25 outubro 2014

Frank Killer: Autoridade Contestada

 
Autoridade Contestada

A "autoridade" do comandante (por duas vezes ex-fazendeiro Robson) das Forças Aliadas (Exércitos Coelho e Avestruz) vem sofrendo alguns arranhões há algum tempo, por conta de sua estratégia, aparentemente de grupo, mas individualista, ao que parece. Helô foi a primeira a perceber isso e explanou sua visão para as companheiras. A equipe não concordava com seus (do Robson) planos de atacar as bases (ou lideranças, como ele diz) do "inimigo" logo de cara ou os elementos mais fortes.

Elas preferem eliminar em primeiro lugar as forças mais fracas (menos preferidas do público talvez?) em primeiro lugar, no que concordo plenamente. Isso vai frontalmente contra os planos da produção de sustentar vilões no Reality e, por isso, Helô é persona non grata..

Robson, com sua estratégia, pretende ficar em cima de um muro meio disfarçado, de jogo impessoal. Ao que tudo indica, ele não tem inteligência suficiente para perceber que o público está vendo tudo isso e, consequentemente, sua rejeição tem crescido paulatinamente. Ele acha que a Helô é fraca e está doido para experimentá-la em uma roça. Ele sabe que se um membro da equipe Ovelha for fazendeiro pode indicá-la. Pode ser que este "bizu" e como realizá-lo, tenha sido dado a ele por "forças ocultas", como falam por aí.

De fato, quanto mais cedo a produção colocá-la na roça, mais fácil será eliminá-la, porque a popularidade dela cresce a cada dia e poderá ser impossível impedi-la de vencer o RS se o número de concursantes remanescentes no confinamento ficar muito pequeno. LOL. Helô não tem papas na lingua e poderá colocá-los em maus lençóis a qualquer instante, da mesma forma como vem colocando o "líder" de sua equipe em xeque.

São naturais as desconfianças de existência de conluios entre produção e alguns concursantes e duvido muito se a Helô não estaria atenta a isso. De qualquer forma, a audiência está (atenta), ao fim e ao cabo! Eles estão com um estoque apreciável de imagens editadas para usarem contra ela e só não usaram ainda porque o tiro pode sair pela culatra. Isso explica um pouco a farta oferta de álcool nas festas e atividades, porque eles sabem que o ponto fraco dela é exatamente o álcool e, explica também porque não as mostram (as festas) ao vivo pela internet ou só mostram uma parte, geralmente editada ou precedida por fotos selecionadas a dedo.

Helô comprometeu-se consigo mesma a não tocar nem em cerveja mais, para não dar motivos para que a ataquem, mas duvido muito que ela vai manter-se firme nessa disposição. A tentação e o estresse do confinamento serão muito fortes contra ela.

Rankings de Preferências e Rejeições

As duas tabelas a seguir mostram a evolução dos rankings de preferências e rejeições do Votalhada (que tem seguido uma apresentação uniforme padronizada) ao longo destas primeiras semanas de Reality e, nas últimas 4 semana Helô galgou o topo das preferências, tomando o lugar da Babi, que não vinha correspondendo às expectativas de seus fãs. DH e Andréia e as duas citadas estão liderando as preferências, enquanto toda a equipe Ovelha está na zona de rebaixamento (ou de eliminação).


As coisas não são muito diferentes em relação às rejeições, porque 3 dos 4 elementos do grupo Ovelha encabeçam a tabela do ranking de Rejeições, inaugurada esta semana. A outra integrante do grupo, Cristina, não está muito feliz em pertencer a este grupo e tem uma rejeição menor que alguns integrantes de outros grupos (Marlos, Robson, PeNém e Débora).

Marlos e Débora são casos à parte, porque a formação de casais geralmente desperta algumas desconfianças em Realities no princípio e, a marcha do relacionamento será vital para os dois se solidificarem na preferência do público ou não. O próprio estresse do confinamento se encarregará de mostrar se o romance é ou não real e verdadeiro. Por enquanto o romance não está convencendo a muitos.

Os menos rejeitados, por enquanto, são Helô, DH, Andréia, Brunninha e Babi, enquanto Helô e Babi seguem firmes no topo das preferências e, tenderão a crescer no decorrer do confinamento à medida que for diminuindo o número de moradores na casa da Fazenda.

Ao longo da semana Helô e Babi vêm ganhando terreno dentro da equipe Coelho, de Débora, PeNém e Robson, mas Débora sempre começa bem a semana e vai declinando nos dias seguintes.

Na equipe Avestruz DH vem ganhando pontos de Marlos, enquanto Andréia e Brunninha permanecem estáveis. No entanto, Andréia ameaça a posição de Débora da equipe aliada, que vem subindo muito nas rejeições e, Marlos vem sendo também muito rejeitado.

Cristina, a Mata Hari da equipe Ovelha, vem perdendo pontos aos pouquinhos para os demais membros da equipe, mas, a equipe como um todo, vem tirando alguns poucos pontos das outras duas equipes. Nessa equipe é mais importante avaliar as rejeições. Todos os membros dessa equipe estão com valores negativos em aceitação percentual, sendo Cristina a melhorzinha justamente por não se considerar como parte da equipe.

Aceitação Percentual

A aceitação percentual é um batimento entre os percentuais de preferências e rejeições (P-R) e a equipe Coelho tem quase o triplo da aceitação da equipe Avestruz, cuja aceitação é praticamente sustentada pelo DH e pela Andréia, que vem se mantendo estável.

A dupla Peném conquistou a quarta posição dentro do grupo do Robson, que vem despencando nas preferências e sendo mais rejeitado a cada dia, por conta de sua estratégia suicida e a rivalidade com a Helô. Espero que ele acorde a tempo, mas está difícil, porque não faz uma boa leitura dos outros jogadores, principalmente dos elementos da equipe Ovelha.

Ele pensa, por exemplo, que o Felipeh é forte por ter voltado já de duas roças e que o Diego foi eliminado por causa de "pequenos detalhes" e, adota a postura de não tomar partido nas discussões entre outros concursantes ou encontra justificativas onde ninguém está vendo alguma. Aos poucos está se deixando enredar por suas visões "pacifistas", mas de "pomba da paz" ele não tem nada.

A Cristina foi prejudicada ao ser escolhida pela Bruna para integrar a equipe Ovelha e parece estar sendo utilizada por torcedores  para burlar enquetes. A meu ver ela é quem deveria escolher para qual equipe gostaria de ir. Esse foi mais um lance injusto da produção, que deu seguimento ao que os líderes de equipe decidiram, que foi deixá-la sobrar, sem saberem que ela sobraria. Em outras palavras, selaram a sorte dela.

Alguns visitantes do votalhada, fãs da equipe Ovelha ou alguns burladores de enquetes, parecem estar tentando equilibrar as coisas através das rejeições ou jogar na utilização de enquetes e, me parece aconselhável endurecer um pouquinho a votação na enquete das rejeições para evitar isso, talvez aumentando o prazo para nova votação, de 6 horas por IP, para um tempo maior ou diminuir as opções de escolha de rejeitados. Essa enquete apresenta um número maior de votos que a de preferências por causa disso.

Gostaria de saber o que pensam os demais visitantes sobre isso. Como tem sido notado, os prognósticos de roças da enquete própria do Votalhada tem acertado na bucha o veredito do público com erros de apenas centésimos percentuais. Por essa razão é importante não deixar os burladores à vontade. O honesto é rejeitar quem você não gosta realmente, e não quem você gosta apenas um pouquinho menos que o seu preferido.

Cotejos

Para que os fãs de RS tenham uma visão de como tem se comportado a aceitação dos quatros melhores colocados, a tabela abaixo ilustra como isso variou na última semana (para Helô, Babi, DH e Andréia). Nela podemos ver que Helô, DH e Andréia se mantiveram estáveis. DH subiu um ponto e Babi, quase 3.


Nessa semana Helô e Babi são as que mais têm conquistado novos fãs e a Helô segue firme na ponta, conquistando mais pontos de preferências que a sua companheira de equipe, mas no cômputo da aceitação entre preferências e rejeições Babi tem levado vantagem por conta do crescimento da rejeição de Helô. Isso normalmente acontece com quem está no topo das preferências, por ser o adversário a ser batido. O que isto evidencia é que mais uma vez alguns torcedores distorcem (jogo de palavras não intencional) enquetes.


"lina 22 de outubro de 2014 20:17
Essa fazenda já tentou de tudo pra se fazer um fazendeiro igual o bbb tem o lider ,e até hoje não deu certo não gosto , que valor tem o voto do fazendeiro? se o voto dele não vale nada,pelo o menos o indicado dele naõ era pra ter direito de concorrer ao fazendeiro .Ja pensou vce fica a semana tda pensando em quem vai votar e essa pessoa volta como fazendeiro ? Fala serio."


Taí, Lina! Você colocou o dedo na ferida exata. Esse é um dos maiores erros do formato, senão o maior. Se querem copiar, que façam direito e, não de maneira disfarçada!

"ronaldo perez 22 de outubro de 2014 18:11
A produção conseguiu estragar novamente o andamento do programa com o tal Segredo do Baú, dando poder pra trocar a roça, seria muito mais interessante com Pepe e Neném que pediram pra ir do que apenas um grupo/dos queimados. Teria mais votação e algum interesse do publico. Pelo que vejo nas enquetes e repercussão as demais torcidas nem vão votar, vão deixar ficar/sair de acordo com a pequena torcida dos participantes dessa roça."


Concordo, Ronaldo. Se deixarem correr de acordo com as votações, podem ocorrer situações que rendam audiência muito mais facilmente e sem queimar o prestígio da produção. Eles querem mostrar que são inteligentes mas só cometem asneiras e, a maior delas é o indicado pelo fazendeiro poder voltar como fazendeiro. Nas primeiras edições era o eliminado quem indicava o fazendeiro. Não era o correto, mas era mais democrático.

Ao que parece eles não têm estrutura técnica para realizarem provas semanais com a participação de todos para chegarem a um fazendeiro. Ao vivo então, nem se fala, porque eles não mostram provas ao vivo pela internet. O problema que não conseguem solucionar é o do tempo imprevisível de duração das provas (do fazendeiro e do baú), porque, além disso, ainda precisariam interromper a exibição das provas para a entrada de comerciais. São problemas já resolvidos há séculos pela produção do BBB. LOL.

"junior silva 23 de outubro de 2014 02:30
bom frank o que você acha da dupla dh e Heloísa são melhores amigos não são aliados dentro do jogo ja ate falaram que se amam,o que vc acha deles eu torço pra eles 1dh 2 helo"


É um casal um tanto improvável e que certamente daria água pesada. Apesar da grande diferença de idade, DH parece ter mais maturidade e juízo que ela! LOL.  Acho bacana a amizade e cumplicidade entre eles. Helô falou num impulso: "Amo esse cara" e, isso parece ser um indício. DH defende demais a Helô para ser uma simples amizade. LOL. Seria quase o primeiro amor platônico já visto em RS. LOL.

"Di 23 de outubro de 2014 12:16
Que saia Felipe, pessoa nojenta que se acha superior o tempo todo. Lorena, é pavio curto, mas em alguns momentos dá pra conviver. Não suporto o Robson, cara chato. Perdeu a compostura qdo a doida da Helo, o chamou de Roy 2.... Kkkkk Gosto dela, mas acho que ela tem que baixar um pouco a bola, senão seus tiros podem acabar com sua torcida aqui fora."


Concordo. Robson é pedante e metido a moralista. Como concursante ele é um ótimo atleta. Helô é uma menina que esqueceu de crescer ou uma mulher que ainda comporta-se como menina.


Se o Robson indicasse o Léo, como vinha pretendendo, a Cristina correria grande risco de ir para a roça, no mata-mata (ou salva-salva) pelo Resta Um. Mas essa suposição se invalidaria dependendo do conteúdo dos envelopes e foi o que ocorreu. Nesse caso o risco passaria a ser da dupla Pepê e Neném ou de qualquer outro membro da equipe Coelho, principalmente a Helô.

A vitória da Helô em roça anterior e o cargo de fazendeira não estavam nos planos da produção, assim como a vitória da Bruna na atual semana. Entretanto, com a Bruna no poder, ainda é possível formar a roça que eles querem. O conteúdo dos envelopes na Prova da Chave de hoje (24/10) vai mostrar isso no dia da votação, 27.

A produção deseja equilibrar as forças entre as equipes e está na cara que o alvo deverá ser a equipe Coelho, sem sombra de dúvidas. Se não for assim essa balela (de todo imprópria) de que a equipe vencedora terá grandes vantagens na fase final perde totalmente o sentido. Não é à toa que eles se esmeram em proteger a equipe Ovelha, cuja tendência é ser dizimada. A jogada é a seguinte: beneficiar a equipe do preferido ou preferida deles é a melhor maneira de colocá-lo(a) na Final sem despertar suspeitas.

Léo e DH vão representar as equipes Ovelha e Avestruz na Prova da Chave hoje (24) e a equipe perdedora descerá depois da festa de hoje à noite para o celeiro para passar o fim de semana até segunda à noite. Como você não pode saber quem ganhou e como foi a prova antes dos telespectadores do canal aberto, tome-lhe xaropada de momentos velhos do Reality em lugar da cobertura ao vivo.

Acho que a Lorena foi eliminada mais por causa de sua implicância com os preferidos do público do que por outros motivos. Felipeh é um adversário que tenderá a se perder sozinho e enfiar os pés pelas mãos. Além do mais ele é mais lerdo em provas. Ou seja, não representa perigo imediato, como a Lorena! Nada duvido que será o remanescente da equipe Ovelha. Nesse aspecto, ele me faz lembrar o João Carvalho do BBB12.


4 comentários:

  1. Não acho que o Felipeh será o remanescente do Grupo Ovelha e sim a Cristina, que assim como o João Carvalho, é a menos pior do Grupo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho boa a comparação com o João Carvalho, mas a Cristina tomou posição muito antes do J.C que tomou posição quase no final do jogo e aí acabou fazendo hora extra por conveniência, por não votar nos queridinhos do público.

      E se Frank quis dizer que ela não merece essa rejeição que aparece na enquete, eu concordo. Ela não tem porque ser favorita, mas também discordo dessa rejeição toda dela, apesar de ser apática dentro da casa, ela soube enxergar o jogo e se posicionar contra o próprio o grupo e isso pelo menos se fosse BBB, o público valorizaria mais.

      Cheguei a conclusão que a diferença de critério votação do público da A Fazenda para o BBB, são os grupos, que na "Fazenda" proporciona ao "vilão" algumas vezes ir mais longe no jogo, muitas vezes por conveniência de não votar no queridinho.(Não que seja o caso dessa, porque parece estar bem definido que Ovelha esta bem queimado, pode acontecer mais tarde se todo Ovelha for eliminado). O que no BBB raramente ( Que me lembre Lia BBB10, "não foi na final, uma antes" que não votava no Dourado, mas assim que votou nele, ralou com 1%, mas ralou" e Ângela do 14, mas acho que foi mérito dela no jogo, foi vilã e jogou muito bem) acontece de alguém insuportável pelo público estar do lado do queridinho e ir a final.

      E sobre o Felipeh concordo com o Anderson, acho que a votação foi muito baixa e não sei porque o Felipeh ficou se foram amigos dele ou o público que gosta de barraco, achou que ele seria mais produtivo.

      Em popularidade acho que ele não cresce, mas talvez gere na casa (Fazenda) um medo de indicar ele para a Roça, achando que está forte

      Excluir
  2. frank tem 2 milhões de comentários sobre o DH no twitter é muita gente e a maioria são comentários do fãs dele não e estranho a helo aliada dele ser a favorita acho que ele tem potencial de vence o que você acha.

    ResponderExcluir
  3. Já é o terceiro reality seguido (depois de A Fazenda 6 e BBB14) que não consigo torcer por ninguém, ou que a minha torcida me decepciona. Não há o que falar de Felipeh, Bruna e Léo (que parece uma marionete), mas também não simpatizo com os pseudo "bonzinhos", pois acho alguns muito forçados, principalmente a Débora, que não me convence com o Marlos. Ainda quis ter razão na história da punição. Andréia é amiga de toda casa e come pelas beiradas, Brunninha é planta, acho DH muito frio e calculista, Helô surta com qualquer coisa, PaNém é uma dupla bem fofoqueira, Robson não aparece pro jogo. Daí sobra Cristina e Babi, mas não consigo torcer por nenhuma das duas. Mas vamos ver, quem sabe muda alguma coisa. #EsperandoBBB15.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html