29 março 2015

Frank Killer: A Derrota de Um Jogador
Jogo e Méritos V


A Derrota de Um Jogador

A matemática do jogo dos concursantes não é o que pensamos aqui fora. É o que achamos que os concursantes pensam. Por exemplo, Adrilles sabe que Aline foi eliminada num paredão contra a Amanda e a Mariza, mas não sabe que foi pouca a diferença. E Mariza teve só 2%. Mariza foi indicada por Amanda no paredão passado e foi eliminada. Ele não sabe que foi quase empate. Para fechar, ele sabe que Fernando eliminou Marco. 

Conclusão: Adrilles deve pensar que Amanda é fortíssima, o que faria com que Fernando também o seja, apesar dos pesares! Aquelas caminhadas dele em volta da mesa da sala deve ser pensando essas coisas! LOL. Ele não consegue entender porquê o Cézar está voltando dos paredões e deve achar que é por sorte! As análises dos demais não é muito diferente. Mas Cêzar pode querer tirar a prova dos noves, votando em Amanda ou em quem o Adrilles não votar, já que parece ser adepto do tudo ou nada. 

Vamos ver se ele tem coragem mesmo! A essa altura do campeonato Cézar já deve saber em quem o Adrilles vai votar. 

Jogo e Méritos V

Diz um ditado antigo, um tanto imoral, senão totalmente, que "ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão". A pessoa seria um larápio insignificante "garfado" por um "escolado". O velhaco se safa e o larápio é "esfolado". A pessoa é uma vítima que não pode chiar. O velhaco é um ladrão que não se pode acusar. Até rimou, né?

A desonestidade tem apenas um grau, muito interessante: "Quem rouba um tostão, rouba um milhão", né? Não há meio termo entre desonestidade e honestidade. Ou é uma coisa ou é a outra, sem gradação! Não existe um desonesto honesto e nem um honesto desonesto. Isto é óbvio, mas quase ninguém percebe nitidamente!

Seja inteligente e pense: quem é que ganha em jogo ou explorando o jogo? É uma pessoa honesta? Se você disser que sim, que é honesto, você é um caso perdido! Esqueça quem é honesto ou menos desonesto em um RS e dê o prêmio a quem vai te ferrar ou que poderia te ferrar, né? Na melhor das hipóteses, ele vai ferrar ou "esfolar" alguém parecido com você ou da sua mesma condição.

E poderá ser até você mesmo em pessoa em outra oportunidade. Nesse caso, você não seria inteligente. Seria estúpido, porque estaria dando-lhe poder, projeção e influência para poder alcançar você em uma das encruzilhadas da vida! Volta e meia isso acontece quando damos poder a quem não merece e, dinheiro é poder!

Depois não reclame que com sua burrice, um energúmeno qualquer foi para as redes sociais para formar torcidas organizadas para atuar contra seus preferidos ou os preferidos de outros em benefício próprio, mesmo que seja somente por projeção e influência, porque ele irá mais cedo ou mais tarde transformar isso em dinheiro. É sua intenção.

Ah! Já ia me esquecendo! Você dirá que RS é só um RS. Não há necessidade de ser tão radical. É só uma brincadeira inocente, para diversão. É legal ver as pessoas se matando para ganhar dinheiro. Pois sim? Ok? Não, não está tudo bem! Porquê você iria dar um prêmio de hum milhão e meio de reais para o melhor jogador, ou o admira, se você pode dar para a melhor pessoa?

Você faz idéia do que é essa quantia? Não seria porque você gostaria de ser igual a ele ou estar no lugar dele? Ou seja, não importa que você seja imoral, desde que seja rico? Num mundo de ricos imorais, eu preferiria não existir. Você sim? Se você é assim, eu preferiria não ter o desprazer de conhecer você.

Dinheiro é para remunerar o esforço e o trabalho ou premiar o mérito. O talento não é remunerável, porque nenhum talento subsiste sem esforços e trabalho. O sucesso é resultado de uma grande parcela de trabalho e uma ínfima parte de talento. O que se premia é o esforço e, o talento se agradece a Deus ou aos mestres. Todos possuem talentos, mas sem esforços ninguém chega a lugar nenhum e nem todos são esforçados. A maioria é um bando de preguiçosos, oportunistas, aproveitadores, incomplacentes, falsos, facínoras, hipócritas, acomodados, etc. É uma categoria muito grande e encheria esta página com suas "qualificações". E nada disso é talento, na acepção do termo!

A questão do linguajar coloquial cheio de palavras chulas provém do ambiente cultural ou social, de um modo que não se relaciona com a índole ou a personalidade individual. O que se relaciona com a índole é algo do tipo que falou o Adrilles em referência à felicidade alheia.
 "Site Oficial, 6/2 12h25
'Não gosto de casal feliz quando eu estou triste', diz Adrilles (Link)"


Esta citação do Adrilles "Acho que existem as duas coisas: uma coisa chamada índole e uma coisa chamada ambiente social. A gente volta à velha questão. ´Se o ambiente fosse determinante na índole das pessoas, 60% da população brasileira estariam no crime´ e não estão (Assista)." não combina com alguém que discrimina e envilece quem fala palavrões com verborreia. Fiz questão de re-citar sua citação para ilustrar seus admiradores quanto a seus adversários ou rivais. Adrilles usa uma coisa chamada Inteligência Verbal como estratégia. LOL.

O indivíduo humano é um ser relacionante e quando não, é um indivíduo anormal diante da maioria. Quando o Adrilles diz sentir-se infeliz diante de casais amando-se e felizes, é uma questão de índole. Se você se identifica com ele, pode ser uma projeção nele das atribulações de suas realidades. Índole é isso, os sentimentos que uma pessoa tem por injunções vivenciais várias, e não seus atos e atitudes derivados unicamente do meio social em que vive ou se criou ou, da escassa e deficiente formação escolar e familiar.


Ninguém é culpado ou inocente pelos seus sentimentos. Alguém é culpado, isso sim, pelas atitudes e atos feitos em nome desses sentimentos. Adrilles ardilosamente vem à exaustão frisando a primeira parte desse pensamento e deixando a segunda parte para a conclusão de quem o ouve. Essa é a questão e é o seu jogo. Está nítido que ele não elegeu Fernando e Amanda como seus melhores amigos em detrimento da Mariza. Adrilles não é amigo de ninguém. Ele é amigo de um milhão e meio de reais ou o que puder "beliscar"!

Moleskine

Nesse paredão deve provavelmente ser eliminado o último que é jogador de fato, só restando pseudo jogadores. Se não, poderá ser o campeão. Se Amanda ficar imune, o indicado por ela terá o direito de escolher contra quem quer ir para o paredão! Em caso contrário:

1 - Se Cézar for o indicado, poderá pensar que Adrilles é mais fraco que Mariza e tentar ir com ele para o paredão com seu voto. Mas Cézar é imprevisível nessa questão e poderá escolher quem ele julga mais forte! Nesse caso, seria a Amanda.

2 - Se Adrilles for o indicado por ela, poderá votar em Fernando, porque acha que ele pisou na bola na questão dos casais e já repisou esse fato várias vezes de um modo sorrateiro e subliminar. Por outro lado, ele deve estar com medo de enfrentar o Cézar num quinto paredão do mesmo.

3 - Adrilles, se indicado por Amanda, será muito burro, se votar em Cézar. Escolhendo Fernando, indicará claramente que traiu a Mariza para se beneficiar. Está comprometido por seus movimentos recentes e só poderia votar em Amanda, para ser coerente e para não se arriscar contra o Cézar.

4 - Se cada um receber um voto apenas, o paredão será Adrilles x Cézar, pelo Voto de Minerva da Amanda.

Em resumo, o correto é Amanda indicar o Adrilles. Se ele votar no Cézar, vão os dois para o paredão. Se ele votar em um do casal, pode dar empate. Nesses casos o Adrilles será eliminado pelo Cézar, mas se a torcida do casal for forte, pode sair o Cézar. Amanda pode estar queimada com as mulheres, mas com os homens nem tanto. O percentual da interatividade é quem vai esclarecer isso. Se for quase 50% (até uns 65%) ela não estará queimada com os homens. Na pesquisa do Votalhada o "Não" estava com 55% cerca das 23h00 do dia 28/3.




"Shadow 26 de março de 2015 13:20
Frank... tá difícil... tá difícil escolher um campeão nesse BBB sem sentir um gosto amargo.

É como você colocou com muita propriedade: onde estão os valores dos participantes que restaram naquela casa? A meu ver, nem no dedão do pé!

Não se trata de querer encontrar gente do bem, coração "bão" e perfeitinha convivendo em harmonia com todos. Não. Somos imperfeitos, temos nossos defeitos, nossos momentos de mau humor, uma boca que gosta de falar da vida alheia... mas... eles ali, são a degradação em pessoa.

Por mais que me esforce não consigo digerir a conduta dissimulada e oportunista dos quatro que restaram."

É isso aí, Shadow! Fazer o quê, né? Só nos resta eleger o menor pior. É dificil... É dificil... Abraços. 

"Maria De Oliveira Pontes 26 de março de 2015 13:24
Meu Deus,meu Deus,como pode o povo fazer um campeão...um sujeito que durante 90 dias,a unica coisa que fez foi no RS foi....malhar...comer....cagar e dormi...ha e fingi que le nossa é por isso que esse Pais ta assim..Cesar um farsante cansativo..."

Sabe, Maria? Também me pareceu que Cézar e Adrilles fingiam que liam em alguns momentos. Pensei que era impressão minha, mas como você também notou isso no Cézar, reforça minhas suspeitas. Em algumas ocasiões eles ficavam tempo demais na mesma página e, em outras, passavam muito rapidamente para a página seguinte, sem dar tempo de ler toda a página.

Aliás, isso é comum em concursantes que ficam "lendo" livros no confinamento. Na verdade estão fazendo tipo na maioria das vezes.

"PAULO SENA 27 de março de 2015 11:15
Cezar mudar os seus votos em toda votação para não dizer que esta combinando votos com outra pessoa. Com cinco pessoas já dar para saber os votos de cada um. Ele não é burro sabia que Mariza ao ter colocado Fernando no castigo do anjo já era opção de voto dela e se votasse nele iria acabar com o jogo de de votar individualmente.
Votando no Fernando iria dar empate e a líder escolheria ele"

É uma teoria, Paulo. E é das boas, em minha opinião! Parece que o Cézar tem horror que pensem que ele combina votos, mas não precisa fingir que não está lendo o desenho das votações dos demais e se colocar no paredão em função disso. Esse negócio de dizer que quem elimina é a audiência não é bem assim. 

Para ser eliminado é preciso estar no paredão e não é só a audiência quem elimina! Todos já estão carecas de saber que o RS é todo manipulado! Por exemplo, como apontou a Shadow com perspicácia e argúcia, se os parentes não tivessem sido mostrados, Cézar teria dançado, com toda a certeza! É por coisas assim, pequenos e "inocentes" detalhes, que não gosto de certas coisas que o Bial e a produção fazem.

"Shadow 27 de março de 2015 15:34
Paulo,
Não necessariamente daria empate caso Adrilles acompanhasse o voto da Mariza. Aliás, ante a parceria dos dois, seria o mais natural e lógico. O fato é que ao votar em Amanda, o Cezar, sequer quis correr o risco de não estar no paredão.
Abs."

Correto, Shadow. Como já disse antes, Cézar só não iria para o paredão se Adrilles não votasse nele ou Cézar só recebesse um voto dos 3 que poderia receber. Nesse caso o voto dele e de outros dois (Mariza e Adrilles) iriam para Fernando e Amanda (dois para um e 1 para o outro, na melhor das hipóteses), livrando-o do paredão. 




Achei interessante a risada do Bial à La Silvio Santos (Ah hai!) na hora da performance ridícula e risível do Adrilles na Prova do Líder. A salvação do Adrilles será ele e o Cézar votarem na mesma pessoa. Não sei se seria exatamente salvação, porque o Adrilles tem frouxidão em alguns parafusos do cérebro e pode enlouquecer se não sair logo. Hoje, 28/3, ele ficou caminhando em volta do Cézar, enquanto este fazia exercícios de solo na Academia. LOL.

Mas como tem gente que gosta de ver o circo pegar fogo, pode ser que deixem o Adrilles ficar para a Final. O RS já começou como palhaçada e não seria fora de propósito o Adrilles na Final. LOL.


2 comentários:

  1. -Fernando sabe que Cezar ter votado de 4 paredões significa ele é forte.
    -Com a saída de Mariza Cezar e Adrilles se tornaram parceiros de conversa.Nesse domingo Adrilles disse que não votaria na Amanda e pode está certo que Cezar com base na informação ele votará na líder para dizer que não combina voto ( a combinação de votos não precisa se explicita).

    -Amanda até tinha de está entre as favoritos porém ao começa namoro com Fernando perdeu a chance e se o resultado da votação for Adrilles e Cezar o casal já está na final e o Cezar vai ganhar com os maiores índices

    ResponderExcluir
  2. Por mais que, nesta edição, pareça que os concursantes estejam jogando "para dentro" e querendo adiar um possível paredão, estou acreditando que é o contrário! Achei perfeita a sua ideia de que eles não sabem os números das eliminações e com isto foram supondo as coisas e tomando decisões "erradas". O Fernando tinha sido a maior prova disso, ele está jogando é para o público, apostou todas as fichas na hipótese de que nós "compramos" o amor que a Amanda diz sentir por ele (que tb não acredito) e tentou, sem resultado, formar com ela um casal que ele pensa que o público queria. O Adriles, apesar de mais sutil, fez o mesmo. Está acreditando, piamente, que o casal é querido pelo público e tb apostou todas as fichas nisso, se colocando num paredão com o Cesar. Bondade, honestidade,
    coerência, lealdade e autenticidade, não são palavras de ordem lá dentro. Com exceção a Marisa, todos ali buscaram ser e fazer o que achavam que era "certo". E quando fizeram isto caíram na armadilha de "aparecer" neles o que há de mais negativo no ser humano: a incoerência e o cinismo. Ora, aquela cena do Adriles com a Amanda, no dia em que ela o indicou para o paredão foi de uma falsidade que entoja qq um que assiste. E entojou até mesmo o caricato Cesar, que saiu da linha que criou e deu um fora nele. Eles se perderam tanto pensando nestes resultados e aqui fora, que deixaram de ser humanos, qdo o que mais queriam eram mostrar que eram. E é por isto que o Cesar está um passo a frente deles, está fazendo o mesmo, mas está consciente disso desde o primeiro dia, mas como não construiu nenhuma relação com o outro, não se tornou desleal e nem cínico. Para que apareçam estas falhas de caráter é necessário que exista o outro na nossa vida.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html