05 outubro 2014

Frank Killer: Abafa o Caso

 
Abafa o Caso

A produção não gosta de mostrar cenas ao vivo, porque dificultam a eles ajeitar as coisas de modo a criar versões diferentes da verdade. A preservação do ineditismo é apenas uma desculpa para tal. O ineditismo pode ser preservado com um cortador ou operador de vídeo competente, e as falas dos participantes podem ser facilmente cortadas quando cometem alguma indiscrição, pelo operador de áudio.  Isso (de abafar) é feito temporária ou permanentemente dependendo da finalidade, ou das razões (para) ou o que pretendem depois com tal procedimento.

 Um exemplo disso foi o corte do áudio de Pepê e Neném quando elas estavam cuidando da tarefa delas ontem, e outro foi o passeio por outros cenários das câmeras quando as excluídas do celeiro falavam de marcas de bebidas e refrigerantes nos Estados Unidos. Em outras palavras, isso demonstra que não há incapacidade técnica e operacional.

Um exemplo desso farsa (abafa o caso) é o que fizeram no recente episódio ocorrido depois da última festa envolvendo o Diego e seus desafetos no confinamento. As notícias veiculadas pelo site na ocasião nada falaram a respeito do caso e, ao contrário, falam de coisas que não aconteceram ou, distorceram de modo a parecerem outras coisas, referidas às cenas gravadas e transmitidas ao vivo. Em alguns casos eles nem sabem que certas cenas foram transmitidas ao vivo, pois em caso contrário certamente não fariam isso. Ou será que pensam que ninguém está assistindo?

Provavelmente os concursantes são instruídos a silenciarem sobre o que eles estão abafando ou eles silenciam propositalmente por prudência, para não caírem em ridículo se a produção abafar o caso permanentemente. Quando os participantes referem-se a cenas ao vivo, querem dizer durante a hora do programa no canal aberto, porque eles certamente não ignoram que o 24 horas "ao vivo" (Sic), ou não está sempre online ou será mostrado em vídeos editados. Justiça seja feita: eles não dizem 24 horas "por dia". Deve ser talvez 24 horas "por semana". LOL! Hoje, Domingo (5), é possível que fique fora do ar o dia inteiro ou em parte da manhã ou do dia.

O dilema deles é se devem mostrar a verdade ou se é melhor criar ficções para tentarem ludibriar a audiência. Alguém precisa dizer a eles que não há segredos onde mais de um sabe das coisas. A incompetência é tanta que até chega às raias da ingenuidade. A solução é simples: mostrar a verdade doa a quem doer e com honestidade!

Hoje (4/10), pela manhã, vi o Robson triste, pensativo, talvez pensando em como deveria agir diante das "instruções" recebidas. Quando uma pessoa é honesta não adianta obrigá-la a mentir. Qualquer néscio percebe suas dificuldades ao tentar representar uma farsa, em especial quando não é ator profissional.

"Maria 4 de outubro de 2014 12:09
To de saco cheio dessa emissorazinha de quinta categoria..."


Tenho visto gente que adora RS com os mesmos sentimentos que você, Maria, por causa dessa Fazenda. Talvez o objetivo de tudo isso seja criar o desprazer de assistir RS. Só pode...

"Erci Gottardi 4 de outubro de 2014 16:41
Vc se pergunta o pq do Diego AntiCristo permanecer no realit? Ele disse ontem em alto e bom som, (dificil acontecer) mas ontem deu pra entender direitinho o q ele disse: o Carelli diretor do programa é amigo dele e ñ vai permitir q ele sai. Pronto agora tá explicado o pq dele continuar lá. Alguma duvida?"

Nenhuma, Erci, nenhuma, mas há controvérsias! Bem sacado o AntiCristo!  LOL. Diego não deve ter lido o post "Quer ganhar um RS?" publicado em 22/7/14 ou seu item 6, onde alerto que não se deve confiar em favorecimentos pela produção. Isso é ainda mais válido em se tratando do diretor do programa Rodrigo Carelli (http://votalhada.blogspot.com.br/2014/07/impressoes-de-frank-killer-quer-ganhar.html).

Agora creio que o Diego está ferrado e não vai se dar bem. Além de audacioso e arrogante é burro, porque a proteção ou amizade do diretor não é garantia suficiente para nenhum concursante ganhar a Fazenda. Carelli pode ter todos os defeitos, mas não é estúpido a ponto de embarcar numa canoa furada como essa do Diego. A proteção da produção ou dos realizadores para qualquer concursante não se faz às claras e nunca por razões de compadrio ou amizade. Em TV quase nunca se faz coisas por amizade. As razões sempre envolvem dindim, comércio, patrocínios, audiência, etc. A confiança no âmbito profissional ou de negócios está ligada à eficiência e competência e não às amizades.

"lukao 4 de outubro de 2014 20:14
A record não sabe fazer reality show e ponto final."


Sintético e preciso, Lukao. Concordo.

"4/10/2014 às 04h00 (Atualizado em 4/10/2014 às 04h00)
Sono solitário de Diego Cristo na Fazenda
Depois de um dia intenso, Diego Cristo dorme sentado no sofá"


Conversa para boi dormir. Diego dormiu na sala porque depois da briga ocorrida após a festa, não havia clima para ele dormir junto com os outros e também porque alguns estavam com medo dele dormir no mesmo ambiente. Lugar ou camas para dormir havia de sobra, porque a equipe Coelho estava no celeiro nessa noite de sexta para sábado (4/10).



"4/10/2014 às 02h08 (Atualizado em 4/10/2014 às 04h59)
Diego Cristo e Lorena Bueri "se pegam" depois da festa
O clima de pegação ficou forte entre o casal mais quente da Fazenda"
Como assim, casal mais quente? Estamos vendo o mesmo RS? Tem outro ou outros casais quentes ou frios?

Quem viu ao vivo sabe que não foi nada disso. As fotos desta notícia e as imagens de vídeo editadas, cortadas e picotadas mostradas à noite, de onde as fotos foram extraídas, foram cuidadosamente selecionadas para pegar trouxas. Não havia idílio ou clima de "pegação" nenhum na cena. Quem sabe venha a ocorrer mais tarde em outra ocasião?. Pelo que ela anda dizendo, nao vai acontecer e se acontecer será falso!

Lorena estava interessada em saber os motivos que levaram o Diego a armar todo aquele barraco, que estavam tentando abafar, onde o Marlos foi seriamente contundido, Roy levou um pisão proposital no pé e DH foi agredido com uma cabeçada do Diego, segundo o que se depreendeu das imagens, conversas, xingamentos e discussões entre eles. O barraco foi muito mais grave do que como foi apresentado no programa. O recurso do "piii, piii" para encobrir os palavrões até auxiliou nessa farsa.

A produção armou todo o circo com o fim de abafar o caso temporariamente, até o momento da exibição do barraco no compacto à noite. Precisaram fazer isso para não baterem um novo recorde negativo ficando mais de 48 horas fora do ar no "online" ao vivo, já que tinham acabado de reiniciar a transmissão ao vivo depois de mais de 24 horas ausentes. Outros diretores de RS devem estar rindo de rolar no chão diante de tanto despreparo e inabilidade. LOL.

Frase lapidar de Lorena: "Eu que vou atrás de homem. Não gosto de homem que vai atrás de mim." Essa frase foi dita poucas horas ou minutos antes do "idílio" referido acima para o próprio Diego e quem mais quisesse ouvir. Pelo visto a mãe dela tem razão quando diz que a filha precisa de ajuda para aprender a lidar com relacionamentos com homens.

Estamos novamente desde a tarde de ontem em mais um período à mercê de outra enxurrada de vídeos editados no FOL. Talvez as eleições nacionais desse Domingo (5/10) tenham algo a ver com isso, ou, se trata de alguma atividade ou prova que estão escamoteando da curiosidade do internauta para apresentação logo mais à noite. Se for por causa das eleições, quererão nos convencer que não houve contatos com o mundo externo ou com pessoas extra-confinamento.

Boas eleições para os amigo ou amigas leitores (e eleitores) e visitantes do Votalhada!



Um comentário:

  1. Ano após ano AFazenda vem perdendo audiência e patrocinadores pela falta de credibilidade e profissionalismo de quem está à frente do reality. Horários não são respeitados, o 24 horas é um embuste, o apresentador e seu suspense forçado são pouco convincentes, a falta de transparência nas provas chega a ser ofensivo (ausência de cronômetro, conteúdo dos envelopes omitido do público, resultado das votações disparatado com as enquetes...), o protecionismo escancarado a alguns participantes...

    A impressão que dá é que querem jogar sozinhos. E é o que fatalmente acabará acontecendo. Não creio que AFazenda chegue ao número de edições do BBB.

    Agressões, xingamentos, cusparadas, ameaças, gritos contínuos, mau trato aos animais, falta de compostura até à mesa das refeições... há uma patologia aí sim, mas ela vem da direção do programa. A meu ver, o diretor deve ser uma pessoa doente com uma boa dose de sadismo e de perversidade. Está no programa errado. É incompreensível que uma pessoa consiga transformar a beleza daquela fazenda com seus animais e as possibilidades de diversão ali inerentes, em Jogos Mortais. E não se iluda, meu amigo Frank, quem estimula isso é o diretor, os participantes apenas reagem ao que deles é esperado.

    Boa semana, abraços,
    Shadow

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html