07 abril 2016

Frank Killer | "BBB 16": Atributos


Atributos

Emails de Anderson em
Em 2 de abril de 2016 05:32 e
Em 4/4, autorizando a divulgação

"Ola, Frank;

Está autorizado, adoro seu trabalho e sua forma honesta de julgar os caracteres, sem parcialidade, por isso estou muito feliz em compartilhar opiniões com você e espero continuarmos ainda vários realitys, Big brother e Fazenda e, talvez outros...

...Classifiquei, com pontuações, cujo somatório de todos os participantes em cada quesito é de 100 pontos, achei mais justo porque se, por exemplo, tivesse 15 pessoas muito baixo e um muito alto em algum quesito, este poderia receber muito mais pontos que os demais, seria um mérito, porém, alguns empates são obrigatoriamente mantidos nesse sistema.

Alguns participantes precocemente eliminados me deram dúvidas para pontuá-los mas, as pontuações, foram num chute, mas um chute "com consciência", de acordo com minha opinião sobre o que acredito fielmente que eu esperaria da atitude dos mesmos.
Quesitos positivos

Sinceridade (franqueza): São pessoas que mostram transparência do que são através de suas ações, coerentes, tem tomada de posição, tira tudo a limpo. Descartei bordões, porque todos pegamos mania, acho até graça, a não ser que seja usado pra "causar". Ana Paula e Munik foram exemplos das características acima.

Honestidade (integridade): São pessoas escrupulosas, com ética e que usam o bom senso, Harumi foi a maior pontuadora, pelo que eu vi ela julgando daqui de fora, e com o pouco tempo lá dentro, coerente, ganhou muitos pontos comigo.

Personalidade (forte): Pessoas com muita atitude, que procuram fazer valer suas idéias e opiniões, não são facilmente convencidas, por isso, Munik é a pessoa de mais personalidade em minha opinião. 

Inteligência: Só é válido se for útil ao participante dentro do reality, inclui algumas habilidades como matar charadas, boa memória e observação, também inclui conhecimentos observados em outras edições, "amnésia" não influenciou, por não considerar livre arbítrio.
Ronan foi muito bem preparado, observa câmeras em volta do big fone, ele tem até técnicas para "desestressar" quando está em uma situação tensa, por isso foi quem eu mais dei pontos.

Carisma: Capacidade de liderança, conquistar pessoas, cativar. Esse é o único quesito que eu fiz uma"consulta", mas acredito que bate com a opinião da maioria das pessoas que sabem julgar.  Munik foi em quem eu mais coloquei pontos.


Humildade/Modéstia/Cordura/Equilíbrio: Qualquer pessoa que tenha essas características, quanto mais, melhor. Geralda venceu por eu achá-la uma pessoa resiliente.

Lealdade: Qualidade de ser fiel aos seus compromissos. Ronan venceria até com folga, se não fosse sua mudança brusca de humor, que pode perder a confiança das pessoas, mesmo assim foi o maior pontuador na categoria.
Quesitos negativos


Máscara/Personagem: Aparência enganadora, que não existe, com intuito de ocultar sua personalidade real e seus pensamentos. Cacau pontuou mais, seguida por Renan e Daniel, seus personagens foram, respectivamente, a "bobinha sonhadora", "o fiel se desviando de tentações", e o "boa praça e conselheiro". Não me convenceram, foi tudo pensando nas câmeras e todos eles caíram em contradições várias vezes, Adélia também é um bom exemplo de personagem.

Lábia, Dissimulação/Manipulação : Diferente da máscara, que é algo inexistente, é a distorção de uma realidade, total ou parcial, seja com uso de sofismas, seja com diferentes versões, ou até encenando choro, a intenção é a mesma, mudar a opinião de outros (incluindo público). Adélia foi a maior manipuladora, tem boa lábia, é eloqüente e argumenta muito bem, o que facilita muito para convencer aos outros. Juliana e Tamiel são parecidos com a Adélia neste quesito.

Jogadas sujas diversas: São jogadas de todas as formas para benefício próprio, sem se importar com a desonestidade, por exemplo, montar paredões fortes, fugir de adversários ou paredões, fazer jogo duplo, "agradar a todos", etc. Matheus foi o "campeão", foi quem mais agradou a todos, demorou escolher um lado, fugiu o quanto pode de paredões e quando sabia que iria de qualquer jeito, resolveu ficar "muito apaixonado", a participação do Laham também o desmascarou um pouco mais, pois nem ciúme demonstrou ter.

Frieza emocional: São geralmente os mais pensadores, e que procuram não se envolver ou se apegar, Ronan apenas confirmou, depois da passagem da cadelinha Ana pela casa, que é o mais frio de todos, Tamiel, Alan e Renan também me parecem ser muito frios.

Comportamentos inadequados: Qualquer comportamento polêmico, exibicionista, irritante ou que "causa", podem ser incluídos. Blackout é, disparadérrimo, o maior vencedor, bem atrás vem a Ana Paula e, bem depois, vem o restante. Se o Blackout ficasse na casa, provavelmente estaria no paredão no lugar do Laércio, e, na pior das hipóteses, dentro da casa pediriam sua eliminação.

Inveja, Preconceito/Intolerância: São pessoas soberbas, ou que discriminam, perseguem ou invejam outras por quaisquer motivos.

Cacau venceu, observei que tem preconceito contra idosos, além de não se conformar ter mais atenção das câmeras que os demais, Juliana também pontuou bastante, seu caso era diretamente contra, primeiro a Munik, depois Ana Paula, principais vítimas de sua perseguição, Renan seu problema foi mais diretamente com a Ana Paula, além de também ser machista, inveja mulheres com atitude, Adélia também é extremamente invejosa, apesar de disfarçar melhor, alegando outros defeitos mais suaves.

Ciúmes, Ira/Rancor/Mágoa: São pessoas ciumentas/possessivas ou rancorosas e vingativas, Ana Paula venceu, apesar de saber que alguns disfarçam bem, mesmo assim foi em quem eu mais coloquei pontos.

Munik venceu em qualidades, Harumi é a mais elegante, com menos defeitos, e ambas ficaram coincidentemente empatadas, tendo eu, feito a subtração entre pontos de qualidades pelos pontos de defeitos.
 
Se for o caso, pode postar como e-mail de Anderson, como é o de costume com os leitores que você destaca.

Um abraço; um abraço em dobro;"



CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA AMPLIAR


Obrigado Anderson, por continuar compartilhando informações e opiniões comigo. Um abraço em dobro pra você também.


"Email de Fatima, 7 de abril de 2016 04:07

Na verdade é evidente que Cacau foi favorecida nas provas finais, não tem como negar, porém eu gostei que Dona Geralda que saiu, sem nada. Ronan merecia ficar, apesar de toda sua arrogância..."

Nesse paredão Geralda x Ronan, deveria ser Cacau contra qualquer um dos outros 3. Cacau sairia contra qualquer um deles (Geralda, Munik ou Ronan). Quem achar o contrário não sabe analisar RS ou as torcidas. A direção apenas quis dar a entender que não favorecia nenhum dos grupos, mas isso ficou foi mais evidente.

Uma Final entre Munik e Ronan daria muito mais audiência e votos em minha opinião. A direção apostou mais na Cacau. Quebrou a cara, porque as torcidas contrárias não fugiriam da raia e a Cacau não tinha cacife para sustentá-las!

A grande diferença entre a Mara e a Ana Paula, fora outras, foram os maus hábitos higiênicos da Mara. Não sei se você se lembra das reclamações da Ana pela sujeira do banheiro. Repudiei a Ana Paula pelo escândalo que armou contra o Laércio, mas a apreciei por sua luta contra a falsidade e por sua sinceridade e jogo franco. Ronan também tem essas qualidades.

Não há diferença em esculachar uma pessoa sorrindo ou com cara feia, com palavras bonitas ou com palavrões, com doçura ou com rispidez. A diferença é apenas na forma e não do mérito e, isso não torna ninguém menos e mais educado, apenas menos e mais controlado. 

Nunca tive preferência pela Geralda e não reconheci muitos méritos nela. Só acho que os mais novos deveriam respeitar sua idade e experiência. Já o Renan tinha a seu favor apenas ser atlético, por ter físico e estampa bonita. É apenas uma casca ou embalagem. O conteúdo é, infelizmente, pobre em meu julgamento e, ele se julga "o cara", só porque é modelo.

Munik é o contrário dele nesse aspecto físico. Ela é bonita por dentro e por fora. A atração pelo Renan cegou isso em suas admiradoras e fãs. Munik não reconhece nem que é tão bonita e bela por dentro e por fora!

Não se deve ter simpatias por "osmose". Uma pessoa não é boa por ser inimiga de quem não gostamos e nem por ser amiga de quem gostamos. Uma pessoa não é ruim por ser inimiga de quem gostamos e nem por ser amiga de quem não gostamos. 

Não digo que você está errada em ter preferências ou antipatias. Apenas só coloco em meus textos opiniões balizadas em critérios de méritos e deméritos e não de preferências pessoais. Preferências e rejeições aceito e deixo apenas para fãs de RS e de concursantes. Beijos!

"gerusa 5 de abril de 2016 20:36

E acho que ficou mais feio pra cacau e pesou muito foi o fato dela lá no início ter chingando Geralda. Outra, apesar de ter concordado com Mateus que apenas ficariam e ele pediu pra que ela falasse com ele se fizesse algo errado, ela falava dele pelas costas. Na primeira semana já tinha DR e chororo. E outra o fato dela agarrar todos os homens da casa, como irmãzinha pegou mal. Que aquilo dela agarrada no Laham de conchinha enquanto ele estava com Munick. Também não era minha final. Munick soube transmitir mais carisma. O chato é a gente não ter mais aquela expectativa de anos atrás. Quem será o vencedor? Até Munick já sabe que daqui algumas horas estará milionária. Que ela saiba usar esse premio em prol de sua família e estudar bastante né? Pq mesmo tendo segundo grau não dá pra ouvi-la dizer: pograma. Que venha o bbb17 e tudo muda, o primeiro que ousar combinar votos será eliminado mesmo que seja em defesa. Lembra da Aline uma negra linda, acho que foi no bbb13, Bam Bam debochou de todos na primeira prova do líder andando enquanto os outros corriam. Bial perguntou pra ela o que achava: ela na lata ridículo. Saiu no primeiro paredão. Se tivesse ficado mais tempo poderia ser uma outra Ana Paula. Mas, não era rica e nem tinha carinha de boneca de porcelana. O ano que vem estaremos aqui novamente dando pitacos. Beijos pessoal. Valeu?"

Beijos, Gerusa. Volte sempre! Conheço pessoas que possuem muito estudo e "tlocam letlas". LOL.

"gerusa 6 de abril de 2016 00:35

Satoshi, eu não disse que ela saiu por ser negra. Como ja teve muitas alines quis identifica- la. Ela também era como Ana Paula, debochada, sincera, briguenta e o povo aqui fora não gostou dela. Será pq? E da Tina aquela que bateu tampas e movimentou a casa toda? O que mudou? Sei não. Morei em BH por 30 anos, trabalhei na Assembleia Legislativa como funcionária pública. Conheci o sr Gerardo Renault e o poder que ele tem não só em minas como na esfera política brasileira, cada um tira as próprias conclusões. Acho que esse bbb não passou de um teatro, para acabar com essa coisa de bem e mal e ser apenas um game."

Não vejo a relação que você insinuou entre a influência política (sic) do pai da Ana Paula e a popularidade que ela obteve junto ao público. Deveria ser prejudicial e não o contrário, não? Filhos não justificam os pais e vice-versa, na verdade. Posso responder sua pergunta "O que mudou?" Nada mudou nesse aspecto sobre a sinceridade. Existem duas ou mais "sinceridades", tais como a sinceridade genuína e a sinceridade como jogo. O público como um todo, de modo geral, sabe distinguir entre tais "sinceridades".

Em tempo, existem também sinceridade em excesso e super sinceridades, muito evitadas por quem é diplomata ou comunicador. Uma é um defeito e a outra é uma qualidade nem sempre apreciada. Geralmente um diplomata fala apenas verdades que não pareçam serem opiniões dele e quase sempre um comunicador fala das verdades e das suas opiniões que são aceitas pela maioria do seu público alvo.  

"Satoshi 5 de abril de 2016 22:06

Concordo que ela causaria muito naquela edição, mas acho que discordo do fato dela ter saído só por ser negra... Acho que foi mais mérito do Bambam, que era um dos favoritos a vencer novamente o programa, do que qualquer outro motivo... Eu mesmo, mesmo sabendo que ela causaria bem mais do que ele na casa e movimentaria a mesma, preferia a permanência dele na época por simplesmente simpatizar... Talvez, se Ana Paula tivesse ido pro paredão contra Daniel no começo, tivesse saído assim como a sua citada saiu..."

Concordo com você, Satoshi. Aliás tenho notado que você sempre tem opiniões bem equilibradas. No BBB13 achei o fim da picada a Aline dizer que deleta quem posta em inglês para ela em suas redes sociais. É um direito que ela tem, mas revela que, como muita gente, não deseja aprender com textos inteligentes e perde o acesso a uma importante fonte de informação ao discriminar idiomas.   

"Maria Quarteroli 5 de abril de 2016 20:13, 23:54, 6 de abril de 2016 00:04
Nossa!! estou te desconhecendo gerusa,que isso, aff..

gerusa vc aqui está contradizendo tudo que vc falou no dia 2 da Cacau, eu gostaria de saber porque pode?

Frank,pera aí ela poderia na sua opinião ficar até em último lugar agora desqualificar a ponuo de da -31,menos trinte e um??,pera aí,pense só um pouquinho, ela é um ser humano e nao um bicho e outra se prova de resistencia nao tem valor para vc,problema seu,mas para mim é oque mais vale ..."

"Pera" aí você, Maria, não coloque palavras em minha opinião e em meus textos e, na minha opinião ela não estaria em último lugar. Ninguém falou que ela é bicho (não que eu saiba) e quem fica em último lugar num RS também não é bicho. Teve pelos menos uns 5 ou 6 piores que ela nesta edição, no cômputo geral em minha opinião e, na opinião de outros nem tinha tantos piores que ela.

Num outro comentário você disse textualmente: "nunca torci por maria Claudia para mim era a ultima da lista". Então não faz sentido algumas coisas que disse (que ela não mereceu pontuação negativa, por exemplo). Acontece que a metade dos concursantes mereceu pontuação negativa, porque são julgados méritos e deméritos ao mesmo tempo. Você também disse que vencer provas de resistência "para mim é oque mais vale ..."? Se nunca torceu por Maria Claudia, não seria uma contradição? 

Provas em RS não são indicativas de méritos do caráter. Perder e ganhá-las também não são deméritos e méritos que devam ser julgados válidos. Respeito sua opinião, mas não concordo com algumas delas. Sobre a pontuação, não fui o único que pontuou assim tão baixo a Cacau. 

Se fosse publicado metade dos emails que recebí falando mal da Cacau, você teria motivos para ficar revoltadíssima! LOL. Até em minhas redes sociais, entre meus seguidores e amigos, ela foi muito rejeitada, sem falar das enquetes do Votalhada e de outros sites. Sua preferência apenas não foi compartilhada pela maioria. Compreenda isso.

Outra coisa, Maria: pare de patrulhar as opiniões alheias, principalmente as minhas. Você tem o direito de discordar, mas quando discordar, diga porquê sem fazer ataques ou acusações vazias ou emitir argumentos contraditórios! As pessoas têm o direito de mudar de opinião e quem faz isso é sábio. Burras são as que persistem no erro, sabendo que são erros.

"Milla.Luana 5 de abril de 2016 23:55

Frank Killer,

Estou honrada.

Seu texto sabiamente fez jus a trajetória desta jovem mulher vencedora.

Me afeiçoei a Munik por ver nela características femininas que merecem ser exaltadas, que ela apreda com seus erros valorize cada vez mais as boas virtudes.

Aos admiradores de Maria Cláudia, deixo aqui meu abraço. Ela também é uma pessoa digna de muitos elogios."

Olá Milla Luana. Como você mesma deu a entender, Munik tem a maturidade de uma mulher mais velha que aos 19 anos. Talvez seja porque ela sempre tentou buscar maior maturidade e isso explica sua atração por pessoas mais idosas, sabidamente mais maduras e práticas.

Quanto à Cacau, faltou-lhe exatamente isso (maturidade) e explica sua falta de respeito aos mais velhos. Percebe-se quando um jovem é sábio quando procura beber da fonte do saber e da experiência. Isso pode ser o que Maria Claudia aprendeu com a Munik, ou deveria aprender.

"Elizabeth Tadiello 5 de abril de 2016 16:51
Munik não passa a mão na cabeça de ninguém, ou seja, nada de média. Cacau muito simpática, perdeu muitos pontos pelo fato de tornar-se visivelmente submissa a Matheus. Portanto, nessa disputa sou Munik (sem lero lero).

Wellington 5 de abril de 2016 18:35
Concordo com vc Elizabeth, a Cacau parece ser uma boa pessoa, mas o fato de ser mt amostrada e cheia de caras e bocas, agradando a todos e ao mesmo tempo dando uma de rejeitada e com aquele chororó todo não convenceu.

Cride 5 de abril de 2016 23:54
Assino junto! Parabéns, Munik!

Wellington 6 de abril de 2016 00:01
Belíssimo texto, parabéns!

Damia 6 de abril de 2016 00:04
Adorei, adorei e adorei.
Uma vitória muito merecida!

PAULO SENA 6 de abril de 2016 06:32
Desde do BBB13 que não havia uma ganhadora ou ganhador com uma grande aceitação pelo público."

Nenhum dos outros concursantes merecia mais que a Munik ganhar este concurso. Todos os demais apresentaram falhas de caráter (algumas gritantes) e um lado mau que pesou mais que o lado bom. Alguns nem neste lado bom tinham o suficiente a ser considerado como bom.

"Maria Quarteroli 6 de abril de 2016 01:07
Carisma para mim tem outro nome,me perdoem,mas cada qual vê do seu jeito, vi aqui uma emissora empurrando guelha a dentro o campeão que eles queriam,quando que MUNIK tem carisma gente,ela é bonitinha e nada mais.. pronto falei

    Maria 6 de abril de 2016 07:43

    Concordo com vc....Munik foi capacho da AP até depois que ela saiu.....na verdade era dificil escolher a menos pior pra dar o prêmio"

Ok, Marias. Uma vai com a outra, né? Só um detalhe esclarecedor: quem fez a campeã foi o público, não a emissora. Talvez por não saber o que é carisma é que muita gente torceu pelas pessoas erradas. Seria talvez o caso de dizer que quem a emissora tentou nos empurrar goela abaixo foi justamente a Cacau.

"Jubern 6 de abril de 2016 01:16

Esta edição do BBB será sempre lembrada pela porta que emperrou exatamente na hora que a campeã ia deixar a casa vitoriosa...

De nada adiantou dividir os competidores por idades, ferrar Ronan ao deixar ele levar todo mundo na conversa, dar viés de confirmação a Ana Paula, induzir um abandono, fazer um paredão falso, mutretar a formação dos paredões, mudar o sistema de votação, expulsar uma concorrente para manter sua popularidade em alta e entregar a vitória a seus aliados, colocar um ator na casa para paquerar Munik, fazer Maria Cláudia ganhar as duas últimas provas... A porta de aço travada, com a campeã se abaixando para deixar o confinamento, tal qual uma fuga da prisão ou liquidação anual de queima de estoque, se tornou a imagem definitiva desta temporada do BBB...

Definitivamente, Boninho está economizando isopor - e óleo lubrificante nas portas..."

A "imagem definitiva desta temporada do BBB" foi a vitória de quem mais mereceu ganhar o concurso na opinião do grande público. Minha interpretação sobre dois pontos levantados por você é diferente: a primeira é que nem a própria casa, se tivesse racionalidade, queria deixar a campeã sair. 

A segunda interpretação é que acho que a Ana Paula foi tirada por eles do programa para poderem aproveitar a popularidade dela na grade de programação da emissora, e não para manterem esta popularidade, que já eram favas contadas. Não foi a Globo quem fez a popularidade dela, mas ela própria e a audiência do programa. A emissora só foi o veículo.

"Maria 6 de abril de 2016 07:47

Final melancólico. Nehuma das duas me conquistou. Munik foi capacho da AP até mesmo depois da saída da louca. Cacau uma chata com arroubos infantis, choro e cantorias insuportaveis. Não me convenceu tanta pureza e inocência. Até a festa final foi um fracasso."

No Final venceu a melhor. Nem a própria casa queria deixá-la sair. Você me faz lembrar aquelas frases da música de Ney Matogrosso: "Mais louco é quem me diz, e não é feliz,  não é...  Feliz"! Balada  do Louco. LOL.


"Neusa Maria Vieira 6 de abril de 2016 22:59

Hoje comentei no Twitter que percebi Munik manipulada por Ana Paula. Senti a revolta de seguidores mas me mantive e mantenho firme em minha convicçao de que foi outro jogo de espelhos falantes tal qual foi o BBB 14. Lamentavel e feio ver a submissao das pessoas em troca de dinheiro pura e simplesmente."

O que você vê como submissão ou manipulação é apenas identidade de ideias e amizade. Você está percebendo com a ótica da antipatia.


Quem escolhe ler textos burros, permanece burro. Quem procura ler textos inteligentes beneficia-se mais. Quem não gosta de ler opiniões que contrariem as suas opiniões, apenas não as leiam e, se chegar a lerem-nas, apenas as ignorem!

12 comentários:

  1. Quer saber tudo que eu falar voce vai contradizer Frank, deixe quieto que é melhor,não torci mesmo por ninguem,mesmo pq eu não vi esse bbb, como lhes disse eu só acompanhava por aqui,mas odeio injustiça,quando vejo um monte de gente só metendo a lenha e m alguem e eu veja que é injusto eu falo mesmo, isso me irrita mesmo e eu vou para o lado dos mais fracos, que fizeram covardia dom a Cacau fizeram mesmo e já que tinha que ganhar alguem que fosse ela, ( ou vc acha que eu iria torcer por dona GG ou AP)eu hein,me erra,...se isso é contradizer,meu DEUS..... para mim foi um bbb sem vencedor,já que vc respeita tanto a AP porque ela é verdadeira ,teria que respeitar a mim tb,mesmo sendo o oposto de vocÊ ,lhe pergunto; para vir aqui e interagir tem que concordar com vc, se é por favor fale ,que não mais voltarei,pegou no meu pé legal, sempre falei que sempre gostei dos seus posts , acompanho sempre,mas não gostei deum post seu e deu nisso...só porque discordei pegou no meu pé legal...não gosto mesmo da Ana Paula não suporto ela e pronto, ..

    ResponderExcluir
  2. Bom dia,

    Amo o pós-BBB, só com o encerramento do RS nós podemos ver o quadro completo do jogo. Ter confirmado os achismos de outrora, acumulados no dia-a-dia da observação que fazemos pela analise da desenvoltura dos participantes em desenhar suas trajetórias, com os elementos que a direção coloca em suas mãos.

    Interessante metodologia Frank, atribuir pontuações objetivas sob análise de "virtudes" e "defeitos" que por excelência são elementos de natureza subjetiva. Isso mostra o desejo imperioso que nos temos de atribuir valor, peso e medida para fundamentar nossas impressões em tudo que observamos.

    Essa invocação de critérios matemáticos e objetivos para valorar os elementos subjetivos da personalidade e trajetória dos Participantes faz lembrar o método utilizado no Direito Penal Positivo para quantificação da pena em sentenças condenatórias. (Aqui também vemos cultura, Parabéns)

    Apesar disso, me atrevo, em minha opinião pessoal, data máxima vênia, sobre os participantes previamente eliminados, acho arriscado estabelecer qualquer juízo de valor sobre o que se esperava deles.

    Ocorre que expectativas quase sempre são frustradas, a exemplo da resposta comportamental que os participantes desse BBB16 tiveram as induções feitas pela direção.

    Tomando a participação de Adélia para ilustrar, foi estabelecido tantas expectativas em sua pessoa no inicio do programa, quase sendo ovacionada como favorita logo nos primeiros dias. Mas se mostrou a maior decepção desse BBB16, adotando um comportamento avesso a tudo que se espera dela.

    Entramos aqui no campo das imprevisibilidades das reações humanas, sobre tudo pessoas como Willian, Fernanda e Harumi que infelizmente conhecemos tão pouco.

    Talvez, Harumi conheçamos um pouco mais por sua atuação nas redes sociais e na MaratonaBBB16, onde ficou clara sua postura, mas não sabemos até onde essa postura foi ou não influenciada pelas suas observações pessoais ou induzida pela preferência do público.

    Mas Willian, em especial, transpareceu um personagem por demais caricato nos seus 04 dias de confinamento para ser sustentado no jogo por 77 dias.

    Já Fernanda, ao menos para mim, é uma folha em branco, são tantas possibilidades que não consigo defini-lá de forma alguma. Apenas observei seu desejo por "Fama" pelas historinhas inverossímeis pós-confinamento. O Que foi aquele "trelele" com Willian após o confinamento, inicialmente afirmado e depois negado????????

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Frank eu espero que cacau tenha sido essa atriz que vc tanto fala e consiga um bom papel na novela das oito ou da record ou Globo.eu so´li sobre cacau.Frank vc tá sempre falando que cacau derespeitou geralda onde, e mãe da cacau vendo ela chamar a menina de varias coisas pesada, a mãe da cacau podia vê tudo isso né,A Aninha também chamou a psicologa do programa que é uma senhora de velha nojenta,não da nem pra continuar lendo sobre os outros.acabou essa porcaria que foi esse bbb e não quero mais me estressar pelo contrario quero esquecer.

    ResponderExcluir
  4. “A primeira é que nem a própria casa, se tivesse racionalidade, queria deixar a campeã sair”… E a vice também???… Esqueceu que Maria Cláudia também estava na casa???…




    “Não foi a Globo quem fez a popularidade dela, mas ela própria e a audiência do programa. A emissora só foi o veículo”… Ana não seria nada sem as induções da Globo… Ou só é indução quando o meu preferido não está envolvido… Vou postar aqui minha visão sobre o BBB, para que fique registrado o contraditório...

    ResponderExcluir
  5. Balanço, parte I: É chegada a hora de fazer um balanço da edição do BBB que terminou com a vitória de Munik Nunes... Colunistas como o Stycer costumam fazer listas de pontos positivos e negativos... O que nós queremos demonstrar é o fato de cada aspecto abaixo mencionado ter o seu lado bom e sua parte ruim... Porque estes 16 pontos ressaltados comporovam que os dualismos ainda tem vida longa no "reality-show"... I - Liderança Compartilhada... Ano passado, a direção aboliu a imunidade do Líder, como forma de aumentar a importância das articulações de voto dentro da casa... A mudança, porém, não seduziu os competidores e dificilmente os Líderes eram votados, pois a cultura de repelir a combinação de votos não defensiva era (e é...) muito forte... Nesta temporada, surgiu a liderança compartilhada, em que apenas um ou dois Líderes são imunes, tornando os desprovidos de imunidade um alvo óbvio dos demais confinados... A mudança trouxe confrontação, mas também marcou com mais força os vencidos e vencedores desta edição, ou seja, quem ganhou a primeira prova e quem perdeu, condenando o internauta que simpatiza com o primeiro grupo a ser preterido em benefício dos torcedores do segundo... II - Ronan em um Domingo Qualquer... Para definir a confrontação para o público, a direção expôs em detalhes, salvo um ou outro aspecto muito pontual, a articulação de Ronan, Líder imune, que levou a votação de Alan e a ida de Daniel, Líderes sem imunidade, ao paredão... A manobra sagaz do estudante permitiu ao público saber com mais clareza quem estava de que lado, e projetou Munik para além da popularidade meramente baseada em quesitos estéticos... O problema é Ronan, uma figura com grande potencial para fugir do convencional, mostrado na primeira semana, ficou estigmatizado de uma forma que não conseguiu se livrar até sua saída... III - Viés de Confirmação... As duas festas da segunda semana desencadeiam o confronto entre Ana Paula e Laércio, uma dinâmica vertical que devido a intereferência de Daniel, envolve toda a casa e perpassa a dinâmica horizontal do jogo... Tendo em vista a completa inabilidade de Laércio na primeira votação e a a menor coesão do grupo de Ana Paula, a direção altera as edições para referendar o ponto de vista da mineira sobre um assunto que tratou de forma leviana, mas sem mudar de opinião... O equlíbrio de forças estava criado, ao custo de fazer com que todas as palavras de Ana Paula ganhassem foro de verdades absolutas, mesmo sendo ofensas graves ou provocações infantis... IV - Defecção Determinante, Parte 1... A saída de Alan seria uma questão de tempo, uma vez que já estava posicionado entre os "perdedores" do jogo e manifestava revolta contra Ronan... Usando um pretexto que seria pouco contestado - o potiguar pediu para ser avisado caso o estado de saúde do pai se agravasse - a direção antecipou uma saída anunciada, mas que poderia demorar um pouco mais pela rejeição a Ronan... Também era imperativo aproveitar a projeção de Ana Paula após a discussão de Laércio... O confronto se acirra, porém com o preço da perda de um competidor que poderia escapar do habitual, mas que acabou por se tornar outro exemplo de como a diversidade humana só interessa à direção se desencadear conflitos que atraiam o público... V - Paredão Falso, Verdade Seletiva... A direção aproveita a brecha deixada pela desistência de Alan e realiza um paredão falso que indispõe Juliana e Ana Paula, não elimina Ronan e permite a jornalista o acesso a informações que reforçam seus desafetos com relação ao grupo adversário... Uma experiência de reflexo condicionado, muito representativa das induções feitas com o público, e que agregou empatia à legitimidade enviesada de Ana Paula... Estava criada a dinâmica horizontal mais forte dos últimos quatro anos, ao se reforçar o setor de Ana e Ronan, ainda minoritário... Entretanto as discussões sobre "informações de fora", que tanta polêmica causaram na edição anterior, foram postas de lado, sem considerar os prejuízos aos demais participantes...

    ResponderExcluir
  6. Balanço Parte 3: Comparar o retorno de Ana ao de Anamara trouxe uma lembrança familiar ao público, mas evidenciou que sua sobrevida no jogo seria limitada... A rejeição aumentaria conforme a saída de seus adversários, e a eliminação do último deles representaria o fim da linha... Para contornar o desgaste, o primeiro esforço foi forçar uma vitimização após a saída de Tamiel, um dos poucos oponentes que levava vantagem nas discussões com a mineira... Ao regular bebidas em uma festa que o grupo da competidora queria celebrar a passagem por mais um paredão, a direção fez Ana ameaçar abandonar a disputa para ter suas reivindicações atendidas, criando também uma imagem de perseguição que despertasse a compaixão do público... O passo seguinte foi fazer uma festa com muita bebida, levando ao abuso, a agressão e a expulsão... Que se tornou uma... X - Defecção Definidora Parte 2... Embora a expulsão de Ana tenha sido uma decisão da direção, uma série de declarações feitas por seus adversários no sentido de provocar uma agressão - que antes de tudo era uma defesa diante de uma estratégia intimidatória, ainda que testando limites de modo temerário - e devidamente exposta nas edições deu a entender que eles tinham a maior parcela de culpa da expulsão e até mesmo deveriam ser eliminados também... A expulsão manteve a posição hegemônica dos adversários de Ana, porém tornou inevitável a eliminação de seus adversários declarados... XI - Personagens substitutos... A saída de Ana no auge da popularidade reforçou o favoritismo de seu grupo, mas obrigou a redistribuição de alguns papeis que eram exercidos pela mineira... A maior prejudicada acabou sendo Geralda, que de "outsider" divertida, aproximada à César também pelo azar nas provas de Comida, se tornou a herdeira dos traços mais torpes do comportamento de Ana... Ronan também teve prejuízos, pois a virada da opinião do publico sobre o estudante, necessária para legitimar uma trajetória "outsider", passava por suas ligações afetivas com a jornalista... Como essa mudança ficou pelo caminho, Munik continuou a ser a melhor amiga, protegida e herdeira de Ana, com seu mau-humor e traços de egoísmo e maldade mostrados como uma espécie de imitação da colega que saiu da casa - metáfora da adolescência ou de certos setores da sociedade brasileira???... Some-se a expulsão o fato que a final passaria a ter dois concorrentes, fato que a direção escondeu até onde foi possível, para não desmobilizar a torcida "GeRoNik", ao preço de uma reiterada falta de transparência... A raiva de Munik ficou mais difusa depois da saída de Matheus... A direção atribuiu ao estresse causado pelo confinamento o que era um ódio latente a Maria Cláudia, e que se fosse muito exposto, prejudicaria suas chances no jogo... Em resumo, foi a última aparição da "Munik de Quarta-Feira", malévola, rancorosa e agressiva... Uma vez por semana, na quarta-feira, o dia mais distante do próximo paredão, e no horário mais tardio, um ódio verbalizado de Munik era destacado... Nos demais dias, ele aparecia materializado por intermédio de terceiros, Ana Paula até a expulsão e depois Geralda, só no caso de Renan, a transferência não a beneficiou, o que seria uma das razões da entrada de Laham... Mesmo depois da expulsão, o paredão falso era apontado como um expediente ilícito que aumentou artificialmente a popularidade de Ana... Para afastar essa acusação...

    ResponderExcluir
  7. Balanço, parte 4: XII - A Farsa se Repete como Farça... Renan é "sequestrado" e vai para o segundo andar ficar assistindo o "pay-per-view" da casa... A princípio, recebeu a mesma chance de Ana Paula... Só que a vantagem aparente - muito questionada por não ser fruto de uma votação do público, ou como Ana demagogicamente chamava, de um "presente" da audiência, embora o princípio fosse o mesmo - serviu apenas para que Renan não se articulasse para a votação e escapasse de um paredão feito para eliminá-lo... O que seria muito simples, bastaria convecer seu melhor amigo na casa, Matheus, Anjo da semana, a lhe conceder imunidade... Mas o que fazer se ele próprio desejava o paredão???... De resto, o rapto de Renan iniciou a "descontrução" de Geralda... XIII - O Pretendente Acidental... Sem nenhum protagonista masculino expressivo na casa depois da saída de Renan, a direção repete um expediente de edições anteriores e coloca um falso competidor para movimentar a casa... O principal objetivo do falso libanês Juliano Laham era um flerte com Munik - para ela dar outro brado de independência (ela o apelidou de "Camelo" após sua saída...) e sujar um pouco mais seu algodão-doce, já chamuscado pela saída de Renan, atribuída a ela para facilitar a eliminação - porém Maria Cláudia e Ronan, ela vítima dos ciúmes de Munik, ele enredado em seu próprio ciúme, também se envolveram e se comprometeram... O que reduziu suas já diminutas chances de vitória... XIV - A Espera de um Milagre... Edições com uma dinâmica horizontal de jogo bem definida precisam lidar com uma situação recorrente... Depois da saída dos antagonistas, o que resta é, na maioria dos casos, mais do mesmo... Nas últimas semanas, as duas temporadas mais recentes da produção apresentavam um material humano mais variado, que dava opções mais variadas aos torcedores... A solução foi aproveitar o calendário de jogos da Seleção Brasileira nas Eliminatorias da Copa do Mundo e adiar o penúltimo paredão em três dias, realizando uma prova do Líder por etapas... Na derradeira parte da disputa, aconteceu o primeiro milagre... Maria Cláudia venceu a prova do Líder e ganhou imunidade... A única competidora sobrevivente que não se aliou a Ana Paula consegue eliminar seu maior desafeto no jogo, Geralda... Tendo em vista que a aposentada era muito próxima de Munik, o contraponto ajudou a goiana, apesar do lado "sogra fofoqueira" de Geralda ter sido ressaltado nos seus últimos dias no confinamento... O segundo milagre ocorre na última prova do ano, quando Maria Cláudia vence um desafio de resistência e chega à final sem paredão... Apenas para ninguém dizer que o ritmo do programa foi o samba de uma nota só... Ser finalista sem nunca ter comparecido ao paredão cria a impressão de que Maria Cláudia não deu a cara a tapa... Dois milagres que inviabilizaram o terceiro, o que seria o maior deles...

    ResponderExcluir
  8. Balanço parte 5(final): XV - Do favoritismo precoce... A final aproveitou um dos dualismos mais bem trabalhados numa edição que dizia tê-los subvertido de vez... Duas mulheres de 19 anos dentro da casa só fariam sentido se fossem completamente antagônicas entre si... E se confrontassem de forma latente ao longo do confinamento, com a rivalidade sendo levada ao centro do palco no momento que fosse mais apropriado... Quando então Munik desfrutaria da vantagem da popularidade inicial motivada por sua beleza, do seu perfil mais convencional e do fato de não ter se desgastado com relacionamentos amorosos... Ou seja, quem torcia por alguém que saísse um pouco dos padrões consolidados, constatou que Maria Cláudia estava programada para perder... XVI - Precismos economizar isopor... Pedro Bial anuncia o resultado final do BBB... Campeã e vice deixam a casa... A porta que dá acesso à plateia começa a abrir, mas logo em seguida emperra... Ambas as duas são obrigadas a passar pela fresta entre a porta e o chão, atendendo a um pedido nada sutil do apresentador... A cena, que no futuro será muito mais lembrada que a própria vencedora do programa, revela o ponto a que chegou a mesquinharia do diretor de núcleo da atração... Certo, shows no confinamento e visitas na casa tinham um custo e tiravam o foco do jogo... Porém, a avareza da direção atingiu provas e festas nas quais o reaproveitamento de cenários e adereços se tornou norma... Alguns coronistas até apontam a menor variedade de opções de câmeras no pay-per-view como sinal de sovinice do Boninho... Que reduziu o estômago e a verba de produção, ainda que o "reality-show" seja equivalente à Fórmula-1 em termos publicitários, ou seja, pode não dar tanta audiência, mas rende as cotas mais polpudas... E o faturamento da Globo não é o ganho do público...

    ResponderExcluir
  9. Balanço Parte 2-A: A volta de Ana Paula à casa representa a execução de uma estratégia agressiva, porém pouco prudente, que coloca Renan entre os alvos de sua ira vingativa... Como seu grupo ainda é minoria nas votações, cada formação de paredão agrega um novo artifício para garantir não apenas equlibrio, mas vantagem na disputa... VI - Mutretas em série... As alterações de última hora começaram com o Big Fone que imunizou Ronan... Depois, o paredão falso em que Ana Paula retornou com imunidade... Em seguida, a mudança no sistema de votação do público com a disputa em andamento... Logo depois, outra liderança compartilhada para retirar votos do grupo que conquistasse o posto... A seguir, introdução do paredão triplo com o Big Fone... Logo, prova de resistência com formação de grupos a critério dos concorrentes... Adicionalmente, indicação a cargo do competidor imunizado pelo Anjo... E mais, sequestro de participante para impedir mudanças no resultado da votação... Para quem não estava do lado beneficiado, restou se afundar na incerteza de um dilema do prisioneiro em que o prejuízo era quase certo... Para as alterações não ficarem muito gritantes entre a audiência, vem em auxílio a... VII - Edição tendenciosa, ontem hoje e sempre... É muito difícil analisar os competidores por seus atributos ou defeitos quando a dinâmica de disputa imposta pela direção induz a dualismos que condicionam essa avaliação ao lado em que se encontram no jogo... Isso se manifesta na sempre presente ideia de que o voto combinado só é perimitido como estratégia de defesa... No caso desta edição, embora muitas vezes Ana Paula estivesse na ofensiva, sua estratégia era sempre enfocada pela ótica da proteção a Munik... Esse movimento é mais evidente no caso de Geralda, pois Ana usou os vínculos afetivos que a professora aponsentada mantinha com Munik - e em menor escala, com Ronan e Matheus - para influenciar suas escolhas... A visão atribuída a cada grupo também era colocada em termos de dualismo... "Quadrilha Suicida", coesão, determinação e, em casos específicos, monopolizadora da alegria... "Esquadrão Meditação", discórdia, insegurança, indecisão... Resultados de paredões recordistas estavam garantidos, porém se tornaram cada vez mais previsíveis... Ainda mais com a zoeira seletiva nos dias de paredões...

    ResponderExcluir
  10. Balanço parte 2-B: VIII - Novelão na edição... Na temporada anterior, havia a preocupação de renovar e reforçar o papel indutor das edições de televisão aberta... Assim, se tornaram rotineiros os "interrogatórios" envolvendo concorrentes específicos, além das edições de segunda-feira passarem a recontar a história do jogo de acordo com os interesses específicos da direção... Agora, devido à mudança de horário nas quartas-feiras, que fez o programa do dia ser mais longo, e o desejo de usar formas mais sutis de direcionamento para não despertar desconfianças da audiência, levou os artistas da edição a usar os mesmos mecanismos de reafirmação das novelas... O que signficou a inclusão de diálogos longos e muitas vezes redudantes... Fidelizou o público da Globo - lembrando que também há indução no pay-per-view e no conteúdo do site - porém esvaziou caminhos alternativos à narrativa dominante... IX - Mudando a votação no meio do caminho... Sob o argumento de refletir melhor a diversidade regional do país e, em menor escala, contornar possíveis fraudes, a votação do público passou a seguir um sistema de pontos, em que o competidor eliminado é o que tem maiores porcentagens em cada região geográfica e entre os votos por telefone... Mudar durante a disputa - a justificativa oficial era o fim do Horário de Verão, e fica a dúvida se ano que vem acontecerá o mesmo - favorece competidores com torcida mais mobilizada, o que na quinta semana de disputa já estava bastante claro... A intenção de valorizar o voto telefônico, mais rentável financeiramente, teve efeito contrário, já que vale apenas um em seis pontos possíveis... Uma pena, pois os resultados mostram que nessa categoria a diferença de votos entre emparedados é menor que entre os internautas...

    ResponderExcluir
  11. Jubern, sua análise é muito bem feita, bem fundamentada. Parabéns.

    Uma das coisas que me encantam em RS's que têm como objetivo primordial expor os participantes e seus hábitos comportamentais é a possibilidade que cada telespectador têm de absorver o ato comportamental praticado pelos participantes, e elaborar uma compreensão completamente própria sobre aquilo.

    Gosto disso, acho que programas como estes fazem aflorar em nossas preguiçosas mentes a capacidade de raciocinar e desenvolver teorias factuais. Tal como um estudo antropológico sob um grupo determinado de pessoas.

    Me permite apenas uma observação. Você pontua a atuação da direção como indutora do comportamento dos participantes, tal como se os considerasse meros ratinhos de laboratório que seguem a risca a indução pelos caminhos predefinidos do labirinto.

    Entendo que, apesar de obviamente induzidos, os participantes são dotados de elementos fundamentais que os ratinhos de laboratório não possuem...RAZÃO ( capacidade de pensar, raciocinar). Isso além do livre arbítrio.

    Digo isso porque, percebo que em grande maioria as pessoas avaliam as induções da direção como forma de justificar as escolhas feitas pelos participantes de sua preferencia, sem considerar que estes possuíam a escolha de praticar determinado ato a partir de seus próprio raciocínio intuitivo.

    Maior do que o poder da indução que a direção do RS possui, é a capacidade de cada participante raciocinar sobre o fato e se posicionar no jogo em conformidade com aquilo que acredita ser o correto. Mesmo porque, nessa edição do BBB vimos que muitas das induções da direção terminaram em resultados diversos do pretendido.

    Ex. O Fato que você citou de logo na primeira semana Munik ter exposto o jogo da "macholandia". A direção induziu a combinação de votos com a liderança compartilhada e deixou na berlinda 02 dos lideres por falta de imunidade. Mas a indução da direção está limitada as escolhas dos participantes.

    Munik poderia ter se reprimido no papel de bela incompreendida e se vitimizado. Escolha que resultaria em uma breve estadia na casa posto que logo seria indicada ao paredão e, conforme enquetes aqui mesmo do Votalhada, na 1ª semana a mesma sustentava a maior rejeição do público.

    A Reação de Munik a indução é que serviu para o inicio de sua caminhada rumo a vitória. Foi sua Escolha de expor o jogo dos homens da casa, especialmente a forma como ela se posicionou naquela ocasião que mudou os rumos do jogo.

    Concluo: a indução da direção possui um único obstáculo, qual seja, a "Reação", que no caso seria o raciocínio e a escolha do participante.

    Não se pode querer justificar as escolhas dos participantes sob o prisma de que foram induzidos pela direção. A Direção plantou obstáculos para dificultar que cada participantes alcançasse seus objetivos, o objetivo principal seria tornar mais interessante ao público a trajetória de cada pretenso vencedor. Mas foi a reação de cada um dos participantes que verdadeiramente desenhou os resultados do RS.

    Tenham em mente que na vida as circunstancias podem apontar a porta, mas a escolha de atravessar e seguir por aquele caminho é da pessoa.

    O maior exemplo do poder da escolha e da determinação de cada participante talvez nem seja a campeã Munik. Quem sabe não seja Maria Claudia que se firmou no desejo de ficar na final e teve uma reação história para fazer seu caminho até lá, sem passar por paredão.

    ResponderExcluir
  12. Pessoalmente, creio que o fato dos competidores estarem em um ambiente confinado permite à direção um controle sobre suas ações que não é facilmente notado, dada a sua complexidade… Mas de fato, o momento de maior “brilho próprio” de Munik foi exatamente esse, na primeira semana… Mérito dela, certamente… E nisso esteve envolvido algo mais que simples indução, que em geral visa criar situações, e não favorecer pessoas... A disposição de grupos e da liderança foi um ponto de partida… Houve uma provocação de Ronan, interessado em jogar a casa contra os outros Líderes… Também houve uma reação de defesa, intuitiva mesmo, de Munik… Isso ficou claro, tanto na casa quanto para o público, por meio das edições, e repercutiu na trajetória dela, já que várias votações foram articuladas em torno de sua defesa, e na dele, pois diante dos velhos preconceitos com o voto combinado que não seja defensivo, alcançou uma rejeição que nunca conseguiu superar… Sobre Maria Cláudia, faltou o público acreditar mais nela… Reagiu, sim, mas um pouco tarde demais...

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html