03 dezembro 2013

Do Cantinho da Shadow:
Afunilando...
Eram dezesseis agora são quatro
A décima primeira e décima segunda demissão



Afunilando...
Eram dezesseis agora são quatro

A décima primeira e décima segunda demissão

Chega uma hora em todo reality show que a gente começa a pensar nos participantes que restaram; esse é o momento em que o jogo afunila, é quando as preferências e rejeições se tornam mais evidentes e os motivos da nossa torcida mais claros.

É o momento em que o pessoal do sofá não consegue ficar passivo e começa a pensar: Fulano ainda está lá? Que falta beltrano faz!

Mas, jogo é jogo. Nem sempre o nosso escolhido consegue superar outros que consideramos mais medíocres e até irritantes; para chegar à final é preciso ter talento, competência, criatividade e um pouquinho de sorte, em especial no Aprendiz.

Vamos às demissões:

Melina e Guilherme frente a frente liderando suas equipes tendo por objetivo lidar com a infraestrutura turística, muitas vezes sucateada, como bem pontuou o Justus. Prova patrocinada pelo SEBRAE, onde cada uma das equipes teria que atuar como agente local de inovação em dois hostels: avaliar, diagnosticar e implementar na prática melhorias ao negócio. Sem dúvida alguma, uma das melhores provas desta edição para testar a capacidade de empreendedorismo dos participantes. Ação para ser avaliada com lupa pelo Renato Santos, conselheiro do Justus e consultor do SEBRAE.

Confesso que a liderança do Guilherme me surpreendeu. Estava focado, organizado no planejamento e captou bem o objetivo do SEBRAE. A equipe deu nova utilidade a um terraço criando um novo espaço de convivência e incrementou uma lojinha criando camisetas e chinelos com a marca do hostel além de fazer parcerias com produtos em consignação, para aumentar o faturamento.

Já a SINERGIA como disse o Jota Junior...  “é um problema trabalhar com a Mel em equipe”,  não deixa sequer o entrevistado falar. Ora ora como é que vai avaliar alguma coisa e chegar a um diagnóstico se não deixa os outros falarem? Trate de baixar a bola querida! Affff... Assim é que sem um levantamento decente a chefona Mel determinou que Renata e Jota Junior se virassem para implementar em cima do nada. Fácil, né? Incrementaram o espaço com mesas de jogos, pufes e cadeiras da Itaipava. Apostaram no lazer.

Aí... sabe-se lá por que, na hora de decidir quem foi a melhor equipe, vem o Roberto Justus dizer que por unanimidade as duas equipes foram vitoriosas. Oiiiiiiii?????? As equipes podem até ter surpreendido positivamente, mas os Flecha mereciam a vitória logo de cara. Pra que esse suspense burro e depois reconhecer na sala de reunião o que o pessoal do sofá já sabia, ou seja, que a Melina enquanto líder perdeu mais uma vez. Guilherme deu de lavada nela e, de goleada, durante sua argumentação na sala de reunião. Enquanto Jota Júnior e Melina desdenhavam do trabalho da equipe Flecha, Guilherme ponderava e destacava item por item os problemas trabalhados no hostel. Não deu outra: a vitória mais que merecida dos Flecha e uma liderança brilhante do Guilherme, que teve desde um bom planejamento e execução a uma impecável apresentação e defesa diante do Justus e conselheiros. Entrega total!

Já na sala de reunião Melina, a não tão fiel parceira do Jota Junior, indicou o próprio para ser demitido. Nada boba a moça. Quis livrar-se de um forte concorrente por estar subestimando a Renata desde o início. Vai subestimando, vai... Como para a Renata tanto faz como tanto fez, ela foi no Jota Junior também... Coitado... sentiu que havia ali um complô de saias... Não era, foi estratégia mesmo, muito embora Melina, a líder que levou a equipe à derrota, merecesse ser a demitida da vez. Mais uma vez foi poupada pelo patrão.

Na tarefa seguinte, havia uma Maytê mais que motivada para liderar os Flecha e do outro, SINERGIA, reduzida a Renata tendo que liderar Melina, juro que fiquei com dó, tadinha! Eu se fosse o Justus só por isso já dava uns pontinhos de vantagem pra moça. A ação consistia em criar um merchandising para um aplicativo da Samsung que identifica a operadora de cada um dos contatos, a ser apresentado no palco do Hoje em Dia, ou seja, merchan em cima de merchan.

Renata sem perder tempo partiu para a Rede Record a fim de conhecer o estúdio e tentar negociar a participação de algum dos apresentadores do programa matinal. Acertou em cheio! Feito isso, deu início à parte de criação do roteiro. Sem dúvida, simpatia, criatividade e espontaneidade são o forte dela, algo que contrasta com o ar de general da Mel. Renata tem carisma!

Maytê começou adorando a tarefa por ser “uma tarefa editorial e de conteúdo”. Gosta de falar difícil a moça! Sua equipe pensava em focar a ação numa pessoa pública e conhecida, Guilherme até sugeriu o Celso Russomano, por ter sua imagem vinculada à defesa do consumidor. Maytê não achou legal atrelar a marca a ele, mas por essas voltas que vida dá, quem acabou tendo a mesma ideia e acreditando nela, e pelas mesmas razões, foi a SINERGIA. Ao desenvolver roteiro e apresentação Guilherme disse uma coisa que a gente percebeu faz teeeeeempo: “a Maytê fica na teoria e na prática apenas vinte por cento”. É como se estivesse prevendo o fiasco, digo, o fatídico resultado. O problema com a Maytê é um só: ela não sabe ouvir. Simples assim.

No dia da apresentação a equipe Flecha não saiu do previsível. A SINERGIA, no entanto, nos encheu de orgulho. O estúdio estava ali pronto para ser usado, câmeras ligadas, diretor a postos... E nada do Celso Russomano chegar. Que mancada, hein??? E eis que quando a gente começava a suar frio no sofá e a se perguntar: E agora? A prova foi pro vinagre! Surge uma calma, sorridente e serena Renata Tolentino puxando da manga um plano B, fazendo com a Mel uma brilhante apresentação: segura, dona da situação e sem vacilo algum. Só por esse jogo de cintura já é merecedora de ser a campeã desta edição. Minha torcida passa a ser tua, Renata!

Pois é, mais uma derrota dos Flecha e da Maytê enquanto líder.


Como disse o Walter Longo sobre o desempenho da equipe: Foi uma prova pífia e uma prova onde se dessem duas tartarugas para tomarem conta, uma das duas fugia. Ahahaha... Esse Walter Longo tem cada uma!!!!

Após a boa liderança do Guilherme na tarefa anterior e depois da Maytê afirmar que merchandising é o que ela sabe fazer melhor só que não faz, inexplicavelmente, ele foi o demitido. Não tem como não achar injusta a sua demissão. Talvez Roberto Justus prefira contratar uma pessoa que o interrompa o tempo todo e não deixe ninguém falar, nem os conselheiros, e que atribua a derrota da sua equipe a um mero bloqueio criativo. Durma-se com um barulho desses!

Aguardemos para ver quem restará nesse funil.


Shadow
cantinhodashadow.blogspot.com.br
@ Shadowtweetando


5 comentários:

  1. Eu sempre achei que a Mel que é a queridinha do Justus e não a Mayte, aposto que se fosse qualquer outro recebendo a visita da família no meio de uma prova, ele teria demitido na hora, e a Mel perde muito como líder, não gosto do Jota, mas ela merecia ter saído no lugar dele, Justus deu aquele ''empate'' pra justificar a não demissão dela.

    ResponderExcluir
  2. Pedro Fernando, claro está desde o início o despreparo da Maytê em relação aos outros, até na sala de reunião. Não conheço um profissional gabaritado que não saiba o que é hierarquia e interrompa colegas, conselheiros e patrão no tom de voz que ela o faz. A meu ver, ela é uma Melina daqui há vinte anos, rssss... Não sabe ouvir, só ela quer falar, se acha a sabichona e dona da verdade. Creio que ela foi mantida até aqui pelo Justus pelos “barracos” e gritaria na sala de reunião que ela é capaz de proporcionar (para quem gosta disso), talvez por achar que isso renderia uns pontinhos no ibope. Já a Mel (que de mel não tem nada), não sei o que possa estar por trás dela. É aquela que tem sempre a mesma cara azeda, passou o programa inteiro sem mexer um músculo sequer da face, até para sorrir, aliás, ela não sorri range os dentes. Além de ter marcado aquele encontro família, logo no início desfez de alguns colegas tentando conduzir os outros a mirarem neles (aqueles que participaram do Aprendiz com o Dória Jr., segundo Danielly Zanotti, lembra?). Ela já teria ficado na minha mira a partir disso. Sem contar, que como líder só ganhou uma tarefa. Pouco resultado pra muita posse.
    Abraços,
    Shadow

    ResponderExcluir
  3. Em tempo: Eu quis dizer pouco resultado pra muita pose.

    ResponderExcluir
  4. Finalmente a chata da Mayte saiu, Renata é a melhor

    ResponderExcluir
  5. Carlos Mateus, a Renata Tolentino além de ter se mostrado talentosa e criativa, tem carisma, e isso é algo que não se aprende, já vem com a pessoa.
    Abraços,
    Shadow

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html