23 setembro 2015

"Empire" | 1x11: É permitido morrer só uma vez - por @maryellenfsm

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015

No décimo primeiro episódio da série "Empire", o legado de Lucious (Terrence Howard) continua aberto para disputa e o recapitula é eletrizante, pois mostra a sede de cada um dos três filhos em substituir o senhor leão: Andre (Trai Byers), Jamal (Jussie Smollett) e Hakeem (Bryshere Y. Gray). Embora "Die But Once" seja a sequência de um episódio com pinta de "final de temporada, este não empolga tanto.

Sim! A demora em engrenar deixa transparecer que foi feito por fazer, pois apresenta algumas informações -complementares- que tornariam o episódio anterior ou o último da temporada muito longo. Ok! Os 42 minutos que antecedem o desfecho da primeira temporada é importante, mas deixa a desejar, pois, infelizmente, perde o ritmo e a sequência de socos no estômago, característica forte de "Empire", demora a acontecer. 

Neste episódio o foco é todo na ideia de "morrer apenas uma vez". Portanto, a doença de Lucious é, de fato, desvendada, assim como a escapulida de Cookie (Taraji P. Henson) com o segurança Malcolm DeVeaux (Derek Luke). É neste momento que Lucious fica abandonado. Afinal, após revelar ser o verdadeiro pai da pequena Lola -que sai de cena, assim como entrou, sem muitas explicações, embora seja uma Lyon e também herdeira da fortuna da gravadora-, todos da família ficam enojados por ele -mais uma vez.
Em contrapartida, o vilão da história parece estar empolgado com todo o esquema para o "O Legado de Lucious". É por necessitar de Cookie por perto que a pulada de cerca é descoberta e, claro, a entrada da piadista da série passa a ser proibida na gravadora que ajudou a construir. 

A participação de Snoop Dogg cantando "Peaches and Cream" incrementa o episódio, sendo que na sequência, em um duelo com Hakeem, mais confusão é anunciada. O que o mimadinho faz? Um showzinho e diz que mudará de gravadora. Ok! Ok! Este rapaz precisa levar umas palmadas. Urgente!! Qual é a melhor análise comportamental de Hakeem? A feita por Porsha (Ta'Rhonda Jones), como ela diz: "Meu Deus! Ele sempre faz alguma coisa!"

Descaradamente, o desejo de que Lucious morra logo passa a ser grande entre os membros da família Lyon. Até Andre, agora, convertido, decide declarar todo o desprezo pelo pai. O que Lucious responde? "Não há propósito maior do que fazer música". Seguindo este pensando, o senhor Lyon consegue até se aproximar de Jamal. De repente, um dueto belíssimo entre pai e filho acontece com "Nothing To Lose", mas o desfecho é bem previsível para qualquer encontro entre os Lyon. Contudo, diante dos problemas gerados por outros, a família mais uma vez se une e bota para quebrar, até Jamal! Mais uma vez, este personagem surpreende!

E qual é a doença de Lucious? Não é ELA ou MG (Miastenia Grave), mas o poder da música! O desfecho do episódio? É espetacular!


Seriado: Empire
Episódio: Die But Once
Criado por: Lee Daniels, Danny Strong (2015)
Elenco: Terrence Howard, Taraji P. Henson, Bryshere Y. Gray, Trai Byers, Jussie Smollett, Grace Gealey, Malik Yoba, Kaitlin Doubleday, Gabourey Sidibe
Gênero: Drama, Novela, Musical
Duração: 42 minutos

* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm

0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html