18 outubro 2013

IMPRESSÕES de Frank Killer:
Calúnias II & Merecimento


Calúnias II

Obviamente nem tudo o que acontece com as pessoas longe das câmeras é do conhecimento público e, por essa razão, é no mínimo temerário falar disso publicamente ou tirar conclusões sem o devido conhecimento de causas. Isso é mais notório em casos de marido e mulher e o ditado "Em briga de marido e mulher, não se mete a colher" é muito certo. Se o casal volta "às boas" depois de uma briga, como é que ficam seus detratores que se meteram? As conclusões que tiraram não se justificam com a alegação de suposição. Os fatos incorretos que anunciaram ou as ofensas proferidas passam a ficar passíveis de provas num processo judicial. E aí?

Os fatos ocorridos com qualquer pessoa só podem ser esclarecidos pela própria pessoa ou por testemunhas oculares. As versões dos fatos por terceiras pessoas são de responsabilidade dessas terceiras pessoas e não vale a pena dar curso a essas versões. Isso é mais importante ter em mente, quando se tratam de pessoas da mesma família.

Em quase todas as famílias existem disputas e brigas domésticas, até entre irmãos. Como sempre acontece ou quase sempre ocorre, eles fazem as pazes. E aí? Seria também o caso de dizer que "Não devemos manter nossos olhares em querelas sobre e entre familiares"!

Depois que voltam "às boas" você pode ser processado por danos morais, se tirou conclusões erradas e ofendeu em função de deduções infundadas ou sem provas. O fato de ser uma pessoa da mesma família não dá credibilidade a qualquer coisa que diga em relação a seus parentes. Quem se mete nisso está no mínimo alimentando querelas entre familiares. Não vale a pena tratar disso, a não ser que você seja da mesma família, e mesmo assim, ainda é passível de responsabilização.

Fatos divulgados pela imprensa (que são de responsabilidade desta) podem ser comentados, mas você tem que se cingir aos fatos divulgados. Não pode fazer outras ilações livremente, a não ser em caráter particular e reservado, e, pior ainda, denegrir ou caluniar as pessoas por conta própria, sem a necessária base nos fatos divulgados ou fazendo deduções próprias particulares em relação a estes fatos. Isso também é passível de provas em tribunais. Você não pode simplesmente alegar que deduziu ou interpretou de boa fé. Isso atenua mas não absolve. A melhor atitude é deixar quieto e não envolver-se em confusões familiares ou entre marido e mulher. "De bem intencionados o inferno está cheio", diz o ditado.

Quando você acusa alguém de ter dito algo impróprio ou de que não gostou ou que lhe magoou ou achou que magoou a outrem, deve citar a fonte para que o assunto seja esclarecido ou provado ser veraz. Caso contrário você passará como fofoqueiro e não merecerá resposta ou ser acreditado, e só merecerá o desprezo. Pior ainda é se faz isso para denegrir, caluniar ou menosprezar as pessoas. Na verdade em qualquer referência ao que alguém diz, faz parte da boa educação citar não só quem o diz, mas onde está dito. Fora isso não passa de fofoca ou apropriação indevida de palavras alheias.

Você pode ser fã de uma pessoa pública e, enquanto estiver apenas defendendo-a está tudo bem, mas atacar quaisquer outras é diferente. Você só pode fazer isso se tiver provas e não deduções. Em um RS você pode ter suas opiniões sobre o caráter de uma pessoa, desde que não vá para o lado pessoal ou descambe pelas ofensas pessoais e as calúnias ou pelos juízos pessoais de valores. Para torcer contra (há controvérsias, LOL) você precisa de fatos, não suposições. Em outras palavras torcer contra é diferente de torcer a favor e não é somente o contrário, falando-se estritamente de direitos jurídicos. Há implicações previstas em lei. Muitos fãs de RSs, talvez a maioria, não compreendem isso.

Caluniar e denegrir qualquer pessoa físicas ou jurídica também são crimes, e não importa se são pessoas públicas ou não. Não devemos confundir RSs de confinamento (e as prerrogativas que se abrem com eles para os fãs) com os fatos extra-realities. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Você só deve julgar (contra ou a favor) sobre o que vê num confinamento e é por isso que me bato contra os realizadores que não disponibilizam as imagens ao vivo. Fora isso, você pode estar se metendo onde não deveria.

Estariam os realizadores que não mostram convenientemente um RS ao vivo expondo o público e ao mesmo tempo querendo induzí-lo a erros de julgamentos. Isso aconteceria inclusive com respeito aos próprios funcionários das estações realizadoras, como seria talvez o caso apontado no post "Calúnias I", relativamente às deduções desautorizadas ou impróprias ou à acusações infundadas. É um caso que bem exemplifica o descaso e a incompetência de uma produção ou direção de um RS.

O que vem a seguir é um segundo post e você pode deixar para ler depois, se estiver cansado! LOL.

Merecimento

Nas atuais edições de RSs a dificuldade não tem sido decidir quem é o pior. Tem sido até muito fácil decidir quem mais merece ir para a Final ou permanecer mais tempo no Reality entre cada dois ou três nas berlindas. A dificuldade tem sido encontrar alguém apto a ser declarado de início o melhor - ou a melhor - entre todos ,no caso. Posso dizer com segurança que, em minha opinião, os atuais têm sido típicos RS que poderiam ser decididos por sorteio. Por causa disso tenho preferido que ganhe (principalmente) uma mulher, por ser ainda o sexo mais discriminado e ser mais emotivo em meu juízo, o que para mim estaria de bom tamanho. Na falta de uma mulher minimamente merecedora, o prêmio poderia ser dividido entre os finalistas, quaisquer que sejam eles, mas ainda assim me esforço para escolher o menos pior.

Seria o caso de dizer que os realizadores querem é isto, a julgar pelos elencos que escalam. Quando você não se importa sobre quem deve ganhar, eles ficam à vontade para induzir em sua preferência qualquer um e, com isso, introduzirem candidatos que tencionam contratar para suas programações normais ou que sejam pré-contratados. Isso para não falar de maracutaias mais graves. Esse é o tipo de desvirtuamento contra o qual me bato. Os RSs que não são decididos pelo público estão aí para não me desmentirem. Na verdade são simulacros de RS e que de RS só têm o nome. O verdadeiro fã de RS não quer ver só show. Quer ver verdade e realidade principalmente, mesmo que sejam eventualmente pessoas mentirosas, mascaradas ou falsas, as quais possam ser facilmente detectadas.

Agora virou moda chamar de Reality Show qualquer programa de prêmios da TV ou programas de calouros, e que de RS mesmo nada têm a não ser tratar de coisas reais, ou quase reais, se é que isso existe. O que seria uma coisa quase real, né? Seria o caso de dizer que noticiários são Reality Shows? LOL. O Raul Gil apresenta há anos um bom programa de calouros, revelando valores da música e, nunca falou que era um RS. LOL.

Alguns fãs de RS não prestam atenção no que eles mesmos dizem e acabam, às vezes, emitindo opiniões iguais, com palavras diferentes, sobre o mesmo tema sobre o qual estão discordando ou sobre o concursante objeto do tema. Acham que estão ou que se está querendo polemizar e não é nada disso e apenas apontam-se em outras opiniões seus (deles) erros de julgamento em relação ao concursante. Não sabem respeitar a opinião alheia. Desvirtuam o que se fala com seus objetivos de torcedores ou de pretensos comentaristas e nem aceitam que seus argumentos são de torcedores claramente expressos em suas palavras ou não vêm que cometeram enganos em suas redações "improvisadas" ou apaixonadas.

Debater não é polemizar, mas isso precisa ser conduzido em bom nível, para não virar bate-boca. De uma vez por todas é preciso que se entenda que é impossível ser isento quando se tem uma preferência empática e para ter uma rejeição também empática é preciso estar também baseado em fatos. Fora isso, para ser isento é preciso gostar de todos ou não gostar de ninguém. Essa é a lei da empatia em relação à isenção. Opiniões não precisam e nem devem ofender, mesmo sendo de fãs de RS ou de um participante específico.

Quando apontamos ou apontam falhas em seus concursantes preferidos, dizem que são preferências pelos que não são preferidos deles e não são isentos, como se isenção consistisse em fechar os olhos para as barbaridades cometidas por seus preferidos quando as cometem. Até essa palavra "barbaridades" algum imbecil, qual um psicólogo de meia-tijela, vai usar para dizer que é preferência velada por uma concursante em especial. Quer apostar? Para mim isso já é até preconceito! Juro!

Se alguns concursantes se chamarem Lineu, Aline, Maria das Graças, Ana, etc, por exemplo, esses "psicólogos" iriam dizer que se está subliminarmente sugerindo preferências por eles quando se usam palavras como "linear, linearidade, alínea, alinhar, engraçada, analista", etc. Quer apostar?

Ficar policiando cada vírgula dos textos já é ocupação de quem nada tem o que fazer, sem falar nos eternos professores de português, que de vez em quando aparecem aqui, ou que nada entendem de RS e só querem mesmo é mostrar que são "curtos", indicando erros de concordância, gramaticais e que tais, meus e dos leitores! Em muitos fui olhar seus respectivos blogs e nada havia escrito lá. Ou seja, só querem aparecer e ter uns segundinhos ou minutinho de satisfação interior. Nem é fama o que geralmente querem. Só querem "balançar o coreto". LOL. Dir-se-ia que suas musas inspiradoras são os erros de outros. LOL.

Uma musa ou "muso" é alguém que inspira coisas belas em palavras em prosa ou em poesia, ou nas artes. Ninguém em sã consciência utiliza uma coisa ruim como fonte de inspiração, a não ser que se trate de um "pirado" da idéia ou mentalmente pobre.

Seria talvez o caso de passar a usar expressões como "denisadas", "yudizadas", "yanizadas", "lineizadas", "alinizadas", "mariadas, "anadas", etc, para que tenham razão. LOL. Vai ser imbecil assim na "caixa-prego"! Por outro lado, aqueles que já não têm argumentos favoráveis em abono de seus preferidos dizem que ninguém presta no RS, que é tudo faz-de-conta mesmo e que aceitam tudo no RS "numa boa", querendo dizer que tanto faz que qualquer um ganhe, principalmente seus ídolos, é claro. É a intenção de nivelar por baixo para que seus candidatos ganhem ou tenham chances de ganhar.

Se você prestar atenção, notará que procuro proteger a todos os concursantes enquanto estão confinados, sem exceção, emitindo opiniões equilibradas ao máximo segundo a minha capacidade. Isso vale para leitores e ex-concursantes e procuro orientar sobre o que penso ser um RS, como deve ser e porque devemos gostar dele. Só isso. Muitos não concordam com as minhas opiniões, a julgar pelo que dizem de sua opiniões (dos concursantes), suas atitudes e o que fazem, mas isso é o normal. Cada fã vê o RS de um modo diferente e mesmo que olhasse com o mesmo ponto de vista que eu, ainda assim pensaria ou teria talvez opinião diferente. Simples assim. O importante é que você respeite a opinião de cada um, para que mereça que a sua seja respeitada também.

Levando para o tema da política seria o caso de dizer que você não deve deixar de votar nos candidatos ou anular seu voto, porque assim você estaria beneficiando quem provavelmente não aprova ou que é um dos que menos aprova. Você tem que escolher o menos pior, se for o caso de não aprovar nenhum dos candidatos. Fazendo isso a tendência seria melhorar, não piorar, a menos que você não se importe ou queira que piore.

A sua possível preguiça em examinar os candidatos (ou no caso de RS os concursantes) não justifica a sua omissão na escolha ou fazer uma escolha que considera errada, ou que julga não ser uma coisa importante e que seu voto não faria diferença. Você estaria cometendo o mesmo erro do concursante que desperdiça seu voto para não se comprometer com os demais e que nesse caso seria mais grave, porque seria oportunismo. Na política você pode compensar sua preguiça ou falta de tempo consultando certos sites, como por exemplo, politicos.org.br/video . Para um RS o Votalhada e seus leitores e colunistas estão à disposição para a sua escolha através da nossa cobertura. Ou para a sua colaboração na emissão de opiniões equilibradas.
O Valor e a Proteção de um Escrito

Os escritos sagrados têm geralmente uma entidade divinal ou a Deus como fonte inspiradora. Por isso e por outras avaliações exegéticas se diz que alguns textos sacros são inspirações divinas.

Em muitos cânones, o Apocalipse ou Livro da Revelação é considerado o último da Bíblia e em seu epílogo há a seguinte advertência: "Eu declaro a todos aqueles que ouvirem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhe ajuntar alguma coisa, Deus ajuntará sobre ele as pragas descritas neste livro!" Apc 22,18. Em Lc 16,17 também aparece: "É, porém, mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til sequer da Lei." (A Bíblia Mais Bela do Mundo - Editora Abril).

Essa advertência também é válida para qualquer escrito e não só para um texto inspirado, porque quem acrescenta qualquer coisa a outro texto ou a outras palavras de alguém é passível de penas segundo a Lei de Deus e as leis dos homens. Retirar de contexto ou suprimir ou trocar palavras também não são coisas consideradas muito honestas.


Nota: Decidi juntar dois posts em um, porque estou precisando liberar espaço no meu HD. LOL. Sugiro ler o segundo post "Merecimento", uns dois dias depois, e comentar, se você quiser.



"Paola Marcondes 13 de outubro de 2013 16:46
A Sabrina não voltaria pro BBB jamais, o Dhomini e Joseane já tiveram sua 2ª chance , a Juliana tbm já é atriz e não voltaria, dos que sobraram vou torcer para o Emilio só porque ele é meu conterrâneo rsrsrs....
Não lembro de mta coisa interessante desse BBB, alguém conta algo ai... kkkk"

Faço minhas as suas opiniões, exceto torcer por alguém "só porque ele é meu conterrâneo". LOL. A felicidade, em minha opinião, consiste em harmonizar o que você tem com o que deseja. Como torce pelo Emílio, aí vai uma razão para tal, por suas atitudes a respeito de felicidade: youtube.com/watch?v=XRbnlgwzY4s#t=119

"Paola Marcondes 14 de outubro de 2013 17:05
Frank, o link postado da Andressa no curiosidades não abriu aqui, será um erro só pra mim ou ninguém conseguiu abrir?"

Oi Paola. Geralmente suprimimos o "http://www" por questões de segurança. Sempre que acontecer o que apontou, dê uma "googlada" (copie e cole) no link sugerido e você geralmente acabará encontrando a página referenciada.

"Pedro Fernando 14 de outubro de 2013 23:17
...naquela época os produtores não sabiam lidar com uma personalidade tão forte, ficaram com medo de manter ela (Tina) na casa, até Bial não gostava dela, teve um momento até que Bial falou que se agredissem ela, ELA que seria expulsa porque provocou..."

O Bial mudou um pouco desde os primeiros tempos. Naquela época ele era mais "amigo" dos concursantes a meu ver, talvez por que se auto-confinava também para poder assisti-los full time. Talvez não pense mais como naquela época há dez anos, mas sempre concordei com ele que quem provoca os companheiros de confinamento a ponto de levar tapas ou sofrer qualquer outro tipo de agressão grave (física ou moral) também deve ser expulso. Ao invés de regras mais rígidas, estão cada vez liberando mais, para obterem barracos e baixarias. A necessidade de uma lei para isso está se tornando mais necessária a cada edição.

Os programas de RS também devem, por sua vez, primar pela integridade física, mental, social e moral dos concursantes e, não só zelar pela integridade e proteção dos aparelhos, materiais, cenários, equipamentos e do pessoal de direção ou produção dos Realities.

Ficamos gratificados com sua preferência. Abração.


3 comentários:

  1. Valeu pelo vídeo, na verdade, minha torcida era só por esse bbb em questão para votar na enquete, pq tenho outros preferidos para votar e torcer de bbb mais pra frente... rsrs, eu só quis dizer que dentro daqueles participantes do bbb 3, eliminando o que eu gostava e que não iam voltar, o único q eu tinha um motivinho era o Emilio, rsrs...
    Parabéns pelo maravilhoso texto, como sempre é... rs
    Adorei...
    Tem gente que ainda acha que pode falar o que quer, quando quer, pra qualquer um ouvir, não se preocupa com as palavras que diz e muitas vezes acaba cometendo o crime de calunia e/ou difamação, o que depois pode vir a ser processado por danos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Frank!
    A Caras online divulgou inverdades ¨calúnias¨. Festival de Surf mara em Itacaré. De volta a Trancoso, muito sol e nenhuma inspiração para escrever abobrinhas¨. Rs.
    Aquele Abraço

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Frank!
    Espetaculares seus posts. Linguagem simples e esclarecedora.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html