21 setembro 2016

RuPaul's Drag Race All Stars 2 - Episódio 4 por Rômulo Cordeiro

No episódio anterior RuPaul desafiou nossas queens a contarem as histórias da meninas mais malvadas da história em forma de musical. Durante os ensaios Ginger Minj notou um certo tom de veneno e estratégia nos comentários de Phi Phi O’hara, o que deixou a queen com a pulga atrás da orelha em relação a amiga de Workroom. Na passarela, o tema foi “O futuro do drag”. Alyssa Edwards e Detox levaram a melhor da semana, enquanto Katya e Ginger Minj foram pra berlinda. Alyssa levou uma gorjeta no valor de 10mil dólares e a responsabilidade de eliminar uma queen após ganhar o Lipsync for your legacy. Apesar da desaprovação das outras queens, Alyssa, eliminou Ginger Minj porque segundo ela, Katya ainda tem muito o que mostrar. E isso é o que você precisa saber antes do próximo episódio.


Logo após a eliminação de Ginger os questionamentos se voltaram para Alyssa e o que a levou a eliminar a Queen. Todas julgaram a decisão de Alyssa muito equivocada, uma vez que todas tinham combinado de eliminar a que recebesse mais críticas. Mas sendo sincero, eu concordo com a atitude da Alyssa, a Katya vinha recebendo boas críticas sobre suas performances e recentemente ela estava entre as duas melhores, acredito que não deveríamos julgar ela por apenas um noite. Já Ginger, bem, não vi evolução nela desde a sua participação na sétima temporada. Então, estou junto com Alyssa e não abro.


Para o desafio da semana RuPaul propôs um desafio em duplas, onde cada uma deveria fazer uma paródia dos filmes que mamma Ru disponibilizou.

De cara Alyssa agarrou Alaska, Katya se desesperou em busca de Detox pois segundo ela não queria ficar com as piores atrizes, sendo assim, Phi Phi e Roxxy Andrews eram a terceira dupla do desafio.


Alaska e Alyssa ficaram com "O que terá acontecido a Baby JJ?", onde Alaska interpretou a Baby JJ e Alyssa sua irmã mais velha que foi internada num asilo. Alyssa com certeza não teve uma boa interpretação nessa. As vezes ela tinha mesma expressão de indiferença, do que de assustada com a irmã psicopata. Já Alaska, fazia caras e bocas, trejeitos, utilizava todo o seu corpo pra compor um bom personagem, sem falar no timming de suas piadas que deixavam Alyssa bem pra trás. Alaska salvou toda a cena.


Detox e Katya interpretaram "Velma e Weezy", que depois de um acidente acabaram sendo amigas zumbis. Acredito que tenha sido a melhor esquete tanto pelo roteiro e pela energia que Katya e Detox tinha e compartilhavam conosco. Da forma que foi trabalhada, parecia mesmo que as duas eram amigas há anos, e o jogo de papeis da inteligente e da burra caiu muito bem pra elas. Não houve quem brilhou mais ou quem deixou a desejar, foram interpretações igualmente boas.


Phi Phi O’hara e Roxxy Andrews ficaram com "Showsquirrels" que falava de uma mãe que já foi showgirl, mas foi forçada a se aposentar e sua filha que está entrando no ramo dos concursos de beleza. Phi Phi estava muito bem caracterizada e pode contar com uma ajudinha do texto para compor seu personagem, não foi tão ruim quanto Alyssa, mas eu esperava mais dela já que ela estava determinada a chegar ao top 2 da semana. Roxxy Andrews não teve muito graça na sua interpretação. Acho que por ela ser uma showgirl, poderia ter brincado um pouco mais com isso. Mas tudo o que ela me transmitiu foi uma criança mimada e sem graça.

Na passarela a categoria era Dois looks em um, inspirado no desfile de apresentação da Violet Chatick na sétima temporada.


Phi Phi chegou com um vestidinho lindo azul e com uma coroa para no decorrer da passarela ele se transformar num longo amarelo bem parecido com a Bela e a Fera. Achei bastante criativo e bem ousado pela mistura de cores, mas, eu trocaria a peruca achei que foi o que pesou no seu look. Porem, os jurados acharam sua performance no desafio boa e sua passarela também, então como ela queria, Phi Phi estava no top 2 da semana.


Roxxy como sempre sabe modelar seu corpo muito bem e isso ficou bem claro quando ela decidiu usar seu macacão preto que logo se revelaria num vermelho fatal magnifico aprovei bastante seu look e dessa passarela, esse seria um que eu usaria. Mas esse vestido não salvou Roxxy da berlinda.


Katya excêntrica com sempre arrancou alguns “oooh” de surpresa ao revelar seu vestido de gala vermelho, e também o pentagrama na testa ao tirar a franja. Gosto muito de todos os looks da Katya ela sempre tenta parecer mais louca do que ela já é, mas sempre mantem aquela cara de pessoa instável e angelical. Nunca sei o que passa na cabeça dela. Mas, Katya estava indicada a eliminação.


Já Detox pra mim não transformou seu look, na verdade ela só fez desmonta-lo. Deixando a capa cair e fazendo um vestido longo, pra quando chegasse no meio da passarela ela demonstrar seu body. Não foi um look forte nessa noite. Detox foi Salva.


A transformação do look da Alyssa também foi fraca. No meu ponto de vista ela estava apenas usando uma capa pra depois mostrar a verdadeira concepção do look. Um vestido cheio de leds e câmeras fotográficas foi diferente, mas, era muita informação pra um vestido pra uma passarela simples. Juntando passarela e performance, Alyssa estava indicada a eliminação.


Vocês podem até dizer que estou em contradição em dizer que gostei do look da Alaska se ela entrou coberta por um vestido preto e só o deixou cair pra revelar o verdadeiro. Sim, até concordo. Mas, Alaska brincou muito bem com esse desafio. Eu explico: Quando Alaska entra toda vestida de preto é uma alusão ao look de estreia no All Stars, um vestido que parece que foi feito com sacos de lixo, pra depois mostrar uma outra personagem que é a Lil’ Pond Cake. Ou seja, eram dois looks em um e duas personagens em um. Foi uma jogada arriscada, mas muito boa. E isso garantiu a Alaska um lugar no Top 2.


Confesso que foi um Lipsync acirrado, tanto Phi Phi quanto Alaska deram muito de si nele, sem falar num show de performance em cima daquele palco. Mas eu temia, de verdade que a Phi Phi ganhasse. Todos que acompanharam o episódio sabiam qual seria a sua escolha. Mas, a vencedora foi Alaska e pro meu desespero ela eliminou a Alyssa, o que era o que eu menos queria nessa altura do jogo. Mas é um jogo e ele está cada vez mais difícil.


Após sua eliminação, Alyssa saiu como uma boa jogadora, sem rancor e sem arrependimentos, e citou sua frase: “Vencer não é tudo, mas querer ganhar é!”. Por isso que eu gosto da Alyssa, ela nunca se deixa abalar.

Mas, antes que ela pudesse começar a chorar RuPaul apareceu na TV avisando que nem tudo estava perdido, e que ela poderia voltar.


É então que temos um pedacinho da reação das queens após a eliminação da Alyssa e a surpresa para todas. As eliminadas refletidas no espelho com bastante vingança no olhar! O que será que vai acontecer no próximo episódio? Ou melhor, quem vai voltar?

Deixe seu comentário e vamos debater teorias.

Obrigado por acompanharem o recap toda semana e até o próximo episódio. Abraços, raiolaser.


Rômulo Cordeiro
Twitter: @Raiolaser_
Instagram/snapchat: raiolaser



0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html