11 setembro 2015

"Empire" | 1x2: Episódio traz o rei declarado e o poder feminino

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015

Não há dúvida de que Cookie (Taraji P. Henson) é o pilar de "Empire". No segundo episódio, intitulado "The Outspoken King", percebe-se que esta mulher de fibra não deixará passar batido os 400 mil conquistados por ela que ficaram com Lucious Lyon (Terrence Howard). A ex-mulher abandonada atrás das grades é aquela que esfrega na cara do grande "Rei Leão" toda a "importância" do que a levou para a cadeia. 

Portador de ELA e com a estimativa de mais 3 anos de vida, Lucious opta por manter o problema de saúde em absoluto segredo, enquanto continua movendo os pauzinhos para gerar o caos -em família. Em contrapartida, a mídia vê a tentativa de Lyon em tornar a Empire numa empresa pública como a chance de ele ser imortal. 

Enquanto isso, Jamal (Jussie Smollett), o filho renegado por Lucious, por ser gay, ganha total apoio da mãe. Esperta e dominadora de mil e uma artimanhas, Cookie tenta emplacar Jamal a partir da ideia de que ele revele ser homossexual numa coletiva, por meio de uma música.

Já os outros filhos Andre (Trai Byers) e Hakeem (Bryshere Y. Gray) ganham força na trama devido a presença de outras figuras femininas. Para o filho mais novo, a entrada animada de Tiana (Serayah McNeill) com música e "produção" de um videoclipe no estilo "Pussycat Dolls" é provocante. Sim! Após ser rejeitado pela estrelinha, Hakeem perde a cabeça e apronta uma confusão que se torna viral. Ruim para a carreira dele que está para começar? Tudo depende de como "virar a mesa", não é?

No conforto de casa, Andre, o mais velho tem ao lado a esposa Rhonda (Kaitlin Doubleday) que parece empenhada em cuidar da bipolaridade do companheiro. Contudo, a loirinha que sofre por ter a pele branca entre os negros da família Lyon não é nada boba. Até a poderosa Cookie ganha uma parceira: Porsha (Ta'Rhonda Jones), assistente em período de experiência. Com caras e bocas, é Porsha quem traz o cômico nas cenas em que Cookie pega pesado. 


Outra personagem que agrada muito é Becky (Gabourey Sidibe, a eterna "Preciosa" que recentemente participou do seriado "American Horror Story: Coven"). Assistente executiva da Empire Entertainment é também amiga de Lucious, portanto tem a função de ser a consciência de Lucious, tal qual o "Grilo Falante". 

Assim, a partição efetiva de personagens femininas nesta trama foi totalmente fortalecida. Meias verdades que pipocam para um personagem aqui e outro acolá, "enroscam" ainda mais os segredos que se escondem por trás de cada um destes leões que só ambicionam cifras, mas não as musicais.


Seriado: Empire
Episódio: The Outspoken King
Criado por: Lee Daniels, Danny Strong (2015)
Elenco: Terrence Howard, Taraji P. Henson, Bryshere Y. Gray, Trai Byers, Jussie Smollett, Grace Gealey, Malik Yoba, Kaitlin Doubleday, Gabourey Sidibe
Gênero: Drama, Novela, Musical
Duração: 42 minutos


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm





0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html