29 setembro 2014

Impressões de Frank Killer: Ídolos de Barro

 
Ídolos de Barro

No mundo moderno é comum o aparecimento de indivíduos espertos ou pretensos espertos que intentam fabricar ídolos para as massas. Alguns são bem sucedidos ou quase por algum tempo e outros nem chegam a ser notícias. Tal é o caso do grupo Menudos na década de 80 ou do ex-menudo Roy atualmente. Também é o caso de alguns realizadores de RS e da Fazenda hoje em dia, ao tentarem nos enfiar goela abaixo vilões como se fossem heróis, ou tentarem direcionar as preferências do público para onde ou quem eles querem.

Se o Roy tiver que ganhar o concurso não será porque a direção do programa decidiu isto, ou se merecer ser eliminado também. Tal se dará porque a audiência decidiu assim, após analisar seu comportamento em comparação com os demais. Por outro lado, não será escondendo as ações dos concursantes ou as da própria produção, que eles lograrão fazer o vencedor ou eliminar quem eles querem eliminar. A menos que façam trucagens ou marmelada.

Eventualmente poderão eliminar um inocente ou sustentar por algum tempo um vilão qualquer, mas ao se afunilar o programa as verdades aflorarão e dificilmente ganhará quem eles querem. Sob a desculpa de encetar uma estratégia para aumentar a audiência o que eles estão fazendo na realidade é uma tentativa de manobrar a audiência para direcionar para uma Final favorável para algum concursante ou desfavorecer outros.

A audiência não é burra e essas manobras não surtirão o efeito esperado por eles. Só um obtuso não percebe isso. A única maneira de conseguir isso é esconder totalmente o que se faz e, ainda assim, é duvidoso conseguirem tal intento, porque a variável da votação da audiência é, em última análise, o que decide tudo ao final. Para que o público decida alguma coisa, algo terá que ser mostrado forçosamente, mesmo que seja em vídeos trucados. E esse algo será interpretado pelo público como algo trucado ou tendencioso, ou não. Não há escapatória disso.

Ídolos de barro não se sustentam! Cedo ou tarde eles se esfacelarão e quebrarão, barros que são. Poderá ser um ídolo de barro com dinheiro no bolso? Dificilmente! Poderá ser um coitado que precisa de dinheiro para pagar suas dívidas familiares? Dificilmente e, ainda mais tendo em vista o tipo de dívida que é. Se a produção pensa que um RS é uma entidade filantrópica, não é. Lamento informar isso. RS é um tipo de programa para premiar boas pessoas por serem boas pessoas e não porque precisam de dinheiro. A quentão envolvida é mérito e não a necessidade material.

Os últimos dois episódios da atração espelharam bem o nível de consideração que eles têm para com o programa que lhes dá a audiência que tem dado. O tempo dos episódios foi sacrificado em benefício dos debates políticos. Política é importante? É. Mas em vista de alguns políticos que temos, não é. São eles mesmos (a maioria) que tiram o interesse do eleitor em política.

Aliás, por falar em eleições, Roy é o único concursante que não estava obrigado a sair do confinamento e ter contatos com o mundo externo, para votar. Por "coincidência" isso já ocorreu, isto é, ter o contato externo. Não é engraçado? Como se sabe, votar é um dever obrigatório para uma faixa de idade dos cidadãos e todos os confinados estão nessa faixa.

Estou muito curioso para saber como será administrado isso, porque, pela lei, para receber salários ou quaisquer proventos empregatícios é preciso estar e provar que está em dia com as obrigações eleitorais. Se eu fosse um juiz eleitoral enviaria um ofício preventivo à direção da emissora no sentido de garantir o cumprimento dos deveres eleitorais dos concursantes. Ignoro se isso foi feito, mas seria plausível e a produção é obrigada a saber disso. E, assim, todos os concursantes teriam tido contatos com o mundo externo depois das eleições, de uma forma ou de outra.

Roy parece saber que Diego é tido como vilão aqui fora, além de outras coisas que não deveria saber. Se a questão das eleições envolvendo os concursantes não for bem administrada, podemos estar diante do maior calote da história relacionado com Reality Shows, o que seria mais um recorde negativo.Os pagamentos de cachês e prêmios ficariam pendentes de decisão judicial. Se a moda pega, hein Shadow?

Se a cobertura ao vivo online, interrompida na tarde de domingo, permanecer até a hora da votação hoje, segunda-feira, será outro recorde negativo. LOL. Ninguém precisa saber antes quem venceu a prova da chave, se alguma equipe foi alijada da prova ou se alguém foi parar no celeiro. Essas coisas não seriam necessárias sabermos para julgar os concursantes. Basta acreditar nos vídeos da produção e "voilà", estará tudo nos "conformes", como eles querem! LOL.

Acima de tudo, no entender deles, ninguém precisa saber ao vivo como se desenrolam as tais provas da chave. Para eles isso não é importante, porque ninguém precisa saber quais são as intenções por trás dos conteúdos dos envelopes que os vencedores recebem. Nunca vi tanta incompetência em hipocrisia! Eles parecem saber que serão alvos de críticas por serem fariseus, tendenciosos, injustos e parciais. Ou não sabem que ídolos de barro desmoronam rapidamente ou são desmantelados rapidamente.

"Eduardo Amancio 24 de setembro de 2014 10:02
Espero sinceramente que a Heloísa fique. Ela deve estar achando q vai sair, tadinha. Tô morrendo de dó.


    Votalhada, Luís 24 de setembro de 2014 18:30
    Acho que ela vai ficar sim e pelo que está constando nas pesquisas vai ser isso mesmo."


Seria justo ela (Helô) ficar, Eduardo. Roy está fazendo papel de santinho, mas sua história de vida revela o contrário. Não é porque somos obrigados a ater-nos ao que rola ou ocorre no confinamento que iremos acreditar que ele é santo. As estórias que conta relativas às sua peripécias no auge da fama, também revelam sua personalidade. Infelizmente ele teria sido salvo pelo gongo! Seria o caso de dizer que a justiça também interferiria na justiça? "Dura lex, sed lex"!

"Shadow 26 de setembro de 2014 12:35
Frank, veja só que estratégia maravilhosa:"...


Concordo, Shadow. Tanto é assim que achei importante e interessante transformar seu comentário em parte e tema de um post. Isso pode ter sido algo meticulosamente planejado ou pensado e, envolver até as eleições no tacante á obrigatoriedade de votar dos cidadãos brasileiros. Abraços fraternos, amiga.

"ronaldo perez 26 de setembro de 2014 17:53
Na minha opinião deveriam ter feito uma votação entre os participantes se aceitavam o Ruy de volta ou não, assim a produção se eximiria de responsabilidade"


A questão não é eximir-se da responsabilidade a produção. Esta decisão só compete à produção. Os concursantes não têm nada com isso. Interpretar corretamente ou incorretamente as regras para participação no Reality é competência da produção e essas regras fazem parte do formato do programa ou são elaboradas por eles mesmos, como propostas aos concursantes e aos telespectadores. A decisão de algo similar em outra edição deixada a critério de um concursante foi errada a meu ver e não constitui novação, assim como a anulação, suspensão ou cancelamento de votações e roças. São nitidamente competências da produção ou dos realizadores.
Muitas coisas que constam nos malfadados envelopes não são competência da produção ou são interferências nos relacionamentos entre os concursantes. É direcionismo na cara de pau e que afetam os relacionamentos de forma indevida, injusta e desnecessária.


"28/9/2014 às 04h08 (Atualizado em 28/9/2014 às 04h09)
"Meu voto é de ponta cabeça nesse coroa", confirma Fazendeiro

28/9/2014 às 05h59 (Atualizado em 28/9/2014 às 06h00)
Outra opção: Fazendeiro diz que pretende votar em Robson Caetano"


Essas duas declarações no espaço de menos de uma hora revelam o estado de confusão mental do fazendeiro e uma grande contradição, ou a primeira declaração revela uma intenção enigmática velada. Pode ser que ele esteja pensando em uma roça Oscar x Robson ou achando que este se salvará vencendo a prova do fazendeiro e ficar uma roça Oscar contra alguém do grupo Ovelha. Se for isso, tem grande chance de acontecer, se houver uma votação "Resta Um", e principalmente se alguém do grupo Coelho for o indicado pela votação normal (Oscar ou Helô).

A enxurrada de "melhores momentos" em vídeos editados que nos estão "brindando" em lugar da cobertura ao vivo online constitui "melhores momentos" na visão e opinião deles. O que é importante tomarmos cuidado é que a falta de imparcialidade é feita com a supressão de outros momentos e eventos importantes do confinamento, como a realização de provas, fatos do confinamento e decisões obrigatórias às quais submetem os concursantes. Por exemplo, as falhas na execução de tarefas que redundam em punições e quem causou tais punições, são ou não são mostradas segundo as conveniências da produção ou são mostradas com visível direcionismo.

Por mais incrível que possa parecer, até os debates políticos ao vivo realizados em detrimento da Fazenda foram eivados de direcionismo, em minha opinião. E, como não poderia deixar de ser, o episódio do Domingo da Fazenda só foi ao ar quase à uma hora da madrugada. Isso demonstra bem o grau de importância que eles dão ao RS. Pensei que esse descaso era só com o internauta. LOL. Me enganei! LOL.


0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html