17 outubro 2017

Do Cantinho da Shadow: AFAZENDA DAS PALAVRAS VÃS



AFAZENDA DAS PALAVRAS VÃS

As palavras têm poder. Elas acolhem, acusam, confortam, afastam, alegram, libertam, atacam, encorajam, machucam, formam laços, divertem... Por isso não se deve jogá-las ao vento...

É muito interessante observar como os participantes de AFazenda brincam com elas. Alguns com leviandade, outros com maldade e há também, os que as usam sem pensar...

Nas votações, então, o mau uso das palavras é visível e escancarado. Alguém consegue entender como havendo onze pessoas ali, eles possam dizer que só têm duas opções de voto?!? Então tá! Aritana e Rita são mal humoradas, rancorosas, intriguentas, preguiçosas, vingativas e eles justificam o voto dizendo que é porque não têm em quem votar? Façaofavor!!! O único que votou colocando cada palavra no seu devido lugar foi o Conrado.

Aliás, Aritana e Rita são incoerentes por natureza. Dias a fio as vimos - com a simpatia que lhes é peculiar - se queixarem do confinamento, manifestando inclusive o desejo de ir embora; Aritana chegou até a fixar o seu tempo limite: 45 dias.

Certo é que elas não foram as únicas a bravatear. Fábio Arruda e Dinei também o fizeram, e se deram mal. O público, sem titubear, os eliminou. Nada mais justo. Quem pede para ser votado ou cogita em deixar o reality, melhor que saia logo, pra depois não ficar pelos cantos se lamentando e reclamando com a cara fechada. Nesses casos a eliminação além de poupar os ouvidos, costuma ser didática para os que ficam.

Lição que parece haver sido aprendida pela Aritana e a Rita. Só isso pode explicar a súbita reação de desagrado que tiveram ao ver o Conrado, espertamente, se mandar pra baia com o Nahim e o Marcos, deixando as duas para serem votadas pelo grupo. Ahahaha... Jogada de mestre!!!

Não era isso que elas queriam, afinal? Parece que não. Gostam mesmo é de reclamar e de atormentar quem está por perto, jogar palavras vãs ao vento...

Palhaçada!!! Pois é... palhaçada levada ao pé da letra pela Rita Cadillac, que em protesto, gastou o batom para desenhar uma cara de palhaço no rosto, dizendo que ficaria o dia todo assim. O resultado foi pavoroso!!! Inevitável a comparação com Annabelle. Senooor!!!Quem diria que a próxima sequência do filme poderia ter suas primeiras cenas em AFazenda? E quem diria também que foi preciso jogá-la na roça, para vê-la fazer o primeiro movimento inteligente no jogo? Só não foi dez, porque ao invés de dizer: “- Eu puxo da baia o Marcos, pra que ele volte fazendeiro e ferre todos vocês”, tombando a muitos de lá e de cá, ela disse que era pra não sentar ao lado do Conrado. Affffff...

Aliás, falando no Conrado... o que foi aquela Prova da Chave, meu pai!!! Várias edições do reality e raras vezes houve a oportunidade de rir tanto como nessa atividade com ele e o Nahim. A prova foi feita no melhor estilo de OAprendiz. Envolvia liderança, percepção, agilidade e rapidez. Tudo o que faltou aos dois. Ahahaha... Que dupla!!! Foi um tal de olha pra mim, vira pro lado, não pro outro, vai pro D1, mas eu já to no D1, não querido, encaixa, aí não... Genteee... foi terrível!!! Confesso que tava vendo a hora que o Roberto Justus, cujo limite à tolerância me parece baixo, cansado de passar vergonha alheia, ia dar por encerrada a prova, dizendo: - Vocês estão DEMITIDOS!!! Acabou a segunda chance pra você Nahim, e eu te demito com gosto pela segunda vez!!! Ahahaha...

É... não foi brinquedo, não. Dava a impressão que não conseguiriam concluir o desafio. Muito hilário o Conrado dizendo: “olha pra mim querido” pra um míope, ao invés de orientá-lo: vira pra tua direita, pra esquerda...  Aliás, causa espanto a forma como o termo “querido” vem sendo mal empregado ultimamente. Benza Deus!!! Desde que o Lula se despediu da Dilma com um “tchau querida” entre os dentes, mais e mais, a palavra querido(a) está sendo banalizada e usada para expressar justamente o contrário. Eu se fosse a Andreia Sorvetão, cada vez que o Conrado se dirigisse a mim com um “querida”, ficaria ressabiada pensando no que é que eu fiz de errado!!! Se a Record resolver investir num sitcom, pode contratar o dois, como uma dupla, são geniais.

Falando em errado, essa é uma palavra que definitivamente não existe no vocabulário do Marcos. Ele sempre está certo, é o dono da verdade, o único ser humano honesto da face da Terra (pelo visto, ele e o Lula, rsss...); o “escolhido” que foi ungido a participar de realities a fim de, ”tirar máscaras”, “não permitir que o prêmio caia em mãos erradas”, apontar o dedo em riste aos hereges que não “abaixam a cabeça” diante dele, “propagar a libidinagem das mulheres” com quem se deita após “a carne ter sido amaciada por outro”, escarnecer das “filhas surdas mudas” dos outros ou das “deficiências físicas” dos participantes. Ah, e coibir o riso fácil, porque “incomoda”!

Não. Ninguém pode ter VT, só ele!!! Que história é essa de ter participante lá lhe fazendo sombra?!? Nananinanão!!! E que ninguém se atreva a bater continência ao sol poente, fazer a Bandeira Nacional no gramado, monopolizar o churrasco, usar camisetas com frases e palavras confeccionadas pra se fazer notar, ir à oficina fazer os trecos que estudou no Google... Isso é exclusividade dele. Ô!!! Aliás, é pouco provável que com as ferramentas que tem ali, serrote, martelo, formão, plaina..., alguém se arrisque a entrar com ele naquele espaço, não é mesmo? Mas, no seu caso é bom que continue. Terapia ocupacional é indicada para o controle da raiva.

Aliás, Marcos é a própria definição do que venha a ser uma pessoa intimidadora e prepotente. Isso é algo inerente a ele. Nada mudou do BBB17 para AFazenda, o que justifica a grande rejeição que continua a ter aqui fora. A prepotência sempre nos causará aversão, porque tem o poder de influenciar os mais fracos e ingênuos, e traz com ela o abuso na forma de palavras que ofendem, oprimem, agridem, tripudiam, humilham e desprezam.

Não à toa, Flávia o incomode tanto. Ela não abaixa a cabeça como o Dinei fez. A verdade dela o intimida. Isso ficou patente em vários momentos, o mais recente, quando ao ouvir que ele a estava sabotando na cozinha, ao invés de fingir que não ouviu, aproximou-se e o colocou no seu devido lugar: quando tiver que falar de mim, fale na minha frente. Lacrou mais uma vez!!! É preciso ter ousadia e coragem para fazer isso na medida certa, sem perder o autocontrole. Não é fácil. Isso explica porque quando se afasta, após esses embates, ela chora. A descarga de adrenalina tem esse efeito.

As palavras que a gente recebe com fel, deixam sempre um gosto amargo. Por isso, defender-se delas é invariavelmente melhor do que engoli-las a seco, mesmo que depois venha a descompensação, muitas vezes na forma de choro. Aliás, esse é o grande diferencial da Flávia até aqui, sendo essa postura reta e ousada, o que tem conquistado a empatia do público a cada semana.

Empatia que ela acaba estendendo aos seus aliados no jogo: Marcelo e Matheus. Estes, por sua vez, pecam por se omitirem. As palavras também gritam quando silenciadas. Ambos fazem a linha do rapaz “boa praça”, amigo de todos, sem exercer o contraditório ou marcar uma posição de destaque. É um equívoco achar que a Flávia depende do Marcelo para ser notada, é justamente o contrário.

Monique também não está conseguindo construir uma narrativa própria. Dinei lhe dava visibilidade, agora que ele saiu, só vemos alguns resquícios da ex-bbbniana engraçada, divertida, descontraída, que conhecemos. Deveria, no entanto, ter mais cuidado com a bebida nas festas. O álcool além de fazer mal ao fígado solta as palavras, e nem sempre isso é bom. Palavras soltas podem causar estragos e atingir terceiros. O mesmo vale para a Minerato. Aliás, alguém diga pra Ana Paula, que fazer as coisas e depois dizer que não lembra por causa da bebida, não cola. Porfa!!!! Esquecer não é o mesmo que fingir ou simular.

Por fim... nesta semana AFazenda teve um fazendeiro e uma primeira dama, Yuri e Monick. Aliás, muitos torceram por ele na Prova do Fazendeiro. Nahim conseguiu a proeza de mostrar que dentro de um ogro impulsivo, pulsa um coração no peito. O imponderável, também acontece, rsss... Até aqui Yuri fazendou muito bem. E trabalhou pra caramba correndo de lá pra cá, trocando os baldes errados, fechando as porteiras, recolhendo as ovelhinhas fujonas... Ufaaa... Fez bom uso do chapéu.

Pena que o Hemit tenha ficado tão pouco tempo!!! Cavalo tem tudo a ver com fazenda. Mas... enfim, é compreensível a preocupação do veterinário com o bem estar do animal e, afinal, despedidas fazem parte do jogo e da vida...

Reality que segue... que a tônica seja a diversão!!!


Shadow / Mariasun Montañés
cantinhodashadow.blogspot.com.br
@Shadowtweetando



70 comentários:

  1. Boa tarde!
    Como é chato ler coluna de RS quando mistura política!!! Fala sério: O que tem a ver uma coisa com a outra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha filha, a vida é política.
      Porque leu?

      Excluir
    2. Mara, se você não entendeu, não sou eu quem vai desenhar.
      Abs.

      Excluir
    3. Pois é Ester, não dá pra compartimentar a vida!!!
      Bj.

      Excluir
    4. Com um texto desses, brilhante, a cara vai achar que tem política misturada?
      Nossa vida hoje é só política.

      Excluir
    5. Christina,
      Pra alguns a vida é só reality, kkkkk...

      Excluir
    6. O pq da Comparação de Marcos com Lula, ta questionando isso? Mtos ja fizeram essa mesma comparação, inclusive eu. Pq eu assisto RS, mas não deixo de participar tbm em tudo que acontece nesse país. principalmente ligado a política.

      Excluir
    7. Também achei a comparação com Lula sem necessidade.Até porque você esqueceu de citar o Aécio,esse no momento é o mais honesto do mundo.

      Excluir
    8. Parabéns!!! Bela e correta análise do Marcos, o Dr. Prepotente!!!

      Excluir
    9. regininh@ Trata-se apenas de uma figura de linguagem conhecida como ironia, para dar expressão ao texto. Nada além disso. Lamento se você não entendeu.
      Bj.

      Excluir
  2. Ótimo texto! Tenho muita vergonha alheia da camiseta do Marcos que lista todas as qualidades que ele acha que tem, mas não tem. Tem até humildade lá hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inveja mata, sabia???? Marcos Campeão, aceita que doi menos.

      Excluir
    2. Típico comentário de quem não tem argumento.
      "inveja mata"
      "aceita que dói menos"
      Você não conhece o Ricardo acima. Como pode falar dele?
      Muito menos o DOC ...

      Fazia tempo que não via um comentarias tão agressivo como você.
      Luiz, presta atenção que a falta de respeito nos comentários está começando.
      Manda essa aí ler as regras...

      Excluir
    3. Ricardo, como já comentei aqui, ele foi o que mais se preparou para entrar no reality. Até as camisetas com palavras e frases de efeito. Não convence!!!
      Abs.

      Excluir
    4. Angela, primeiro você toma a vacina antirrábica e depois volta aqui comentar, ok?
      Bj.

      Excluir
    5. O DOC deve ter feito cursos de artesanato e trabalhos manuais antes de entrar na Fazenda.
      Tudo programado.

      Excluir
    6. Depois de contaminada, nem mesmo a vacina adianta mais.
      E dependendo do estado (terminal), nem remédio mais cura.
      Só Deus por milagre.

      Excluir
    7. Ester Elisa, vcs estão sendo agressivos, conheço Marcos desde criança, conheço sua familia e posso lhe garantir que são pessoas maravilhosas e do bem.

      Excluir
    8. Christina, tudo o que ele faz está no Google: como fazer uma churrasqueira, sapateira, balancinho... Ele se preparou muito antes de ir pro reality e render cena. Isso está claro. Mal entrou já estava na oficina. Tudo programado.
      Só esqueceu de domar sua fera interior. No entanto, ele será julgado por isso.
      Bj.

      Excluir
    9. Ester Elisa, muito obrigado! Não sei pq eu teria inveja se tenho uma vida maravilhosa, família, trabalho e não preciso ficar me expondo em um reality show e menos ainda ficar torcendo cegamente para alguém que certamente está nem aí para a tal Angela.

      Excluir
    10. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Vc não deve conhecer uma pessoa verdadeira como Dr. Marcos Harter. Lamentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você conhece o Dr. Marcos Härter?
      Não deve conhecer.

      Excluir
    2. Angela, o que tem a ver alhos com bugalhos?!? Expresso apenas opiniões. Nem mais nem menos.
      Abs.

      Excluir
  4. Dr.Marcos Harter.
    Homem verdadeiro, honesto, sincero, por isso, as pessoas o perseguem, infelizmente aqui no Brasil só dão valor as pessoas falsas,mentirosas e dissimuladas, quando aparece alguém que fale a verdade elas ficam ofendidas, porque já estão acostumadas com a mentira. Em tempo as camisetas foram presentes do fãs do nosso amado doc.
    Força Marcos seu time está com você até depois do fim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angela, creio que um pouco de maracujina te faria bem. Cuide-se!!!

      Excluir
    2. doc ,joga sujo usa sempre a fa,ilia do sei oponente ontem disse para o marcelo que o pai dele tinha vergonha dele por ele esta com Flavia,menos doc quem esta com vergonha é sua mãe.

      Excluir
    3. Vamos aos fatos: Verdadeiro: que fala, fala e faz ao contrário. "As Palavras Falam, Mas as Ações falam mais alto" Honesto: onde há honestida numa pessoa que extrai informações dos outros para depois atacá-las, ir na ferida pra tripudiar, judiar. Sincero: manipulação não é sinceridade, uso de pessoas não é ser sincero. FaNática leva a cegueira a defender o indefensável.

      Excluir
    4. Monteiro,
      Marcos está queimando a Flávia para os demais participantes. Esse comentário com o Marcelo segue essa linha.É jogo sujo, porque é sorrateiro, feito por trás.
      Abs.

      Excluir
    5. Muito bem Laurita, pegou o espírito do texto: ir além do que as palavras dizem. :)

      Excluir
  5. Shadow, brilhante!leveza de estilo e argumentação fundamentada juntas fazem um texto, no senso estrito do tropo. eu aprendi que nãos e trata de as palavras terem poder, elas são o poder. tudo se dá e se joga no momento mesmo da enunciação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Observadora,
      Sim, as palavras são o poder e revelam muito do caráter uma pessoa.
      Bj.

      Excluir
  6. Fico imaginando quanta gente fez plástica com o Marcos, porque só assim pra explicar essa torcida louca e cega

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colocando à parte os clientes do Marcos, isso é algo externo ao reality, o que se observa da torcida dele é que faz muito barulho e tem como tática ocupar todos os espaços, como aqui. A mesma pessoa fez três comentarios aqui, nada contra quem comente ou tenha opiniões diversas, mas faz volume. É uma torcida que está bem organizada e age maciçamente nas enquetes, blogs de opinião e votações. Apenas isso. Não reflete o alto índice de rejeição que ele tem.
      Abs.

      Excluir
  7. Analise perfeita,infelizmente os fanaticos do inominavel estao votando na enquete do votalhada e outros sites para dx o Dr. numa situacao favoravel, imagina Flavia 1 colocada nos mais odiados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kakau,
      É exatamente isso. A torcida dele tem método. Mas não reflete a realidade.
      Abs.

      Excluir
    2. Vcs falam da arrogância dele? Gente, os 1ºs dez dias, todos, eu disse todos, os participantes, o rejeitavam, falavam por trás, puseram apelidos, se afastavam qdo ele se aproximava, o ignoraram totalmente e até o puseram na roça, achando que ele sairia. Só que ele voltou e aí, com toda razão e direito disse apenas, que "as opiniões de dentro da casa, talvez não reflitam as opiniões de fora", pq as pessoas estão vendo o programa. Aí, caiu a ficha de todos e ele começou a participar das conversas, etc...... Força Marcos.

      Excluir
  8. Nunca Marcos escarneceu de pessoas com deficiência. Que as pessoas não gostem dele tudo bem, cada um gosta de quem quiser. Inventar coisas como essa é coisa grave. Acho que a maioria se baseia pelo que a emissora mostra no programa. Se vissem o que não é mostrado (e o que não dá audiência) veriam como o Marcos é gente boa e verdadeiro. Sou muito mais uma pessoa verdadeira mesmo sendo pavio curto do que uma toda delicada, cuti cuti e podre de falsa. Flávia está jogando de verdade... Só não vê quem não quer. Esse casinho com o Marcelo é só jogo. Aposto que aqui fora não vai querer nada com o cara. Cada um joga com as armas que tem e justamente por as palavras terem poder é que deveria pensar mais antes de escrever certas coisas. Foi mal essa de dizer que o cara escarnece pessoas com deficiência. Muito feio...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morg, você não deve ter assistido o BBB. Marcos fez comentários preconceituosos sobre a deficiência física da Marinalva. Pra ele a Mari era um "cavalo manco", e dizia que ela se fazia de vítima por ser deficiente. Agora mencionou a filha surda muda do Dinei para atingi-lo, como se fosse um castigo. Tripudiar sobre um deficiente é muito feio, ainda mais quando parte de um médico.
      Aliás, laçar pelo pescoço sua "eguinha pocotó", também conhecida por Ana Paula, foi lamentável.
      Você pode torcer por ele, mas distorcer e fraudar a realidade, não dá.
      Abs.

      Excluir
    2. SE CHAMAR UM DEFICIENTE FISICA DE CAVALO MANCO NÃO É PRECONCEITO EU NÃO SEI MAIS O QUE É,ELE NO BBB DISSE ISSO PARA MARINAVA.

      Excluir
    3. Tudo bem Monteiro?
      Liberei teu comentário mas não deveria por conta das maiúsculas.
      Como você é participativo deixarei passar desta vez, ok?
      Um outro, que também estava em maiúscula foi bloqueado.
      Por favor, leia nossas regras em
      http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html

      Abraço.

      Excluir
    4. Ola ,desculpa,não tornara acontecer ,brigaduuu por liberar o comentarip

      Excluir
  9. shadow, a cena do laçamento da eguinha pocotó me causou náuseas sartreanas, bem como a dos dedinhos que, diga-se de passagem, nem foi ao ar. permito-me colar a definição de fanatismo da wikipedia, pois me parece bem direta e certeira do que estamos assistindo.
    Fanatismo (do francês "fanatisme") é o estado psicológico de fervor excessivo, irracional e persistente por qualquer coisa ou tema, historicamente associado a motivações de natureza religiosa ou política. É extremamente frequente em paranoides, cuja apaixonada adesão a uma causa pode avizinhar-se do delírio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A "eguinha pocotó" foi lamentável. Esses apelidos que ele cria não são por acaso, são para rebaixar as pessoas.
      Fiquei sabendo dos dedinhos.
      O fanatismo cega. Acaba com qualquer possibilidade de diálogo ou debate.
      Grata por enriquecer os comentários. Bj.

      Excluir
  10. Gostei do texto. Confesso que venho sempre aqui para ver se há postagens novas.
    Tenho gostado cada vez mais da Flávia. É considerável a garra e vontade dela em estar ali. Ao contrário da Rita que tornou-se cansativa e tão desnecessária no jogo. Não consigo entender como aquela mulher pode se anular tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grata Luciano.
      A Flávia está conseguindo construir uma narrativa com coerência. E o fato de não se deixar intimidar pelo Marcos alavanca sua popularidade.
      A Rita é uma pessoa muito pesada. Não consegue descontrair, sorrir. Tem muita amargura ali.
      Enfim... jogo que segue...
      Abs.

      Excluir
  11. Parabéns,Shadow!👏👏...Perfeito o seu texto!
    Fico tentando entender como é que essas pessoas ainda conseguem torcer por esse médico tão desajustado!!??...E maioria de sua torcida é composta por mulheres...as quais ele tripudia,com palavras, gestos...com a prepotência que lhe é peculiar!!??...A inversão de valores não está realmente só nos nossos políticos!!!
    Obrigada por expressar td o que mts de nós gostaria!
    Um abração! ⚘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Djanira,
      Uhau... grata pelo carinho. <3
      É difícil entender as motivações das pessoas. E quando se trata de torcidas, menos ainda.
      Um abração

      Excluir
  12. entendi perfeitamente tudo que você falou no seu post Shadowgun é bem isso mesmo parabéns pelo comentário..não liga para os fanáticos do embuste não,pra mim pra mim são mulheres mal amadas que não sabe o que é ser amada,cuidada por um homem de verdade,porque se acham que ele é um verdadeiro homem com tantas qualidades que elas descreve é porque realmente nunca foram amadas de verdade,você prestou atenção que todos estão lambendo as botas dele tirando Flávia e Mateus o resto todos lambendo e com medo dele,eu graças a Deus não vi a volta dele mais li que ele intimidou a todos,e agora todos com medo dele,não consigo mais assistir ao vivo não aguento nem ouvi a voz dele vejo agora só a edição quando aparece ele eu troco de canal,não liga pra essas e esses fanáticos não eles encontrarem alguém que as ame de verdade vai vê que esse tipo de homem cafajeste não serve pra nada,já disse a vez e repito jamais faria uma cirurgia de abdômen e mamas com ele estando anestesiada jamais confiaria nele esse cara é completamente doente,e se fosse esse grande cirurgião não deixaria pra trás os mais de dois milhões que ele falou que estava faturando depois do BBB, alguém em sã consciência não faria isso pra participar de outro reality cometendo os mesmo erros.. desculpa usar teu texto mais te parabenizo pelos textos e não deixar se intimidar pelo fanáticos.abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Oliveira,
      Gosto dos teus comentários. Tem boa leitura do jogo.
      Fique tranquila, não me deixo intimidar, como também não costumo julgar quem tem opinião diferente. Pra mim os realities não passam de entretenimento.
      Bj.

      Excluir
    2. Pois é, Maria, vou te dizer que já tenho minhas dúvidas se ele realmente é esse cirurgião bem sucedido que ele diz que é. Um cara tão bem sucedido não entraria em dois realities no mesmo ano assim, se expondo, se queimando e deixando de ganhar uma grana aqui fora

      Excluir
    3. Ricardo, não ha quem não tenha pensado nisso.
      A impressão que se tem é que o ego dele é maior, inclusive, que o seu amor à carreira. Ele quer fama. Ser um star. Não para alavancar a profissão, mas para ter os holofotes sobre si. É egocentrado.
      Abs.

      Excluir
    4. Olhando o reflexo de sua imagem no lago, Narciso se ama....
      Bjs.

      Excluir
  13. SHADOW, mesmo não concordando com algumas das suas opiniões, adoro ler seus textos. É muito bom ler uma página bem escrita, coisa rara nos tempos atuais. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eva,
      É sempre bom ler os recadinhos que você deixa pra mim. :)
      Não precisamos concordar com o outro para gostarmos das pessoas. O que importa é o respeito, e eu sei que isso existe entre nós. Somos feitos da diversidade de opiniões.
      Grata pelo carinhoso comentário.
      Bj.

      Excluir
  14. shadow, cê viu que tem blogs que falam que o inominável, que autointiulam doc, não tem torcida mas exército e máfia?!!!! depois as pessoas não sabem como o fascismo se instaura de modo insidioso na sociedade. cada vez mais chocada e perplexa, ainda que tenha como telos uma frase de um grande intelectual francês: quanto mais entendo a humanidade, mais me afasto dos homens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Observadora,
      Às vezes leio o que está sendo publicado em outros blogs.
      Respeito os blogueiros que escrevem, bem como suas opiniões. Afinal, um reality não passa de diversão. Quando deixa de sê-lo, é melhor parar de acompanhar, porque começa a fazer a mal. Não dá pra levar a ferro e fogo. Hoje quem está do outro lado, amanhã pode estar do mesmo lado da gente. É assim que funciona.

      Continue observando e comentando... Bj.

      Excluir
  15. Shadow, vc está muito intolerante e agressiva com torcedores do Marcos. Cadê a tolerância ao contraditório, tão cantada em verso e prosa? Outra coisa, o Marcos está sendo julgado pelo BBB17 ou pela participação dele em A Fazenda - Nova Chance? De boa, melhor rever os seus conceitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leandro,
      Acalme-se. O contraditório se faz com argumentos. Onde estão os teus?!?
      Abs.

      Excluir
  16. E o Marcos não tem a chance de proferir à Flávia a sua frase preferida durante seus chaaatos monólogos discursivos, a já manjada "olhe nos meus olhos quando estiver falando comigo". A Flávia falta comê-lo vivo com os olhos faiscantes apontados para sua íris, e isso o incomoda um bocado.
    Marcos daria umas duas vidas para baixar a crista da loira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Alex,
      Os monólogos e o "olhe nos meus olhos" são altamente intimidadores, pra desestabilizar mesmo. E a Flávia com aqueles olhos faiscantes acaba por fulminá-lo. Isso o deixa ensandecido.
      Bj.

      Excluir
  17. Shadow como sempre arrasando em seu Texto. Só discordo em relação a Flávia, pois acho a risada dela irritante, e acho fake esse relacionamento com Marcelo. mas foi a única que enfrentou Marcos e ele a atacou por trair o grupo. Para pouco tempo depois dizer, que estava fora de grupo tbm. No início do BBB o achava o máximo, e dizia ele só perde pra mesmo. pois sua popularidade era quase que unanimidade. Mas depois foi se mostrando como realmente é: egoísta, agressivo, manipulador, dono da verdade, quer que todos concordem com ele, ao contrário não presta, não serve. Humilha as pessoas,desfaz delas. Um cara que não se fixa em nada na vida. Nem em família, nem em emprego, em namoradas.Pq foi montar um clínica numa cidade do interior? Quem da família vem o defender nessa fazenda? quem de amigos, quem de profissionais veem o defender? Somente as FaNáticas, cegas. E O fanatismo chega ao ponto de postarem vídeos de crianças falando Marcos eu te amo. Um participante de um programa e de uma transmissão ao vivo proibidos para menores. Quando essas crianças o vêem para amá-lo? Usam filhos, netos para isso. Será que essas crianças o vêem humilhar outros participantes? Será que viram ele com dedo dedo em riste encurralar uma participante na parede? Será que viram Ele ir atrás de Dinei como o fez com ILmar atacando. usando filhos para esse ataque? Será que viram? e mesmo assim ainda o ama? Então tenho muito medo do que será do futuro do nosso País com crianças assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laurita,
      As crianças seguem o modelo que têm e veem em casa. O futuro dependerá disso.
      Lamento o uso que está se fazendo das crianças hoje em dia para levantar bandeiras, e não me refiro ao reality. Uma pena!!!
      Enfim... vida que segue...
      Grata por tua presença. Bj.

      Excluir
  18. Belíssimo texto... ótimas observações sobre o Dr. Maluco. É impressionante ver o nível de fanatismo dessa torcida ao Ponto de ficar cega pros fatos e só enxergar qualidades no cara enquanto todo mundo que o combate só tem defeitos. Eca

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Grata pelo comentário Yago.
      É o fanatismo leva à intransigência e intolerância. Não há condições de diálogo ou debate.
      Abs.

      Excluir
  19. Shadow, você tem razão, esse programa está me fazendo mal, mas não estou, pelo menos anseio que não, levando a ferro e fogo, estou mais é indignada e tentando ver o que os conteúdos veiculados expressam sobre a sensibilidade coletiva dos tempos que nos são dados a viver. Acionar termos de incentivo de torcidas como exército e máfia me desnecessário e perigoso no quadro atual que vivemos. Ok, você diz diversão. Mas o que é diversão? A expressão vem do latim diversus que quer dizer mudança de direção, desvio. E sabemos que o desvio poder ser para o bem, para o mal e também para além do bem e do mal. Vale dizer que uma coisa divertida pode nos causar terror, repugnância. Lembro que no século XIX a grande diversão eram os circos que exploravam anomalias de pessoas e de animais e as pessoas iam, não para se alegrarem, mas para se repugnarem e experimentarem o medo. E era uma diversão que atraía multidões, famílias inteiras, que faziam economias para se divertirem com esses espetáculos nos finais de semana. Ficou célebre o caso do drama humano de Sarah Baartman.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diversão tem a ver com entretenimento, recrear. Olhar em outra direção dos problemas, das preocupações.
      Agora... o que cada um entende como divertimento, é algo muito particular...
      Termos como exército, máfia, só fazem barulho.
      No caso do Marcos, o que se vê é uma grande rejeição, e muita gente achando desagradável a sua participação.
      Bj.

      Excluir
  20. shadow, eu chamei atenção da etimologia de diversão porque me preocupa a banalidade do mal... beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante essa tua colocação. Quando o mal e a violência são banalizados, as pessoas perdem a capacidade de se indignar e passam a considerar normal, o que não é. É um fenômeno do nosso tempo.
      Boa noite. Bj.

      Excluir

ATENÇÃO:

O Votalhada é um blog para AMIGOS do Votalhada. Se for falar mal, não perca seu tempo.

#SemPolítica #SemOfensas #SemMAIÚSCULAS #SemBabacas

LEMBRE, depois de postar fica gravado para sempre. Mesmo que você exclua, a mensagem enviada pelo sistema para o moderador (com o texto postado) não desaparece.

LEIA AS REGRAS:
http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html