01 abril 2015

O que faltou dizer de Adrilles




Adrilles Jorge, poeta. Por muitos considerado um stalker - perseguidor - por conta de sua insistência com Tamires.
Eu não considerei assim, acho uma palavra muito forte. Pra mim é mais um cara carente, repleto de inseguranças, perdido em devaneios, e mesmo assim, ou justamente por isso, um fofo.

Inclusive até duas semanas atrás, se me perguntassem minha opinião sobre Adrilles, seria a melhor possível. Mesmo com todas as suas esquisitices - e quem não as tem? - parecia ser sincero, amigo, parceiro, leal, além de divertido e inteligente.

Bom, inteligente, eu já não considero tanto assim. Leal? Tenho minhas dúvidas, pois entregou sua lealdade à pessoa errada, e ainda estou tentando entender se foi por ingenuidade ou "esperteza". Explico.

Adrilles protagonizou com Mariza uma amizade difícil de ver em RSs. Tudo bem que as emoções ali dentro são tão intensas e vividas com tanta verdade, que uma pessoa que voce acabou de conhecer vira seu BFF, best friend forever, em questão de dias. Mas o que ele teve com Mariza parecia daquelas amizades que acontecem raras vezes na vida, quando você cruza com uma pessoa que tem os mesmos valores, que pensa como você, que se identifica com suas questões e que pode sim, virar seu grande e verdadeiro amigo em pouco tempo. Já me aconteceu, portanto posso acreditar que foi real.
Mas... tem sempre um mas, né, se a amizade por Mariza era tãaaaao verdadeira, porque cargas d'água ele não respeitou o desejo da amiga em não dividir o paredão com Cezar? Porque decidiu, no momento mais crucial da trajetória de sua grande amiga, proteger Fernando?!? Pois é, foi aí que comecei a me perguntar se foi por ingenuidade em não acreditar que ela seria eliminada por Cezar, ou se foi justamente o contrário, por ter certeza que ela seria eliminada por Cezar e assim, garantir que uma fortíssima candidata desse adeus ao prêmio. Aí vem alguém e diz, não, não foi isso, ele realmente não queria votar no 'amigo' Fernando para ser fiel às suas alianças láaaa do início do jogo. Então nessa hora eu respondo, se foi isso, realmente de inteligente ele não tem nada! Naquele paredão ele podia decidir que a final seria entre Mariza, Cezar e ele próprio. De qualquer forma, ele seria contemplado com um terceiro lugar neste caso, o que é muito melhor do que um quarto, e ainda por cima não seria indiretamente responsável pela eliminação do único amigo verdadeiro que ele encontrou no jogo, Mariza.

Mas por ter feito a escolha errada, que continuou mantendo ao votar em Cezar pra dividir o paredão com ele próprio - na boa, já viram alguém tão tapado assim? - hoje está aqui, amargando um mísero e irritante quarto lugar. Bem feito. Não torço para Cezar e muito menos para o casal #Odiando, mas adorei que a consequência das péssimas jogadas de Adrilles tenha sido essa. Não sabe brincar não desce pro play.

A pessoa tem o sonho de entrar para o BBB. A pessoa passa por várias etapas estressantes do processo de escolha dos candidatos . A pessoa finalmente consegue. A pessoa segue no jogo a duras penas, passando por inúmeras situações de confinamento, privação, perda de privacidade, julgamento do público, etc, etc, etc, e finalmente consegue chegar até onde chegou eliminando onze concorrentes dos quinze iniciais. Aí a pessoa faz o que? Dá uma de mártir escolhendo ir ao paredão com um concorrente que voltou de 4 paredões, que faz declaradamente a linha do apelo popular com sua estorinha triste e humilde, seus discursos demagogos de político em campanha e sua trajetória de perseguido e marginalizado no jogo, o que TODO MUNDO sabe que ganha RS, inclusive Adrilles? Essa conta fecha pra você? Pra mim não. Está muito mais para uma leitura que ele fez de que o casal, por conta da inconsistência e fraqueza de Fernando, sofria rejeição do público. Pensa comigo; se o casal sofre rejeição e Adrilles "acha" que tem chances contra Cezar, quem seria o campeão caso Cezar saísse neste paredão? Bingoooo!!! Portanto, ir ao paredão com Cezar foi uma escolha consciente, seguindo a mesma estratégia que começou com o paredão de Mariza, de, pelas beiradas, sem ninguém perceber, muito pelo contrário, considerando-o magnânimo, chegar à final com o casal, ou seja, com os dois concorrentes que ele achava que, dentre os cinco finalistas, eram os que menos o ameaçavam.

Eu não diria que foi um jogo sujo, mas que foi a jogada mais idiota de todas as edições, com certeza foi! LoL!
Boa Adrilles! Tchau, Adrilles...





O discurso de Pedro Bial sobre Adrilles Jorge já disse tudo. Era uma pessoa tão carente de ser amado que criou vínculos afetivos em sua cabeça que acabaram não sendo correspondidos, perdoando inclusive atos de vilania e sabotagem dos seus ditos amigos. Ironicamente, a única pessoa que nutria um sentimento real pelo poeta, ele acabou tirando da casa para proteger um casal que se amava tão verdadeiramente quanto à reciprocidade na amizade que ele julgava ter com eles, ato que acabou se repetindo e minando o próprio da chance de estar na final.

Não digo que não foi bonita a entrega dele a todos esses sentimentos e concordo quando ele diz que viu muito disso na Amanda, pois os dois acabaram se cegando por essa utopia de afeto, principalmente pela promessa de algo que nunca aconteceu, que nunca foi correspondido, mas ao contrário da Amanda, que tem uma consciência do jogo, se valendo dessa entrega emocional como uma plataforma pra se promover, Adrilles naturalmente sucumbiu às suas emoções sem pensar em como isso poderia afetá-lo no jogo.

Como um fã de mulheres que é, obviamente que foram elas que ditaram o tom da trajetória de Adrilles Jorge: demonstrando logo nas primeiras semanas em uma briga com Mariza que não seria mais uma planta, que nenhum dos dois seriam plantas, já que ela viria a se tornar sua melhor amiga lá dentro, formando um dos pares mais hilários e icônicos da história do BBB; sua história sendo repetida lá dentro pela rejeição de Tamires, o que fez aflorar novamente o seu lado “stalker” que todos temiam antes mesmo de começar o programa; e por ultimo a identificação que sentiu por Amanda, por lutar pela ilusão de um amor, não correspondido, que acabou levando à sua eliminação.

Mas os homens também atuaram pontualmente tanto para fazê-lo crescer no jogo, quanto para derrubá-lo de vez. A dupla que fazia com Marco, discutindo assuntos tão diversos, dava gosto de se ver e foi algo que Adrilles acabou mantendo com Mariza após a saída do teólogo, sendo um dos diferenciais do casal touch que só aumentava a admiração pelos dois. As brigas com Rafael e Luan também o beneficiaram no jogo pela desproporcionalidade nas reações dos dois por motivos tão banais, e por Adrilles ter em certa medida se controlado, menos quando disse a infame frase “Seu tipo de confinamento é outro, bandidinho”.

Apesar de creditarem à Tamires o “calcanhar de Adrilles”, acredito que o sujeito seja outro, de nome Fernando Carlos, que com seu jeito gentil, fala mansa, convenceu o poeta de que existia ali uma parceria e amizade verdadeiras. Não culpo apenas Adrilles pela ingenuidade, já que Angélica, Amanda, Aline e Mariza foram vítimas da mesma tática em maior ou menor medida, mas o culpo por ter investido naquilo que era duvidoso, já que Mariza já havia contado a ele o jogo de Fernando e ele concordou que havia ambiguidade no seu comportamento, em detrimento daquilo que era certo. Era certo que a amizade de Mariza era verdadeira, e era certo que eram grandes as chances de tanto ele quanto ela saírem contra Cézar, mas ele preferiu apostar no Fernando, e perdeu.

Não considero suas atitudes burras, e sim cegas, iludidas, cobertas com uma lealdade e nobreza que só perdem sua beleza diante dos fatos que nós conhecíamos e ele não. Para ele o casal era seu amigo e a estratégia utilizada por eles, mesmo o colocando no paredão, era “em nome do amor”. Ele não sabia que estavam inclusive planejando um paredão entre ele e Mariza na semana anterior. Mas considero como um tapa com luva de pelica na cara dos dois quando se sacrificou, quando não os traiu como os dois haviam feito com ele. Não sei se realmente eles se comoveram, já que não parecem ter tanta consideração por Adrilles assim, mas pelo menos devem ter consciência que ficou feio pra eles a dedicação não correspondida do poeta.

Adrilles entrou no programa com um histórico de vida cheio de rejeições, mas durante todo o programa foi sempre um dos menos rejeitados pelo público nas pesquisas, e também tem, como Mariza, o mérito de ter sido um dos que a maioria queria na final, tendo ficado de fora apenas por ter disputado com o (infelizmente) futuro campeão. Situação criada por ele próprio, e que deverão ser digeridas aqui fora.




Adrilles menino raquítico, franzino, patinho feio
Adolescente cheio de espinhas, e continuava feio
Jovem inteligente na ânsia de tudo dizer o que por dentro sentia
Cresceu sabendo-se um escritor,  um estudioso, um poeta, um sonhador.

Jornalista se tornou, nada diferente poderia ser
Pois respira escrever, transpira paixão em sua ânsia de viver.
Sonhar, sonhar, sonhar. Falar, falar, falar, é preciso falar,
Mas jamais só, é preciso o outro nem que seja pra retrucar

E onde jamais poderia  imaginar, aceito num BBB, ele foi parar
Eu aqui? Feio, sem graça, chato, expoente da minha alma
Nem uma semana vou durar.

E  eis que encontra Marco, o interlocutor perfeito, inteligente, sagaz
E em interessantes, atraentes papos na madrugada eles nos deram
A surpresa maior que  pode sim  ter Vida Inteligente no BBB

A saída prematura de Marco deixou o poeta triste, cabisbaixo, desanimado
Sua "paixão" por Tamires ocupou o vazio que sentia e se tronou obsessivo
Tornado-o um chato na busca da reciprocidade de seu sentimento.

Amizade com Mariza crescia, mas ainda abafada, sem espaço pra florescer
Saída de Tamires o beneficiou, se abriu a amizade com quem sem nenhum exagero
Formou a melhor Dupla de amigos, Madrilles, que se tornou o nome desse BBB

Os Melhores Momentos nos foram proporcionados por eles
Rimos, gargalhamos, divertimos, nos emocionamos, choramos.
E nada, nada que outro lá  fizesse, superava  o prazer de vermos Mariza e Adrilles.

Como disse várias vezes o Poeta se sentia um peixe fora d' água 
A pessoa certa no lugar errado, pois jogo não foi feito pra poeta jogar
Mas pra nós, no lugar certo, pra nos dar o imenso prazer dele desfrutar

E como seria esperado de um poeta que coloca à frente de tudo, seus princípios, seus sentimentos
Naquilo que vê, que ouve, que sente, na sua ingenuidade de acreditar
Não traindo  sua amizade que nutria pelo casal,
Fez o contrário do que todos nós queríamos, e ali decretou sua saída

Foi xingado de babaca, de idiota, tapado. por muitos
Para esses, como conceber que alguém jogue fora essa possibilidade pelos seus princípios?
Afinal ali é um jogo valendo 1 milhão e meio.

Ele o fez, e o quando o fez, vi que jamais ganharia o jogo,
Um Poeta, manipular, votar por estratégia? Era querer demais.

BBB é um jogo que um só ganha, e ainda se corre risco de  perder muito mais quando de lá sai rejeitado.

Adrilles, obrigada por nos permitir te conhecer, pra ficar mais nítido ainda, que existem pessoas, como você mesmo disse, que preferem serem chamadas de ingenuas do que mau caráter.

Que seus sonhos se realizem, que você agora, sabedor do quanto é querido, consiga se enxergar melhor. Que veja que o patinho feio não existe mais, e mesmo que você se ache assim, sem atrativos físicos, você é LINDO aos nossos olhos, que enxergamos em você nessa sua permanência no BBB15 a sua essência, a Beleza de ser um Poeta mesmo que muitas vezes tornava-se um entediante falador. Mas afinal, você estava ali a nossa disposição 24h por dia. Não teria como ser todo o tempo perfeito.

Adrilles Poeta do Ser Amor, do Ser Amigo, do Ser Ingênuo, do Ser Lindo que você é.





Adrilles Jorge teve uma trajetória linda, agitada, carente, amigável e real no BBB15, ele foi o poeta afetivo ou carente, todos sabem que essa paixão pelos "amigos" e por Tamires é carência, ele queria ter o afeto de todos, de Francieli mesmo tendo votado nela, das gêmeas que ele conhecia apenas 1 dia e do Luan mesmo depois do ataque de fúria contra ele.

E com isso mostrou um grande lado amigo, afetivo e ingênuo conquistando o carinho do público. Adrilles viveu como se estivesse na casa dele, divertiu muito o público com suas quedas, trejeitos, sua voz, seu jeito maluco, resumindo tudo que ele fazia, foi realmente um Zacarilles, errou, agiu com o coração e com certeza ele ficará marcado na história do BBB.

Ele foi um dos protagonistas desta edição, no começo ninguém torcia ou apostava nele para ganhar ou chegar longe, mas logo foi ganhando uma grande torcida junto com Mariza, um dos 3 grandes favoritos ao prêmio, ele nem imaginaria isso, por ser outro participante bem exótico pensava que poderia ter uma possível rejeição nesta reta final, não considero uma rejeição 65% ainda mais contra o Cézar que havia voltado de 4 paredões seguidos e ganhado metade da torcida de Mariza.

Adrilles errou ao ter votado no Cézar e não no Fernando, ali ele já havia se colocado no próximo paredão e ainda tirou sua maior aliada, foi ingênuo demais, bobo, foi uma pessoa facil de se manipular e não conseguiu enxergar o jogo, apenas se preocupou em fazer amizades, ter um interlocutor e alguém para conversar com ele, teve algumas inseguranças e preferiu não focar no jogo.

Adrilles foi também o poeta romântico, sempre elogiou todas as mulheres da casa e sempre enxergava algo positivo até nas pessoas más, não soube dosar esse lado tão afetivo e carente, perdeu o apoio do público por isso e se entregou ao programa mas não ao jogo, no final não estava dando a minima para sair, se colocou contra Cézar no paredão mesmo sabendo que ele era forte, sendo assim se eliminou. Não percebeu a maldade do Fernando e Amanda e ainda se sacrificou pelo "casal', poderia ter sido mais esperto, atento e jogador mas não faz o perfil dele, por fim torci para ele mas infelizmente mereceu sair. 




É óbvio que o Adrilles jamais conseguiria o Primeiro Lugar.

Apesar de ser Muito Inteligente, Muito Culto e Muito Engraçado, emocionalmente falando, é  uma pessoa muito Frágil.

A Pessoa tem que se aceitar primeiro, estar em paz consigo mesmo, para depois conseguir conviver bem com o outro.

Ele deve ter algum tipo de Patologia. Uma Neurose talvez. Apesar de bem humorado sempre, ele tem necessidade de ter um Interlocutor para falar sem parar. Ou fala sozinho mesmo. E vive se depreciando em tudo. Como ele mesmo diz: "Eu não consigo conviver comigo mesmo. "Eu preciso falar com alguém, porque por dentro de mim, só existe um Vazio  Muito Grande" ! Quem faz Terapia, sabe muito bem do que estou falando.

Mas pela sua Trajetória no " jogo" , merecia pelo menos estar na Final junto ou não com a Mariza, já que ela saiu.

E o pior, é que foi agora para um Paredão, com o Sujeito, que  desde o Começo, a GLOBO, op´s ,  a grande "Massa" ( que não entende bulhufas do que ele fala)  já o consagrou como Campeão :___Cézar Lima .

Só desejo que Adrilles  aqui fora, veja e sinta nas Pessoas,  que ele foi sempre muito querido e esteve até agora, cogitado para o Segundo Lugar. Senão vai pirar. Vai potencializar tudo que acha , erradamente, sobre si mesmo. Pode ser que aqui fora, ele aprenda alguma coisa sobre Relacionamento Humano e Sinceridade.  Principalmente quando descobriu que seu "melhor Amigo" Fernando, foi um Vilão, manipulando Amanda e fazendo com que ela votasse na Mariza e nele também. O meu PPV, só serviu pela presença de Mariza, Marco e  Adrilles,  principalmente. Eu adorei a sua Participação. Me conquistou. Me emocionou e me fez rir muito.





Existe uma linha tênue onde  a ingenuidade e a burrice se dividem.
Infelizmente Adrilles ficou mais para o lado da burrice.
Alguém que se candidata a um jogo desses deveria ter pelo menos a intenção de jogar, certo?

O fato dele não querer votar no Fernando por que acharia deslealdade é ridículo, já que Amanda, sua ¨amiga de infância¨ votou nele e ele diz ter entendido. E nessa altura do jogo qualquer voto  tem que ser entendido sim, inclusive o que ele deveria ter dado ao Fernando.

Enfim, ser inteligente, esperto, articulado, não significa nada se você não tiver o mínimo de bom senso e amor próprio.

E amor próprio é o que mais falta em Adrilles. Um bom psicanalista talvez ajudasse muito..

Não merecia ganhar pela falta de visão, mas quem sabe um terceiro lugar?

Não vejo demérito nenhum em jogar desde que seu jogo seja limpo, assim como o do Cezar que  em momento nenhum tentou  manipular votos, nem articulou ou atacou outro jogador.

Jogou limpo e vai levar o premio, mesmo com aquele discursinho barato de moço pobre que é o que sempre acaba arrecadando votos.





20 comentários:

  1. Parabéns Acioli, Ray, Raphael, Beatriz, Debby cada um com sua análise ,sua visão, mas com algo em comum: Gostamos dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostava dele, não gosto mais. O mundo não tem espaço para um ser tão débil no que diz respeito a relacionamentos interpessoais. Vira amante do malandro carioca aqui fora trouxa.

      Excluir
  2. Adorei sua visao Laurita bernardes e concordo plenamente. Madrilles foi o que me fazia assistir esse BBB, Adorava os dois. Tomara que os dois tenham cereteza do tanto que alegraram os dias e as noites, enquanto outros planejavam, se amassavam, eles eram o que havia de melhor. papos consistentes, inteligentesa, amei.

    ResponderExcluir
  3. Amei seu comentário, Laura. Você diz tudo o que gostaríamos dizer com uma sensibilidade incrível. É sempre bom se sentir confortada com uma bela crônica. Ficamos órfãos sem MADRILLES!
    Ainda bem que suas palavras afagam nossa alma. Parabéns ao Votalhada por contarmos com vc.
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  4. Amei seu comentário, Laura. Você diz tudo o que gostaríamos dizer com uma sensibilidade incrível. É sempre bom se sentir confortada com uma bela crônica. Ficamos órfãos sem MADRILLES!
    Ainda bem que temos você no VOTALHADA
    Coraçãomente,
    Antonia

    ResponderExcluir
  5. Me identifiquei bastante com as análises do Ray e da Laurita.

    ResponderExcluir
  6. Laurita, não poderia haver forma mais lúdica de se despedir do adorável poeta do que com esta linda poesia. Parabéns! Bjo!

    ResponderExcluir
  7. Eu já acho que Adrilles precisa de ajuda. Uma das pessoas mais insanas que eu vi na TV: Além de ter detonado a final desse BBB, falta a ele amor próprio, falta humildade, falta saber quem está realmente ao seu lado, falta e falta. Um homem de 40 anos que não tem trabalho, não tem nada, é poeta e só... "canta" até quem o entrevista (vide Video Show, fora BBB) é muito fora do padrão. Padrão para muito menos, muito menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cecilia, concordo com tudo que vc escreveu. Digo mais, acho que Adrilles tem algum tipo severo de patologia caso de tratamento urgente com um bom profissional. Pena não poder citar o nome de certa blogueira onde a autora descreve exatamente como é o Adrilles. Enfim, diante do que restou prefiro Cezar campeão. Nunca foi meu preferido mas agora fico com ele. Não suporto nem ver o casal nojo. Não assisto mais o programa só acompanho + ou - por alguns blogs. Felizmente existe a tv paga.
      Abraços

      Excluir
  8. e continuamos com análises requentadas, chupadas e de vizinha de vila na beirada do portão. Assim vcs não conseguem virar uma Lupa, uma De Cara Pra... uma Gianne Albertonni pu uma Luciana Gimenes!!!...

    ResponderExcluir
  9. De você? Só pode ser 1o de abril rsrsr

    ResponderExcluir
  10. Análises requentadas que você agora ler, né, Antonio, toda quarta feira bate o ponto aqui, rsrsrs. Acho ótimo, adooooooro seus comentários ácidos assim como você adooooora nossas análises. Estamos quites?

    ResponderExcluir
  11. Leia adora onde está escrito agora, por favor. Esse corretor ortográfico deveria se chamar decisão ortográfica do Android, aff!

    ResponderExcluir
  12. Nao acho que o Adrilles tenha fritado sua parceira no jogo e a si proprio deliberadamente. Acho que foi ingenuidade no jogo.

    ResponderExcluir
  13. Mariana, depois de ver as entrevistas aqui fora, fiquei até com pena. Santa ingenuidade!

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html