15 junho 2018

Do Cantinho da Shadow: POWER COUPLE - MAIS QUE UM JOGO


O casal Tatí e Nizo se despediu do Power Couple esta semana. Eles, juntamente com os casais Aritana e Paulo, Letícia e Marlon, pertencem a uma geração única e última.

O modelo de casamento que inspiram é o do amor, do respeito mútuo, da compreensão, da sintonia e afinidade, apesar dos dissabores e contrariedades inerentes ao dia-a-dia, até mesmo, num jogo que pressupõe estratégia e competição entre casais.

Eles são fruto do que receberam de seus pais, avós, professores, da convivência com os amigos... Frutos de uma geração embalada pelo rock´roll e que cultiva os valores, a ética, o trabalho, a luta pessoal pelo sucesso, a boa educação, a partilha, o respeito pelo próximo, que ultimamente vêm se perdendo.

Cresceram aprendendo a dar bom dia, a agradecer, a pedir “por favor”, a perdoar, a serem flexíveis e a ter deferência pelos mais velhos. No seu cotidiano e no convívio com outras pessoas sabem ser polidos e separar o “joio do trigo”. Entendem que apesar de não ser possível gostar e ser gostado por todos, afinal os amigos a gente escolhe por afinidade, manter a boa educação, a gentileza e o respeito pelo outro são fundamentais e necessários no relacionamento humano.

Talvez, e em razão disso, se surpreendam e se sintam incomodados quando alguém dividindo a mesma casa passe por eles com “cara de poucos amigos”, sem cumprimentar ou lhes dar um “olá”, ou, tenha a frieza de ficar de costas durante um descontraído churrasco em sinal de desprezo a todos e àquele que toca o violão para animar o ambiente. Mentes tacanhas invejam o talento que não têm e aquilo que não podem dar. Então desdenham. Fato!!!

E ser tacanho não faz parte daquela rica geração, que aprendeu a valorizar o mérito e a lutar para obter o sucesso.

Nizo, por exemplo, cresceu nos bastidores da televisão, acompanhando o pai, inegavelmente um dos grandes e maiores humoristas do país. Desde pequeno desenvolveu o seu talento e a paixão pela arte. Mesmo assim, teve que lutar para conquistar seu espaço e provar em quarenta de anos de carreira que o seu sucesso era/é mérito próprio, não do pai famoso. Ninguém se mantém tanto tempo na televisão, se tiver apenas a fama do outro para se apoiar. Ele, juntamente com a Tatí, sua parceira e mulher, atriz, que também deve ter pelejado para seguir a carreira, não precisaram participar de um BBB ou de esquemas de corrupção para ganhar dinheiro fácil. Não. Tudo o que conquistaram, foi a partir do seu trabalho e do exemplo de vida que receberam.

E... eles estudaram!!! São de uma geração de ouro que soube valorizar os estudos e a boa leitura. Tatí e Nizo são cultos, assim como, Letícia e Marlon, Aritana e Paulo. A forma de se expressarem, de argumentar, o poder de análise, demonstra um didatismo e erudição invejáveis. Ah... como isso incomoda a quem é pobre de espírito, parco de recursos e gosta de se dar bem na vida e de conseguir as coisas sem fazer o menor esforço!!!

Os três casais, aliás, trazem a bravura, o esforço, a cumplicidade e o investimento que um casamento duradouro deve ter; alicerçado no conhecimento mútuo e amor construído ao longo do tempo. Sem isso, ele (o casamento) não sobrevive. Para essa geração única, união não é sinônimo de “ficada” assim como o termo “ficante” não faz parte do seu vocabulário, mas, companheirismo e entrega.

Seu desempenho nas provas, em especial na dos casais, mostra a parceria, sintonia e afinidade que formam a identidade, conexão e compatibilidade de duas pessoas que decidiram caminhar juntas. Quando fazem suas apostas em dinheiro, o fazem analisando a possibilidade de sucesso em determinada prova, a partir do conhecimento que cada um tem do parceiro. Diferente daquele casal que aposta por apostar, na certeza de que o público o salvará desta DR e da próxima e da outra...

Por isso, há aqueles que não sabem o que seja menosprezar e depreciar o outro, como Nadja fazia/faz diante de um passivo D´Black; ou, subjugar, como Anderson faz com a Munik, ao tratar a companheira como alguém que está ali para servi-lo e atender todas suas necessidades; ou, gritar histericamente e se descabelar, como Tati faz com Marcelo quando as coisas não vão bem e ele, submisso e constrangido, ouve calado, até porque - quase sempre - não consegue identificar e acertar as preferências e os gostos de sua mulher. Que casais disfuncionais!!! Vivem em vicioso descompasso!!! Não é a toa que, prova sim e outra também, perdem os desafios, vão para a DR e acabam no perrengue.

Eles são cria de uma geração acomodada, egoísta, fútil, em busca das coisas fáceis e da fama, ainda que passageira. São emblemáticas as cenas deles sentados no sofá, debochando dos demais, criando apelidos pejorativos, enquanto os outros estão na cozinha, trabalhando, preparando o almoço ou a janta que todos irão comer. Nem um obrigado. Nem um elogio à comida que lhes é/era servida. Pelo contrário, sempre encararam isso ou qualquer tentativa de aproximação ou até mesmo um “bom dia” como falsidade. Verdade há quando dizem que somos como um espelho. Vemos refletido no outro aquilo que somos.

Casais como Tatí e Nizo, Aritana e Paulo, Letícia e Marlon, são uma edição limitada. A cada dia há menos casais como eles no mundo. A escolha e a preferência do público sinalizam isso.

O fato de Munik e Anderson, Tati e Marcelo, estarem no topo da preferência popular, diz tudo. Eles são grosseiros, mimados, mal-educados, prepotentes, arrogantes, intratáveis, desconhecem o que seja respeito ao próximo, desfazem do sucesso dos demais, se isolam por opção, não sabem partilhar, e mesmo assim há quem os aplauda. São incapazes até de compartir um café da manhã oferecido a eles e a mais dois casais. Longe das câmeras, Anderson chegou a destratar um motorista da Record, o que ilustra o tratamento dado a quem considera seu subalterno e o desprezo que sente por aqueles a quem julga não estarem à sua altura. O pior é haver quem apóie, desculpe ou amenize tais atitudes atribuindo isso a uma perseguição dos outros, que inexiste. Os perseguidores são eles!!!

“Na alegria e na tristeza até que a morte nos separe". São esses os votos de casamento proferidos pelos casais que prometem uma longa vida a dois. A realidade, porém, é que muitos casamentos chegam ao fim nos primeiros anos ou primeiros conflitos e dificuldades pela falta de tolerância, respeito e de amor ao próximo.

Nesse sentido, Thais e Douglas não deixam de ser uma grata surpresa. Em meio ao mimimi de uma geração mimada, preguiçosa e fútil, feita de relações tóxicas, eles ainda preservam algo da geração de ouro de Letícia e Marlon, Aritana e Paulo, Tatí e Nizo. A leveza, o carinho, a delicadeza, o respeito, a compreensão, a sociabilidade, a afinidade, o lúdico, dos quais as pessoas e os casais estão cada vez mais carentes.


Shadow / Mariasun Montañés
cantinhodashadow.blogspot.com.br
@Shadowtweetando





106 comentários:

  1. Acho que seria muito falso da parte da Munik ser acessível a esse bando que so sabe falar dela pelas costas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sorry, mas o que se vê é Munik falando dos outros e até desdenhando por trás da janela, quando os outros estão simplesmente brincando com os cachorros da Aritana e Paulo.

      Algo que considero tedioso e desnecessário. Afinal, esse "disse me disse" não é o foco do power couple, mas as provas. Para acumular dinheiro e seguir em frente é preciso ter muita sintonia e conhecer muito bemmmm o companheiro.

      O relacionamento dos casais na casa mostra apenas a capacidade que eles têm de conviver bem com o outro. E nesse quesito Munik e Anderson são péssimos. São tão péssimos que acabaram mandando pra mesma DR Tati e Marcelo x Nadja e D´Black, apesar de se dizerem "amigos". E isso não foi um deslize, não.

      Abs.

      Excluir
    2. Quando vejo que tem posto seu, venho ler porque sempre o fez com imparcialidade, mas nesse me decepcionei.
      Paulo e Aritana sao de uma prepotência absurda. Marlon e Letícia tentam mostrar ISSO que vc vê, mas é apenas fachada... Ela e a magoada/traída tentando ser a mulher perfeita para que ele não saia dali para novas aventuras.
      Douglas trata Thais beirando ao abuso.

      Excluir
    3. Qual dos casais ali você achou os mais perfeito corretos qua vale a pena dizermos esse casal sim é o verdadeiro casal power desta edição?

      Excluir
    4. Beth, meu olhar está voltado para o que vejo.

      Nesta semana, por exemplo, Munik e cia. reclamavam que havia louça suja na pia, que precisava se lavada, porque iria misturar com a deles e mimimi mamama...

      Marcelo disse ao Douglas, que havia louça suja deles na pia e mimimi mamama...

      Douglas aproximou-se do Paulo e repetiu o que o Marcelo havia dito. Paulo sem pensar, disse: "Ok. Vamos lá!!!". E lavaram a louça. Onde está a prepotência absurda?!? Isso pra mim é ter fair play.

      E olhe que ele poderia ter dito ao Douglas: "Eita povo folgado!!! A gente cansou de fazer comida e lavar louça pra essa gente espaçosa. Eles que lavem ou deixem lá!!!". Mas, não. Paulo, mais o Douglas, foram para a pia e lavaram a louça, sem fazer alarde ou draminha. Essa é a diferença entre quem sabe viver em coletividade e quem só sabe ficar de mimimi...

      Minha análise é feita nesses detalhes. Sim. Quem age assim, ganha pontos no meu conceito.

      E quanto à Letícia, vejo uma mulher forte, tentando viver e ser feliz ao lado da pessoa que escolheu. Está no direito dela. Tem o meu respeito. É possível até que eles sejam tão bons de prova, pela história de vida que partilham.

      Antes ter uma história para contar, do que não ter nenhuma.

      Quanto à Thaís e Douglas, admiro a educação e o respeito que têm entre eles e os demais.

      Mas... enfim... nesse tipo de reality, cada um faz a sua leitura.

      Foi bom reencontrá-la novamente. Bom final de semana!!!

      Bj.

      Excluir
    5. Ótima análise,é oq penso. Os valores estão invertidos por um Brasil corrupto.

      Excluir
    6. Pois é Taty, estamos perdendo os nossos valores, princípios e o respeito ao outro. Vivemos dias muito conturbados.

      À espera da geração índigo cristal para o resgaste.

      Boa semana,
      Bj.

      Excluir
    7. Regina Stopa concordo com você aliás acho esse texto tendencioso ao tratar Munik e Anderson como se só eles fossem mau caráter e tem coisa muito pior que eles . Aliás o Anderson não tratou mal o motorista coisa alguma como tentam pintar. Enfim pintar o outro de coisa ruim é fácil quero ver se olhar no espelho e reconhecer seu próprio eu

      Excluir
    8. Tambem não concordei com o texto, me desculpe desta vezz não concordei Desde o primeiro dia hostilizaram o casal Andernick por ela ja ter ganho BBB e todos os adjetivos ruins eles elegiam o casal os afastando cada vez mais
      Não vi Munik desdenhando a não ser qu vcs tenham PPV
      Vi uma Munick dizendo que não iria la pois iria chorar
      Desde quando trair e normal num casamento?
      Este não e um exemplo de casamento que tenho e tive com meus pais
      Aritana e principalmente o Paulo estaõ numa soberba muito grande
      Gosto do Douglas e de Thais, e adorava o Creu
      Ali não tem nenhum exemplo de casal perfeito me desculpem
      Quem se junta nos quartos para fazer fofoca?
      Acusando Andersom de querer perder a prova para beneficiar o Casal Minerato..
      Aquilo e um jogo e não tem ninguem perfeito
      Aritana cria uma empatia com o publico muito grande desde a Fazenda
      Desculpem mas fiquei bem triste com o texto

      Excluir
    9. Roseli,
      Apenas vejo a Munik fazendo um jogo de exclusão premeditado desde o primeiro dia, com o qual joga, e joga bem, pra plateia. Nesse sentido, a distribuição dos quartos na primeira semana caiu como uma luva. Era o pretexto que precisava para o seu joguinho pequeno. No entanto, a divisão dos quartos fazia parte do jogo. Simples assim. Muita choradeira e mimimi desde então por nada.

      Quanto à Letícia e Marlon, ao falarem tão abertamente do seu casamento, ao contrário de você, penso que partilham uma lição de vida. Penosa e desafiadora. Talvez a mais dolorosa em um casamento.

      Quanto à Aritana, o que você rotula como soberba, é o jeito dela. Nada que se relacione ao Power Couple. Ela é a mesma que participou do Master Chef e AFazenda. Sem tirar nem por. É uma mulher complexa e de extremos. Muito mais interessante do que aquela que está sempre de sorrisinho, tem voz de criança, teatraliza com "caras e bocas". Quanto ao Paulo, o acho um homem sério, ponderado e muito equilibrado. Muito melhor que o intratável Anderson, cujo carisma é zero.

      Você diz que aquilo é um jogo, mas não o vê como o jogo que realmente é, sorry. A essência do programa são as provas. Quando eles se reúnem no quarto não estão debochando ou menosprezando os que usucapiram o sofá. Estão montando estratégias: quanto apostar, quem pode subir ou descer, quanto arriscar... Isso é do jogo. E o desempenho e garra de alguns nas provas é extraordinário. O Power Couple não é o BBB. Eles têm formatos diferentes.

      Quanto ao mais, não se entristeça. Há coisas maiores pra gente se entristecer do que um reality.

      Bom dia!!!
      Bj.

      Excluir
  2. Que saudades que saudades shadow desses belos textos que maravilha me deparar hoje com esse texto maravilhoso escrito com muita clareza, inteligência,e bom senso, concordo com tudo que está no seu post,não tiro uma vírgula,uma letra,fiquei f com tanta raiva quando aquele gordo horroroso,e sua mulher cara de cavalo pangaré,e aquele kem humano do Anderson,e mimizenta cínica da monik,que tive que por esses apelidos neles também,mais no face também botaram apelidos na tati e Marcelo casal dentadura,mais foi pouco e ainda estamos sendo gentil em relação aos apelidos que eles puseram nos casais alem de seres ridículo não se olha no espelho,monik vai ganhar porque seus fas fanáticos sem noção, sem educação,como eles,mais nunca serão o casal Power desta edição vão ganhar sem esse méritos,os verdadeiros casais Power dessa edição é Marlon e Letícia,Paulo e Aritana,e Nizo e tati e apesar de novos o casal Douglas muito educados,e sabe conviver bem com todos e não considero isso ser em cima do muro,acho que esse power couple estava precisando de um texto bom maravilhoso como o seu,estou comentando tambem no pilotando gosto dos texto dele e la é bem democráticos,ele não pede pra ninguém se retirar quando não torcem pela monik,e a cara de cavalo pangaré,lá cada um torcem pra quem quiser como aqui no votalhada.um grande abraço e ganhei minha noite lendo esse texto seu, parabéns, parabéns, parabéns.receba o meu abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Oliveira, que bom reencontrá-la!!! \o/ \o/ \o/ Estava com saudade também dos seus pitacos sobre os realities.

      Concordo contigo, dos que estão ali, Letícia e Marlon, Aritana e Paulo, se destacam. Não é a toa que eles se revesaram no quarto power. Desempenho fantástico nas provas, muito em razão de sua afinidade, cumplicidade e sintonia.

      Aliás, as provas do Power Couple são muito bem elaboradas. Dá gosto ver.

      Um ótimo final de semana, minha querida. Fica com Deus!!!
      Até a próxima. Bj.

      Excluir
  3. Concordo com muitas das colocações...Já falar que Marlon entende de respeito é forte, um cara que traiu a esposa expos durante a Fazenda e vive as custas da sogra não é o exemplo de casamento que é pra ser copiado e Aritana trata o marido feito um bobo da corte...parece um retardado nas mãos dela, Nizo só repete frases da esposa, sem personalidade...só obedece!Mas respeito o texto...cada um tem um olhar para a mesma situação. abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vandinha,
      Com relação a Letícia e Marlon, talvez o mais difícil a ser superado num casamento seja a traição. Coloca à prova a confiança na união e o orgulho de quem foi traído. Se eles conseguiram lidar com isso, ao ponto de falarem abertamente, creio que não cabe ao público ficar condenando, apenas para tirar os méritos que esse casal tem mostrado, assim como a Aritana e o Paulo.

      O casamento passa por fases. Nós, enquanto individualidade, também passamos. Isso se chama crescimento e amadurecimento, o que eles têm demonstrado possuir. São casais que juntos já passaram por muitos desafios e obstáculos, o que os torna densos e power. Nizo, que você menciona, já perdeu inclusive um filho. Tatí foi o seu amparo.

      Grata pelo teu comentário.
      Bj.

      Excluir
    2. Bribadeita esses casais perseguiram Munik e Marcelo desde o inicio do programa por medo de saberem que são fortes com torcidas. Pare de fazer campanha coisa feia cara

      Excluir
    3. Ailton...
      De fato, que gente persecutória que faz comida pra todo mundo enquanto os “perseguidos” ficam refestelados no sofá! Que gente persecutória que ousa ir bem nas provas, deixando os “perseguidos” irem pro perrengue! Que gente persecutória que não fica bajulando os perseguidos, enquanto estes debocham deles! Que gente persecutória que não fica de mimimi pelos cantos se fazendo de vítima! Que gente persecutória que não dá os piores quartos para os amigos e reserva os melhores para os perseguidos!

      Afff... Quanta perseguição!!!

      Excluir
    4. A Aritana se acja a dona da cozinha isso desde a Fazenda, pare de mexer com a Munik isso está parecendo persiguição sua,

      Excluir
    5. Não, Ailton. Não é perseguição. Apenas vejo o jogo como gente grande.

      Excluir
    6. Ownnnn... Grata pelo carinho Taty!!! :)

      Abs.

      Excluir
  4. Bom dia a todos, pois é, concordo com quase tudo que li, só ainda não consigo torcer por nenhum dos casais que ficaram, Créu e mulher eram meus quase preferidos rss, mas que poucos casais tem companheirismo, cumplicidade, e sintonia, chii isso é vdd, casais modernos ficam longe destes adjetivos, se comportam como crianças imaturas e birrentas, sem respeito aos que os cercam e neste caso, competem como amadores de seres "HUMANOS" estamos fracassados e carentes de pessoas de boa índoles, pensantes, educadas e generosas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boas tuas colocações, Ivelise.
      De fato, estamos vivendo uma inversão de valores e nos distanciando do lado humano de ser. Expressões do tipo "olho por olho", a "ferro e fogo", estão na boca de muitos, fomentando a discórdia e a intolerância.

      Não é preciso gostar de alguém para dar um "bom dia" ao passar por ela. Isso nada mais é do que ser civilizado e educado.

      Um ótimo final de semana!!! :)
      Bj.

      Excluir
  5. "O modelo de casamento que inspiram é o do amor, do respeito mútuo, da compreensão, da sintonia e afinidade, apesar dos dissabores e contrariedades inerentes ao dia-a-dia, até mesmo, num jogo que pressupõe estratégia e competição entre casais."


    A autora desse texto sabe que Marlon traiu a esposa sucessivas vezes e a mesma inclusive teve depressão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marlon e Letícia têm mostrado nas provas muita afinidade e capacidade de superação. E parceria nas atividades da casa.

      A traição foi exposta por ele ao público em uma das provas. Se não fosse algo que envolveu culpa, perdão e fortaleceu o casamento, ele teria omitido, mantido "tudo em segredo". Credite isso aos dissabores e contrariedades pelos quais os casais passam, e que pontuei no início do texto.

      Casamento não é um conto de fadas. É desafio e descoberta a cada dia. E é isso que Aritana e Paulo, Letícia e Marlon, trazem ao público com suas histórias e desempenho nas provas.

      Abs.

      Excluir
  6. Bom dia!

    Estava com saudades dos seus textos Shadow!

    Texto com colocações muito claras e objetivas, aliás como sempre.

    Concordo com quase tudo.

    Eu particularmente gosto da Munik mas não me desce mesmo o marido dela. Ele não tem senso de coletividade e acaba minando o relacionamento dela com quase todos os outros casais.
    Eles podem até ganhar o reality, mas será que vai ser merecido?

    Gosto muito de Aritana e Paulo, Thaís e Douglas e aprendi a gostar de Letícia e Marlon. São casais fortes no jogo e a cumplicidade entre eles é grande. É gostoso de ver. Porém eles não obtêm muito carisma, dificultando as coisas para eles.

    Gosto também de Tati e Marcelo, inclusive dava altas gargalhadas com ele dando o troco na Tati na prova das mulheres ontem. Mas são o casal mais fraco no reality.

    Em relação a Tatí e Nizo, eles foram um casal muito irregular. Achei justa a eliminação deles.

    No outo comentário que fiz disse e vou repetir aqui. Não vou torcer mais para nenhum casal vencer o reality. Vou só assistir por puro entretenimento.

    Enfim, é isso que gostaria de comentar.
    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Damia,
      Que bom encontrá-la novamente!!!

      Pouco tempo passou do BBB pra hoje, mas a Munik mudou muito. Está soturna, arrogante, imatura, pouco evoluiu (regrediu). Pena!!! O marido dela não sabe conviver em grupo, isso é cristalino. É uma pessoa insuportável!!!

      Para acompanhar de forma divertida um reality, o melhor é não ter muito apego por ninguém. Assim a gente se deixa conquistar até por aqueles que não gosta, rssss...

      O jeito da Aritana nunca me agradou. Mas as demonstrações de carinho, respeito e afeto com o Paulo, me mostraram um outro lado dessa mulher tão complexa. A sintonia e afinidade deles nas provas é fantástica. São o casal Power Couple desta edição. Isso é inegável.

      Fique bem minha querida!!!
      Bj.

      Excluir
  7. Considero Munik e Anderson, Tati Minerato e Marcelo casais bem harmoniosos, parceiros, que se respeitam e se tratam com carinho. Os únicos casais que vivia entre tapas e beijos eram Diego/Francielle e Nadja/D´Black. Agora se os dois primeiros não são bons de provas, apostam errado e são fregueses do Perrengue, isso é outra história, não os desmerece nem faz deles piores que os casais mais velhos. Gosto muito de Marcelo/Minerato e de Munik e seu marido mauricinho. Questão de simpatia... Fazer o quê?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eva,
      É sempre bom vê-la por aqui!!!

      Bom domingo. Uma ótima semana!!!
      Um abraço fraterno.

      Excluir
  8. Meu comentário não foi publicado. Senti-me excluída!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Eva.

      Infelizmente não temos uma equipe 24 horas para monitorar e liberar os comentários. Somente uma pessoa faz isso atualmente.

      Teu comentário foi postado as 22:38 e já estava na cama por conta de uma garganta irritada.
      Os comentários postados durante a noite só são liberados pela manhã.

      Você é e sempre será muito bem-vinda aqui no Votalhada.

      Grande abraço e desculpa a demora na liberação.

      Excluir
    2. Não fiquei aborrecida. Só meio ristinha, achando que meu comentário poderia ter sido considerado afrontoso. Felizmente não foi nada disso. Gosto demais de Shadow e do Votalhada. Obrigada pela visita que me fez. Um abraço amigo e fraterno de Eva.

      Excluir
  9. Respostas
    1. Grata Juliana. :)

      Bom domingo. Uma ótima semana!!!
      Bj.

      Excluir
  10. Que texto maravilhoso , faço suas as minhas palavras...Independente de jogo é inadmissivel eles se negarem a ir ate os cachorros,perguntarem quem é Marlon ,se acharem superiores só pq tem dinheiro e poder ,dinheiro esse que sabemos de onde veio...Não se nega cumprimento nem pra ngm ,dar oi não é dar confiança ou se aproximar,dar oi é educação.Ainda sentem orgulho de não fazerem nada ,falam rindo que não fazem nada.Não tem espirito de coletividade,entra em um reality tem q ajudar em algo ,dividir os afazeres não tem essa de não sabe é só tentar,aprender,se esforçar ,mas não, preferem ficar no sofá vadiando e destilando veneno.É triste ver que o fanatismo cega o povo e que passaram a odiar Letícia que não lhes fez nada so por causa da implicancia da Munik com ela,é triste ver que provavelmente mais uma vez essa menina interesseira ,futil,pobre de espirito,arrogante,racista,que fala mal de td mundo vai levar novamente o prêmio,é triste ver td mundo falando q é manipulação qdo nos esforçamos tanto para tentar fazer justiça...Espero que as pessoas acordem a tempo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Super Dicas,
      Gostei muito do teu comentário. Grata. :)

      É isso mesmo que você pontua. A educação fala muito sobre uma pessoa. Munik é imatura, intransigente e se acha a última bolacha do pacote.

      Os cachorros trouxeram alegria para o ambiente, que foi partilhada por aqueles que são adultos normais e sabem se portar em coletividade e até diante das câmeras. Dizem que imagens falam mais que as palavras. Aquela cena dispensou legendas.

      Parabéns pela leitura!!!
      Bom domingo!!! Abs.


      Excluir
  11. Que atire a primeira pedra quem for um casal perfeito!
    Isso é mentira.
    Ali é puro interesse de ganhar o jogo.
    Tem quem já traiu a mulher e acha que o programa vai salvar o casamento falido,
    Tem Aritana com aquele jeito debochada e muito senhora de si, tem Tais e Douglas demorando a sair de cima do muro.
    Enfim,ninguém ali é perfeito nem é tão bonzinho como quer mostrar.
    Enquanto vc diz que eles ficam na cozinha, os outros ficam fofocando e tramando contra os dois casais no quarto da Aritana.
    Só muda o lugar.
    Nesse programa eu estou torcendo para alguns não ganharem e quem sobrar eu já fico feliz.
    No caso eu torço para Munik e Tati.
    E não sou adolescente não.
    Apenas assisto o programa tenho direito de torcer por quem eu acho menos arrogante, debochado, senhora de si, dona da verdade, dona das panelas, dona da porra toda.
    Que vença o melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo totalmente eu e minha esposa temos mais de 70 anos e pela persiguição a Munik estamos torcendo por ela e o Anderson e vamos votarmos muito na proxima DR, fora casal falso e manipulador Marlon e Leticia

      Excluir
    2. Olá Edy,

      O direito de torcer é livre. O que muda são as leituras do jogo. Arrogância, deboche, senhores de si, donos da verdade, por exemplo, a meu descrevem Munik e Anderson.

      Bom domingo!!!
      Abs.

      Excluir
    3. Então estamos empatados ninguém pode falar de ninguém.

      Excluir
    4. Edy, não fale em empate hoje, rssss...

      Podemos falar sim. O direito de expressão é livre.

      Excluir
    5. Nem me fale de jogo, kkkkkk
      Mas melhor empatar do que perder.
      Vamos torcer para o Brasil melhorar e a gente poder fazer bastante barulho.
      Bjs💋💋💋💋💋💋💋💋💋💋💋

      Excluir
    6. Com certeza Edy, melhor empatar do que perder, rsss... O consolo é que sempre poderia ser pior. A Alemanha que o diga!!!

      Agora é preparar o churrasco com os amigos pra sexta-feira. E vamos que vamos!!! \o/ \o/ \o/

      Boa semana!!! Bj. :)

      Excluir
  12. Meu povo, essa questão dos cachorros não terem sido paparicados por Munik e Anderson não é motivo para eles serem julgados mal educados. Afinal, a visita não foi para eles, foi um mimo para Aritana. Nem todo mundo curte cachorros. A produção deveria ter trazido, também, os gatinhos de Letícia. Ela sente saudades dos bichinhos... Estão devendo esta a ela.
    Por sinal, os dois cachorros são muito lindos e fofos.
    Gente, a casa está em pé de guerra. Nenhuma das partes está querendo ser simpática com a outra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eva,
      Os cachorros ao que parece foram um prêmio que a Aritana e o Paulo conquistaram.

      Nada mais natural que numa situação de confinamento, a presença e a alegria dos peludos ao reencontrarem seus donos, emocionasse e atraísse a atenção de todos e fosse um momento a ser partilhado. Isso fala sobre a sensibilidade de cada um.

      A análise que faço dos participantes parte desses momentos.

      Excluir
    2. A Munik não foi lá ver os cachorros pq ela ama os 3 que ela tem e ia se sentir muito mal por não poder abraçar os dela. Tanto que no final ela ficou olhando e disse não vou chorar

      Excluir
    3. Neide... você tentou... mas... Todos ali têm animais de estimação. Poder estar próximo a eles, mesmo que não sejam os nossos, aquece o coração. Isso é ter capacidade de doação.

      Valeu a tentativa!!!
      Abs.

      Excluir
  13. EDY, você estava inspirada... Descobri agora que sua torcida contra a maioria é igual a minha. Para que torcer, né mesmo? No finall é Carelli quem decide qual casal será o vencedor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Eva.
      Mas não vamos desistir de tirar essa cambada!

      Excluir
    2. EDY, você não está bloqueada nos Rabiscos.
      Pode verificar. Um abraço.

      Excluir
  14. Adorei o teu texto pq mostra com leveza e pontuando bem que não existe nenhum casal vitima de nada ali dentro, como insistem em bater na tecla certos Blogs fanáticos e as duas duplas de casais debochados e arrogantes que não demonstram respeito consigo e nem com os outros casais. Bem lúcido o teu texto, Shadow!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Richard,

      Gostei do teu comentário!!! Sucinto, objetivo e claro.

      Pois é... o Power Couple até esta edição tinha uma dinâmica muito boa. Especialmente, por não ficar à mercê de torcidas. As eliminações eram feitas entre os casais. O que era perfeitamente coerente com a proposta do programa.

      Este ano resolveram inovar e abrir ao público. É o que bastou para o fanatismo se apropriar do reality.

      Hoje troquei idéias com o Luís (Votalhada) a esse respeito.

      As provas continuam ótimas e interessantes. Faz com que a gente se envolva e se divirta. São inteligentes e bem elaboradas. Mas.... a escolha da Munik para participar desta edição foi totalmente equivocada. O marido dela é antipático e nada televisivo. Parece estar ali por obrigação. Ela sagrou-se campeã do BBB e sua participação ainda é muito recente. Tem uma legião de fãnáticos, que acabam prejudicando o jogo. Até porque essa turba não tem a menor noção do que seja esse reality. No meu entender não foi justo com os demais participantes, que estão se entregando e, alguns, tendo um desempenho admirável e extraordinário nas provas. E o Power Couple é feito de saber apostar, a partir do conhecimento que um tem do outro, e de concluir as provas. Essa imprevisibilidade das apostas que farão, da complexidade das provas e das habilidades de cada um é o que prende a atenção de quem gosta do reality.

      No entanto, o mérito desses casais acaba sendo empanado pela idolatria que muitos tem a uma moça que, hoje, se mostra uma pessoa arrogante, fútil e debochada e se julga a campeã por antecedência. Pra ela e seu preguiçoso marido, tanto fez como tanto faz o desempenho nas provas, como tanto fez como tanto faz a presença de outras pessoas na casa. Isso, porque o sistema de votos mudou, e ela conta em sempre ser salva pelo público.

      A grande sacada do Power Couple consistia em acompanhar a forma como o casal se articulava para vencer e superar cada uma das provas. Esta edição, flopou nesse quesito. Ficou reduzida ao mimimi do vitimismo, coitadismo e outros ismos que a gente já cansou de ver no BBB e AFazenda. Perdeu a graça!!!

      A meu ver, outro equívoco foi a escolha do Gugu. Ele é um ótimo apresentador de auditório. Fazendo a mediação do reality, perde muito da sua essência. É nítido o seu desconforto quando casais começam a discutir diante dele: vira de lado, dá uns passinhos pra trás, seu tom de voz muda, como se tentasse sair daquela situação. Não é pra ele.

      Enfim... jogo que segue....

      Grata pelo comentário.
      Uma ótima semana!!!
      Abs.

      Excluir
  15. Shadow! Desconfio que este seja o teu 1º (primeiro) artigo sobre o Power Couple. Não estou acompanhando este programa da Record, mas, como encontrei este texto entre os meus e-mails que recebi neste domingo (17 de junho de 2018), então, deixo as minhas homenagens ao autor. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk.... Ricardo você é ótimo!!!

      É sempre bom reencontrá-lo, meu amigo!!! \o/ \o/ \o/

      Você está certo. É o primeiro artigo que escrevo sobre Power Couple (dentre todas as edições). :)

      Grata pelo carinho!!!
      Boa semana!!!
      Abs.

      Excluir
  16. Estou amando esse blog!
    Pelo menos aqui encontrei pessoas que pensam como eu penso.
    Amo o blog da Beth, mas atualmente só tem fanáticos pelo Marlos e Aritana.
    Tirando a dona do blog o resto não aceita minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edy, você não viu o blog em época de BBB e AFazenda!!!

      É muito divertido, até porque tem gente de todas as tribos, torcendo e trocando ideias sobre seus participantes preferidos. É um mosaico de opiniões, rsss...

      Abs.

      Excluir
    2. Eu gosto muito de A fazenda.
      Quero vir aqui quando o programa estiver no ar.
      Gosto dessa forma como você interage com os comentaristas.
      Bjs👄👄👄👄👄👄👄👄👄👄👄👄👄

      Excluir
    3. Grata Edy. Também gosto da interação de vocês comigo. Cada um com sua visão dos participantes e do jogo. Só soma!!!

      Gosto muito de AFazenda também pelo ambiente onde se realiza. Os animais a meu ver são uma atração a parte e o jeito desajeitado de alguns em lidar com eles é icônico, rsss... Esse é o grande diferencial em relação ao BBB. E as provas, em especial as das primeiras edições, são criativas e muito bem elaboradas.

      Um abraço fraterno!!!

      Excluir
  17. Oi Shadow, tudo bem?

    Pelo que entendi sobre a dinâmica do Power Couple, nas poucas vezes que assisti a primeira edição e dessa vez, consiste em reunir casais que sejam bons nas provas e, assim, possam acumular o maior valor em dinheiro para conseguir escapar das DR's e, consequentemente, serem eliminados.

    Jogo e objetivos postos, vem tb o fator convivência e afinidades entre os casais participantes, que já foi muito importante no antigo sistema de votações, que não contava com a participação do público, antes da final.

    Assim sendo, o exemplo de casal harmonioso, que se respeita, pode não ter a importância que vc destaca em seu texto, mas o fator maturidade, por serem de outras gerações, esse detalhe foi totalmente quebrado, ao criticarem a participação da Munick por já ter sido uma ex-campeã, algo que, se não podem reclamar com a produção, tb não podem cobrar dela e levar esse fator como motivo primordial para uma antipatia gratuita, prévia, que influenciou nas decisões tomadas já a partir da primeira semana e de comentários de cunhos maldosos e raivosos por parte justamente desses casais que teriam de ter um comportamento diferente, e se sentirem mais confiantes nos seus desempenhos como bons jogadores. Torcidas todos já levaram em suas bagagens de subcelebridades.

    Deixando bem claro que não torço por nenhum casal desse reality da Record, só acho que esse comportamento contradiz o que se espera de casais que, usando suas palavras, pertencem a uma geração única e última e que poderiam servir de exemplo para os atuais.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hanne,

      O ponto alto do Power Couple são as provas e a forma como cada casal se articula para apostar e analisar a possibilidade de sucesso do parceiro a partir do conhecimento que se tem dele.

      Nesse sentido a afinidade e entrosamento dos casais conta muito, como pontuado no texto. Não é apenas uma questão de maturidade.

      Falar que criticaram Munik por ela ter sido campeã no BBB é ficar patinando no mimimi e no jogo de excluída que a própria faz lá dentro. E ademais, eles não disseram nada demais. Constataram um fato.

      A queixa de todos, não é de um nem de dois, mas de todos, é com relação à postura que ela e o marido têm na casa. Quanto à primeira semana, a distribuição dos quartos foi aleatória e fazia parte do jogo. Letícia e Marlon por haverem ganho a prova teriam que colocar três em quartos piores. Era a regra do jogo. Por acaso Munik ficou no perrengue. E daí? Tivesse ido bem na prova ou tivesse revertido isso. Não o fez porque quer bancar a pobre perseguida, jogando pra torcida.

      O texto é perfeitamente coerente com o comportamento dos casais. É cristalina a diferença entre a geração ouro e a geração mimimi cheia de não me toques.

      Boa semana!!!
      Abs.

      Excluir
    2. Arrebentou,amei querida tudo q falastes,até comentei,fico triste em vê muitos torcerem por esses casais, q pena,a diversão não é a mesma d antes, nem os valores as emissoras por ibope estragam tudo ,modificam as normas por unidades a + entraram lá pensando 1 coisa modificaram tudo. E a vida né?

      Excluir
    3. Oi Ge, obgda por suas palavras em concordância com o que penso do pouco que acompanho esse reality da Record, mas que dá para tirar algum ponto de vista sobre as atitudes dos casais participantes. Bjo.

      Excluir
    4. Olá Gê,
      Grata pelo carinho, minha querida.

      Sim. Esta edição perdeu com as mudanças feitas. O Power Couple deixou de ter o diferencial que tinha em relação aos outros confinamentos. Apostaram na audiência, em ser assunto nas redes sociais, sem preservar a sua identidade.

      É a vida...

      Boa semana!!!
      Bj.

      Excluir
    5. Ge, por vc ter feito seu comentário em resposta ao meu (usando o espaço abaixo dele) lhe respondi, porém com a resposta da Shadow fiquei confusa a quem vc se refere e concorda com o posicionamento, se o meu ou o dela. Daria para vc esclarecer? Bjo

      Excluir
    6. Hanne perfeito !!! É isso nesmo , a partir do momento que o público participa das votações , não tem como analisarmos só o que o casal faz pra ganhar as provas , as apostas etc . , quando nós o público escolhemos , escolhemos por empatia , e geralmente vence quem sofre perseguição ou é excluído pelos outros paticipantes , haja vista os 2 últimos bbbs qdo venceram Gleice e Emily.

      Excluir
  18. Para opinar com credibilidade e poder tecer comentários sérios sobre este tipo de reality teria de ter acesso a 24 horas de transmissão. O que se passa nas entrelinhas da edição é determinante para uma análise segura e determinar conclusões. Como tal, acho pretensioso, com tão pouco material, avançar com " classificações " comportamentais divididas em estereótipos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabel,
      A opinião no texto é séria e a reflexão também. Esta baseada no modo como os participantes reagem a certas situações, como se comportam, o que eles dizem e como se avaliam entre si. Citei alguns exemplos nos comentários.

      Não há nada de pretensioso. O que vemos lá acontece aqui fora também. É justamente essa ponte que o texto faz. Hoje há uma geração "nem nem", acomodada, folgada, mal educada, desinformada, que faz muito barulho por nada e gosta de facilidades. O que contrasta com outra, que investiu em si mesma, trabalha para alcançar o sucesso, aceita os desafios que a vida impõe e sabe viver em coletividade. Isso não são estereótipos. É a realidade. Uma realidade que também é possível ver no Power Couple. Nem mais nem menos.

      Abs.

      Excluir
    2. E por acaso já parou para refletir que a geração que intitula de " "nem nem", acomodada, folgada, mal educada, desinformada, que faz muito barulho por nada e gosta de facilidades. " é a geração seguinte " à que investiu em si mesma, trabalha para alcançar o sucesso, aceita os desafios que a vida impõe e sabe viver em coletividade." como tal a que passou referências , valores, educação à geração "nem nem"? Não vivo num mundo teoricamente perfeito onde o certo e o errado são compartimentos estanques e são privilégios de algumas almas iluminadas. Acredito no diálogo e no debate das diferenças porque é a partir delas que se vai construindo os alicerces para uma sociedade melhor e em constante evolução.

      Excluir
    3. Isabel,
      É isso mesmo. A geração nem-nem, também conhecida como canguru, a que não estuda nem trabalha, permanece na casa nos pais até os 30 anos ou mais, busca sua identidade nas redes sociais, lida muito mal com as contrariedades e frustrações, gosta de facilidades e comodidades (inclusive tecnológicas), estabelece relações transitórias e perenes, é cheia de mimimis e não me toques, sua música preferida é o funk. Essa geração hoje representa mais de um quarto dos jovens brasileiros. Sabia?!? Multiplique isso mundo afora. Contraditório com o que é a geração anterior, na qual não se espelharam e com o que seja o próprio sentido de juventude, uma vez que juventude é sinônimo de vigor, reivindicação, audácia, inconformismo, força para crescer e sair do lugar.

      Você pontua o diálogo. E tem razão. O caminho para o nosso crescimento e evolução é o diálogo. Mas isso está se perdendo também. Em várias famílias cada um janta em cômodos diferentes diante da televisão ou do celular e laptop. Quando sentar-se à mesa do jantar deveria ser um ritual para aproximar as pessoas.

      Algo se quebrou entre a geração de ouro e a geração mimimi. Esse é o debate. Essa é a reflexão.

      Parabéns pela análise e argumentação. Você foi no centro da questão. É justamente isso que está sendo estudado e pesquisado neste momento.

      Um ótimo dia!!!
      Bj.

      Excluir
  19. Bom dia.Shadow concordo na integra com seu texto e seus comentários em resposta aos comentaristas.Vejo o programa dividido em gerações como você.E essa geracao de mínimo é assim mesmo.Sao maus educados e outras coisas mais.Eles se acham.Adorei seu texto.Abracos.Tereza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tereza Cristina,
      Ownnnn... que lindo teu comentário!!! Muito obrigada minha querida!!!

      É bem isso que você diz. A divisão entre os grupos transcende a lavar uma louça, ao quarto A ou B, tem a ver com educação, valores, ética, atitudes, humildade, compromisso, respeito, princípios dos quais estamos cada vez mais carentes.

      Boa semana!!!
      Bj.

      Excluir
  20. Olá Shadow, primeira vez que escrevo aqui. Uma amiga minha pediu para ver o seu texto. Adorei, vc viu por um ponto de vista que eu não havia pensado. Educação, respeito, fair play. O PC é um game de provas e quem se sai bem nas apostas e nas provas, não podem ter culpa dos que não tem competência para executarem o que é pedido pelo programa. Gostei que aqui vc lê e trata com respeito todos os que escrevem, mesmo tendo a opinião diferente da sua. Eu amo cachorros e acho que eles aproximam as pessoas. Foi bobeira o Munik não ir brincar, sendo que estava na cara dela que queria ir.
    Enfim, eu vejo o que vc tb esta vendo na TV.Os últimos realitys estão deixando a desejar com seus campeões. Uma geração que quer fama e não trabalhar numa carreira. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Petula Clara,
      Que bom tê-la aqui!!! :)

      O grande diferencial do Power Couple são as provas. Algumas desafiadoras de fato. Ao mesmo tempo permite que a gente veja o quanto de entrega, confiança, solidariedade, equilíbrio, há entre os casais e como eles convivem com outros casais, cada qual com as suas vivências e histórias. É um reality diferenciado, pelo simples fato do sucesso depender da sintonia e afinidade entre duas pessoas, o casal.

      Amo cachorros também. E a reação que os cães tiveram ao reencontrar a Aritana e o Paulo foi comovente. Pena a Munik não ter ido até o jardim. Teria ganho alguns pontos no meu conceito. Ela mudou. Se fosse no passado, lá no BBB, teria ido correndo e até brincado com aquelas fofuras peludas. O tempo muda as pessoas... algumas para melhor... outras...

      Uma linda semana!!!
      Bj.

      Excluir
  21. Ola
    ótimo texto concordo com tudo que voce escreveu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Belinha,
      Grata pela presença e comentário!!!

      Bj.

      Excluir
  22. Gente!
    Como vocês reagiriam sabendo que o casal que recebeu seus bichinhos na mansão nao gostam de você, desejam que vc seja o único a não ganhar o jogo.
    Me desculpem mas não posso concordar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edy,
      É mais simples do que parece. Basta não virar ferro ou virar aço. Basta virar luz.

      É o que Aritana e seus amigos faziam ao preparar a comida para todos, mesmo sabendo que o grupo que usucapiu o sofá, debochava e os afrontava com apelidos pejorativos.

      É o que a gente faz quando encontra no elevador o vizinho antipático e rancoroso. Ao invés de não entrar, pessoas normais entram no elevador e dão "bom dia". É simples e não dói.

      Excluir
    2. E pra complementar: Munik não foi até onde estavam os outros e os cachorros pra não sair do roteiro de "perseguida". Apenas por isso.

      Excluir
    3. não confio em pessoas que não gostam de cachorro, mas confio totalmente no meu cachorro quando ele não gosta de uma pessoa

      Excluir
    4. É o sexto sentido dos cães. Quando estão próximos de alguém têm a capacidade de captar os sentimentos e de perceber se a pessoa é confiável ou não.

      Sendo você amante de cachorros, creio que poderá gostar de um texto que escrevi sobre eles: "Em algum lugar na Ponte do Arco-Íris". Segue o link:

      http://cantinhodashadow.blogspot.com/2015/01/em-algum-lugar-na-ponte-do-arco-iris-os.html

      Até a próxima.
      Bj.

      Excluir
  23. Gente!
    Como vocês reagiriam sabendo que o casal que recebeu seus bichinhos na mansão nao gostam de você, desejam que vc seja o único a não ganhar o jogo.
    Me desculpem mas não posso concordar.

    ResponderExcluir
  24. Como tem pessoas falsas nas rede sociais vem aqui diz que não torce pra nenhum casal do power couple aí vai a outros blogs e defende munik e e Anderson com unhas e dentes,porque não assume que torce pra esse casal e pronto goste ou não,agora vim pra cá com demagogia não da,fala que torce e pronto,e deixa de falsidade.

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Espero um dia ter esse espírito evoluído.
    Vou praticar!
    Não sou vingativa, só tenho boa memória.
    Mas fica a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edy,
      Se formos levar tudo a ferro e fogo, estaremos condenados à extinção. Com espírito evoluído ou não.

      Excluir
  27. Do que aciadia Aritana da o sangue nas provas se ela não tantos seguidores ela está perdendo tempo atoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Maria Oliveira,
      A destacada participação da Aritana no Power Couple só terá valido a pena se ela conseguir um quadro de culinária na Record ou para divulgar algum canal que ela venha a criar na net.

      Caso contrário, estou com você. Em não sendo a vencedora, foi uma exposição desnecessária.

      Boa noite minha querida.
      Bj.

      Excluir
  28. Do que aciadia Aritana da o sangue nas provas se ela não tem tantos seguidores ela está perdendo tempo atoa.

    ResponderExcluir
  29. Até hoje concordei com todos seus posts menos esse. Mulher do Nizo antipática, debochada e cheia de soberba. Mulher de Marlon, alcoviteira e prepotente. Ficou humilde agora na final.No inicio era intragável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avaiano,
      O Power Couple é basicamente um reality de desafios. E nesse contexto, as mulheres que você cita, com os seus maridos, deram um show nas provas. A Tatí, com ousadia e audácia, fez a maior aposta de todas edições; e, a Letícia mostrou perspicácia e raça em muitas provas. Nesse sentido, elas foram power.

      No mais, fico feliz em saber que você acompanha meus posts.

      Boa noite, my friend.
      Abs.

      Excluir
  30. Aritana culta? kkkkkkkkkkkkkkkkk Aempre destilou machismo, superioridade, arrigância e indelicadeza com suas patadas. "Seje menas"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anderson,
      Ela é uma pessoa articulada, tem agilidade mental, se expressa bem, e jamais escreveria "seje menas".

      Abs.

      Excluir
  31. Shadow seus textos são ótimos, mas desta vez concordo mais com Hanne.
    A princípio eu torcia por outros casais que já foram eliminados , mas logo que começou a se formar a panelinha da presidência , comecei a torcer por Munik e Anderson , porque eles foram perseguidos desde o inicio , por ela já ter ganho outro reality , os casais que vc acha o máximo , deixaram claro que se encomodaram de vê-la participando do Power .Eu pergunto , ou melhor se coloque no lugar de um casal em confinamento longe da familia , sabendo que a maioria dos companheiros de confinamento estão loucos pra você se ferrar e ser eliminado , o que vc faria ? será que iria ficar de mimimi , beijinhos e abraços com todos ?,o Jorge e a Laura também passaram por isso e venceram a Simony não apenas por serem kamikazes super power , mas tambem por conquistarem o público. Eu não vejo carisma nem no casal Aritana e Paulo e nem em Leticia e Marlom e acho que qualquer RS se vence principalmente pelo carisma e isso a doce Munik tem de sobra e Anderson com seu jeitão duro , seco , introvertido , muitas vezes é engraçado , eu torço pelos 2 e pra Tati e Marcelo , prefiro esse jeito da Tati de gritar , espernear , por exemplo , à cara de bunda que a Aritana faz nos depoimentos do casal. Aritana se acha a dona da casa e o Paulo é pura arrogância , nem vou perder tempo falando dos outros casais .....afff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coralina,
      Os perseguidores são desde o início aqueles que você trata como "perseguidos".

      Munik, hoje, é tão indigesta quanto o seu debochado e folgado marido. Ela se excluiu desde o início do grupo por opção e joga isso pra plateia, colocando-se como "vítima daquela gente malvada. Os próprios apelidos dados aos outros participantes fazem parte do seu canhestro roteiro de "excluída", como "presidência", "diretoria"... Compra esse teatrinho quem quer.

      Os outros estabeleceram laços entre si, riem e se divertem, fazem as atividades da atividades da casa em conjunto, sem reclamar ou fazer draminha. Não seguem um script. São gente grande. É isso o que diferencia uns dos outros.

      Além do mais, o Power Couple é um game de desafios e provas. Não um concurso de popularidade ou simpatia.

      E pelos resultados excepcionais até aqui, o power couple desta edição são indiscutivelmente a Aritana e o Paulo. Eles simplesmente arrasaram e arrasam!!!

      Boa noite. Fica com Deus!!!
      Bj.



      Excluir
  32. Quero ler seu comentario quando a Munik voltar do DR e esse casal falso sair. Que vença a Munik ou o Marcelo são os melhores e o publico reconhece isso e não gostam de injustiças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ailton, tudo o que tinha a dizer, já está dito. Nada mais a acrescentar.

      Fique bem, meu caro.

      Excluir
  33. Colocar esses casais num pedestal como se fossem a perfeição e maturidade em pessoa é um pouco demais. Se fossem tão maduros, cultos e superiores não se reuniriam dia e noite no quarto para falarem da Monique e do Anderson. Se julgam superiores, mas na verdade morrem de medo da popularidade da Monique. Não torci para ela no BBB e nem simpatizava muito com ela, mas que eles são perseguidos isso são. Ouso até dizer que os casais super Powers que vc tanto fala, são os responsáveis pela Monique ter ganhado mais simpatia do público. Se esse era o "jogo/roteiro" dela, eles foram responsáveis pela divulgação e merchandising do filme dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alê,
      Não há pedestal algum. Eles são pessoas normais com qualidades e defeitos. Não escondem isso de ninguém. E sim. Estão acima da turminha tatibitati. Ainda bem!!!

      Abs.



      Excluir
  34. É isso Ailton Trench 😉👍.E se sairem Anderson e Munik é presepada , deixo de assitir pq a record vai estar dando premio para o casal evangélico.

    ResponderExcluir
  35. Eu acho que o autor do texto (que eu muito admiro e gosto de ler os textos) não está acompanhando o mesmo Power Couple que nós estamos vendo. Munik e Anderson desde o primeiro dia foram perseguidos por Munik já ter ganhado outro reality. Aritana? Bom, é o terceiro reality que participa, e terceira vez que repete os mesmos erros, arrogância, prepotência, dona de si, a única chance de se sair bem em um reality era mesmo o Masterchef, onde público não decide, pois com aquela cara ranzinza e mal amada, impossível o público se identificar. Munik e Tati estão fazendo muito bem, se fossem amiguinhas do bando, com certeza desceriam a lenha nelas por serem tachadas de falsas, de duas caras, etc, sempre haveria motivos para criticá-las.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, meu caro leitor,
      Desta vez temos visões diferentes. Para mim é nítido que Munik e Anderson optaram por se isolar e fazer o papel de "perseguidos".

      A princípio, os outros apenas estranharam o fato dela participar, após haver ganho recentemente um reality. E isso é uma constatação, não um crime. Nunca mais tocaram no assunto. No entanto, o que chama a atenção desde o início, é a resposta prepotente dela diante disso. Muito fuá por pouca coisa.

      Ao invés de mostrar o merecimento por estar ali, aproveitou para desdenhar de todos, como se fosse um ser supremo, superior e intocável, e a fazer um cansativo joguinho de "perseguida", seu jogo. O Anderson então, sem comentários. É uma pessoa intratável, insociável e intragável.

      Quanto à Aritana, Power Couple e Master Chef não se comparam. Neste ela foi eliminada não por sua cara feia ou bonita, mas pela qualidade do prato apresentado aos chefs. Em outras palavras: havia participantes que eram melhores cozinheiros que ela. Da mesma forma que Power Couple não é um concurso de popularidade, mas, de habilidades, parceria, desafios e ousadia.

      Mas fique tranquilo... é apenas um jogo. O que a gente ganha é poder estar próximo para comentar e opinar. Se você têm as suas preferências e já me leu e acompanha, sabe do meu respeito pelas diferenças.

      Um abraço amigo!!! :)



      Excluir

ATENÇÃO:

O Votalhada é um blog para AMIGOS do Votalhada. Se for falar mal, não perca seu tempo.

#SemPolítica #SemOfensas #SemMAIÚSCULAS #SemBabacas

LEMBRE, depois de postar fica gravado para sempre. Mesmo que você exclua, a mensagem enviada pelo sistema para o moderador (com o texto postado) não desaparece.

LEIA AS REGRAS:
http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html



Atenção a todos os usuários que não configuraram suas contas do Google ou Blogger e que aparecem como Unknown: A partir da próxima postagem esses usuários não serão publicados.

Grato.