07 dezembro 2014

A escolha de Peném

Foi uma tacada de mestre a da produção de “A Fazenda” colocar a dupla Pepê e Neném contra a parede e se posicionarem no jogo. Foram obrigadas a escolher Babi Rossi ao invés de DH porque, caso contrário, iriam contradizer tudo o que já haviam falado, inclusive de que o cantor, atualmente o bendito fruto entre as mulheres da casa, mereciam o prêmio. A escolha das irmãs me lembra muito o filme da década de 80, com Meryl Streep, “A Escolha de Sofia” em que ela teria de escolher um dos filhos para ir ao campo de concentração. O dilema, com todas as implicações, teria de ter uma decisão que, para as irmãs, mudaria a sorte delas no jogo.
Com DH, considerado pelos telespectadores um “traidor”, mais do que elas, tinham a chance de permanecer até a final e faturar alguma premiação. Com Babi, considerada forte depois de ter voltado de várias berlindas, principalmente após vencer a disputa com o cantor sertanejo Léo Rodriguez, elas saem. Mas como não escolher DH depois de tudo o que elas mesmas disseram a respeito de Babi? É melhor perder com o pouco que resta da dignidade, ou é melhor permanecer no jogo por uma manobra rasteira?
A escolha foi feita logo após o retorno dos ex-participantes, e ficou muito claro que Babi está entre as favoritas e a dupla... entre os detestados. Por falar nisso, Lorena Bueri, em especial, deu uma lição do que é ser mal-educada e relembrou aos telespectadores porque ela foi eliminada logo de cara. Diego Cristo, no final da votação, berrou para DH o apelido de “formiguinha”, mais uma vez, e despejou assim todo o recalque por ser o segundo eliminado, não o terceiro lugar desta sétima edição. Se tem uma coisa que os participantes de reality show deveriam aprender é que ser maloqueiro é diferente de ser autêntico, pois confundem, o tempo todo, essas características, e acham isso lindo.
E, se tem algo que o público sabe após a formação de roça entre Babi Rossi e as cantoras gêmeas, é que não será uma final com quatro pessoas, e que a terceira colocação será masculina. O prêmio está nas mãos de Babi Rossi e Heloisa Faissol, que se mostraram grandes mulheres, cada uma a seu modo.
Com a estadia prolongada, Pepê e Neném perderam. Aquela alegria, o alto-astral que irradiava, o carisma e a autoestima foram se diluindo até se transformarem nas pessoas que sempre foram fora da casa, sem brilho e cheias de ressentimentos com o passado e a própria trajetória de vida. O cochicho de uma delas para outra, ao vivo, quando Heloisa Faissol deu o carro para Babi mostrou quem elas eram, pois o rosto delas era a tradução da inveja.
Durante o reencontro com os ex-participantes, devem ter recebido muitos spoillers. Até acredito que sabem que a premiação está nas mãos de duas participantes, mas se Pepê e Neném tivessem, mesmo, convicção de que fizeram um jogo limpo não teriam titubeado em escolher a ex-Panicat, fortalecida pelas berlindas que vem vencendo.
Não teriam dúvidas em poupar o recente amigo de infância, e não teriam ficado de “chororô” pelos cantos. São os exemplos típicos de participantes que, caso tivessem saído antes, teriam ficado com a imagem positiva. Mas como ninguém segura máscara por tanto tempo, as Peném foram mostrando a que vieram ao longo das últimas semanas, a partir de quando a funkeira Brunninha se rebelou contra a Helô.
Brunninha, que não é má e é apenas uma menina que até aquele momento estava sendo uma das candidatas mais lineares do programa, superando em maturidade todos os candidatos mais velhos que foram saindo ao longo do programa, resolveu confrontar Andreia e Helô de coisas que tinham sido ditas dentro de um programa de confinamento em que a premissa é falar de tudo e de todos o tempo todo. Dizer ao contrário é babaquice e, mais além, hipocrisia.
Com isso, não foi Helô quem a colocou na roça. Mas a própria Brunninha, que perdeu pontos com o público na sua ânsia de querer provar a DH que seria ela a amiga mais verdadeira que o cercava. Ele, por sua vez, acreditou em todo o circo que foi criado e mostrou a que veio quando Helô votou na funkeira que a havia colocado, desnecessariamente, em rota de colisão com outra participante.
DH revoltado com Helô por ela ter colocado na berlinda uma amiga que não era dela só mostrou que não era nada daquilo que tentava parecer diante dos olhos de outros participantes, principalmente de Helô. Logo, DH nunca foi amigo de ninguém. Só encarnou o script do protetor de uma mulher aparentemente frágil quando esse foi o único jogo que apareceu para ele. Fosse possível, ao que tudo indica, ele mesmo teria vivenciado um romance com as musas da casa e, talvez, até com Heloisa que, em plena maturidade, coloca no chinelo muitos corpos femininos do início do programa.
Na berlinda de Brunninha, a reação das gêmeas, que se diziam “tão” amigas tanto de Babi quanto de Helô, só mostrou que, tanto elas quanto DH, em nome dos dois milhões de reais, só estavam ao lado das duas primeiramente para se proteger e, quando fosse necessário, coletar argumentos para desconstruir duas participantes que, ao longo da trajetória, foram se mostrando fortes.
DH só se aproximou de Heloisa porque não imaginava que ela iria tão longe no jogo. Abandoná-la no meio do caminho ficaria feio para alguém que se diz tão coerente, mas ele acabou fazendo porque não a aguentava mais, e tirou da cartola uma justificativa plausível para ele mesmo, mas que o público não engoliu, mas que fez com que Pepê e Neném, as gêmeas cantoras, também abraçassem a ideia. E, nesta tentativa de desconstrução, Heloisa, principalmente, e Babi se tornaram “as traidoras”, quando na verdade era o contrário. Efetivamente, ninguém prejudicou alguém ali, já que o voto sempre foi obrigatório. Foi Brunninha que se colocou na roça, e foi o público que a tirou.
Sobrou até mesmo para a Sorvetão que perigava ir para aquela berlinda no lugar de Brunninha. Mas por que Helô não votaria em alguém que a colocou contra a parede? Por que Babi deixaria de proteger a amiga, Sorvetão (quem vê a transmissão ao vivo sabe o quanto elas eram próximas), e por que Sorvetão, que não tinha nada a ver com isso, deixaria de votar em Brunninha para se colocar na roça? Acontece que elas três - Andreia, Babi e Helô - só não fizeram o que os outros três queriam - DH, Pepê e Neném -  por isso se deu a divisão da casa, logo na reta final.
Porque, enquanto o grupo “Ovelha” vinha sendo defenestrado, primeiro pelo elenco do programa e depois pelo público, esse pessoal vinha se escondendo, um atrás do outro, com o objetivo de não estarem na mira da casa e da audiência – com isso, Diego Cristo, Lorena Bueri, Cristina Mortágua, Felipeh Campos, Bruna Tang e Léo Rodriguez foram extremamente úteis.
Quando os grupos acabaram, o jogo ficou interessante, porque os participantes passaram a se “comer” entre si, colocando em cheque as amizades. As únicas que se mantiveram lineares foram Babi, Heloisa e Sorvetão. E, se os quatro que ficaram forem espertos, como são, já perceberam que o prêmio está entre Babi Rossi e Helô Faissol.
Convenhamos, vai ser bonito Babi voltar desta berlinda, vencendo a dupla “cheia de humildade” que batia no peito ao dizer que voltaria com qualquer um dos participantes. Ironicamente, tanto a dupla quanto o próprio DH possivelmente sairiam, neste momento, em uma disputa até com Felipeh Campos que, por sua vez, disse que o castigo de DH seria ficar, ficar... e não ganhar o principal prêmio. Já o de Pepê e Neném vem antes: o de não participar da final e levar desse lugar apenas uma viagem para bem longe. Quem sabe não conseguem refletir e consigam se tornar melhores pessoas?

6 comentários:

  1. O pior é que possivelmente não vão conseguir o visto para os Estados Unidos...
    Nem isso vai restar.

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto. parabéns

    E quando DH ver que aqui fora que a torcida BADHELO era grande, que queriam os tres na final, mas ele chegando de forma diferente, como amigo, e nao como chegou, por sorte , e se tornado o juDHas.
    PPNN no incio agradaram eram divertidas mas com o decorrer foram mostrando como realmente sao. A Soberba é o caminho mais curto para o Fracasso.
    Voce em seu texto retrata muito bem, o que a grande maioria pensa dos 5 particpantes restantes.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. penso exatamente isso pepe e nene
    foram em varios momentos pedantes
    achando que ja eram finalistas foram fofoqueiras
    vi em varios momentos elas inventarem as coisas
    nunca pensei em dizer isso torcer para babi
    ela se mostrou uma menina humilde leal
    me surpreendeu tomara que ela ganhe

    ResponderExcluir
  4. Helder excelente texto, exemplificou todo jogo e jogadores exatamente como penso e já havia comentado com minha mãe e no chat que participo sobre realitys.

    Lamentável a atuação da Bruninha, DH.

    PPNN para mim apesar de serem espertas foram arrastadas pelos dois para essa situação, sem perceber que estavam se afundando, quando se deram conta que caíram num erro já era tarde.

    Na semana que começou o stress da Bruninha cobrando amizade do DH, já vi que não sairia boa coisa, vide BBB13, que aquela Kamila Salgado que chegou até a ser cogitada como favorita, começou a cobrar exclusividade da Fernanda Keulla e para mim nesse caso perdeu o programa ali.

    Será que a Bruninha achou mesmo que iria conseguir enganar o público?! Ela ainda se justifica pelo então desespero de ir para roça, é só adiantou sua saída, se tivesse ficado na dela teria ido mais longe, isso é fato.

    E o DH na minha visão foi o mais culpado porque sabia deliberadamente o que estava fazendo, e usou todas informações que tinha da Helô, que havia coletado com voto de confiança de amigo, para acabar com ela. Se tornou o maior vilão da edição na minha humilde opinião e foi a maior traíragem, não apenas desta edição, mas de todas, foi muito sujo o jogo que tentou fazer.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns! Vejo exatamente o mesmo que vc. PPNN e DH morreram no jogo, pela boca ferina, esbravejaram coisas que só eles acreditavam. E o publico aqui fora deu o recado a eles eliminando Léo. Agora as gêmeas estão mansinhas e DH fica mendigando atenção das campeãs.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html