25 dezembro 2014

Frank Killer: MBB - Mães do Big Brother

MBB - Mães do Big Brother

Olá turma da redação! Dessa vez foi perfeito! Me colocaram no lugar certinho. Só tem um problema: Em 2034 não aceitam dinheiro emitido há mais de 20 anos atrás e quase todas as minha cédulas eram anteriores a 2014. Tive que "pendurar" meu relógio e meu celular numa loja de penhores de antiguidades e estranharam a maneira como eu falo. Curiosamente agora existem moedas de 1, 2, 3, 4 e 5 reais e notas de 500 e mil reais. Hehehehe. A inflação é mesmo indomável neste país. Acho melhor me darem barrinhas de ouro para custeio de despesas em posteriores incursões, que valorizou muito.

Uma novidade: a partir da F28 e do BBB35 os vencedores, em ambos os casos, serão vencedores da Fazenda BB (BB Farm) Ou FBB. BBB e The Farm não eliminarão ninguém e serão meros supridores de concursantes para a FBB.
Sobre nosso assunto, tentei fazer a entrevista conjunta, mas não deu. O Borelli falou que se eles se encontrassem cara a cara, daria um murro na cara dele. Seria necessário contratar seguranças para evitar que os dois se pegassem e o dinheiro não dava. Vou ter que entrevistar o Bombonzinho e o Borelli separadamente. A primeira vai ser com o Borelli.

O cara tá uma fera porque o Bombonzinho, na verdade a Platinada, contratou uma empresa de pesquisas para saber quem venceria a F27 e quem venceu foi o terceiro colocado na pesquisa, um tal de DJ Cineminha. Hehehehe. Vejam só com quais palavras ele me recebeu:

- Você? O quê tá fazendo por aqui de novo, seu filho de uma égua? Te falei da última vez para não voltar mais aqui, se não eu te daria um chute no traseiro!

Por aí vocês já podem ver que a minha tarefa não é fácil!


Entrevista
Viajante: É... Desculpe Sr. Borelli. Eu sou apenas um humilde empregado e estou a serviço com a missão de entrevistá-lo para a redação do Votalhada. O Frank falou...

Borelli: Frank? Frank agora é seu patrão?

Viajante: Não...É que...

Borelli: O que ele quer dessa vez? Já não está satisfeito de ser a causa deles terem me "quimbado" da direção da The Farm?

Viajante: Como assim, "quimbado"?

Borelli: Me demitiram com uma frase antiga dele, que foram buscar no fundo do baú!

Viajante: Se importaria de dizer que frase foi essa?

Borelli: Foi uma que ele falou uma vez, que os telespectadores não podem ser trapaceados ou coisa parecida, nem pelo mais esperto diretor. Se não me falha a memória foi num post no blog de vocês falando sobre equilíbrios e insensatez.

Viajante: Depois eu verifico isso! Mas enfim, o quê você fez que eles não gostaram?

(Nota da redação: "A audiência não pode ser enganada ou trapaceada com facilidade, nem pelo mais inteligente diretor." Equilíbrio e Sensatez - http://votalhada.blogspot.pt/2014/01/impressoes-de-frank-killer-bbb14_30.html).

Borelli: Eu simplesmente não concordei que aquela "pinguça" da alta sociedade ganhasse o RS. Ela não precisa do dinheiro! Tinha gente que precisava mais...

Viajante: Mas o RS é para dar dinheiro para quem precisa?

Borelli: Não, mas eu não gostava dela. Era muito rebelde e barraqueira, bebia até cair e fumava como uma chaminé. Vivia reclamando da produção e não cumpria nenhuma ordem que dávamos.

Viajante: Mas vocês não gostam de barraqueiros?

Borelli: Aí é que está uma coisa que ninguém entende. Nós queremos barraqueiro para render audiência, não para eliminar nossos vilões!

Viajante: Ah, bom! E não é a mesma coisa?

Borelli: Uma coisa é você fazer barraco que não dá em nada. Só render audiência! Outra diferente é fazer barracos para eliminar os vilões que justamente poderão render mais barracos mais adiante.

Viajante: Ah, tá! Você quer dizer barracos de mentirinha para enganar a audiência...

Borelli: Isso! A jogada é essa! Você compreendeu.

Viajante: E acharam que você errou nisso?

Borelli: Não. Aquele filho de uma égua da Platinada encomendou uma pesquisa para saber quem ganharia a F27. Meu candidato entre os 3 finalistas ficaria em terceiro lugar e entre os seis finalistas em sexto, de acordo com a pesquisa. Além disso nenhuma enquete da transnet apontou o meu vencedor na Oficial.

Viajante: Você fala de um instituto de pesquisas de opinião, como o ibope, por exem...

Borelli: Imope! Agora é mundial!

Viajante: É mesmo!? Você me falou da última vez que eles tinham um canal pago divulgando os dados de audiência de todos os canais em tempo real. Agora é mundial?

Borelli: Sim. Abrangem os principais canais e redes de TV e rádio de todos os países. Todos as prestadores de serviços de TV paga do planeta assinaram o canal. Fazem também pesquisas de opinião sobre qualquer assunto no mundo inteiro. Foi assim que a Platinada me ferrou.

Viajante: Legal! Bacanérrimo! Agora ninguém mais pode enganar o público com mentiras fajutas sobre audiência. Pelo visto, também em outros temas. Hehehe. Quer dizer que você tá desempregado...

Borelli: Uma ova! Eu estou na direção do MBB numa parte do Projac.

Viajante: MBB? Que negócio é este? É um RS?

Borelli: É quase um RS. Na verdade é parte de um projeto conjunto entre a Concord e a Platinada. O BBB e a The Farm se juntaram para fazer um RS permanente na Fazenda Cenográfica. O programa é transmitido para o mundo inteiro e os participantes são celebridades do mundo inteiro. As edições normais do BBB e da The Farm continuam sendo feitas como partes desse projeto, mas dirigidos por produções diferentes e independentes. A produção geral é conjunta. Compreendeu? As estações abertas principais e os canais internacionais de ambas se juntam em cadeia para a transmissão dos compactos diários e das Galas de Eliminações e de Votações. Quem apresenta as galas é uma ex-participante do BBB3 e os compactos votações e eliminações do BBB e da The Farm continuam apresentados e presididos por Paulo Bi e Braga Jr. 

Viajante: Acho que não vai dar para falar de tudo isso numa só entrevista. Me fale primeiro desse MBB aí, que é quase um RS. O que significa MBB?

Borelli: É Mães do Big Brother Brasil. Não tem votações para berlindas entre elas e as eliminações ocorrem com as eliminações dos filhos ou filhas. Elas entram em berlindas automáticas quando os filhos entram. Os filhos na berlinda são transportados de Itu para o Projac e ficam com as mães até o dia da eliminação, quando mãe e filho saem eliminados e os filhos não eliminados regressam a Itu. Algumas provas que elas realizam afetam os filhos em Itu, sem eles saberem de nada. Excetuando as Galas de eliminações, elas vêem os compactos diários e assistem ao vivo aos programas de votações em Itu e podem votar também.

Viajante: De que modo elas podem votar?

Borelli: As mães de BBBs votam em peões. As mães de peões votam em BBBs e as mães de reservas votam só nas Galas de Votações. As votações no BBB e na The Farm não são para eliminar, mas para promover à Sede Central. O público decide quem sobe e quem é eliminado da Sede Central e do programa.

Viajante: Não vejo como isso se encaixa num RS permanente.

Borelli: Tudo é permanente agora. Na Fazenda Cenográfica tem 3 ambientes separados, um do BBB, outro da The Farm e o da Sede Central onde ocorrem as Galas de Eliminações e de Votações. Cada ambiente fica sempre com 9 participantes cada e as eliminações só ocorrem na Sede Central. Existe um trailer (Motorhome) em local desconhecido onde ficam 3 reservas. A cada eliminação entra um no Reality e outro reserva é convocado.

Viajante: Então, pelos meus cálculos, são ao todo 60 participantes, incluindo peões, BBBs, reservas e suas respectivas mães.

Borelli: Ou parentes diretos. Por isso é permanente. Tem sempre gente entrando e saindo a cada semana e, às vezes mais de dois, por causa das desistências.

Viajante: Ah, agora entendi! Quando um é eliminado, vai um reserva do trailer para um dos RSs (BBB ou Farm), dependendo de quem é eliminado. Dessa forma a quantidade de participantes é constante.

Borelli: Correto. E um do BBB ou da The Farm sobe para a Sede Central. Quando um reserva é convocado para o trailer, a mãe já entra automaticamente para o MBB e fica lá até ele ser eliminado. Se ela desistir, o filho ou filha também dança. De forma que eu sempre tenho trinta "coroas" comigo. Hehehehe! Na verdade tem homens também, porque quando o participante não tem mãe, o pai pode substituí-la. Imagina! Quando não tem mãe e pai, pode ser uma tia ou um tio e até irmão ou irmã.

Viajante: Estou vendo que tem muitos detalhes nessa mega-produção e não vai caber numa só entrevista. Esta já está ficando longa demais. Parece que vocês aproveitaram direitinho a idéia do Frank.

Borelli: O cara é maluco! Ele não faz idéia do custo disso. Se não fosse os patrocinadores que nós arranjamos seria inexequível. Não sobraria para pagar nem meio milhão de reais em prêmios.

Viajante: É exatamente sobre isso que quero falar na próxima entrevista. Pode ser?

Borelli: Acho melhor você falar com o Zezé primeiro. Não vou com os cornos dele, mas tem coisa que não posso falar e ele pode. Ele é quem está à frente de tudo.

Viajante: Ora, ora! Você está falando que é o Bombonzinho?

Borelli: Ele mesmo. Só não fale que você veio do passado, porque ele é cético como um ateu e não acredita nessas coisas. Diga que você é um repórter atual e pare de falar de maneira tão rebuscada. Atualmente ninguém mais fala assim. Vou dar um toque nele para você.

Viajante: Agora, observando mais atentamente, você não me parece magoado por ter sido demitido.

Borelli: E não tou! Só em me livrar daquela cambada, tirei um peso das minhas costas. Agora estou entre profissionais que entendem do riscado. Quer dizer, mais ou menos, né? Ainda tem alguns fariseus por aqui, como diz seu patrão.

Viajante: Frank não é meu patrão e nem mentor. Ele nem empregado é do Votalhada. Ia lhe dizer isso antes, quando me interrompeu.

Borelli: Ok, ok. Frank é meio misteriosos, mas eu o conheço bem, e é boa gente. Só é um pouco metido. Um pouco não, muito! Quá, quá, quá, quá!

Viajante: Hehehe! Ele vai ouvir isso e não vai gostar. Então me aguarde. Ainda irei encher o seu saco antes de voltar para a "muvuca" da minha época.

Borelli: Agora você está falando corretamente. Vai pela sombra!

Viajante: Vou digerir tudo o que me falou e depois certamente terei montes de perguntas para fazer. Obrigado.



http://3.bp.blogspot.com/-JeJAEQufzgQ/UjJ1pgOL3iI/AAAAAAAAQsE/WZkehDFi9_Y/s1600/0barra.gif

Foi uma sorte encontrar o Frank Borelli aqui. Ele me falou que estava indo para o Rio de carro dentro de dois dias e vai me dar uma carona, porque o Bombonzinho está lá. Deu-me até dinheiro para as minhas despesas e estamos devendo essa grana a ele, incluindo a que vai pagar para tirar meu relógio e o meu celular do "prego". Ele está tão bonzinho que estou até com medo.


Fui!



"JOSEROTAGUI 24 de dezembro de 2014 16:43
Representação ou reclamação judicial contra o resultado oficial só se fosse pelos participantes interessados ou pelo Ministério Público, é impossível e/ou improvavel que alguem do povo entre numa disputa judicial dessas."

Você diz: "Isso
é impossível" - Deus diz: "Tudo é possível" (Lucas 18:27).



“Bruno 3 de dezembro de 2014 16:55
Frank, parabéns! Achei que apenas eu havia reparado no site da Fazenda, realmente não está em ordem alfabética e existe uma sincronia entre o lado direito/esquerdo e a fileira superior/inferior. Sempre está com números iguais de participantes. Seguindo essa lógica, o Léo é o próximo a sair. E vence quem está mais próximo do logotipo central da Fazenda. Será muita conspiração? Não sei, mas tb seria muita coincidência isso.”

Como lhe falei na ocasião, Brunninha estava na ordem alfabética incorreta. Se ela estivesse no lugar correto, a Helô passaria para o mesmo grupo onde estão Babi e DH. A "garfada" da Helô combina bem com esse arranjo de lay-out. Coincidência? Você acredita em coincidências? LOL.



Um comentário:

  1. Que é isso Frank ? Só posso entender que esse post foi escrito depois de várias garrafas de vinho e de champagne durante os festejos Natalinos.....Sensacional, preciso das marcas dos dois, afinal o Reveillon vem aí e quero dar uma viagem igual a essa, Meus para-choques e Feliz Ano Novo a voce e a todos do Votalhada.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html