26 fevereiro 2015

O que faltou dizer de Angélica
Por Laurita Bernardes

As opiniões emitidas nas mensagens e comentários são de responsabilidade
exclusiva do autor das mesmas e não expressam necessariamente
as da administração e de outros colaboradores do Votalhada.


Quando se entra num Reality Show estão cansados de saber, ainda mais depois de 14 BBBs, que ficam expostos e colocam a família em exposição também.

Começam a pipocar na mídia "podres", vídeos (vide Maira Cardi), fotos sensuais, etc. Vasculham tudo da vida dos participantes a fim de encontrar algo que "cause".

De Angélica nada foi dito o que comprova que deve ser uma boa profissional de enfermagem, com uma vida familiar sem nada que a desabone.

Demonstrou ser inteligente, e o fato de ser careca deve ter contribuído pra que fizesse trabalhos como modelo, pois chama atenção pelo diferencial.

A auto estima é essencial no ser humano. Mas transformar essa auto estima em arrogância foi um dos erros dela na casa. Ficou um mito em RS que "falar na cara" leva você a preferência do público, pois este gosta de pessoas verdadeiras, sem medo de se posicionar, de falar o que pensa. 

Angélica confundiu se posicionar, falar na cara com prepotência, arrogância  pois foi  assim que ela se mostrou na casa, com o agravante de não aceitar contestações. Ela estava certa e ponto. Sua maneira de levar outros participantes a concordarem com suas "verdades" também a levou a se mostrar manipuladora.

O que me incomoda e muito é o fato de acharem que se julga pela cor da pele e não pelas atitudes e palavras.

Angela do BBB14 foi detestada, com #AngelaOBrasilTeOdeia nos Trends do Twitter na ocasião.

Angelica com sua postura na casa se tornou antipatizada pela torcida saindo com 69% num paredão triplo.

Independente da cor da pele, vence quem agrada mais ao grande público, o que gosta de um RS com emoções, divertimento, verdades, posicionamento, o jogador que joga limpo pra a casa e para o público. Ao meu ver a do ano passado foi uma exceção.

Que ela  consiga sucesso em sua profissão, fazer a faculdade que deseja para dar uma vida melhor a seus filhos.

Nós todos temos nossos defeitos, cabe reconhecê-los e tentar mudar o que for possível pra que tenhamos sucesso em nossa vida familiar, afetiva e profissional.




12 comentários:

  1. Análise perfeita . Sucinta e desprovida de fanatismos ( o que pode levar a injustiças intencionais ou não ...)

    ResponderExcluir
  2. Concordo com tudo que escreveu. nao e a cor da pele e sim a demonstracao das pessoas diante dos conflitos que existem no RS.
    Infelizmente as duas pessoas negras dessa edicao nao possuem carisma para vencer essa edicao, a Angelica por ser arrogante e o garoto Luan por ser apenas um garoto inconsequente. n

    ResponderExcluir
  3. É inegável que os comentários racistas existiram, mas não tiveram nada com a eliminação dela, que com tal comportamento aconteceria com qualquer pessoa. Os racistas apenas foram oportunistas com a situação, mas de forma alguma acho que eliminação foi preponderante racista, isso seria simplesmente passar um pano num comportamento que o público repudia.

    Ser verdadeiro, tem o limite até quando você começa a faltar com o respeito com o próximo. Na nossa vida por mais verdadeiros que sejamos, sabemos que tem limite do que falamos, para preservar as pessoas e não faze-las se sentiram mal. Por exemplo se você encontra uma amiga que está mais gorda, você não vai comentar isso, a menos que queria faze-lá ficar mal. São pequenas omissões que são necessárias para um bom convívio em sociedade e isso não é deixar de ser verdadeiro e sim o limite entre verdadeiro e educação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Ronaldo voce tem toda razão. Existe em grande escala a falta de respeito e a de educaçao. E voce dise bem, verdades com bom senso. Obrigada.

      Excluir
    2. Ronaldo, você foi muito feliz também em suas colocações. Parabéns!!!

      Excluir
    3. Como é bom ler textos de gente esclarecida que enxerga as coisas como elas são! Parabéns, Laurita e Ronaldo! O Brasil inteiro julgou o comportamento da Angélica, porque é isso que se julga em RS, e é só isso que nos faz escolher um vencedor, mas aí vem os espíritos de porco, esses sim, que não enxergam nada além da cor da pele, nos acusar de racistas! Até a própria Angélica levantou esta questão, o que contraria totalmente seu discurso de mulher forte, independente, sem papas na língua, autêntica, pois ELA sabe muito bem que foi rejeitada pela personalidade e não pela cor. Se fosse loira de olhos azuis qual seria a desculpa para a rejeição, a cor dos olhos, do cabelo ou da pele? Pois é!

      Excluir
    4. Obrigada Acioli,voce também sabe colocar mto bem em palavras sua maneira de pensar.Fico feliz de ser elogiada por pessoas que demonstram inteligência, sensibilidade para a análise.

      Excluir
  4. "O que me incomoda e muito é o fato de acharem que se julga pela cor da pele e não pelas atitudes e palavras." Engraçado que os comentários racistas no Twitter, que existiram SIM e foram maioria SIM durante o momento da hashtag #AngelicaOBrasilTeOdeia, não te incomodam. outra coluna desnecessária dessa senhora que nada acrescenta ao site.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, seus comentários também não acrescentam nada ao site. O texto de Laurita não deixa nenhuma margem para equívocos. Porque você não mostra essa indignação toda para os racistas que postaram comentários no Twitter? O que não é de forma alguma o caso do Votalhada e seus comentaristas.

      Excluir
  5. Laurita, brilhante o seu texto. Nem preciso acrescentar nada pois tudo foi muito bem colocado.
    Abração

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html