18 dezembro 2013

IMPRESSÕES de Frank Killer: Michelly


Michelly


Para esta edição 13 seria impossível para a Maria não ganhar, diante de candidatos que não mostraram ou não tinham suficiente simpatia para conquistar o público. Maria se entregou totalmente ao Reality e mergulhou de cabeça, desnudando integralmente seu caráter e modo de ser, coisa que os outros não fizeram nem "de leve". A hipocrisia foi quase geral e houve verdadeiros expoentes nessa matéria.

Para mim foi surpresa a Michelly ter vencido a nossa enquete, embora com pouca margem de vantagem para a Adriana e a Talula. Isso indica que evitaram votar na Maria, talvez porque ela foi a vencedora da edição e queriam dar nova chance para outros (ou outras). Já falei que isso nada tem a ver. Por outro lado, pode ser que estejam querendo limpar o caminho para facilitar a vitória de outros na enquete final, para o Alemão por exemplo, até agora o único a confirmar em nossa série de enquetes a sua preferência como ganhador de sua edição. Ou seja, jogo de torcidas. Eu gostaria de ver duas enquetes extras envolvendo numa delas, todos os ganhadores das edições passadas e uma outra envolvendo somente os que foram vice-campeões em suas edições.

Tirando a Maria, tanto a Michelly quanto a Diana, a Ariadna e o Wesley poderiam ter sido os vencedores da enquete, já que foram parelhos em minha opinião em suas atuações no confinamento e melhores e mais consistentes. Também achei injusta a posição da Jaqueline na última colocação. Outros ali mereciam mais essa posição, como o Igor, Diogo e o Cristiano, por exemplo. O Igor era um zero à esquerda, "tá ligado?" Diogo gostava de se intrometer entre os casais e o Cristiano foi o eliminado com o maior percentual da edição. Nossos visitantes não estão se ligando ao que aconteceu nas respectivas edições e estão votando com outros critérios.

Cristiano indicou quando foi Líder a Ariadna para o primeiro paredão alegando por motivo não ter muita afinidade e convívio com ela. Como assim, se até dormir no quarto do Líder ela dormiu com ele? Depois declarou que se soubesse que ela era transsexual não a teria indicado ao paredão! Ah tá! Ele não queria ser considerado homofóbico talvez! Foi eliminado com 78% na quarta semana e para mim foi até pouco.

Os fatos e curiosidades a respeito desta edição estão profusamente relatados em diversos sites e blogs e um dos mais ricos em detalhes é a Wikipédia (pt.wikipedia.org/wiki/Big_Brother_Brasil_11) e, por isso, vou economizar tempo e espaço abstendo-me de repeti-los aqui. Quem quiser saber esses detalhes poderá ler a matéria no site, clicando no respectivo link entre parênteses.

Michelly teve um relacionamento meio conturbado com o Diogo "entre tapas e beijos (figurativamente)" e ensaiou um "mini-panelaço" quando foi contemplada com o castigo do monstro pelo "Anjo" Maria. A inimizade entre as duas nasceu quando o Mau-Mau (então namorado da Maria) indicou a Michelly para isolamento em um quarto onde passou quase um dia somente completo com alimentação básica. Ele alegou não saber se era uma coisa boa ou ruim, mas o recado que ouviu no Big Fone foi claro a respeito. Maria a escolheu para o castigo do monstro, a meu ver corretamente, porque você tem que dar isso para quem não gosta ou para quem gosta menos.

No entanto a escolha da Michelly para a "Solitária" feita pelo Mau-Mau foi covardia em minha opinião. Seu "grande amigo" Diogo merecia mais entre outros, por exemplo, e declarou quando foi para o paredão contra ele que o paredão era uma antecipação da Final. Talvez só na cabeça dele, por sinal. Maurício "Mau-Mau" teve duas chances e, juntamente com o Diogo, não chegaram nem na Final.

Adriana e Wesley entraram no confinamento como novatos a partir da quarta semana e muitos diziam que foram escalados sob medida para o Rodrigão e a Maria respectivamente, por se encaixarem nos tipos e perfis preferidos por ambos os concursantes, conforme suas declarações desde a primeira semana. Com efeito os esperados casais se formaram e tiveram romances dentro da casa.

No caso da Maria, ela se encantou com o Wesley logo de cara e ficou numa tremenda saia justa quando viu o Mau-Mau retornando da Casa de Vidro (Shopping Via Parque, na Barra, Rio), onde foi o preferido do público com 40% dos votos para voltar à casa em 6/2/2011. Ariadna ficou em segundo com 23%, conforme algumas informações. Nessa votação para retornar à casa, Michelly não teria passado dos 15%.

Entre as 3 mais votadas na enquete, acho que a Talula merecia mais que as outras duas, apesar dela ter permitido que o Diogo se intrometesse no relacionamento dela com o Rodrigo. Existiam dois Rodrigos nessa edição e o Rodrigo da Talula não é o mesmo Rodrigo da Adriana, mais conhecido como Rodrigão. Na Favela de Verão também existiram dois Rodrigos. Teria sido coincidência? Não creio em coincidências!

Talula era e é uma mulher muito bonita e era a maior amiga da Maria dentro do Reality. Fiquei penalizado em sua eliminação, principalmente pelo choro sincero da Maria, sentindo que iria ficar desamparada a partir de então. Pelo Pay-Per-View a Maria sempre foi a preferida pelos telespectadores desde a primeira semana e nunca ficou com menos de 5 estrelinhas nas cotações, seguida logo atrás pela Talula.

Jaqueline foi capa da revista Playboy, edição de maio de 2011. As "Curvas mais afrodisíacas do BBB" são de uma morena de tirar o fôlego de qualquer homem. Foi Rainha do Carnaval carioca em 2007 e é uma das dançarinas e modelos mais badaladas. Não compreendo sua colocação em último lugar na enquete, a não ser que seja por inveja ou ignorância ou preconceito.

Aliás, para mim, a edição 11 foi a edição dos preconceitos disfarçados e das manobras direcionistas, envolvendo como objetos vários participantes e entre eles, Michelly, Lucival, Daniel, Diana, Rodrigão, Diogo, Janaína, Paulinha, Jaqueline e Ariadna. Ou seja, metade dos participantes, tanto dos próprios participantes quanto do público e da produção, em vários tipos de preconceitos e intromissões indevidas. Nada menos do que 15 shows e participações especiais foram realizados durante toda a edição.



Vencedora: Maria (43%).
Prêmio: R$ 1.500.000,00.
Segundo colocado: Wesley (31%).
Prêmio: R$ 150.000,00.
Terceiro colocado: Daniel (26%).
Prêmio: R$ 50.000,00.
Período de transmissão: 11 de Janeiro a 29 de Março de 2011.
Semana da enquete: 08/12/2013 a 15/12/2013.
Maior votação da Enquete: Michelly.
Número de votos: 306 (10,72%).
Última colocação: Jaqueline.
Número de votos: 57 (2%).
Total de votos: 2.854.


Diana foi eliminada dois dias antes da Final com 75% num paredão contra o casal Maria-Wesley. Em minha opinião deveria ser o Daniel, mas ele se classificou para a final por ser o vencedor nas 3 provas derradeiras e se livrou do paredão. Não fosse isso, a Diana beliscaria talvez pelo menos o segundo lugar, em minha opinião. Era uma candidata muito centrada e também foi vítima de preconceito a meu ver, coisa que o Daniel também sofreu em maior dose.


"Helder Miranda - @senhorhelder Em "A coroação da princesa caipira", 12 dezembro 2013 11:08"
"O prêmio seria trabalhar em uma das empresas dele (Justus), abandonando, assim, os holofotes? Não deixa de ser minimamente engraçado imaginar Andressa Urach e Monique Evans chegando, de terninho, para mais um dia de trabalho."

Parabéns! Achei bem sacado o "Andressa Urach e Monique Evans chegando, de terninho, para mais um dia de trabalho."



Um comentário:

  1. Leio seu blog Sempre quando a uma atualização sobre realitty. Alias, parabéns pela escrita, ela é ótima!
    Sobre esse post, eu achei justo sim a Michelly ganhar, pois votei nela. Gostaria de ver mais dela no Reallity. Não acho que estão votando já pensando em colocar uma mais fraca apenas para ficar melhor para um possivel vencedor na enquete final, Acho que não existe uma torcida organizada ainda para isso, não é uma competição válida, que vale dinheiro para tal. Eu vejo assim :) abração.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html