algo que não lhe pertence é exatamente isso.

Aquela imagem em referência a concursantes do "cão arrastando-se" indica o desprezo que têm pelos mesmos e assemelha-se à de uma hiena latindo e grunhindo em torno ou por trás de uma carniça esférica ou em forma de globo! LOL. Sei a quem se referem e não é por aí!


Um comentário:

  1. Pois é... retiro o que disse, ou melhor, me expressei errado sobre o que quis dizer - de realmente louca, não tem nada, mas adora "dar de louca" acusando os outros do que faz. mais uma vez, a regra da projeção em núcleos de convivência humanos rs grita "pega, ladrão" enquanto rouba coisas, acusa as meninas de não cuidarem da casa enquanto se furta a ajudar (ex: caso da louça). é... "muito legal" mesmo esta Mariza. argh.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html