06 abril 2016

RuPaul's Drag Race: S08 E05 - Por Rômulo Cordeiro

Fala galera, tudo bem? Antes de começar o recap dessa semana eu quero agradecer a todos os comentários de vocês a respeito das minhas analises. É muito gratificante ver que elas estão sendo bem aceitas. Fico muito feliz. E agora, vamos ao que interessa.

No Episódio da semana passada, nossas garotas foram desafiadas a formarem uma banda de New Wave consagrando como melhor banda a equipe formada por Kim Chi, Naomi Smalls e Robbie Turner. Na passarela o tema foi neon dando o prêmio principal para Robbie Turner. Porém, como uma boa competição temos também os seus piores que foram por mim chamadas de “A equipe das sobras” formada por Naysha Lopez, Derrick Barry e Chi Chi Devayne. O Lipsync foi disputado por Chi Chi e Naysha garantindo um SaShay Away pra Naysha Lopez pela segunda vez. Bom isso é tudo o que você precisa saber antes de começar a ler o resto do post.


Depois da eliminação de Naysha Lopez, no workroom as queens começaram uma discussão sobre como elas estavam confusas do porquê Derrick Barry não dublou no lugar da Naysha, afinal, é a terceira semana consecutiva que Derrick vai para berlinda, e Derrick não parece se preocupar por isso. Durante a conversa ela simplesmente diz que se sente feliz em ainda estar na competição parecendo não fazer o mínimo do esforço para mudar sua performance no jogo. Volto a dizer, que se Miss Derrick não mudar logo de postura ou não começar a absorver as críticas dos jurados ela não sobreviverá muito tempo.


Não foi só eu quem percebeu isso, ainda nos primeiros minutos do episódio e durante essa mesma discussão sobre Derrick, Bob the Drag Queen como sempre, começa a sua chuva de Shade. Tudo começou com Derrick dizendo que não dublou porque os convidados especiais Debbi e Chris tinham gostado da sua performance. Bob que não perde a oportunidade de ficar calada soltou: “Eles deveriam estar drogados”. Pronto, foi o estopim inicial pra farpas pra todos os lado. Bob de um lado dizia que apesar deles terem gostado de Barry, eles exaltaram a sua. Já Derrick só conseguia falar o quanto Bob é venenosa e gosta de atacar todas com o seu humor. Ambas estão certas, mas tenho que dar o braço a torcer pelos comentários de Bob The Drag Queen, eles mais do que tudo serviram pra dar um choque de realidade em Derrick. Bob fez nada mais, nada menos do que tirar Derrick do seu mundinho de Las Vegas onde todos a idolatram e a aplaudem quando encarna Britney Spears. Querida é a oitava temporada de RuPaul’s Drag Race, ela ainda não percebeu isso?


O Desafio dessa semana foi o famoso Snatch Game, que sempre é o mais esperado pelas queens. 

Pra quem não sabe, o Snatch Game é o desafio onde as queens se vestem de celebridades e vão participar de um jogo onde elas tem que preencher o espaço em branco das frases afim de obterem uma combinação com as respostas dos convidados. Creio que todos vocês já conheçam.


Thorgy Thor escolheu Michael Jackson. Conversando com algumas amigas depois que vimos a chamada do snatch game, algumas retrucaram dizendo que era uma péssima ideia uma drag fazer snatch de personagem homem. Mas, vamos relembrar a temporada passada onde Kennedy Davenport encarnou Little Rich e levou o desafio. Não acho errado uma Queen se arriscar assim, até porque a finalidade do jogo é mostrar quem é a mais engraçada e tem maior facilidade de interpretação. Caso você não saiba, cada desafio do RPDR é baseado em habilidades que uma Drag Super Star deve ter, seguindo essa lógica, chega a final quem tem mais potencial.


Kim Chi tinha duas opções, Pearl da sétima temporada ou a versão feminina de Kim Jong-un que é um general coreano. Kim começou a se montar junto com Pearl, então ela conhecia cada trejeito, cada fala dela, isso seria fácil demais para Kim Chi, então ela mesma decidiu fazer algo mais e encarnou a “irmã” do general Kim Jong-un, Kimmy Jong-um, e pra mim, foi chato demais. Ainda bem que a edição mostrou poucas vezes. Não tinha nada de divertido a não ser a careta que Kim fez e que depois de alguns minutos se tornava cansativa de se olhar.


Robbie Turner escolheu Diane Vreeland, que foi uma das primeiras editoras chefe da Vogue. Mais icônica e mais a cara da Robbie, impossível. Robbie se sentia pressionada nesse desafio, já que as suas conterrâneas Jinkx Monsoon e BenDeLa Creme, também de Seatle, foram vencedoras desse desafio. Robbie se cobrava muito por isso, e acho que essa cobrança excessiva mais uma vez a atrapalhou, assim como atrapalhou no Ruco’s Empire. A Diana Vreeland e Robbie estava totalmente sem conexão com a verdadeira. Poucas palavras, poucos jargões, e isso foi questionado pelos jurados. Robbie passou batido.


Acid Betty escolheu a apresentadora Nancy Grace. Acid disse que a escolheu pelo seu jeito de vadia e os comentários que faz, e isso é bem a cara de Betty. Mas, parece que Betty não soube segurar a barra de ser a Nancy Grace e usar uma resposta pra tudo. O único jargão usado por Betty foi o questionamento sobre a família e os bons costumes. Até pensei que Nancy fosse uma versão feminina do Feliciano. Sem contar que Michele Visage acabou apontando algumas imperfeições na caracterização, principalmente na peruca de Betty. 


Naomi Smalls começou com um grande problema. Sua primeira ideia era fazer Whoopi Goldberg, mas de longe, percebeu que Bob The Drag Queen tinha a mesma ideia que ela, e o pior, Bob imitava Whoopi muito melhor do que Naomi. No fim das contas Naomi acabou encarnando Tiffany Pollard, que é equivalente a uma ex panicat só que em Nova York. Algumas queens relatando a interpretação de Naomi apontaram principalmente sua falta de energia Nova-iorquina, o quanto era chata e que nem chegou aos pés de Tiffany. Não sou capaz de opinar muito sobre essa interpretação, mas Naomi realmente tava apagadinha nessa snatch game.


Chi Chi Devayne encarnou Eartha Kitt que eu não faço a mínima ideia de quem seja. Mas foi uma das poucas interpretações divertidas. Chi Chi usou todos os artifícios possíveis pra fazer piadas relacionadas a gatos, acho que foi uma tática dela fazer essa piada com o sobrenome da personalidade. Até simular um banho de gato Chi Chi Simulou.


Derrick Berry escolheu Britney Spears, é claro! E ainda bem, por que depois de tantas celebridades ruins, a Britney de Derrick foi maravilhosa. Os trejeitos, a forma de falar, até a forma de agir lembravam a Britney. Sem falar das clássicas piadas com as músicas da princesa do pop. Mas, acho que Derrick só se destacou por que a grande maioria estava ruim. Só ganhou brilho por isso. E apesar de Michele ter agradecido por ele ter escolhido Britney, eu senti um ar de ainda quero mais de você nas palavras dela. Derrick pode até se salvar essa semana, mas não pode baixar a guarda.


Bob The Drag Queen foi o destaque desse jogo. Ele começou o jogo interpretando Uzo Aduba do seriado “Orange is the New Black”. Bob entrou mesmo no personagem trazendo a alma esquizofrênica do personagem pra bancada e ainda mais, sabendo interagir com as convidadas sem perder o foco do personagem. E quando pensamos que Bob não podia melhorar, eis que ela nos aparece com outro personagem. Isso mesmo, outro personagem. Bobo de repente entrou em cena vestida de Carol Channing, e não é a de 2 Broke Girls, mas serviu pra ver a capacidade de interpretação de Bob e como ela é bem versátil quando se trata de imitações. Sem falar no seu tom cômico que não fica somente no falar, assim posso comparar com Thorgy Thor, que no meu ponto de vista é mais caricata do que engraçada.

Contudo, foi um dos piores snatch games que eu já assisti, conseguindo superar até mesmo a bagunça que foi o snatch game da quarta temporada. Esse no caso, foi morto, e salvo por Chi Chi, Derrick e Bob.



Na Passarela o tema era 100 Looks de Madonna. Poderia ter sido a passarela mais icônica da temporada, se não fosse pelo pensamento em conjunto de Kim Chi, Thorgy Thor e Derrick Barry de irem usando Kimono. Salvo Darrick e Naomi que tentaram mudar os seus dando um ar de suas drags.


Acid Betty surpreendeu os jurados, e a mim também entrando na runaway de Bedtime Story. Foi muito criativo da parte dela, mas minimalista demais pro que Betty vem representando pra mim nos últimos episódios. Senti falta da Betty Rockeira porra louca.


Robbie Turner entrou com um modelito de treinadora de baseball inspirado em A League of Their Own. Ficou bem a cara dela, exaltou seu jeito espontâneo e vintage de ser, gostei bastante e está entre os meus preferidos da noite.


Chi Chi Devayne foi o melhor look pra mim nessa passarela. Com os clássicos sutiãs de cone prateado da Blond Ambition Tour, e que também foram um símbolo da Madonna por anos, Chi Chi serviu aquela Chi Chi gananciosa de sempre. Nessa noite foi a única que ousou em mostrar o lado fetichista da Madonna.


Bob The Drag Queen foi usando o modelito de escoteira usado pela Madonna na premiação do GLAAD Media Awards de 2013. Temos que destacar que Bob colocou as pernas pra jogo, desbancando pra mim Naomi Smalls que até então tinha o título de pernas mais bonitas da temporada. Esse modelito e a interpretação no snatch game rendeu a Bob The Drag Queen o título de campeã da semana.

Lembram que eu tinha comentando no post passado da rixazinha que estava começando entre Bob e Thorgy? Então, os jurados vem cada vez mais enaltecendo Thorgy, a elogiando e tudo mais, mas no final, Bob sempre leva a melhor. Afinal, o que será que falta para Thorgy? O que vocês acham? Deixem seus comentários abaixo ou vocês podem me falar no twitter @Raiolaser_.

Entre as piores da semana tivemos, Naomi Smalls com a Tiffany sem graça, sem brilho e como foi comentado por Gigi Hadid, sem peitos. Acid Betty com a sua Nancy Grace com a peruca errada e Robbie Turner com a sua Diana Vreeland ofuscada. 

Porém, quem toma a decisão final é sempre Mamma Ru, ele optou por salvar Robbie, deixando Acid Betty e Naomi Smalls para dublarem por suas vidas.


A Música escolhida foi “Causing Commotion” da Madonna e sinceramente eu teria mandado Naomi pra casa. Sério! Enquanto Betty mantinha seu personagem de grávida e dublava, sim ela realmente dublava quase tanto quanto a Detox, Naomi jogava sua única arma pro alto, no caso as pernas, fazia movimentos e o pior, se desmontava. Naomi começou a tirar sua roupa ficando só de lingerie enquanto Betty se mantinha no personagem tentando entender a musica e passar sua mensagem. Sem contar que Betty tem se mostrado uma excelente queen, e acredito que esse desafio tenha sido o seu maior deslize. É triste ver uma queen com tanto potencial ir embora assim. 


Final, Sashay Away pra Acid Betty. O que me causou revolta. Fiquei muito puto, perdão da palavra, com essa eliminação. Espero que Naomi saiba segurar essa barra.

TOP 5 Semanal (Com sobe e desce):

5 -  Thorgy Thor

Thorgy desceu no meu top 5 por que ainda não descobriu como se destacar na competição. Seu jeito critico ainda não lhe da espaço para perceber a diferença entre ser engraçada de fato e ser caricata.

4 – Derrick Barry

Derrick entra no Top 5 pela sua sensatez em ter escolhido Britney pro snatch game. Mesmo vivendo em seu mundinho de Las Vegas, elas ainda tem muito potencial. Se começar a descobrir o seu diferencial, quem sabe ela suba aqui e na competição também.

3 – Kim Chi

Kim ta perdendo alguns pontinhos comigo. Kim está se mostrando a verdadeira sabonete dessa competição. Não aparece nos episódios, durante os untuckeds ela se mostra conformada com a posição que ocupa e isso pra mim não é bom.

2 – Bob The Drag Queen.

O que foi Bob nesse episódio hein queridos? Foi muito tiro, quase uma chacina. Bob ganhou seu lugar aqui, além de ser muito boa no que faz, ela usa isso pra ajudar as meninas, ou foi só eu que achei que o choque de realidade que ela deu na Derrick não foi apenas gongação e sim um alerta? Bob tem muito pra nos mostrar.

1 – Chi Chi Devayne.

Chi Chi continua comendo pelas beiradas, mas diferente de Kim Chi ela tem seu destaque. É notável a sua sede de vitória e a vontade de querer mais e mais. Talvez seja pela sua historia, ou por insistindo de agarrar todas as oportunidades possíveis. Por isso, ela segue sendo a minha favorita.

Gostou do post? Tem algo pra acrescentar? Então deixa sua opinião nos comentários e o seu top 5 também. Até a próxima semana.

Rômulo Cordeiro
Twitter: @Raiolaser_
Instagram/snapchat: raiolaser



2 comentários:

  1. Vou acabar viciada em vir ao Votalhada todas as quartas.
    Adoro teus textos.
    Beijão querido.

    ResponderExcluir
  2. Difícil de entender o que aconteceu nesse episódio.

    Snatch Game é por tradição um dos episódios mais legais do programa e O QUE ACONTECEU AQUI? Tudo bem que normalmente só duas ou no máximo três são realmente boas, mais esse Snatch Game foi um dos mais broxantes que eu já vi. Gostei do Michael Jackson da Thorgy e Bob também foi boa, mas fazendo 2 personagens eu achei que ficou meio desigual, mas também não tiro sua razão se você dizer que ela foi inteligente em fazê-los. Fiqui ofendido com a New York da Naomi, que aliás estava fazendo ela mesmo né? e nem vi Kim Chi. Derrick Barry pra mim foi a verdadeira vencedora desse episódio, gostei mesmo da Britney (!!!!) dela, o que no final das contas não fez mais que a obrigação, um vez que a mesma estava em sua zona de conforto.

    E sobre a runway foi outra decepção... Como RuPaul em toda sua magnificência PERMITE um desfile com o tema 'Night of 1000 Madonnas' com quatro kimonos? I mean, really? Esse episódio tinha por lei ser um dos mais icônicos do show (e olha que eu nem sou fã de Madonna). Pra mim só Chi Chi fez jus ao tema e acho que até Venus D-Lite apresentaria uma madonna melhor do que todo o resto.

    Agora sobre a eliminação dessa semana eu até consigo entender, Acid Betty foi muito ruim mesmo no lipsync, mas não dá pra negar que ficou um clima de injustiça no ar, eu entendo que histórico não vale na eliminação, mas é muito difícil digerir Derrick Barry com 2 Lows e 1 Safe, se arrastando por 3 episódios e sendo bombardeada de críticas, enquanto Acid Betty com 3 Highs, eliminada sem rodeios. Apesar de ela estar transbordando arrogância nos últimos episódios eu realmente acreditava que ela iria até o top4 pelo menos. No fim do untucked eu tive a impressão que ela saiu bem conformada e só queria reconhecimento mesmo, como ela mesmo usou, que era um "soldado solitário" e que agora fazia parte de alguma coisa. Minha última observação é sobre Bob, concordo com Michelle dizendo que ela exagera as vezes, o ego de Bob que não cabe mais naquele workroom.


    De um modo geral foi um episódio bem ruim pra mim, tinha tudo pra ser memorável e no fim foi uma torta gigantesca de climão.


    Byeeeeee *Alaska's voice*


    @ouroboross

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html