11 janeiro 2013

IMPRESSÕES de Frank Killer: A Voz do Povo é a Voz de Deus


A Voz do Povo é a Voz de Deus

Quando você não sentir afinidade por um concursante e, ao mesmo tempo, sentir simpatia por outro, sem saber explicar exatamente porquê, pense na seguinte tese: será que a explicação ou o x do problema está neles ou em você? As empatias são como uma trilha semi-apagada, onde você não se sente seguro ou desconfia que está seguindo na direção errada. Olhe mais detalhadamente o caminho, e com mais atenção, para seguir corretamente ao destino.

As declarações de que enquetes não ganham RS ou não espelham a vontade do público se inserem nas torpezas daqueles que desejam impôr seus próprios argumentos e preferências. Não é legítimo que a produção de um RS conduza as preferências do público segundo suas inclinações empáticas através de indução, edições de vídeos, campanhas difamatórias ou apologias através de vídeos promocionais.

Ao contrário, a via é de mão única, e é a produção quem deve aceitar e seguir as tendências do público e tratar de ser imparcial, sem bajular este público e sem contrariá-lo ao mesmo tempo, agindo com lisura e justiça. A confiança do público se conquista com transparência e isenção, porque a finalidade principal é educar, entreter e ao mesmo tempo ganhar dinheiro e prestígio com esse negocio, e todos, anunciantes, a estação e o público, ficam felizes.

As preferências do público são como um atestado de idoneidade. Quando você pensa diferente da maioria, não significa que você é mais original ou tem mais razão e personalidade. Isso é possível, mas é raro. Quando isso acontece a pessoa é logo reconhecida e se alça sobre os demais. O importante é ser honesto e humilde não só com os outros, mas também e principalmente com você mesmo. Uma postura inteligente seria formar uma opinião independente e estar atento à opinião da maioria. Onde houverem discrepâncias, examine-se e aos outros com atenção redobrada e descubra porquê. 

Auto-estima não é um bem para consumo externo, mas para si mesmo. No entanto, não devemos confundir auto-estima com empáfia e orgulho. O ego sempre é o nosso maior inimigo. Quando você se considera superior ou melhor que os demais, ou alguém, pode até ser verdade, mas nunca é você mesmo quem deve chegar a essa conclusão sobre si. A falta de modéstia nunca é uma qualidade, embora não signifique que seja arrogância, mas quase sempre é. As qualidades e os bons atributos não admitem extremos explícitos ou presumidos, exceto quando falamos de Deus e dos santos ou do que é sagrado!

A auto-promoção é um defeito feio, principalmente em um RS, onde todos sabemos que estão ávidos para aparecer e ficarem visíveis. Isso é um detalhe que precisa ser observado com atenção. Atitudes para aparecer devem ser distinguidas de atitudes naturais, espontâneas, e não é muito fácil detectar isso. Tem uma frase que gosto muito de repetir: Aja de modo que a sua presença não seja notada, mas a sua ausência seja sentida, e lamentada.

Um vencedor de RS não precisa ser um santo. Não precisa nem ser uma boa pessoa. Basta que seja melhor que seus competidores e é isso que devemos julgar. Um vencedor anterior sempre pode ser batido em outra oportunidade e um perdedor anterior pode ser um vencedor. Essa é a lei da vida. As pessoas se instruem, aprendem, especializam-se e, coisas se renovam, mudam e assumem novos aspectos. As pessoas nascem, crescem, vivem e escrevem suas histórias e sempre estão surgindo novas situações, novos rumos, novas modas e novas soluções.

Nesse RS mixto (BBB13), onde pessoas já conhecidas são confrontadas com desconhecidas, é importante abstrair o que conhecemos de fora do RS ou de anteriores e se interessar em conhecer os novos antes de formar juízos. É o mesmo caso quando ouvimos ou lemos simpatias de famosos por A ou B. É preciso abstrair a opinião pessoal alheia, por mais abalizada que seja, e formar uma opinião própria, baseada na própria observação.

Evidentemente, as pessoas já conhecidas possuem fãs-clubes e torcidas organizadas e já estão, de certo modo, fanatizadas (falando generalizadamente), mas isso não deve ser levado em consideração na hora de ser justo. O que importa é ver o desempenho de cada concursante em confronto com os demais no RS do qual participam. As pessoas mudam com o tempo, umas para melhor e outras para pior, mas no cômputo geral, a essência permanece e é esta que precisa ser detectada.

Os pressupostos acima são válidos para qualquer RS, incluindo A Fazenda de Verão e o BBB13. Ninguém precisa ser santo ou infalível, basta que seja o melhor entre seus pares. Também não venham os críticos de plantão dizerem que estão lendo nas entrelinhas do meu texto que tenho preferências por A ou B ou preparando o terreno para depreciar X ou Y. No máximo elejo uma musa com o único fim de ter inspiração para escrever, mas isso não significa que é a minha preferida para ganhar o RS ou que seria justo que ganhe. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Patrulhar opiniões e colocar palavras em textos alheios é um péssimo defeito de neófitos. O que tenho a dizer para quem faz isso é: leia com mais atenção o que se escreve e não tente adivinhar os pensamentos do autor ou dirigir seus gostos ou proferir vitupérios contra opiniões não concordantes com as suas. Infelizmente a comunicação ainda não trabalha com telepatia e o que se escreve, e só isso, necessariamente ainda precisa ser entendido como sendo pensamentos ou opiniões passadas para o papel ou para um post.

Se em aghum momento coincidirem os nossos gostos e opiniões com os de qualquer um não será porque nos pressionaram e, se coincidirem quase sempre, não venham nos dizer que não temos personalidade por causa disso. Opiniões são opiniões e cada um tem direito às suas sem precisar desmerecer ninguém. Isso é falta de educação e ofensa pessoal. Se alguém deseja ser mencionado em nossos textos neste blog, que diga algo aproveitável sobre RS, que é o assunto deste blog, sem aproveitar-se do ensejo de abrirmos espaços para qualquer um expressar-se livremente para depreciar quem quer que seja, ofender pessoas ou este blog ou nossas pessoas. Você sempre poderá discordar de nossas opiniões ou de qualquer pessoa, mas quando a sua intenção for desmerecer gratuitamente, ofender, e for mal-educado, não terá o nosso apoio.

A civilidade e a educação não estão nas palavras em si, mas na colocação e no contexto. O problema em escrever textos curtos reside em que um contexto não pode ser definido em frases cortadas e cheias de efeitos abreviados maldosos ou subentendidos. Você pode escrever lindas e inocentes palavras dizendo coisas horríveis ou chulas, mas ao mesmo tempo estará revelando seu caráter predatório, anarquista ou baderneiro. Se você não sabe dizer palavras doces, abstenha-se de dizer as amargas, porque então será tido como um parvo, zoilo, fanático ou iletrado, e nunca um erudito e, o mais importante, perderá toda e qualquer razão que porventura possa ter.

Penso que a minha postura devia ser a postura de qualquer fã de RS, mas reconheço que isso é impossível, porque as pessoas geralmente se julgam donas da verdade e não têm disposição para reconhecerem que a sua opinião é apenas uma das que compõem a opinião coletiva e na qual incluo as minhas. Além do mais, não pretendo influenciar ninguém com as minhas preferências e opiniões e a postura deve ser entendida como uma opinião privativamente minha e sincera, pois não sendo um posicionamento desejado para todos por mim, não seria sincera.

As mesmas conclusões se dão quando se fala de viva voz. Ninguém consegue estabelecer um contexto em uma frase, ainda mais quando não se tem a chance de corrigir o texto da fala por razões óbvias. Uma frase dita é como uma flecha, que depois de disparada não pode mais ser detida. O estrago que causará já estará então definido. Porisso, devemos sempre usar os nossos dois ouvidos e os dois olhos antes de abrir a única boca que temos. Num texto, use e abuse da borracha ou das facilidades de correção de um computador, porque o texto escrito é mais perigoso que a palavra falada irrefletida e ele sempre poderá ser usado contra você, dependendo do que você escreve.

Alguns concursantes do BBB13 e da Fazenda de Verão não estão seguindo muito esses preceitos, e, por essa razão, estão pagando e irão pagar pelos danos que causaram ou causarão. Já estou com tudo o que precisaria anotado e, aos poucos, irei soltando o que ainda tenho armazenado e ainda armazenarei nos meus HDs.

Em geral, as pessoas que se acham originais e diferentes das demais, querem que todos sejam iguais a elas ou pensem como elas ou tenham as mesmas opiniões que elas, quando deveriam, na verdade, procurar ajustarem-se às sociedades em que vivem ou reexaminarem suas posturas.



Na lista abaixo estão os seis concursantes que correm risco de formarem o primeiro paredão desta edição do BBB13, depois da vitória do grupo de ex-BBBs na Prova do Líder desta quinta-feira (10). Bambam é o primeiro líder da temporada e foi esperto em se fazer líder "no grito" entre seus companheiros. Provavelmente não haverá a "Prova do Anjo" nesta semana, pois se assim fosse, o Bial teria anunciado para o público. Pelo visto, a produção está tentando ser o mais transparente possível, para contrastar com o que estão fazendo na Fazenda de Verão.

Só lamento que tenham decidido anunciar como seria a votação depois de conhecido o ganhador da prova do carro. A meu ver farão como na edição passada, onde sempre haverá gente impedida de fazer a Prova do Líder de alguma maneira, como consequência de alguma prova, sorteio ou em brincadeiras e atividades extras. É possível que os concursantes não possam também serem líderes em oportunidades ou semanas consecutivas. 
Aline

15h11 08/01/2013
A sister Aline diz que teve uma discussão com o noivo sobre a sua entrada no BBB13. O motivo? O medo que ele tem de ela se “engraçar” por outra pessoa.

"20h36 10/01/2013
Aline: 'Quer ver eu ficar revoltada é alguém postar em inglês. Eu excluo'."
Isso soa estranho para uma carioca. Ou pode ser indício de preconceito ou alguma pontinha de xenofobia. O carioca é um povo hospitaleiro e me desencanta ver uma declaração dessas. Deveria, isso sim, agradecer por uma oportunidade de aprender um pouco de inglês para ajudar a cidade nos eventos vindouros em que teremos que recepcionar o mundo inteiro. Até as prostitutas estão fazendo isso!
André

"14h34 10/01/2013
'Jeito mineirinho' de sister cativa coração de André: 'Papo bom, ideias boas'."
A sister em questão é a Fernanda.
Aslan

Aslan não deve ser votado em minha opinião, pois quem fizer isso, corre o risco de ser taxado como homofóbico. Todos os ex-BBBs provavelmente se eximirão de fazê-lo e ele tem um relacionamento bom com os demais novatos. Como são inexperientes, eles tentarão se defenderem votando em Aline, a menos que tenham receio de parecer serem racistas ou ela seja indicada por Bambam. Nesse caso, a segunda opção será o professor Ivan. Essa é a situação até o fim da madrugada de hoje, dia 11. André e Marien correm um risco menor, por enquanto.
Fernanda

03h49 11/01/2013
"Eu não sei quem é a pessoa com quem você concorreria... Tudo pode acontecer, mas dentro da minha visão de jogo, dentro da minha cabecinha... Se você for para o Paredão com quem eu estou pensando", diz Fernanda para Ivan já fazendo especulações sobre a primeira formação de Paredão do BBB13. A mineira dá um abraço no professor e diz: "Saiba que eu quero que você volte".
Ivan

02h40 11/01/2013
Ivan dispara: 'Acho que o Bambam não deveria ter debochado'
Marien

05h31 11/01/2013
No Quarto Brechó,  André vai dormir, enquanto Aslan, Marien e Nasser dividem cama e cochicham. Aslan comenta sobre o seu desempenho na Prova do Líder: "Eu cheguei nas meias como se fossem as minhas meias, foi o que eu fiz". Marien destaca a sua preocupação: "Esse Paredão vai ser osso".



A eliminação da Flávia pode ser considerada uma derrota da produção, porque a popularidade da Angelis deverá subir como um meteoro, ainda mais agora que eles estão promovendo a Manoella, por sentirem que ninguém mais tem condições de derrotar a mineira que sobrou. A roça entre a Manoella e a Angelis é a única que dará audiência, perdendo interesse as demais, a não ser que surja um fato inusitado novo. É provável que todas as maquinações da produção daqui para a frente visarão isso e os vilões terão uma chance de serem, pelo menos um ou dois deles, finalistas. Ao contrário do que muitos pensam, a saída da Manoella não prejudicará a Angelis, mas a beneficiará.

Como eu previra no início deste Reality, os bons sairiam precocemente e apenas uma ou duas pessoas do bem iriam para a final. Isso é uma prova de que sustentar vilões não é uma garantia de que renderá audiência para um RS. Produtores que pensam isso são limitados e não sabem realmente o que agrada a esse público específico de fãs de RS. Esse recado do público já vem sendo dado faz tempo e não compreendo porque não percebem isso. Realidade é realidade e ficção é ficção. Não há espaço para hipocrisia e para esconder a verdade e nem "vender gato por lebre".

A velha fórmula dos mocinhos contra índios ou bandidos e pistoleiros já acabou desde os tempos de Durango Kid, Tarzan, John Wayne e Jim das Selvas (Johnny Weissmuller), para citar só dois personagens e astros do século passado. Mesmo naquele época, o que o público queria ver eram os vilões serem derrotados o mais cedo possível. Ninguém quer ver um vilão triunfando ou ficando com os bolsos abarrotados de dinheiro, a não ser deformados mentais ou metidos a intelectuais de gostos exóticos.

Alguns fanáticos dizem que a Angelis está sendo sustentada por fanáticos, como se eles não estivessem lá em suas casas, fanaticamente, votando como loucos para desfazerem o casal de mulheres supostamente lésbicas e tirarem pelo menos uma delas do Reality. A hipocrisia está em querer vê-las em ação, e ao mesmo tempo não aceitar que esse tipo de relacionamento exista. Isso também é morbidez. Em nenhum momento pararam para pensar que esse tipo de relacionamento também pode ser puro e esquecem o que fazem dentro das quatro paredes de seus respectivos quartos com seus parceiros ou sozinhos e não têm coragem de fazer em público. Aposto que muitos deles morreriam de vergonha se fossem expostos às câmeras e microfones de uma TV, ou não, né?



20 comentários:

  1. E só pra esclarecer uma coisa, sobre essa besteira que o Frank Killer falou, que "A VOZ do POVO É A VOZ DE DEUS" nesse caso da Angelis não é verdade, ele devia ter falado que "VOZ DOS FANATICOS É SOBERANA", Deus não gosta de fanatismo, ele só pede que o “amem com todo o coração”, mas não quer de maneira alguma que cometam loucuras por ele.

    ResponderExcluir
  2. Frank Killer escreveu: "Patrulhar opiniões e colocar palavras em textos alheios é um péssimo defeito de neófitos". Suas palavras são muito previsíveis, seria coincidência você citar a Maroca e ela estar em primeiro lugar nas pesquisas? Duvido muito, ela agora é sua Deusa, e vai defendê-la com unhas e dentes, como eu já tinha previsto.

    ResponderExcluir
  3. Frank Killer escreveu: "Em geral, as pessoas que se acham originais e diferentes das demais, querem que todos sejam iguais a elas ou pensem como elas ou tenham as mesmas opiniões que elas, quando deveriam, na verdade, procurar ajustarem-se às sociedades em que vivem ou reexaminarem suas posturas". Esta totalmente enganado senhor Frank Killer, eu só quero que todos tenham suas próprias opiniões, e não fazer como a sua pessoa que só torce por Angelis porque esta na moda torcer por ela, que simplesmente seguir a onda porque é muito mais difícil nadar contar a correnteza, isso pra mim se chama covardia, ninguém no mundo vai me ver fazendo oque eu não acho correto, mesmo se eu tiver que enfrentar um tsunami pra isso, e tentar se ajustar a sociedade? Tá louco, já ouviu falar em democracia? acho que não, e diversidade cultural? Isso é o fator "Maria vai com as outras" já ouviu falar senhor Frank Killer? É quando uma pessoa que não tem personalidade segue as outras pessoas que tem, não é o meu caso, mas tenho certeza que é o seu, ou faz isso pra ficar bem na fita, porque sabe que a maioria vai gostar do que escreve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chrisflop@gmail.com12 de janeiro de 2013 11:26

      Você é idiota ou se faz? Você diz "eu só quero que todos tenham suas próprias opiniões" e na mesma linha critica o Frank pela posição dele?
      Tenho acompanhado essa "TUA" batalha contra tudo que ele escreve e cheguei a seguinte conclusão: Inveja.

      Excluir
    2. Inveja? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    3. Perfeito....perfeito

      Excluir
  4. Frank Killer escreveu: "20h36 10/01/2013
    Aline: 'Quer ver eu ficar revoltada é alguém postar em inglês. Eu excluo'."
    Isso soa estranho para uma carioca. Ou pode ser indício de preconceito ou alguma pontinha de xenofobia. O carioca é um povo hospitaleiro e me desencanta ver uma declaração dessas. Deveria, isso sim, agradecer por uma oportunidade de aprender um pouco de inglês para ajudar a cidade nos eventos vindouros em que teremos que recepcionar o mundo inteiro. Até as prostitutas estão fazendo isso!" e não poderia ser somente uma demonstração de patriotismo da parte dela? eu também penso mais ou menos com ela, mais isso não faz ela ou eu menos hospitaleiro, alias faz parte da cultura do Brasileiro ser hospitaleiro, tratar bem as visitas, esta na nossa alma, apesar de não sermos geralmente bem recebidos nos países mais desenvolvidos, um exemplo bom disso foi o intercambio ano passado entre Laisa do BBB 12 e a Noemi do GH 12+1, enquanto a Espanhola foi tratada como uma rainha no BBB, com direito a passeio romântico em helicóptero a Laisa foi praticamente ignorada pelos companheiros espanhóis, só não ficou sozinha durante toda a sua estendia na casa porque foi salva pela Martita e a Sindia, então que se ferre se somos considerados xenofóbicos, o Brasil tem mesmo é que se tornar autossuficiente em tudo, até em turismo, pra não depender tanto dos outros países ricos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chrisflop@gmail.com12 de janeiro de 2013 11:28

      Hummm, melhorou. Se posicionou sem ofender nem criticar a opinião dos outros. Está amadurecendo.

      Excluir
  5. A impressão que me dá é que Hard - que julgo ser uma mulher -ama demasiadamente Frank Killer,e esta sua atitude por criticá-lo constantemente, simplesmente é o meio com que encontra para se sobressair e atrair sua atenção.
    Calma, Hard!

    Livia Fs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chrisflop@gmail.com12 de janeiro de 2013 17:21

      Está certo Lívia, posso estar enganada. Ao invés de inveja, amor.

      Excluir
    2. Sou macho Livia, mas macho mesmo, não macho como a Angelis, macho como homem, mas tenho o direito de criticar quem eu quiser, o Votalhada é um Blog democratico e me permite isso, Ok.

      Excluir
    3. Own, Hard! Tudo bem, relaxa! Me desculpe se ofendi sua masculinidade.
      Está mais do que provado que o Votalhada é um blog democrático. Só que, para mim, existe uma grande diferença entre criticar e discordar. Para se criticar o trabalho de alguém - aqui, no caso, opiniões - é preciso saber interpretar o que o autor está propondo passar aos seus leitores. E o que você vem fazendo está longe em criticar e discordar. Você talvez nem esteja percebendo a forma agressiva que vem postando, fazendo acusações desnecessárias. Ficaria mais agradável se seus comentários fossem discordantes e que suas opiniões fossem expostas sem fazer repetitivos ataques pessoais.
      Abraços. Livia Fs

      Excluir
    4. Eu não respeito fanaticos Livia, sinto muito.

      Excluir
  6. Adorei a parte q vc falou q devemos avaliar todos os concorrentes antes de começar a torcer já pelos antigos q já conhecemos. Tenho me revoltado mto com algumas torcidas fanáticas pela internet q já definiram suas torcidas em Dhomini, Anamara, Bambam, etc sem nem conhecer os novatos, acho isso mto injusto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chrisflop@gmail.com12 de janeiro de 2013 17:23

      É isso mesmo, Ricardo. Mas de um já estamos livres. Bambam saiu.

      Excluir
  7. O pessoa ai que falou que eu estou com inveja, podia ter tentado pelo menos fazer o cérebro funcionar, pra achar um motivo melhor, uma mais interessante, inveja é resposta de pessoas fracas, que não tem argumentos e procuram a resposta mais fácil.

    ResponderExcluir
  8. Esse Frank Killer é um piadista, não é possível que ele possa pensar que a Angelis possa ser a mocinha da historia, ou é isso ou é cego, surdo e mudo, depois de tudo oque ela fez falar que tem algum vilão além dela, e Fanático senhor Frank Killer é uma pessoa como você que não quer ver os defeitos da sua diva, e fica tentando achar e inventando erros nos adversários dela pra defendê-la, eu não sou fanático pra nada, pra o senhor ter uma ideia na Flavia eu dei 20 votos pra dar uma força, mas o senhor sabe que tem loucos fanáticos que viram a noite votando na Angelis, e eu acho, ou melhor, tenho certeza que o senhor também faz isso, como seus companheiros loucos fanáticos, e te digo uma coisa das duas gays da casa, se sentir nojo e vontade de vomitar quando vejo seu casal 20 com suas depravações é ser homofônico, então sou obrigado a confessar, não gosto e não quero ver, adoro na verdade quando a Record corta essas cenas, mas sabemos que quem gosta de ver isso é seus companheiros fanáticos e o senhor, por hipocrisia mesmo, porque como eu já falei, se fosse o Haysam com outro homem, veríamos um batalhão de homofóbicos detonando os dois, e é vergonhoso sim que se faça essas sacanagens e depravações na tevê, mas não é por isso que a Angelis é a vilã da historia, mas não vou perder meu tempo tentando explicar pra um pessoa fanática.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo ele deve viver pras isso, um verdadeiro maria vai com as outras. Não acho nada bonito da parte dele tomar partido de um participante.

      Excluir
  9. Sinto algo de muito estranho no ar!!!
    DR Campeão - Manoella e Angelis discutem relação.Publicado por @konfinados, em 08/12/2012.

    http://www.youtube.com/watch?v=KGg1PVK_Juw

    Por este vídeo minha impressão é de que o início da relação entre as duas partiu por parte de Mano, já que Angelis se mostra preocupada com o que o público e sua família iriam pensar. Se existe uma estratégia mesmo neste relacionamento, a maior jogadora desta Fazenda de Verão é Manoella e não Angelis. Quando Mano entrou, já sabia da opção sexual de Angelis (bi) e também da sua enorme torcida. Não creio que Angelis vencerá a FV, e sim, Mano.
    Se analisarem bem as últimas provas que vem acontecendo, são mais que apropriadas para Mano (atleta - já praticou remo, arco e flecha e outros mais)e Dan, que também tem muita força e agilidade. A prova dos balões foi feita para que Mano ganhasse, mas a mesma só não ganhou porque não quis, já que Angelis havia comentado no dia anterior que gostaria de continuar como Cigarra, acrescentando as manobras das votações. Tanto é que trocaram, descaradamente, mais uma vez, o envelope. E deu no que deu.
    A produção já testou a popularidade de Mano. Já se certificou que a torcida de Angelis, na sua falta, estará apoiando Mano. Depois daquela edição onde, às vésperas de uma roça, Mano arranja aquela baita discussão desnecessariamente, há de parar e pensar. Não duvido nada que entre uma roça AngelisxMano, Angelis continue no jogo.
    Diante do que expus, enquanto estão imaginando que a "protegida" é Ísis, penso que seja a Manoella. E se este meu pensamento estiver correto, tenho que parabenizar, e muito, a produção, pois estará enganando direitinho o público votante. Vamos aguardar.
    Livia FS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm penso, quase parecido mano entrou já sabendo da suposta, popularidadade a angelis , ela é muito esperta, do tipo de pessoa q ue fica nas sombras. Se fazendo de boazinha prá todos dizendo que, não concorda com as coisas que a outra faz, e assim vai levando todo mundo no bico..

      Excluir

Regras para comentários: http://votalhada.blogspot.com.br/p/comentarios-regras.html