02 setembro 2013

Opinião: Os Nove Pecados de Itu - César


As opiniões emitidas nesta coluna são de responsabilidade exclusiva do autor das mesmas e não expressam necessariamente as da administração do Votalhada.

Texto recebido de César
julioss15@gmail.com
02/09/2013

Os Nove Pecados de Itu

É FATO. Em reality show você tende a tolerar os “pecados” dos seus participantes favoritos. E começa a reprovar, muita das vezes, de forma exagerada e frenética os pecados dos participantes que você não aprova. Na Fazenda 6, o leitor que vos escreve estava caindo na vibe “queimem a bruxa” de ser.  Bárbara Evans se tornou minha favorita, por tantos motivos que não cabem aqui, e Denise Rocha começou a ser insuportavelmente indesejada, apertava o “mute” quando ela começava a falar. Essa aversão à Denise permanece intacta. Mas devo admitir que todas essas intrigas internas, e talvez a manipulação descarada da produção, mexeram com essa minha visão do jogo. Não existe santidade na Fazenda 6... São todos profanos. Nessa sangrenta luta vai ganhar quem souber esconder de forma mais sutil os chifres e as garras.
Porque as falsas auréolas já se desintegraram faz tempo.

ANDRESSA – MENTIRA

Andressa entrou amiga de toda a casa. Virou a Fazendeira Diabólica. A metáfora fica mais forte se você lembrar-se dela caminhando toda de vermelho com o chapéu na cabeça. Não engoliu ir para a primeira roça, e a auréola se desintegrou logo na primeira semana. Com Lu fez um par coerentíssimo, que apesar da maldade, divertia e merecia mais tempo.
Até aí tudo tranquilo, mas Andressa voltou a “amar” toda a casa, principalmente Bárbara. Logo em seguida vestiu um personagem judas e jogou a “patricinha” com o namorado e a favorita na roça. Uau. Quanta maldade! Best Friend Forever da Denise. “Patricinha” volta. “To com vontade de brigar com a Denise”, atiça uma briga fake, e a Denise baixa o nível com ela, porque disso ela entende bem. Em seguida volta a ser boazinha, determinada a angariar os velhos amigos. Dá pra confiar na Andressa? Óbvio que não.  Merece ganhar por talvez ser  uma das vilãs mais descaradas e interessantes de todas as edições da fazenda. Mas Andressa é toda de mentira, incoerência viva, e pulsante.

BÁRBARA – EGOÍSMO

Bárbara é narcisista ao extremo. Fica nítido que Bárbara não protege o Mateus porque o ama, mas sim porque ele faz bem pra ela. É uma interminável luta contra todos os outros. Gominho e Beto que se “explodam”, até que tenham algum poder, é claro. A garota é viciada pelo poder, e é, sim, capaz de se aproximar do pior inimigo se isso lhe der poder. Quando Mateus sair, Bárbara vai precisar de alguém que lhe dê exclusiva atenção e pode ser tarde demais para qualquer um fazer isso. Bárbara é uma princesa narcisista afundada num castelo de espelhos que só refletem a sua beleza. E ela é realmente muito linda.
Mas como Narciso, pode ficar presa nessas ilusões e nunca ganhar nada.
Chifres para a princesa, porque auréola não combina.

BETO – PAIXÃO

Se Beto não tivesse conhecido Aryane, provavelmente até agora ele seria o galã mocinho da edição, com grandes chances de tomar a taça de Bárbara. Mas lá no início mostrou-se apaixonado demais. Beto caiu rápido na vibe “odeio a Andressa”. Não era necessário, nem proporcional. De todos talvez seja o que peque menos, ou pelo menos saiba esconder as garras de forma mais sutil. Mas na prova que o mandou pra roça ficou nítido demais. Ele ainda “odeia a Andressa”, com todos os motivos é claro. Mas é capaz de se virar contra a Bárbara se for preciso pra demonstrar isso. Não tolerou a incoerência da princesa, mas também deixou claro que não quer Andressa dentro do seu círculo de amizade DE JEITO NENHUM. Foi desestabilizado pelo “amor” logo no início, e perdeu força, fez casal e foi desfalcado, é bom perder o amor em RS, mas quando o casal realmente cativa. Não foi o seu caso, Betão. Aryane saiu, mas as garras dela continuam vivas em Itu.

DENISE – INTELIGÊNCIA MALIGNA

Não se engane pelas aparências. Denise é inteligentíssima, só que para o mal. Denise googlou a vida de todo mundo antes de entrar, recebeu as instruções da assessora (a mesma de Angelis, Luciana Sanchez) e montou seu personagem. Uma mistura de Joana Machado, Angelis e Nicole Bahls.
A ideia era genial, mas o resultado ficou ofensivo e de muito mau gosto. Preguiçosa, escandalosa e barraqueira. Tudo é motivo para “criar” uma baixaria. Usar argumentos contra Denise Rocha? Inútil. Ela vai falar da sua vida pessoal de fora, tentando desenterrar os podres mais profundos se possível. É um abutre em busca de um passado podre condenável. Além de usar o ao vivo para intermináveis discursos sem nexo, desfere mentiras (que não são desmentidas pela edição) sem que ninguém possa se defender... Por que só ela pode falar no ao vivo. Na verdade só ela pode falar sempre. Ela sempre está certa, é a justiceira de Itu, pelos poderes de GrayScull! Ela é a imbatível, ninguém “cresce em cima dela”, mas se todos ficam contra ela, ela vira um anjinho, brisinha, “ai me leva, eu amo temaki”. Fica no vidro espiando a comida dos malvados, porque ela é boazinha. Ela merece um Nobel por tanta inteligência em reality show. Ela aprendeu em Brasília direitinho como enganar o povo, e parece que está conseguindo. Denise merece ganhar por tamanha inteligência, mas nunca pode se gabar de um jogo limpo, porque não existe abutre limpo.

GOMINHO – MEDO

Gominho é medroso demais. Por algum motivo não joga de jeito nenhum.
Foi escalado, calçou as chuteiras, mas não se mexe. Tem medo de perder os amigos, tem medo de entrar no jogo. Gominho se você não queria jogar, o que veio fazer em um jogo? Só se calça as chuteiras, veste o uniforme, quando se tem em mente o plano de ganhar, de lutar, de se esforçar pelo prêmio. Você não ama todo mundo. Isso é mentira. Seu maior pecado foi se propor a um jogo quando você não queria/podia jogar. Se a coragem é uma virtude, a covardia é um pecado, e disso o nosso Rei Planta entende bem.

MATEUS – IRA

Tirando a rejeição ganhada por ser namorado da Bárbara, Mateus poderia ser o merecido campeão da Fazenda 6. Coração puro, mansidão, príncipe consciente dos erros da princesa, amigo, justo. Mateus, porque você foi se irar? Os monstros mais terríveis só se acordam em momentos de ira. Mateus cuspiu em Andressa primeiro, a xingou, foi pra cima da abutre com um rodo. É difícil viver em RS. Vem um abutre de um lado e um fazendeira diabólica do outro e você precisa ficar quieto, manso.
Não dá. A Bíblia Cristã diz que “se irar” não é pecado, mas pecados são as consequências da sua ira. Todas as vezes que você se irou, você arrebentou sua aréola, Mateus. É quase uma automutilação.
Desnecessária.

OLIVER – INVEJA

INVEJOSO. A inveja ou “recalque” de Oliver é palpável, escorre pela boca. Que feio! Não aceita perder o título de macho-alfa da tribo. Nem adianta falar nada desse, é tudo muito nítido. Todos os pecados de Oliver tem como base a inveja. Se Beto sai, Oliver tende a esconder as garras. Mas elas passaram tanto tempo expostas que é capaz de ninguém mais ver qualidade alguma. Seu terceiro/quarto lugar está garantidíssimo Oliver, nem esquente.

YANI – MAL GOSTO

De batons a equipe. Yani gosta dos tons de azul. Eles ficam péssimos pra ela. Escolheu a Coelho meio desorientada no começo, mas dava pra se afastar no meio do caminho. Tinha influência suficiente para escolher a qual círculo queria se dedicar. Mas escolheu o do Óliver e Paulo. Que escolha terrível, Yani. Você se afundou junto com eles, com poucas chances de recuperação. O mal gosto não é um pecado tão feroz assim, mas no seu caso, Yani, você rasgou o passaporte para a redenção e se abraçou com o capeta.

YUDI – RANCOR

Menino brincalhão. Até ser atacado pelo abutre. Rosnou, se desequilibrou, e afundou. Ódio acumulado faz muito mal, Yudi. Faz nascer chifres onde existem auréolas. E infelizmente chifres e auréolas não coexistem. Não adianta tentar matar o abutre atirando de baixo, você precisa voar mais alto. Seu rancor o prendeu no chão, e você ficou nessa, nem voa, nem amansa. Fica difícil.

Escolha o menos pior. Ou o pior (porque reality show é entretenimento). Mas cuidado pra não ser levado por um furacão das asas de um abutre, nem pela beleza de uma princesa enclausurada em seus espelhos.

César - julioss15@gmail.com


   

28 comentários:

  1. "Denise merece ganhar por tamanha inteligência, mas nunca pode se gabar de um jogo limpo, porque não existe abutre limpo."


    Não existe jogo limpo ou jogo sujo, existe JOGO - Lispector, BONINHO.

    Pessoal se esquece que aquilo vale 2 milhões, e que isso muda completamente a vida de uma pessoa.

    ResponderExcluir
  2. Só acho que poderia trocar o da Bárbara com o do Beto. Pois a Bárbara gosta de mandar sim, é mimada kkk, mas a paixão atrapalha ela demais, pois ela gosta do Mateus e precisa do Mateus, já ele parece que ela é um ''tanto faz'', ficante descartável. E o Sr Beto sim é egoísta, ontem por exemplo, ficou puto pq deram prova de sorte pra ele, como se a Bárbara fizesse por mal e escolhesse sozinha, a Andressa nunca ia deixar ele ir na prova de força, e tbm ngm saberia que ele seria tão lerdo, a prova estava fácil. Ele querendo botar a Bárbara contra o Mateus, isso não é amigo. Ele votou no Gominho pra ser Fazendeiro, pq o Gominho não tentou e deu a prova pra ele? Eles se merecem, querem se fazer de bonzinho com todos, mas quem é amigo de todos não é amigo de ngm, na hora do vamos ver, jogam sozinhos. Essa é minha opinião, rsrs vlw!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Santa Bárbara orai por nós, intercedei a Deus por nós.
      Comparar o caráter do Beto com o caráter da Bárbara é um pouquinho demais viu? rs.

      Excluir
    2. Não o caráter e sim o pecado que mais atrapalha cada um, acho que paixão se encaixa melhor com a Bárbara, só isso.

      Excluir
    3. Nem gosto de ficar rebatendo viu? mas como estou em fase de aprendizado preciso questionar: O egoísmo é um defeito de caráter? caso a resposta seja verdadeira, então vc quis dizer que o beto é altruísta não?
      ... Ah!mas que sujeito chato sou eu...
      ...Um grandessíssimo idiota
      Saber que é humano
      Ridículo, limitado
      Que só usa dez por cento
      De sua cabeça animal...
      Bejin rs.

      Excluir
  3. Em que patologia a Produção de A Fazenda se enquadra? acho que é preciso um investimento altíssimo para que a National Aeronautics and Space Administration pesquise. aff!kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Concordo em partes com as alcunhas e suas características. A definição acerca do narcisismo de Bárbara foi genial. Eu inclusive gostei dela no início, mas com o passar do tempo eu senti apenas vontade de vê-la longe. Barbie e suas "ingenuidades" são exaustivos. Também concordo que Yudi se perdeu por ficar batendo na mesma tecla de horror à Denise. Perdeu o foco e agora parece difícil reaver o mirante. Contudo, eu discordo da denominação à Denise. Ela não é santa e tampouco é vítima, ao contrário, atiça seus adversários. Deles fazendo surgir um lado obscuro. Mas, daí dizer que ela é um abutre me pareceu escatológico demais. Continuo, apesar de tudo, querendo que ela ganhe. Penso agora se sou apenas mais um que a "inteligência maligna" ludibriou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero Denise vencedora - e concordo com vc

      Excluir
  5. Se bater o resultado com as enquetes Matheus sairá, só é lamentável não poder ir de mãos dadas com a namoradinha para bem longe de nossas vistas..kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe ela tem um ataque de loucura, começa a quebrar as coisas, pular e jogar comida nas camas, esfregar sapato nos travesseiros, gritar todos os infinitos palavrões que vive naquela boca, começa a chorar descompensada na frente do espelho pedindo pra mamãe tirar ela de lá e finalmente bate o sino. Kkkkkkkkkkk

      Excluir
  6. Fico aliviado ao me deparar com a mensagem acima do texto “Os Nove Pecados de Itu - César”, mensagem na qual informava que o texto seguinte era de total responsabilidade do autor e não representava necessariamente vinculo e compatibilidade com o Blog.

    Antes atento para uma busca em um dicionário sobre a palavra Maligno e suas relações: “Propenso a fazer maldade, espírito maligno, o demônio, satanás...”

    O texto de César iniciava justamente abordando a falta de uma santidade na fazenda 6, enfatizando que são todos profanos assim como era entendido que suas próximas palavras citariam os erros e pecados dos participantes de uma forma geral e justa. Contudo foi exatamente o oposto que acorreu.
    Ao escrever um texto apenas abordando os pontos negativos não significa que a opinião seja mais racional e isenta de fanatismos oriundos das santificações provenientes dos fãs. Quando o autor cita os defeitos de Barbara ele foca apenas no egoísmo e no narcisismo (leve, não?!), e ao falar de sua rival Denise cita a palavra MALIGNA!
    Se o objetivo foi ser imparcial devo informal que para se obter parcialidade é necessário proporcionalidade, assim como a alienação não existe apenas por parte dos fãs. Existem pessoas que são alienadas pois são cegas de amor, outras por serem cegas de ódio, e acredito que seja esse seu caso. Acredito para escrever e expor uma opinião deve-se atentar para a precisão de suas palavras, como a definição de maligna para Denise que remete a um aspecto demoníaco uma vez que A Fazenda não é novela e muito menos uma passagem bíblica, não existindo, portanto o bem e o mal e sim pessoas que apenas vivem entre o céu e o inferno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To assinando embaixo. Materia altamente tendenciosa, q não corresponde a verdade dos fatos.

      Excluir
    2. Concordo em gênero, número e grau, puxou a sardinha pro lado da Bárbara, esqueceu de citar a falta de educação crônica que ela tem, e outros defeitos que só mesmo a filha da Monique Evans poderia ter...já que não nasce maracujá do limoeiro...

      Excluir
    3. Concordo plenamente com as suas colocações, Bianca Ed.
      Ainda bem que o texto antes de mais nada reflete a opinião de quem o escreve e não da maioria. Também pensei na questão do maniqueísmo.

      Excluir
  7. Arrasou.A DO RE I!!!!!

    Ana Helena

    ResponderExcluir
  8. Adorei!
    Até no q diz respeito a Beto o meu favorito

    ResponderExcluir
  9. Cesar,

    mateus pq vc foi se irar? um abutre de um lado e uma fazendeira diabolica de outro. e vc precisa ficar quieto? manso?
    - Logico q não, ele tem q ir pra cima armado de um escovão, né? ñ sem antes ter jogado um balde de agua gelada no abutre.
    Infelismente existem muitos caras como vc, q na delegacia da mulher, se defendem dizendo: - Ela mereceu, Ela pediu por isso. Ela ta colhendo o q plantou.
    Enfim q viva o machismo né cesar?
    quem disse q ñ existem mais trogloditas?

    ResponderExcluir
  10. Não concordo que a Denise seja a inteligência maligna. É malandra, sim, mas essa de pintá-la como monstro acho muito exagerado. E mesmo que ela não seja tão honesta, ninguém lá é melhor do que ela, e não é mesmo. Exemplo: o egoísmo e a vaidade da Evans é sim um defeito (acho que você a descreveu bem), o Beto não é bom moço - é bem falso (aliás pior que a Andressa Urach, porque é uma falsidade travestida de boa praça). A Urach é sem dúvida a melhor da edição. Agora elogiar Mateus, dando ideia de que ele é boa gente? Ele é egoísta igual a Evans, só que violento quando não fazem a vontade dele, e bem falso (não fala nada na frente das pessoas). Eu quero Denise como vencedora (já que nem Andressa nem Filé vencem)

    ResponderExcluir
  11. Me desculpe, não tenho como objetivo atacar o blog ou o autor, mais achei esse o pior texto que eu já li aqui, tendencioso e muito mal escrito comparando participante com o demonio, que horror!

    ResponderExcluir
  12. Desculpe, não quero atacar o blog ou o autor, mais achei esse texto o pior que já li aqui, independente de torcida, achei de uma visão alienada e desproporcional.
    Falar que os defeitos da Barbara são apenas o egoísmo e o narcisismo é ser muito fanático, ela faz coisas muito piores lá dentro.

    ResponderExcluir
  13. Não gostei. Texto tendencioso.Onipotente nas afirmações.Um semi-deus descido à terra que detém nas mãos o barro original das espécies(?). Denise, nossa campeã!!!!

    ResponderExcluir
  14. Concordo, a Denise sim é tudo isso, parabéns, pena que o povo acha ela a santinha pobrezinha humilhada e abandonada, mas quem assiste e tem inteligência para sacar a malandragem dela, sabe que ela provocou tudo isso, e está colhendo o que plantou, usa sim a sua inteligência para o mal, é gananciosa (por dinheiro e FAMA), vaidosa, preguiçosa, pesquisou a vida de todos, faz teatro, aiii essa mulher é um nojo! E me perdoe aqueles que não gostaram, mas eu acho isso mesmo da DENISE. O Beto não concordei, ele é falso mesmo, soldadinho programado para jogar, se faz de bonzinho, mas só pensa nele, vish esse povinho que nao mostra o que é, consegue enganar o público ainda, por isso sou Bárbara e Mateus, o casal é de verdade, se entrega, com seus defeitos e tudo, adoro o casal, me fazem rir, emocionar, são 10. é isso, bjos.

    ResponderExcluir
  15. Frank, vc é 10!!!Pena que meu Mateus coração de leão vai embora hj, para mim, com certeza, dentre de todos os defeitos humanos apontados neste RS, o dele foi o mais perdoável!!! Amor com amor se paga!!? E no caso de Mateus ódio, com ódio não se paga?!!

    ResponderExcluir
  16. Para as pessoas que defendem a Denise, terei que falar sobre esse assunto, pois não vejo outra maneira de expressar minha indignação: A ARTE DE ENGANAR O POVO (como melhor enganar o povo para o seu próprio bem). É incrível, mas até em RS o povo consegue ser manipulado!!! Este é um país, que até em RS, os(as) candidatos(as) adoram levar “vantagem”, serem espertos(as) para poder se dar bem sobre os outros e para isso, os argumentos que apresentam são muitos, mentir, construir discursos sobre cada situação, enganar, aparentar uma coisa e ser outra, dizer uma coisa e fazer outra, descobrir atalhos ou mil artifícios para vencer seus adversários. Os embustes, golpes e manipulações que utilizam para enganarem e ludibriarem seu eleitorado, denotam toda uma sistemática das mentiras políticas, varrendo qualquer resquício de pudor. Mas não podemos esquecer que por outro lado, por uma outra reconfiguração, estes comportamentos podem trazer a público a verdade que eles(as) tentam camuflar nas entre linhas, pois cultivam comportamentos destrutivos, injustos e até abomináveis. E mesmo assim, mantém o slogan: 'Candidata, coitada, conta com o apoio do povo contra a injustiça.' Por oportuno, relembro Maquiavel quando discerniu a política da religião: “a política é um jogo de paixões e de interesses opostos, no qual a dissimulação constitui uma de suas regras essenciais.” Por fim, cito: "Pode-se enganar algumas pessoas todo o tempo; Pode-se enganar todas as pessoas algum tempo; Mas não se pode enganar todas as pessoas o tempo todo! Lembrando que isso é apenas a minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ¨Para bem conhecer a natureza dos povos, é necessário ser príncipe, e para bem conhecer a dos príncipes, é necessário pertencer ao povo¨.
      Gostei do comentário!!! rsrsrsrsrsrsrs.

      Excluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html