21 agosto 2015

Consegui me reerguer", diz Bruno, que derrubou torta no "Bake Off Brasil"

O participante Bruno Sutil, de 25 anos, do “Bake Off Brasil – Mão Na Massa” (SBT) deixou todos os telespectadores aflitos no programa passado, quando derrubou sua torta com recheio de gorgonzola acidentalmente na porta do fogão nos momentos finais da prova de criatividade. Por sorte, os jurados Fabrizio Fazano Jr. e Carolina Fiorentino não acharam sua torta a pior do dia, o que lhe salvou da eliminação. Em entrevista exclusiva, o competidor conta detalhes do que aconteceu e fala sobre a repercussão nas redes sociais.

Assim como os internautas nas redes sociais, o competidor gaúcho também achou que seria eliminado: “Eu tinha certeza que seria eliminado, não tinha dúvida nenhuma. Eu só entendi o que tinha acontecido depois de todo mundo, porque eu não ouvi-la cair, ouvia só gritos na tenda inteira. Eu congelei por alguns segundos, daí que os outros participantes vieram me ajudar. Eu só ouvia um monte de gente falando e nem sabia quem falava o que. Depois de uns segundos que eu pensei ‘tenho que fazer alguma coisa’ e comecei a pegar as formas de um e de outro pra virar a torta e cortar – ideia da Gabi. O pessoal é incrível, a gente se ajuda muito. Ninguém quer ver o do outro dar errado, mas queremos que o nosso dê mais certo [risos]. São uns anjos!”, revela.

Bruno culpa a ansiedade pelos incidentes com a torta e diz ter ficado aliviado em permanecer no reality show: “Eu não acreditava quando eles me liberaram. Fiquei pasmo, não achei que era verdade. Eu fui bem no Tiramisú, já conhecia o doce e já tinha feito do zero, desde as bolachas. Pensando agora, entendo o porquê de me liberarem – apesar de ter caído a torta (nem acredito que tive a sorte de cair dentro do forno, e não no chão), ela estava muito saborosa (e descobri que a Carol é apaixonada por gorgonzola, muita sorte, também)”.

Apesar de toda a tensão sobre a queda da torta na tenda do “Bake Off Brasil”, nas redes sociais o clima era outro. Os internautas fizeram diferentes tipos de comentários, alguns se sensibilizaram e outros fizeram piadas. Os memes (imagens com frases bem humoradas que se espalham pelas redes sociais) surgiram e um deles agradou o participante.

“Eu acho isso tudo espetacular. Agradeço ao público, pois o carinho foi incrível (durante o programa tive centenas de menções diretas no Twitter @brunobakeoff) e as piadas, hilárias! Ri tanto com os memes e fui obrigado a postar, pois foram muito bem pensadas. O da paródia do “Forninho da Giovana” me fez rir muito quando vi. Naquela noite o meu telefone não parava. Meus amigos ligavam e mandavam mensagem de Porto Alegre, todo mundo achou que eu era um ‘caso perdido’ naquele momento. Que bom que consegui me reerguer”, se diverte o gaúcho ao lembrar do que acontecer nesta semana.

Sobre o perfil dos jurados do reality show, Bruno revela sua impressão sobre o temível jurado Fabrizio Fasano Jr. e da chef confeiteira Carolina Fiorentino, considerada por muitos a jurada conselheira.

“Eu tenho uma grande admiração pelos dois. Em primeiro, a Carol é realmente incrível. No pouco contato que eu tive com ela, percebo a riqueza técnica das avaliações e tento aprender bastante. Ouvir a avaliação dela é como abrir um dos livros de técnicas que tenho em casa, eu vou entendendo o porquê das coisas. Por causa dela, o programa tem sido uma escola incrível pra mim. O Fasano me lembra muito o meu pai – as avaliações são bastante rigorosas e ele não aceita nada que não seja a completa perfeição. Gosto disso, pois me faz querer melhorar sempre – é tudo uma questão de como ouvimos a crítica. Eu acabo concordando muito mais com a Carol do que com ele, às vezes acho que existem equívocos nas avaliações, por exemplo: é diferente a torta estar ruim e tu não gostares de comidas fortes (no caso da torta de gorgonzola), ou dizer que o bolo dos pais foi chocolate com chocolate e mais chocolate (de novo) – aquele foi o meu primeiro doce de chocolate, além de ser de chocolate com vinho do porto e Zambaglione – um mousse de vinho bastante difícil de executar e que me salvou da eliminação”, contou Bruno.

Fonte: www.boainformacao.com.br (UOL)

0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html