20 março 2014

O que faltou dizer...
Quinta-feira, 20 de março

As opiniões emitidas nas mensagens e comentários são de responsabilidade
exclusiva do autor das mesmas e não expressam necessariamente
as da administração e de outros colaboradores do Votalhada.




Diego nunca foi vítima do jogo BBB. Nunca aproveitou seu momento de vítima das circunstâncias da vida para ganhar destaque ou se autopromover. Falando assim parece até que torci por ele, mas não torci. Nesta eliminação, Diego foi vítima. Vítima de torcidas organizadas que não pensam no jogo, que defendem seus “escolhidos”  e os aceitam com seus erros e acertos, e que jogam um jogo estratégico aqui fora. Muito mais estratégico do que o jogo lá de dentro. 

Não é assim que eu assisto e me divirto com BBB. Não me envolvo pessoalmente com quem não conheço, e não compro briga de quem não sabe que eu existo. Olho, admiro, mudo de opinião, analiso, mas não saio julgando. Não acredito que BBB seja um jogo de julgamento. Diego foi um participante que oscilou na minha opinião particular entre intragável e correto. Teve seus erros e acertos.

Em uma edição onde a partir das primeiras semanas ficou claro que deveríamos procurar o menos pior, a eliminação da última terça nos deixa quase sem opções. Entre o cara que pega a “terceira opção” e joga isso na cara da menina, o cara que tira vantagem de uma menina que deixa claro que não quer saber dele quando ela está bêbada e vulnerável, e a pseudoplanta que escalou o jogo na sustentação de um casal liberal, e se mostra tão ou mais preconceituosa do que os outros, o público – e o que mais me espanta é que grande parte deste é do sexo feminino – foi conivente com o “carinho na bêbada”, e eliminou o cara cujo maior pecado foi não saber expressar com palavras leves suas opiniões mais duras. Eliminado por estratégia, e não me cabe julgar se a estratégia foi ou não acertada.

Não sei que rumo tomará esse BBB. Sei que, independente de quem o vença, não merecerá, e não vencerá com meu voto. Torço para que domingo tenhamos um paredão Clara X Marcelo. Assim poderei saber qual estratégia foi mais inteligente.



Diego já chegou na casa querendo formar casal com a primeira que topasse. Prepotente, machista, estúpido, destemperado, escolheu como companheira outra pessoa agitada, grosseira e sem papas na língua. Foi ingênuo ao cair na cilada armada pelo Cássio para que opinasse sobre casais gays e adoção. Teve seus momentos engraçados, cozinha muito bem mas nunca se comprometeu com nada, se limitando a observar de longe os barracos, a fazer bulling com o Cássio, cozinhar e fumar compulsivamente. Quando resolveu entrar no jogo e tomar partido, escolheu hora e pessoa errada pois ficou do lado do mesmo Cássio que armou pra ele. Fez uma leitura errada da ultima confusão, tomou partido e deu um tiro no pé.

Minha escolha pra sair nesse paredão ainda não seria ele, mas fez a escolha errada na hora errada e isso contribuiu bastante para os 61% de votos, alem de ter ido para o paredão com o "queridinho" do sub público que assiste essa bagaça e a "queridinha" do chefão (já tivemos duas"boninhadas" em favor dela em paredões passados). Esperemos o próximo.




Eis que nasce mais um Ex-BBB, Diego Grossi.

Inicialmente parecia ser um bom moço mas foi mostrando-se grosseiro, estúpido, machista e homofóbico. O comentário homofóbico aos poucos foi caindo por terra por conta de um mal entendido. A grosseria permaneceu, principalmente com sua parceira sexual no programa.

O envolvimento com drogas trouxe a tona uma pessoa com sérios problemas que com muita luta conseguiu abandonar o vício. A partir daí foi surgindo um cara brincalhão, amigo, leitor corretíssimo do que estava vivendo e por vezes uma criança levada. A grosseria permaneceu mas essa é a característica principal dos homens brasileiros.

Merecia ganhar o BBB? Não. Mas merecia ir muito além deste 13º paredão.




Uma das teorias mais legais que conheci na vida, é o "jogo do contente". Retirado de um livro bem famoso chamado "Pollyana". O jogo consiste em ver sempre o lado bom de qualquer situação, sempre vendo o melhor em acontecimentos ruins... Resumindo, sendo uma pessoa otimista. Bial citou o "jogo do contente" na eliminação da Ana Carolina do BBB9, foi quando eu conheci o jogo. E agora isso voltou a minha cabeça ao pensar no que escreveria sobre o Diego. 

Diego usou esse jogo na eliminação da Aline, da Fran e na dele própria. Quando todos, e até eu, achava que ele estava sendo insensível e frio, na verdade, ele só estava sendo otimista. 

Eu quase não assisti a edição flash de ontem, por motivos que estou "blé" com esta edição. Mas que bom que assisti, foi realmente muito linda a cena em que Cássio e Slim soltam a pipa do Diego no céu e ela voa além das montanhas. Livre. Este é o lado bom da eliminação do Diego. Finalmente ele está livre, longe das péssimas pessoas que ainda continuam naquela casa. 

Eu fiquei por grande parte do jogo repudiando o Diego, por conta de algumas de suas opiniões que são bem contrárias as minhas. E jogando o jogo do contente, o "barraco" do Marcelo e Cássio serviu pra me mostrar que estava extremamente errado. Na maior polêmica dessa edição, Diego teve a atitude mais correta. Enquanto ele se mantinha calmo e sereno falando seu ponto de vista, Marcelo quase partia pra cima dele totalmente descontrolado. "Para que tanta fúria para quem está com a razão?" Era exatamente o que Diego estava tentando mostrar naquela conversa. 

Diego não usa olhinhos verdes brilhantes para esconder quem é, porque simplesmente não precisa. É rustico, têm opiniões fortes... Mas nada que tenha que ser escondido, pois as pessoas a sua volta não têm com o que se preocupar. Enquanto os outros brothers armavam, condevam e massacravam o novo odiado da semana, Diego soltava pipa na varanda.  





7 comentários:

  1. Adorei essa nova coluna de vcs.
    Gente a favor, gente contra, gente no meio.
    Isso confirma o que sempre encontrei por aqui: imparcialidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Nunca na história do BBB um eliminado foi tão comentado. Andando pela net BBB a comoção e revolta impressiona. Então confirma o que eu sinto, maracutaia nas votações e da emissora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Di! Acho que Diego e Fran irão ter um futuro brilhante enquanto outros, serão conhecidos como violentos descompensados, cobras hipócritas, fakes, manipuladores, invejosos e assim por diante. Pelo que ando lendo, Fran e Diego estão juntos e garanto que terão o apoio de muitos milhões - inclusive, farão seu milhão tb, sem precisar entrar nessa novela ridícula, montada no lugar do que antes foi o BBB! Vida longa, feliz e com muito amor para Diego e Fran, os únicos que merecem!

      Excluir
  3. Apesar de não ser frequentador assíduo nas postagens do Votalhada, acompanho sempre que possível. Essa idéia de " O que faltou dizer..." ficou muito legal, deixando mais clara e óbvias as opiniões de cada um que posta aqui. Particulamente nunca gostei do Diego e achei a saída dele merecida. Mocinho ou vilão, que está no BBB, está sujeito a qualquer coisa, ser usado ou usar.
    Parabéns ao comentários do Anderson e da Debby. Valeu Votalhada!

    ResponderExcluir
  4. Desde que descobri o Votalhada, alem de vir ver as estatísticas doa apredôes, sempre leio as opiniões exatamente por primarem pela imparcialidade. Publicam comentarios contra e comentarios a favor de quem quer que esteja na berlinda. Adorei essa nova coluna, pena que o próprio BBB não esteja a altura de um blog como esse. Parabens por mais essa Votalhada.

    ResponderExcluir
  5. Larguei esse BBB antes do Diego sair. Não acho que ele deveria ter saído neste paredão infelizmente aconteceu. Apenas não concordo em criticar as torcidas organizadas só agora. Um dos defeitos desse BBB, que são muitos, são as torcidas aqui que perderam a noção do ridículo.

    ResponderExcluir
  6. Que bom que o UOL voltou, mas eu já estava esperando, foi uma tentativa de censura da Globo e não tem mais espaço pra isso no Brasil, a toda poderosa pode até se invencível mas a justiça sempre tem que prevalecer.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html